Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de janeiro 2017

Tecnopuc é o melhor Parque Científico e Tecnológico de 2016

06 de janeiro de 2017 0

Tecnopuc_Site
Na manhã desta quinta-feira, 5 de janeiro,  o prêmio conferido ao Tecnopuc pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) foi comemorado junto com o Vice-Reitor da PUCRS, Jaderson Costa da Costa, Pró-Reitores, professores, representantes da Rede Inovapucrs, das empresas do Tecnopuc e da Raiar, e imprensa. O diretor do Tecnopuc, Rafael Prikladnicki, apresentou os diferenciais do melhor Parque Científico e Tecnológico de 2016. E também anunciou a vinda da plataforma digital do Sicredi para o Parque, negociação firmada na quarta-feira.

A Pró-Reitora de Pesquisa, Inovação e Desenvolvimento da Universidade, Carla Bonan, destacou que a distinção expressa a dedicação de todos os envolvidos. “Aumenta o nosso compromisso de desenvolver esse ecossistema com a mesma intensidade e dedicação, para seguir sendo um ambiente de produção e de transformação do conhecimento em ideias e negócios, contribuindo com o crescimento do Estado e País”, disse.

Essa foi a terceira vez que o Tecnopuc recebeu a premiação. Durante a entrega do Prêmio Nacional de Empreendedorismo Inovador, a Cliever, empresa graduada pela Incubadora Raiar da PUCRS, também foi reconhecida e está entre as melhores empresas graduadas do Brasil.

Durante o evento, Roberto Moschetta, diretor do Tecnopuc entre 2006 e 2013, foi homenageado. Ele assume agora a Diretoria de Inovação da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Porto Alegre. Para o presidente da Anprotec e assessor da Reitoria, Jorge Audy, o papel do Tecnopuc já ultrapassa as fronteiras da Universidade.

PUC

Jaderson Costa da Cosa (Vice Reitor da PUCRS), Roberto Moschetta, Jorge Audy – Foto de Camila Cunha – Ascom/PUCRS

Mais sobre o Tecnopuc

O Tecnopuc foi criado há 13 anos e tornou-se um vetor do desenvolvimento regional e estadual, atraindo grandes empresas e fomentando a geração de startups por meio de diversos programas e serviços. Também estimula a pesquisa e a inovação por meio de uma ação simultânea entre academia, instituições privadas e governo. Empresas de diferentes portes, entidades e centros de pesquisa da própria Instituição estão sediados nos dois sites: em Porto Alegre e em Viamão. O Tecnopuc tornou-se referência na América Latina como Parque Científico e Tecnológico moderno e focado em transformar pesquisas em negócios. Grandes players internacionais do mercado cooperaram para este cenário. Gigantes da área de TI como HP e HPE, concentram no Tecnopuc seus centros de pesquisa e desenvolvimento. Atentos a esta realidade, outros players mundiais, como Apple, Huawei, Microsoft, Accenture, e ThoughtWorks, além de grandes empresas nacionais, como DBServer, GetNet, Stefanini e Globo.com, foram atraídos.

Muitas startups foram criadas a partir desse movimento e instalaram-se no Tecnopuc, contribuindo para a consolidação desse habitat de inovação, como a Aquiris Games, a Toth Tecnologia e o Grupo RPH. Outras de médio e pequeno portes, entidades da área de inovação e tecnologia, como a Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro), o Project Management Institute (PMI), o Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade (PGQP) e a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) e centros de pesquisa da Universidade e do Governo Federal também estão instaladas ali.

Universidades privadas ampliam atuação em Porto Alegre

04 de janeiro de 2017 0

FELIZ 2017 a todos que acompanham o Mundo dos Negócios. Começo o ano, falando sobre novos investimentos de instituições de ensino superior privado em Porto Alegre. Vem muita coisa boa por aí.

Mas antes de mais nada, um panorama do que tem acontecido nesse mercado nos últimos anos no Brasil. O ingresso de jovens nas universidades tem crescido muito ao longo dos anos 2000 em todo o país. Do total de estudantes na faixa entre 18 e 24 anos,  32,9% frequentavam o Ensino Superior em 2004. Em 2014, dos estudantes dessa mesma faixa etária, 58,5% estavam na faculdade. Um salto de mais de 30 pontos porcentuais, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Os dados da pesquisa do IBGE foram calculados com base no número de estudantes, e não no total de jovens – o que incluiria também os que não estudam. As informações estão presentes na Síntese de Indicadores Sociais (SIS) de 2015. A alta no percentual de estudantes cursando nível superior foi registrada em todas as regiões brasileiras, mas, na Região Sul, a proporção subiu de 50,5% para 72,2% no período pesquisado.

A cada 10 universitários, em média, sete estudam em faculdades ou universidades particulares no Brasil. A proporção revela um setor consolidado na economia. Nos últimos dois anos, o faturamento das instituições privadas de ensino superior cresceu cerca de 30% com novos cursos e matrículas. A receita bruta do setor, que em 2012 era de R$ 28,2 bilhões, já está próxima dos R$ 40 bilhões.

A demanda de mercado e os programas federais de incentivo ao ensino superior privado estão levando muitas universidades a investir em expansão.  Na capital gaúcha, por exemplo, existe um forte movimento nesse sentido:

Novo Campus Unisinos Porto Alegre

campuspoa

Fachada do novo prédio da Unisinos na avenida Nilo Peçanha, em Porto Alegre – Foto de Rodrigo W. Blum

A partir de março deste ano, a ampliação do campus da Unisinos trará para a capital um espaço educacional inovador, com mais criatividade, sustentabilidade e cultura. O investimento aproximado é de R$ 200 milhões, em uma área total construída de 55 mil m² na Avenida Nilo Peçanha, em frente ao Colégio Anchieta. A ampliação terá uma Torre Educacional, com oito andares e capacidade para até oito mil alunos. O local abrigará salas de aula, laboratórios, biblioteca e um teatro com capacidade para 600 lugares. Além disso, o campus contará com o Espaço Unisinos, uma área de conveniências que oferecerá serviços de papelaria, livraria, lanchonetes, restaurantes e agências bancárias.

No complexo haverá um estacionamento com cerca de mil vagas, além de bicicletário, banheiros e vestiários com chuveiros. E, ainda, um espaço de preservação ambiental, na parte do terreno que se localiza na esquina das avenidas Nilo Peçanha com a Sociedade Libanesa.

O projeto contempla o alargamento da Avenida Nilo Peçanha, com implantação de uma pista adicional e de ciclovia. Uma passarela foi construída entre o campus e o Colégio Anchieta, que dará acesso para comunidade acadêmica, entre os dois locais, via cartão magnético.

A criação da Escola de Design, na cidade de Porto Alegre, em 2006, foi o primeiro movimento da universidade de São Leopoldo na capital gaúcha. A Unisinos se instalou de vez em 2010 e agora traz para a cidade o novo e moderno campus.

IMED terá sede no bairro Mont’Serrat

Novo Campus IMED Porto Alegre - Divulgação

Novo Campus IMED Porto Alegre – Divulgação

A IMED é uma instituição de ensino superior fundada em 2004, com campus em Passo Fundo e Porto Alegre. É uma instituição extremamente enxuta. Com um orçamento de R$ 78 milhões em 2016, 350 colaboradores em seu quadro (professores e funcionários), 11 cursos de graduação e seis Mestrados Acadêmicos aprovados pela CAPES, figura há cinco anos no ranking Great Places To Work (GPTW). No ranking organizado pela Revista Amanhã, aparece como uma das melhores empresas de médio porte para se trabalhar no Rio Grande do Sul. A avaliação consiste na análise do desempenho de programas de treinamento, capacitação e integração de funcionários das empresas, se estão alinhados com os valores perpetuados por esta e a aderência dos colaborados aos programas.

Em Porto Alegre, a IMED conta com uma unidade que oferece cursos de pós-graduação lato sensu e intensivos nas áreas da Arquitetura e Urbanismo, Direito, Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil, Gestão, Psicologia e Odontologia. E, a partir de março, estará ampliando a sua atuação na Capital. A ideia é proporcionar ao aluno todas as ferramentas para ele se desenvolver academicamente, mas com um tratamento mais personalizado, empreendedor e humano. O projeto de expansão da IMED prevê a ampliação do portfólio de pós-graduação nas áreas nas quais atua, bem como a oferta de cursos de graduação em Direito, Odontologia, Arquitetura e Urbanismo, Psicologia e Engenharia Civil. As primeiras turmas se iniciam em fevereiro de 2018.

A futura sede da IMED, em Porto Alegre,  está localizada no bairro Mont’ Serrat, entre as ruas Lucas de Oliveira e Dona Laura. As obras do novo campus estão bastante adiantadas. Além de receber aporte de R$ 10 milhões para concretização da estrutura física e protocolar autorização para oferecer os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil, Odontologia e Psicologia, a instituição de ensino superior também adquiriu a Faculdade IDC, mantida até então pelo Instituto de Desenvolvimento Cultural.

A IDC possuía alunos no curso de Filosofia e de Direito e de pós-graduação lato sensu (presencial e à distância), que passarão a ter aulas, a partir do próximo ano letivo no campus da Rua Dona Laura. Por este motivo, a IMED realiza o primeiro vestibular em Porto Alegre com 70 vagas para Direito, no turno da noite. A prova acontece no dia 25 de janeiro. Os candidatos também podem utilizar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM para ingresso no curso. As inscrições podem ser feitas até 22 de janeiro.

“Inspirar Quem Transforma” é o novo slogan da instituição de ensino, que também atualizou a identidade visual. De acordo com o coordenador de Marketing e Comunicação, Marcelo Silva, a mudança de posicionamento busca atender aos objetivos estratégicos e à proposta institucional da IMED para os próximos anos. “Nosso propósito é formar sujeitos empreendedores, capazes de compreender e transformar a realidade onde vivem. A capacidade de empreender é uma das principais virtudes da nova geração e queremos nos colocar como um local de fomento a estas iniciativas”, diz.

UNIRITTER investe em centro de saúde veterinária

Ritter

O Centro Universitário Ritter dos Reis/UniRitter, fundado em 1971 pelo educador Romeu Ritter dos Reis, vive um importante amadurecimento nas áreas da graduação, da pós-graduação, da pesquisa e da extensão.

Em 2016, o Centro de Saúde Veterinária UniRitter foi a principal ampliação estrutural realizada pela instituição de ensino. O espaço, com tecnologia de ponta, é dedicado para o tratamento de animais. Com aproximadamente dois mil metros quadrados, o Centro oferece atendimento clínico e cirúrgico de alta qualidade para cães, gatos e espécies silvestres. Além disso, é destinado às aulas práticas, atividades de pesquisa e extensão, e campo de estágio para os alunos do curso de Medicina Veterinária da instituição. O Centro fica localizado próximo ao Campus FAPA, na Avenida Manoel Elias, 1480, em Porto Alegre.

Para montar a unidade, a UniRitter buscou o que existe de mais inovador no setor da medicina veterinária. Entre os recursos tecnológicos que serão oferecidos estão: prontuários eletrônicos, raio-x e ecografia. O local possibilita que sejam realizadas consultas, vacinas, cirurgias, procedimentos veterinários em diversas especialidades de acordo com agendamento prévio. Além disso, estão previstos serviços de diagnóstico para realização de exames complementares por imagem e exames laboratoriais. Também serão contemplados os serviços de nutrição clínica, etologia clínica, reabilitação e fisioterapia, sala de quimioterapia e pet shop, dentre outros.

Desde 2010, a Uniritter é integrante da líder global em ensino superior Laureate International Universities, que possui 11 instituições que oferecem cursos de medicina veterinária no Chile, México e Equador, além do Brasil. Por isso, a UniRitter selecionou as melhores práticas da rede para implantar na sua unidade. Assim, o Centro pretende ser referência nacional na prestação de serviços veterinários para pequenos animais e na capacitação de futuros profissionais.

Inaugurado em 2016, o curso de Gastronomia da UniRitter tem como um dos diferenciais as aulas práticas que são realizadas em uma estrutura que conta com uma cozinha profissional completa, com dez ilhas de trabalho. Com cerca de 215 metros quadrados, o espaço possui ultracongeladores, câmeras frias, entre outros equipamentos de última geração para proporcionar aos alunos o contato com as principais tecnologias do mercado.


gastro

Os alunos dos cursos de Engenharia já usufruem de novos laboratórios de Física e de Materiais e Topografia, com aproximadamente 130 metros quadrados, no Campus FAPA. Com mesma metragem, os estudantes das graduações de Comunicação estão utilizando um moderno estúdio de fotografia. E um novo prédio, com cerca de 1,6 mil metros quadrados, foi inaugurado no campus para os novos laboratórios e ateliers dos cursos de Arquitetura e Engenharias.

Em 2010, a UniRitter faz aliança com a Rede Laureate International Universities, maior rede de universidade do mundo que abrange 25 países e, em 2014, adicionou a operação acadêmica da Faculdade Porto-alegrense (Fapa), agregando capacidade para quase dobrar as matrículas do grupo privado multinacional no Estado. Além disso, colocou a instituição de investidores americanos e um dos maiores players do emergente e lucrativo ensino privado brasileiro, no caminho de potenciais clientes para cursar Ensino Superior (ES) residentes na zona Leste e Norte da Capital e em quatro das principais cidades do eixo metropolitano – Alvorada, Cachoeirinha, Gravataí e Viamão.