Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Como gerir o clima em tempos bicudos?

07 de julho de 2015 0

Por João de Lima*

Ventos e trovoadas pela frente, risco iminente de tempestade. O tempo está sempre mudando e o clima parece não se firmar. Como administrá-lo nestas situações?

clima

Há certa tendência de se entender gestão do clima como algo apenas associado à Pesquisa do Clima e às ações dela decorrentes. É uma armadilha, verdadeira falácia.

Gerir o clima é uma tarefa diária do líder. Ele é o principal agente responsável pela obtenção de um ambiente organizacional estimulador que oportunize desafios e possibilite a realização das pessoas. É sua missão conseguir desempenho diferenciado e superar as metas, mesmo, e principalmente, sob o mau tempo. .

Gerir o clima através de ações corretivas, em cima dos resultados da pesquisa, por vezes, é a parte mais fácil da história. Difícil é manter o moral da tropa no auge da batalha, nos momentos de tempestade, quando começa a faltar força, quando é mais necessário um esforço adicional para superar os desafios.

É um trabalho cuidadoso, de sensibilidade, através de seus ouvidos e de seu olhar atento, de sua capacidade de análise e decisão rápida, observando a reação e os sentimentos dos indivíduos e das equipes diante das dificuldades, para não “deixar a peteca cair”.

Essa é a função do líder. Ele está ali no comando para esses momentos. Em céu de brigadeiro, o avião voa sozinho, em piloto automático. Ele deve usar seus sentidos, continuamente, para captar os sinais do tempo, interpretá-los e tomar decisões para ajustar o clima. É uma tarefa diuturna.

Em todas as situações, o líder deve transformar os contatos individuais, o diálogo, a proximidade entre líderes e equipe, assim como as reuniões de trabalho, em excelentes oportunidades para a identificação de sentimentos e de possíveis problemas, para a correção e o alinhamento das percepções e para a promoção da qualidade do clima.

Cuidar do clima é cuidar da “tropa” e de cada “soldado”. É reconhecer a existência de cada indivíduo da equipe e preocupar-se com seu estado de espírito, sua satisfação e realização. O líder administra as intempéries muito além da Pesquisa de Clima. Ele é o senhor do tempo.

*João Aparecido de Lima é sócio-fundador da Fractal – Resultados, Consultoria especializada em Gestão, Pessoas e Liderança. Tem mais de 40 anos de experiência em Gestão de Pessoas e Desenvolvimento Organizacional , em empresas como Gerdau e GP Investments. fractalresultados@gmail.com

 

Envie seu Comentário