Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Escultor constrói cama com 300 anos de garantia

24 de janeiro de 2007 0

Cama tem 300 anos de garantia/Renoir Sampaio, especial/ZH
O jornal Zero Hora contou hoje a história do escultor Milton Roberto Zago, de Cruz Alta, que construiu uma cama com 300 anos de garantia. São, certamente, anos de tranqüilas noite de sono para muitas gerações. Com mais de 600 quilos, o móvel foi forjado com metade de uma roda de moinho, moendas de cana-de-açúcar, moirões e barrotes de pontes.

Os trabalhos do artista cruz-altense são feitos principalmente com madeira. Os materiais utilizados são sobras de demolições de casas, galpões e outras construções, como a ponte e o moinho que deram origem à cama. Para ele, o importante é reaproveitar. Até madeiras de chiqueiros ferramentas para sua imaginação. O artista garante, até mesmo, que o efeito que os porcos provocam na madeira ao raspar suas unhas é lindo e único, não podendo ser obtido de nenhuma outra forma.

Estão na cabeça do escultor todos os projetos de seus móveis, que muitas vezes acabam sendo reformulados durante a realização da obra. Antes de fazer a cama, a intenção de Zago era usar a roda do moinho e as moendas para fazer uma estante. Mas ao final de dois dias de trabalho, o que surgiu na marcenaria foi uma cama.

- Eu dou garantia de 300 anos porque essa cama é realmente muito forte, não tem como quebrar. Eu brinco dizendo que daria até mesmo para colocar o Jô Soares, o Faustão, os filhos e até os netos deles deitados juntos, que a cama poderia suportar tranqüilamente todo o peso – diz o artista, aos risos.

Zago pretende leiloar a cama, que ainda não tem preço definido.

- Acredito que assim a peça possa ter um preço mais justo. E ainda vou estar ajudando uma instituição com o dinheiro arrecadado – completa.

Postado por André Crespani

Comentários

comentários

Envie seu Comentário