Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Jogo estimula voto

12 de setembro de 2012 1

Nas últimas semanas, a disputa eleitoral americana movimentou o noticiário. A briga entre Barack Obama e Mitt Romney chegou até os jogos também em Vote: The Game, (imagens acima e abaixo) mas como uma forma de estimular o voto.

Se em Infinity Blade era preciso vencer disputas medievais simulando golpes de espada com o dedo na tela, a ideia é transposta para a disputa eleitoral, mantendo o refinamento visual. Não existem lutas ou assaltos, mas debates. As armas são as mais diversas, como microfone para os debates (nome usado para as lutas) e até mesmo uma galinha de borracha.

Quando online, o jogo conta o número de vezes que cada político foi escolhido para fazer uma pesquisa diferente. Como outros títulos, há a possibilidade de comprar itens, como o plano de saúde (evita nocaute) e arrecadação de fundos (dobra valor das moedas), referências a alguns pontos polêmicos dos candidatos.

Apesar de não evoluir além das brigas em cenários conhecidos, funciona como uma boa sátira. Gratuito e disponível para iPhone e iPad (clique aqui para ir até o aplicativo na iTunes Store), o jogo foi criado pela organização Rock The Vote em parceria com o estúdio Chair Entertainment.

É mais uma tentativa de levar os jovens ao voto, facultativo naquele país. Em outras ocasiões, shows também foram usados para estimular o voto dos mais novos. Apesar de brincar com os políticos, em vários momentos o game utiliza a sátira e estimula a conhecer melhor as propostas dos candidatos.

Uncle Slam, outro jogo para os mesmos aparelhos e também grátis, utiliza expediente igual, porém com personagens históricos e gráficos bem simples. Se não há o contexto do engajamento no atual momento, o game compensa com informações históricas sobre os ex-presidentes – que também lutam.

No Brasil, essa é uma eleição sem o uso desses recursos. No passado, candidatos já empregaram games para promover campanhas e eleitores também utilizaram jogos para satirizar momentos importantes, como as charges tradicionalmente fazem.

De qualquer forma, vale resgatar SimCity antes de votar nesta eleição. O jogo é bom para brincar com as possibilidades urbanas, pensando quais áreas você gostaria de ver melhoradas ou com mais ações do governo, além de ver (mesmo que de maneira simplificada) as questões financeiras que controlam o desenvolvimento dos municípios.

Comentários (1)

  • Vanessa Nunes » Arquivo » Eleições na timeline diz: 14 de setembro de 2012

    [...] e está disponível gratuitamente para iOS (em tinyurl.com/votethegame). Leia mais sobre o game neste post do vizinho André [...]

Envie seu Comentário