Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Vinícolas gaúchas apresentam novidades

19 de março de 2017 0

 

Parreiral

Parreiral Santana do Livramento – Divulgação Salton

A Vinícola Salton  está comemorando a safra 2017. Ao todo serão 17 milhões de quilos recebidos, com foco em uvas viníferas para elaboração de vinhos e espumantes premium A primeira etapa do recebimento de uvas já está encerrada, com a colheita das uvas de acidez perfeita para vinhos brancos e espumantes. Agora, a vindima, que se estende até final de março, dá lugar aos frutos tardios, com alta graduação de açúcar, ideal para os vinhos premium da empresa centenária. A safra está sendo considerada muito boa devido a fatores como o rigor do departamento de Viticultura e as condições climáticas do último ano, com a ocorrência do fenômeno La Niña antes da maturação da uvas precoces.

Com períodos secos intercalados em todo o ciclo vegetativo, o inverno de baixas temperaturas e o verão quente, a safra deste está proporcionando uvas de qualidade – aromáticas e com boa acidez, excelentes para a elaboração de espumantes. Na Campanha, a vinícola irá colher cerca de 3 milhões de quilos de Chardonnay, Pinot Noir, Cabernet Sauvignon, Tannat e Merlot, de vinhedos próprios e de mais 40 fornecedores. Na Serra, serão 14 milhões de quilos de uvas para espumantes, vinhos e sucos.

Para a Salton, a safra que chega ratifica o direcionamento que a empresa tem tomado nos últimos anos, com foco na elaboração de bebidas com os diferentes terroirs brasileiros.  “Temos investido constantemente na excelência, sempre nos baseando em padrões internacionais. (Buscando melhor técnica para se conseguir uvas de qualidade) Com uma safra de qualidade satisfatória, de uvas superiores, conseguimos traduzir ainda mais esse cuidado com nossos produtos”, diz o presidente Daniel Salton.

Colheita  - Divulgação Salton

Colheita – Divulgação Salton

Em Santana do Livramento há outro diferencial quando o assunto é a colheita. Totalmente mecanizada, a ela ganha agilidade. “A tecnologia aplicada permite que os frutos sejam colhidos de maneira mais eficiente que a manual, porém com o mesmo cuidado, e sendo feito no período mais propicio do dia, quando as temperaturas estão mais baixas”, explica o Engenheiro Agrônomo e responsável técnico do departamento de Viticultura, Maurício Copat.

Copat, que responde por toda a estrutura de vinhedos próprios, assim como pela relação com fornecedores da matéria-prima, acrescenta que na Fronteira Oeste já estão sendo plantadas mais variedades tintas. “Começamos a canalizar as uvas para espumantes e suco na Serra e uvas para vinho na Campanha. Estamos fazendo isso por questão de solo e de clima. Com o passar dos anos e estudos aprofundados, percebemos que a média de chuvas e de insolação em Santana do Livramento tem condições melhores pra segurar a uva mais madura, para vinhos de maior teor alcoólico e mais estruturados. Em contrapartida, as uvas colhidas na Serra são excelentes para a produção de espumantes”.

Novidades Vinícola Aurora - Divulgação

Novidades Vinícola Aurora – Divulgação

A Vinícola Aurora  inicia neste domingo sua participação na maior feira de vinhos do mundo, projetando aumentar suas exportações para todos os continentes, Para isso, leva novidades à 23ª Prowein Düsseldorf, na Alemanha. O evento conta com mais de 6.250 expositores, de 60 países, e estima receber 550 mil visitantes durante os 3 dias de atividades.

Segundo a gerente de Exportação e Importação da Vinícola, Rosana Pasini, a vinícola gaúcha tem muitas reuniões já agendadas com importantes compradores internacionais em  seu espaço, situado no estande do Projeto Wines of Brasil, organizado pelo Instituto Brasileiro do Vinho-Ibravin, com apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Em 2016, as exportações da Aurora somaram 158 mil garrafas, e 32% desse total seguiu para a Ásia, seu maior comprador no ano passado.

A maior e mais premiada vinícola do Brasil reserva para a Prowein 2017 o lançamento dos vinhos Brazilian Soul Premium Selection Chardonnay, Brazilian Soul Premium Selection Merlot e o Brazilian Soul Cabernet Sauvignon. Esses novos rótulos vão completar a linha de exportação Brazilian Soul, que a Aurora lançou há 4 anos justamente na Prowein.

Além dessas novidades, a Vinícola mostrará na Prowein todos os vinhos tintos, brancos e espumantes da marca Aurora, inclusive o espumante Aurora Pinto Bandeira Método Tradicional, com Indicação de Procedência.

Envie seu Comentário