Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Comércio e Serviços"

Maior rede de sorveterias do Brasil faz parceria com a Nestlé®

09 de abril de 2017 0

Nessa época, é comum entrar nos supermercados e se deparar com uma montanha de ovos de chocolate. Este ano, os lançamentos da Páscoa não se restringem a esse modelo tradicional de doce. Com cinco lojas no Rio Grande do Sul – duas delas em Porto Alegre, além de Santa Rosa, Ijuí e Santo Ângelo –, a Chiquinho Sorvetes, maior rede de sorveterias do Brasil uniu-se à Nestlé® para apresentar lançamentos com conhecidos chocolates da empresa. A partir dessa parceria inédita, neste mês de abril, os consumidores começam a degustar novos produtos que serão disponibilizados nas mais de 400 lojas da rede em todo o país, unindo a tradicional receita dos sorvetes Chiquinho com os mais conhecidos chocolates da Nestlé®.

Chiquito-Nestle_d7-4-17

Nova linha de sorvetes – divulgação

 

Entre os lançamentos, estão os sabores da linha Novo Mix, compostos por sorvete Chiquinho e chocolates Nestlé® Charge® e Chokito®, além do famoso biscoito Negresco®. “A parceria era um desejo de ambas as empresas. Por quase um ano, negociamos essa união e, agora, conseguimos firmá-la. Quem ganha com isso são os consumidores”, afirmou Isaias Bernardes de Oliveira, presidente da Chiquinho Sorvetes.

A rede de sorveterias, que até hoje usa a receita do fundador para a fabricação de seu sorvete, tem um mix de produtos bastante variado. Oferece mais de 100 opções no cardápio, como Casquinhas, Milk Shakes, Sundaes, o exclusivo Shake Mix e o recente lançamento Chiquinho no Pote, que tem 980 ml e cinco sabores, que podem ser levados a qualquer lugar.

chiquinho-sorvetes
A parceria entre Chiquinho Sorvetes e a empresa suíça foi efetuada via Nestlé® Professional®, divisão de produtos para uso profissional da Nestlé®, que oferece opções de culinários, chocolates, sobremesas, lácteos, além de bebidas e máquinas. Dentre as marcas de produtos que compõem o portfólio de Nestlé® Professional® estão Maggi®, Moça®, Nescafé®, Suflair®, Negresco®, Alpino®, Nescau®, Charge®, entre outros, desenvolvidos em formatos e embalagens ideais para atender estabelecimentos de alimentação e gastronomia, além de transformadores informais.

chico2

Sobre a Chiquinho Sorvetes:

A empresa começou na década de 80, quando “O Chiquinho” abriu uma modesta sorveteria na cidade de Frutal-MG para seu filho Isaias Bernardes e o sorvete produzido por ele, caiu nas graças dos moradores e visitantes da cidade. Após 5 anos, inauguraram a filial na cidade de Guaíra, interior de São Paulo e, nos anos seguintes, a rede cresceu ao ser compartilhada com familiares.

Em 1996 o sorvete tipo soft virou hit no país e a Chiquinho Sorvetes não ficou de fora. A empresa desenvolveu uma fórmula para a base do sorvete, que representa, até hoje, o grande diferencial da marca. Em 2010, já com 80 lojas, a companhia entrou para o segmento de franchising e ganhou o Brasil com a CHQ Companhia de Franchising, empresa criada para gerir a marca Chiquinho Sorvetes.

chiquinho

 

 

 

 

 

Lojistas estão mais otimistas com vendas de inverno

05 de abril de 2017 0
Imagem Pixabay

Imagem Pixabay

Pesquisa realizada pelo Sindilojas Porto Alegre com lojistas da capital indica a retomada da confiança para os próximos meses. Cerca de 45% deles acreditam que as vendas de produtos de vestuário para as estações outono e inverno irão aumentar neste ano, em comparação a 2016. Os produtos que serão mais vendidos no período são casacos, calças, blusas, botas, jaquetas e moletons. A expectativa dentre os lojistas é de que o aumento atinja quase 6%. Menos de um mês depois do início do outono, 94,6% dos lojistas do setor já percebem que há clientes comprando itens para as estações mais frias do ano. Veja abaixo alguns dos motivos citados pelos empresários para esse comportamento: – a crise não é tão grande, – a venda de pijamas aumenta nesta época, – as lojas estão fazendo ações específicas para atrair o consumidor, – as lojas já estão com coleções masculinas completas.

Imagem Pixabay

Imagem Pixabay

De acordo com o vice-presidente do Sindilojas Porto Alegre, Arcione Piva, o Rio Grande do Sul é favorecido pelo clima. Com estações mais definidas, há maior necessidade de adquirir diferentes peças de vestuário. “As pessoas precisam se aquecer e o nosso comércio conta com roupas que suprem esta necessidade – o que acaba aquecendo também as vendas. Temos uma expectativa muito boa para este ano”, diz.

Imagem Pixabay

Imagem Pixabay

Empresa conquista mercado com ritmo sertanejo

01 de abril de 2017 0
Show de Chitaozinho e Xororó

Show de Chitaozinho e no Wood’s – Divulgação

Hoje o blog conta um ‘case’ de empreendedorismo que ilustra bem como enxergar com antecedência uma tendência de mercado pode fazer diferença na hora de criar um novo negócio. A história do Wood’s Bar, maior rede de casas de shows do país, começou em 2005, na cidade de Curitiba (PR), aproveitando a ascensão da música sertaneja para apostar em uma opção de entretenimento totalmente dedicada ao gênero.

Hoje, o Rio Grande do Sul é o segundo estado com maior presença do Wood´s. São três casas: uma em Atlântida, no Litoral Norte, e duas em Porto Alegre. Na capital gaúcha, o  grande destaque é o Wood´s Arena, projeto da rede voltado para shows maiores, que teve início justamente aqui no estado.

Você pode gostar ou não, mas tem que admitir que a música sertaneja, seja romântica, universitária ou de raiz, definitivamente invadiu rádios, festas e programas de televisão no Brasil e não pára de crescer. No ano passado, o IBOPE fez um estudo nas principais capitais e regiões metropolitanas do país durante  sete dias. No período, 73% da população havia escutado rádio. Alem de traçar o perfil dos ouvintes brasileiros, o instituto divulgou os ritmos de música que são mais tocados no país. Adivinhe: a música sertaneja ficou em primeiro lugar, com 58% das preferências.

O grupo WDS é um dos maiores exemplos nacionais de estruturação de plano de negócio, difusão de conceito e consolidação de marca. Doze anos depois da inauguração do primeiro Wood’s, a empresa alcançou um feito inédito: é a única rede de casas de shows presente nas cinco regiões brasileiras. São 16  unidades distribuídas em dez estados (Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso, Goiás, Pará, Espírito Santo e Rio Grande do Norte).

Wood's Curitiba

Wood’s – divulgação

O Wood’s surgiu no mesmo ano em que o sertanejo universitário começava a ganhar força no país, com duplas como César Menotti & Fabiano, João Bosco & Vinícius e Fernando & Sorocaba alcançando os primeiros lugares nas rádios de todo o Brasil. Inspirados por modelos de casas noturnas de sucesso em outros segmentos, a ideia de quatro jovens empresários era investir em uma estrutura inédita que oferecesse conforto, qualidade de atendimento e as melhores opções de consumo aos fãs de música sertaneja.

A rapidez em preencher uma lacuna que acabava de ser criada no mercado do entretenimento, fez a casa se tornar precursora de um formato que seria difundido e reproduzido diversas vezes a partir daquele momento. “O nosso pioneirismo nos transformou em referência. Por muito tempo fomos a única opção de alto padrão dedicada ao gênero sertanejo”, afirma Charles Bonissoni, um dos sócios fundadores do Wood’s Bar.

casa2

Divulgação

Mais do que iniciar o negócio no tempo certo, o sucesso do Wood’s deve ser atribuído também ao cuidadoso processo de planejamento e fortalecimento de marca. Os sócios se preocuparam em fidelizar o público e alcançar resultados efetivos para então iniciar a expansão com a abertura do Wood’s Balneário Camboriú, em Santa Catarina, no ano de 2008.

A última casa, inaugurada em Natal (RN), no final do ano passado, traduziu significativamente a quebra de paradigmas conquistada pelo Wood’s. “A nossa história traça um paralelo com a história do sertanejo universitário, e abrir uma casa no Nordeste mostra não só a força que o gênero conquistou no Brasil todo, mas também que o conceito de balada representado pelo Wood’s Bar ultrapassou barreiras”, diz Bonissoni.

Wood's Natal

Wood’s Natal – divulgação

Atualmente, o grupo WDS, detentor da marca Wood’s Bar, também é responsável pela WS Brazil, casa curitibana dedicada ao samba e pagode. Além disso, o Wood´s Bar possui diversos projetos de eventos realizados fora dos perímetros da casa, como o “Wood’s On Board”, cruzeiro marítimo próprio que leva shows de renomados artistas sertanejos para dentro de um navio luxuoso, e o Wood’s Tour, que promove eventos itinerantes em diferentes estados brasileiros. Recentemente, o Wood´s passou a promover shows de grande porte fora do Brasil, entre eles apresentações de Michel Teló em Punta del Este, no Uruguai; da dupla Chitãozinho & Xororó, na cidade de Orlando, nos Estado Unidos; e de Wesley Safadão em Lisboa, em Portugal, sua primeira apresentação no continente europeu.

 

Consumidor acima dos 60 anos traz oportunidades para as marcas

20 de fevereiro de 2017 0

Como conquistar um mercado de 800 bilhões de reais? Esse é o valor estimado da renda dos consumidores acima dos 60 anos este ano. Martin Henkel, especialista em consumo 60+ e fundador da SeniorLab, propõe o Aging in Market para marcas, produtos e serviços aproveitarem as oportunidades do segmento de consumo que mais cresce em volume e exigência. No texto abaixo, ele explica como fazer.

idosos

Imagem Pixabay

As questões demográficas do envelhecimento populacional brasileiro têm sido diária, intensa e amplamente debatidas. É senso comum que a pirâmide etária já mudou de formato, a expectativa de vida aumentou significativamente, o carpe diem é o que norteia o novo comportamento, porém a população 60+ tem uma percepção muito ruim das soluções, serviços e produtos que são obrigados, por falta de opção, a consumir.

O fato é que poucas empresas estão se preparando para competir pelos bilhões que passarão em suas mãos este ano.

O “aging in place” que preconiza oferecer condições estruturais, arquitetônicas, ergonômicas, de segurança, logística, sociais, médicas e econômicas para que as pessoas possam envelhecer seguras, felizes, independentes e pelo maior tempo possível, nas suas casas, é um mercado em crescimento e milionário. São desde serviços até equipamentos desenvolvidos e pensados para suprir antigas e novas necessidades se adequando aos novos comportamentos dos 60+ focados na Fase I das questões do aumento e mudanças nas características da longevidade.

O que se propõe é que avancemos para a fase II do tema longevidade para tratarmos a relação dos 60+ com o mercado de consumo e seu novo modo de vida. O impacto no “aging in place” é imediato, pois viver mais tempo dentro do seu lar depende de todos os serviços e produtos que estão fora dele. O marketing já estudou e ainda estuda tanto os Millennials e as melhores formas de se relacionar com eles. Faz total sentido dar a mesma atenção para o consumidor 60+.

O que já foi descoberto vai alterar a percepção e o foco de atenção dos empresários, diretores comerciais, marketing, produto e varejistas. Pequenos ajustes e adequações podem melhorar muito a relação e a preferência dos 60+ e atender melhor este nicho. Os 60+ representam mais de 20% do consumo de bens duráveis e serviços no país. Marcas, produtos e serviços só têm a ganhar ampliando o olhar sobre eles.

O AGING IN MARKET é um conceito que provoca e promove uma nova visão, interação, curiosidade das marcas e produtos quanto às motivações de consumo, interesses, características físicas e sutilezas de design necessárias a uma experiência de compra e relacionamento mais adequada dos 60+. A aplicação do aging in market ampliará participação de mercado e de marca. Aquela antiga história de que o consumidor da terceira idade não troca de marca ficou no baú do passado. O novo consumidor 60+ está aberto a novas experiências desde que perceba estar recebendo uma entrega e uma experiência singular.

Ao contrário do que possa parecer o aging in market não se propõe apenas a desenvolver novos produtos e novas marcas. Antes de tudo ele propõe ampliar e ajustar o olhar para este consumidor, entendendo suas necessidades, desejos, motivações, gatilhos cognitivos, desafios de design, usabilidade de embalagens, formato, peculiaridades no relacionamento (se leia atendimento) e detalhes de layout de loja e PDV.

Simples assim, certo? Aí que está o desafio.

O segmento 60+ passou batido pela maioria dos currículos universitários e MBAs assim como nos estudos de mercado dos anos 1990 e primeira década dos anos 2000 que formaram e influenciaram os profissionais que atuam e movem o mercado hoje. Estamos iniciando uma transição, mas o novo, o jovem ainda exerce grande atração no marketing e desenvolvimento de produtos, o que deixa os 60+ fora do radar. A própria terceira idade de hoje está sendo a responsável por esta ruptura.

São diferentes hoje porque na sua juventude quebraram todos os tabus e transformaram o mundo. Pense bem no que uma pessoa que tem hoje entre 65 e 80 anos viu e viveu na sua adolescência. O fenômeno Elvis Presley que mudou a música para sempre, o surgimento da pílula anticoncepcional, woodstock, sutiãs sendo queimados, mulheres entrando no mercado de trabalho, homem pisando na Lua, do rádio a válvulas para a smart tv, do carteiro ao Whats App. Eles sim, nossos 60+ foram e ainda são revolucionários. Possivelmente você nem se deu conta, mas nossos avós são os responsáveis pelo estilo de vida que temos hoje.

O aging in market  irá ampliar os horizontes na área de tecnologia. Hoje temos mais de cinco milhões de 60+ com acesso à internet no Brasil. Destes, quase quatro milhões possuem smartphone. A indústria de desenvolvimento de apps investe milhões para conquistar os usuários Millennials que por sua vez não querem pagar nada pelo serviço. Querem os apps de graça e sempre encontrarão outro aplicativo gratuito que substitua o que ousar cobrar alguma coisa. Já os 60+ entendem que se o aplicativo é bom, se atende suas necessidades é justo pagar alguma coisa por isto. Esta é a memória de valor x custo x benefício das relações com o mercado que eles construíram. Desta forma, faz todo o sentido focar neste usuário com soluções adequadas e obter grande rentabilidade. É uma grande oportunidade para startups de tecnologia.

Outros exemplos práticos de ajustes e oportunidades que o aging in market pode oferecer em diversas áreas:

Comunicação – utilizando uma linguagem e referências que considerem seus valores, desejos e que sejam percebidas como age friendly. Mais do que apenas aparecer no filme ou no anúncio eles querem ter certeza que sua marca os compreende. Observe os filmes durante os jornais da noite, horário que o público 60+ domina as grades de audiência. São raros os que conversam com eles. Na mídia impressa as cores e suas tonalidades não são um detalhe para este público. As mudanças na estrutura ocular alteram a percepção das cores e tons pastéis, por exemplo, são interpretados como cinza.

Desenvolvimento de aplicativos – com navegação intuitiva aos códigos dos 60+ assim como um web design que apresente menos ruídos visuais e distrações sem finalidade nas telas. Objetividade, linguagem clara e coloquial garantirão uma boa experiência.

Design de Embalagem – muitas marcas ainda produzem embalagens que são um desafio tanto na abertura quanto em sua manipulação por mãos mais fracas e envelhecidas pela idade. Após os 50 anos de idade muitas mudanças acontecem nas articulações principalmente das mãos. Por exemplo, a força de pinça do polegar com o indicador, não tem mais a mesma capacidade de puxar, rasgar ou torcer um lacre ou uma tampa.

PDV – desde corredores com obstáculos e pouca iluminação até disposição dos produtos mais comprados pelos 60+ em alturas de prateleiras que desconsideram a antropometria (altura média) das brasileiras desta faixa etária transformam a experiência de compra em um exercício de determinação e muitas vezes na perda de um cliente porque simplesmente ele não alcança o produto.

Indústria de alimentos – que possam ampliar suas linhas desenvolvendo produtos com menos sódio, menos açúcar e mais cálcio, por exemplo. O cuidado na alimentação passou a ser a prioridade número um para os 60+. Vá ao supermercado no meio da manhã ou da tarde e observe-os lendo ou tentando ler os rótulos e suas composições.

Design de Serviços – a fila de atendimento prioritário não é mais um diferencial. Só isto não basta. Eles estão vivendo mais, vivendo melhor e muito mais ativos. Com isto novas necessidades e oportunidades surgem a cada dia. De serviços de auxílio à organização e segurança no lar, às atividades lúdicas e de lazer para manter a mente ativa e estimulada.

Varejo e Experiência do Cliente – com equipes treinadas para interagir e se relacionar melhor com este público, conhecimento sobre as linhas de produtos mais amigáveis e principalmente preparados para oferecer uma experiência de compra ajustada ao timing e forma que os 60+ tomam suas decisões. Muitos manuais e programas de treinamento de vendas não contemplam o tema diminuição da Atenção Dividida, normal em qualquer pessoa com mais de 50 anos de idade. Não é um detalhe, é a diferença entre atender bem ou não, fechar uma venda ou não.

Em 2017 a população 60+ terá nas mãos quase R$ 800 bilhões para gastar ou não em produtos e serviços. Hoje, boa parte deste dinheiro é consumido em produtos e serviços que poderiam ser mais bem desenhados e ajustados para os 60+. Se não quer perder esse consumidor, fique ligado!

martin

Na imagem, o consultor Martin Henkel com um controle remoto customizado por um 60+

 

 

 

Zaffari Hípica abre as portas na Zona Sul da capital

15 de fevereiro de 2017 5

A partir desta quinta-feira (16), mais uma unidade da maior rede gaúcha de supermercados inaugura em Porto Alegre. É o Zaffari Hípica, localizado na Avenida Juca Batista, Zona Sul da capital. O empreendimento, pensado para atender às demandas do bairro e entorno, reúne uma unidade de Supermercado Zaffari e um mall de operações de alimentação, serviços e produtos com capacidade para 32 lojas. Na abertura, entram em funcionamento, juntamente com o supermercado, Panvel e Chuá Lavanderia, porém o empreendimento já conta com 75% dos espaços locados, com inaugurações previstas para março e abril.

Zaffari2

Zaffari Hípica- Crédito – Renan Costantin

Com investimento de R$ 90 milhões, o Zaffari Hípica ocupa uma área de cerca de 20 mil m² em um andar amplo e único, e possui mais de 200 vagas de estacionamento cobertas. Somados os postos de trabalho das operações e da administração geral do espaço, o empreendimento irá gerar aproximadamente 350 empregos diretos. Entre as operações já contratadas estão Bella Gula, Subway, Centhury Express, Mania de Ler, O Boticário, Planeta Surf e Seychelles. O local também abrigará uma Praça de Alimentação com 600 m²

O Supermercado Zaffari do empreendimento tem 1.700m² de área de venda e 18 check-outs, e é a 35ª unidade da rede. É a quinta loja a apresentar a nova identidade arquitetônica da marca, com mobiliários e revestimentos modernos, projeto de luminotécnica elaborado, e espaços dimensionados para a apresentação dos produtos. O mix é focado nas demandas do dia a dia dos moradores da Zona Sul, especialmente em produtos de alimentação, higiene, limpeza e facilidades para o lar.

Zaffari4

Zaffari Hípica- Crédito – Renan Costantin

Como contrapartida para a região, o Zaffari Hípica alargou vias do entorno do empreendimento e promoveu a ampliação e revisão da sinalização externa, melhorias nas paradas de ônibus, e a construção de 400 metros lineares de ciclovia da Avenida Ipiranga.

Sobre o Grupo Zaffari

O Grupo Zaffari atua há 82 anos no varejo, acumulando 57 anos de experiência no autosserviço supermercadista, e 26 na administração de shopping centers. Atualmente, conta com cerca de 12 mil colaboradores, e tem suas atividades concentradas no Rio Grande do Sul. Em 2008, o Grupo estreou sua atuação fora do estado gaúcho, inaugurando o Bourbon Shopping São Paulo, na capital paulista.
A Cia Zaffari de Supermercados é formada por 35 unidades, presentes nas cidades de Porto Alegre, Canoas, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Caxias do Sul, Passo Fundo e São Paulo, e é a maior rede de autosserviço supermercadista do Brasil, conforme ranking da Associação Brasileira de Supermercados.

A atuação do Grupo Zaffari no setor de shopping centers inclui a rede Bourbon Shopping, formada por sete unidades no RS e em SP, e o Porto Alegre CenterLar e o Moinhos Shopping, em Porto Alegre.

Descontos com dicas de moda marcam campanha

08 de fevereiro de 2017 0

Na sua segunda edição, a campanha VIPLET da rede Bourbon Shopping, Moinhos Shopping e Porto Alegre CenterLar, que acontece a partir de hoje e vai até 12 de fevereiro, dará aos clientes benefícios especiais e dicas de moda e estilo em lounges montados nos shoppings. A campanha une tratamento VIP e preços com descontos de até 50% em uma ampla gama de produtos, que estarão destacados nas lojas com etiquetas diferenciadas, apresentando também dicas e sugestões de uso.

VIPLET

VIPLET – divulgação

Outro diferencial da campanha são as curadoras de moda, beleza, cultura e gastronomia que estarão à disposição dos clientes em lounges montados nos shoppings para dar dicas de produtos e serviços ofertados. Nos espaços, os clientes também poderão trocar R$ 100,00 em notas fiscais de compras por benefícios como isenção de estacionamento, descontos em ingressos para cinema, serviço de carregadores de compras, água, café, vouchers de Cabify, entre outros.

O time de curadoras é formado por Patti Leivas, que comanda o lounge do Bourbon Shopping Ipiranga; Mariana Bertolucci, no Bourbon Shopping Country; Patricia Pontalti, no Bourbon Shopping Wallig; Maggda Mombach, no Bourbon Shopping Novo Hamburgo; e ainda Patricia Parenza, que atende os clientes do Moinhos Shopping. A campanha contará também com a Revista VIPLET, apresentando as principais oportunidades oferecidas pela ação, além de dicas de moda e comportamento.

Promoção Canoas Shopping - Divulgação

Promoção Canoas Shopping – Divulgação

Outras promoções:

O Canoas Shopping criou uma “alfândega” com prêmios instantâneos para agitar a sua liquidação de verão que também acontece de 8 a 12 de fevereiro. descontos que chegam até 70% nas suas mais de 200 lojas. A promoção “Alfândega Descontrolada” dá prêmios instantâneos para quem tiver a sorte da luz verde acender na sua vez.

Para participar, basta se inscrever no balcão de inscrições ao lado do equipamento e apertar o botão que faz com que uma luz verde e outra vermelha comecem a piscar. Se a luz verde termina acesa, uma sirene dispara e o cliente ganha um prêmio que pode ser um vale-compras, um desconto ou um brinde das lojas participantes.

Durante o período da liquidação um carrinho de sorvetes distribui paletas mexicanas pelo shopping enquanto personagens em pernas de pau convidam o público a entrar na brincadeira.

Localizado na cidade de Canoas, Região Metropolitana de Porto Alegre/RS, o Canoas Shopping possui mais de 220 lojas, a maior praça de alimentação em número de operações e 1,37 mil vagas de estacionamento coberto. No fluxo médio mensal, registra um milhão de consumidores circulando nas dependências do shopping.

 

 

Abbraccio traz cozinha italiana contemporânea à capital gaúcha

19 de janeiro de 2017 0
Abraccio - Divulgação

Abraccio – Divulgação

Na próxima terça-feira, dia 24 de janeiro, Porto Alegre vai ganhar um novo restaurante italiano. A marca Abbraccio inaugura sua primeira unidade na capital, no Praia de Belas Shopping, a oitava da rede, já presente em São Paulo, Campinas, Ribeirão Preto e Brasília. A próxima inauguração será em Curitiba, no mês de fevereiro.  O plano de expansão é ambicioso e prevê a abertura de  mais de cerca de 50 unidades da rede no país nos próximos cinco anos. A marca, criada no Brasil, faz parte do portfólio da Bloomin’Brands Inc., com sede na Flórida, nos EUA, uma das maiores administradoras de redes de restaurantes casuais do mundo, com mais de 1.400 restaurantes em 20 países e cerca de 90 mil colaboradores.

A Bloomin’Brands é detentora das marcas Outback Steakhouse, Fleming’s Prime Steakhouse & Wine Bar, Bonefish Grill e Carrabba’s Italian Grill. A marca Abbraccio é, inclusive, inspirada na rede americana Carraba’s, do mesmo grupo. A ideia inicial era trazê-la para o Brasil, mas uma pesquisa mostrou que o nome Carrabba’s, para os brasileiros, não remetia à comida italiana. Então, o grupo desenvolveu o Abbraccio (abraço, em italiano), resultado de dez meses de pesquisas realizadas em território brasileiro. Foram cerca de R$ 1 milhão investidos em estudos de design, menu, ambiente e nome da nova marca. “Todos os detalhes deste conceito foram testados para entender a aderência ao perfil do brasileiro”, diz Ricardo Carvalheira, executivo à frente da marca, com 25 anos de experiência no ramo de gastronomia e passagens pelo McDonald’s e Outback, entre outros.

A chegada do Abbraccio a Porto Alegre será comemorada com um jantar beneficente no dia 23, segunda-feira. A renda da venda dos convites será revertida à instituição Renascer da  Esperança, que atende crianças e adolescentes por meio de proteção integral, educação e estímulos para o desenvolvimento social. Os convites já estão à venda por R$120,00 e podem ser adquiridos na própria ONG, localizada na Avenida Macedônia, nº 199 ou com Laura Bier pelo telefone (51) 99997-0524. No valor dos ingressos estão inclusos aperitivos, prato principal, sobremesa e bebidas não alcoólicas. “Na chegada à capital gaúcha nos sentimos privilegiados em poder colaborar com o trabalho tão importante desenvolvido pela ONG Renascer da Esperança. Sabemos que nossa ajuda irá colaborar com o atendimento às 300 crianças e adolescentes que recebem educação, cultura e alimentação na instituição”, afirma Isabela Almeida, gerente de Marketing do Abbraccio Cucina Italiana Brasil.

Diversidade e Diferenciais

O Abbraccio tem pratos  da culinária italiana contemporânea, com um toque moderno e inovador. Ao chegar no restaurante, o cliente é surpreendido com uma cesta de pão quentinho para ser degustado com um exclusivo azeite extra virgem com uma mistura de ervas e uma garrafa de água. Cortesia da casa que agrada em cheio.

pão abbraccio

Pão italiano com azeite de oliva e ervas oferecido a todos os clientes – divulgação

A rede tem como lema ‘transformar o comum em extraordinário’.  Tem uma cozinha aberta, que permite aos clientes acompanharem a preparação dos pratos. São mais de 60 ítens no cardápio, com opções também de aperitivos para a happy hour com amigos. Tem pratos para crianças e menus especiais para famílias (pratos com tamanho maior e preço menor) e pizzas.

Alguns ingredientes prometem surpreender o paladar dos clientes, pois não são comuns no mercado brasileiro. Vieiras, mexilhões e alguns dos queijos utilizados nas receitas, como o mascarpone, são importados para garantir o sabor único dos pratos.

A carta de vinhos traz uma vasta opção importados e alguns vinhos da gaúcha Miolo. E há uma série de drinks especiais, com destaque para as sangrias.

sangria

Sangrias Abbraccio – divulgação

As sobremesas são um capítulo à parte, com destaque para os mini canolis e o Tiramissu. E uma curiosidade: enquanto vai ao toalette, o cliente pode aproveitar para aprender algumas expressões em italiano. Há um áudio com aulas do idioma no ambiente.

canoli

Mini Canolis – divulgação

O Abbraccio oferece ainda um menu especial para o horário do almoço, que é servido de segunda a sexta-feira das 12h às 15h, e inclui entrada e prato principal com acompanhamento por um preço fixo. A casa também possui um delicioso happy hour chamado Celebrare. Durante esse período especial – de segunda a sexta-feira (exceto feriados) das 17h às 20h –, as bebidas alcóolicas são servidas com 50% de desconto (exceto garrafas, quartino, jarras de sangria e cerveja importadas).

massa

Abbraccio – Divulgação

 

filettoMarsala

Abbraccio – Divulgação

Roupas e calçados venderam mais em dezembro

17 de janeiro de 2017 0
Imagem Pixabay

Imagem Pixabay

As vendas dos segmentos de vestuário e calçados subiram quase 50% em dezembro frente ao mês de novembro. Os dados mais recentes do Termômetro do Varejo, índice mensal do Sindilojas Porto Alegre, mostram que roupas e sapatos tiveram o aumento nas vendas impulsionado pelo Natal. Já o segmento de materiais de construção melhorou apenas 0,6% em dezembro de 2016.

O Termômetro do Varejo é um índice de variação do volume de vendas divulgado mensalmente pelo Sindilojas Porto Alegre para os segmentos de material de construção e de vestuário e calçados em Porto Alegre.

Imagem Pixabay

Imagem Pixabay

Sobre o Sindilojas Porto Alegre

Fundado em 1937, o Sindilojas Porto Alegre é o representante legal dos comerciantes de Porto Alegre e Alvorada e reúne aproximadamente 18 mil estabelecimentos nas duas cidades. Além de atuar na representação e defesa da categoria, desenvolve ações que promovem o fortalecimento das empresas. O Sindicato realiza pesquisas no setor, qualificação profissional e oferece uma série de serviços voltados aos lojistas.

Rede Madero anuncia expansão no RS

11 de janeiro de 2017 2
madero11

Madero Iguatemi – Foto Gerson Lima

Há menos de 10 meses a primeira filial da rede Madero, especializada em hambúrgueres e carnes, chegava a Porto Alegre, investindo R$ 4,5 milhões em seu primeiro restaurante no Rio Grande do Sul. Hoje são quatro unidades no estado: uma SteakHouse no Iguatemi e mais três conteîneres, um deles em Canoas. A meta é abrir mais dois contêineres no RS este ano.

O chef e empresário paranaense Junior Durski inaugurou sua primeira unidade gaúcha na expansão do Shopping Iguatemi. O empreendimento de 444 metros quadrados, tem capacidade de 166 lugares e oferece um cardápio completo de sanduíches gourmets e carnes especiais que já acumula diversos prêmios gastronômicos. “Quase tudo que servimos é feito no Madero e nossas receitas são livres de qualquer tipo de conservantes ou corantes”, explica Durski. O hambúrguer do Madero é elaborado com 100% carne bovina selecionada e de origem certificada, o que assegura a qualidade do produto. “Temos o cuidado de oferecer um alimento que seja sempre muito saudável, sem abrir mão do sabor diferenciado das receitas artesanais que trouxe de família”.

madero12

Interior Madero Iguatemi – Foto Gerson Lima

O cardápio inclui uma linha FIT, com três versões de cheeseburgers – Fit, Vegetariano e Low Salt -, saladas funcionais, o primeiro prato Madero a base de peixe e uma massa integral que pode ser combinada com molho de frango ou camarão. Além do Sorvete de Framboesa com calda de Frutas Vermelhas Diet e Light, com 0% de gordura e sem lactose.

O projeto do Madero é assinado pela arquiteta Kethlen Ribas Durski, que deu a fachada uma releitura do restaurante original, o primeiro, inaugurado em 2005 em Curitiba – PR. No interior, tijolos aparentes e madeira, materiais sempre presentes nas filiais.

A boa receptividade dos gaúchos, motivou a empresa de Durski a ampliar a presença no RS. O Madero iniciou sua expansão com restaurante Container no Boulevard Laçador, em agosto de 2016, com investimento de R$ 1,5 milhão e área total de 144 metros quadrados. O formato Madero Container foi lançado em 2014, como um dos principais focos da expansão da rede no Brasil e hoje já conta com mais de 20 unidades no país. Ele é construído com containers reaproveitados. “É um processo ambientalmente responsável, pois utilizamos containers que não podem mais ser usados no transporte de carga, mas que ainda são úteis para a construção civil”, explica Durski. Além disso, o Madero Container tem uma obra limpa, rápida e custa 1/3 de um restaurante Steak House.

madero13

Madero Laçador – Foto Gerson Lima

O cardápio é mais enxuto que o dos restaurantes. Oferece entradas, sanduíches e sobremesas. O carro chefe é o premiado Cheeseburger Madero, feito com os melhores cortes de carne e pão crocante, assado na hora no próprio restaurante. Também estão no cardápio o tradicional Chopp na Caneca Congelada e o Petit Gâteau de Doce de Leite. Para facilitar as escolhas dos clientes, o Madero Container também conta com combos com opções de cheeseburgers, batata frita e refrigerante.

A segunda operação do formato container na capital está localizada na Avenida Anita Garibaldi e foi inaugurada em outubro. Para a pré-inauguração, o restaurante realizou um jantar beneficente em prol da Fundação Pão dos Pobres, na noite do dia 31 de outubro. Toda a renda da noite foi revertida para a entidade, que atualmente atende 1,7 mil crianças e adolescentes em seus projetos.

Localizado em um ponto de grande movimento na Zona Leste, junto ao Posto Vip, o Madero Container Anita Garibaldi teve como premissa tirar o máximo partido da forma e do conceito industrial do container, agregando a ele características importantes que já fazem parte dos projetos dos restaurantes da rede. A estrutura de 250 metros quadrados do Madero Container Anita Garibaldi é formada por três containers e conta com 94 lugares, entre área interna e um deck coberto.

O ambiente sustentável também é outro destaque neste projeto, já que o próprio container tem esta característica. A separação do lixo, o reaproveitamento da água e a captação de energia natural estão entre os propósitos que estarão cada vez mais inseridos na rotina do Madero.

Após inaugurar duas operações container em Porto Alegre, o Madero abriu, em novembro do ano passado, uma filial em Canoas. O local escolhido foi a Avenida Getúlio Vargas, 4663, junto à BR 116, uma das vias mais importantes e de maior fluxo no Rio Grande do Sul. O Madero Container Canoas é um dos maiores do Brasil, com 8 containers, área total de 350 metros quadrados e capacidade para 108 pessoas.

No total, foram investidos R$ 4,5 milhões nos três restaurantes containers. Este ano, serão abertos pelo menos outros dois restaurantes com este conceito.

Sobre o Madero

Em 2005, o chef Junior Durski inaugurou o primeiro restaurante Madero, no centro histórico de Curitiba, com o slogan de “O Melhor Cheeseburger do Mundo”. Hoje são 80 restaurantes espalhados em diversas cidades do país, nos Estados de Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal.

Em 2014, o Madero faturou R$ 164 milhões, aparecendo na 29ª posição na lista das empresas que mais cresceram no Brasil pela revista Exame PME. Em 2015 o faturamento foi de R$ 334,5 milhões, crescimento 56,1% maior que 2014. A meta era fechar 2016 com crescimento de  40% seu faturamento.

Nova loja iPlace em Porto Alegre é maior da América do Sul

17 de dezembro de 2016 0

Neste sábado, o Grupo Herval inaugura a primeira loja conceito iPlace do Brasil, no Iguatemi Porto Alegre. Será a maior revenda autorizada Apple na América do Sul. O grupo gaúcho é o maior parceiro Apple da América do Sul. Sua rede iPlace possui 102 unidades espalhados pelo país. Essa nova loja modelo, traz novidades: são 610 m² e mais de 50 funcionários treinados para oferecer excelência em atendimento Apple em português, inglês, espanhol e francês. Ela fica na área da expansão do segundo piso do shopping e substitui a atual unidade da rede no Iguatemi.

iplace

Cursos, workshops e palestras sobre as possibilidades dos dispositivos Apple, além de assistência personalizada são alguns dos diferenciais da loja conceito. “Não vendemos somente o produto, vendemos solução e conhecimento, oportunizando uma jornada única para a experiência do cliente”, destaca Matheus Mundstock, diretor da iPlace. Para isso, o aperfeiçoamento da equipe segue em ritmo acelerado, com treinamentos ministrados por especialistas e até um aplicativo com conteúdo extenso e atualizado sobre a marca.

Outra novidade é a implantação de um sistema de pagamento mobile. De acordo com Mundstock, o cliente que entrar na loja conceito não precisará sair do lugar para ser atendido. Os consultores realizam a venda em qualquer local da loja com o auxílio de um iPad, que avisa o operador de caixa e estoquista para finalizar a compra. O aplicativo foi desenvolvido exclusivamente para a iPlace, em uma parceria com as empresas Cielo e Linx.

A nova loja iPlace segue o modelo Apple Premium Reseller (APR), oferecendo a linha completa de produtos da marca (iPhones, iPads, Mac Books, Apple Watch e Apple TV) e acessórios premium. Esta é a sexta unidade da rede a ser inaugurada com Assistência Autorizada Apple (AASP) integrada.

O espaço é dividido em quatro ambientes, com um showroom de 372m² projetado para facilitar a visualização dos dispositivos e a circulação dos clientes na loja.  Conexão à internet gratuita também estará disponível aos clientes.

iPlace

A iPlace nasceu do sonho de Germano Grings, vice-presidente do Grupo Herval, um  apaixonado pela marca. Em 2009, quando soube que a Apple buscava parceiros no Sul do país,  aproveitou a oportunidade para empreender: contatou a multinacional e negociou a abertura de revendas autorizadas em solo gaúcho. As duas primeiras unidades da rede abriram no mesmo dia, em março de 2010, nos shoppings Iguatemi em Porto Alegre e Caxias do Sul.

iplace3
O principal desafio do Grupo foi adaptar a experiência em varejo tradicional para um mercado segmentado.  Deu tão certo, que a rede ampliou a sua atuação no Rio Grande do Sul e no Brasil. Em 2012, comprou as sete lojas da My Store em São Paulo, e, em 2014, abriu 49 unidades em apenas seis meses. Atualmente, a iPlace é uma das empresas mais representativas do Grupo Herval, com 1.345 colaboradores.

A loja modelo inaugurada no Iguatemi integra o projeto de expansão da iPlace. Até o final de 2017, o plano de expansão contemplará novas unidades em diversas regiões do Brasil, além de chegar às capitais dos seis estados onde ainda não atua: Acre, Piauí, Rondônia, Roraima, Sergipe e Tocantins. “Meu sonho ainda é levar a iPlace à avenida Paulista, em São Paulo”, afirma Grings.

Grupo Herval

Fundado em 1959 como uma madeireira, no município gaúcho de Dois Irmãos, na região do Vale do Rio dos Sinos (52 km de Porto Alegre), o Grupo Herval é formado por 16 empresas e 6.500 funcionários. Atua nos setores de serviços (H Lar Construções, HS Consórcios, HS Financeira, HS Seguros), indústria (H Química, Herval Móveis e Colchões, Móveis Édez), varejo de marcas próprias (Beden Sleep Comfort), comércio e varejo (Lojas TaQi, iPlace/iPlace Mobile, Mistertech) e atacado e distribuição (HT Solutions, LF Máquinas e Ferramentas, TaQi Atacado da Construção). O faturamento do grupo em 2016 deve ultrapassar a marca de R$ 3 bilhões.

iplace2