Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Ladrões atrapalhados ganham seu justo tributo

29 de setembro de 2008 0

O mundo do cinema e da literatura é recheado de obras com o assassinato perfeito, a fuga ideal e eletrizante e aquele personagem que é o gênio do crime. Mas a realidade é muito diferente. Tão diferente e tão cheia de idiotices que inspirou o livro Os ladrões mais idiotas do mundo – As histórias bizarras dos roubos mais toscos que você já viu.

Baseado no famoso quadro do programa inglês de rádio de Jamie Thekston, o jornalista inglês Simon Vigar reuniu um arquivo com os bandidos mais idiotas do mundo. Gente como o ladrão que tentou roubar um banco, mas só chegou à agência quando ela já estava fechada. Ou o assaltante que tentou fugir da polícia escondendo-se em um zoológico… na jaula do tigre. Ou ainda os traficantes que consomem a própria mercadoria e batem o carro em uma viatura policial.

Confira alguns relatos do livro

Um homem entrou em uma loja da rede Circle-K, na Louisiana, pôs uma nota de US$ 20 no balcão e pediu troco. Quando o caixa abriu a gaveta da registradora, o homem sacou uma arma e pediu todo o dinheiro que havia ali, sendo prontamente atendido pelo funcionário. O homem pegou o dinheiro e fugiu, deixando a nota de US$ 20 no balcão. A quantia total que ele levou da gaveta: US$ 15.

Quando Dana Roberts assaltou uma loja de autopeças em Rochester, ele achou que tinha escapado tranqüilamente com o dinheiro. Só não atentou para os dois empregados que o seguiram e depois o surraram com um cano de metal, para pegar o dinheiro de volta. Agora, Roberts está processando os dois empregados por agressão e por lhe terem causado sofrimento emocional, alegando que os atos deles foram “desnecessários”.

Se houvesse dois mandados de prisão contra você, você se envolveria em uma gincana beneficente que exigisse sua entrada em uma central de polícia? Pois é, imaginei que não. Bem, um homem em Michigan achou que era uma grande idéia. Como parte da gincana, ele precisava da foto de um policial comendo um donut. Parece fácil, certo? Errado. Em vez disso, o homem foi reconhecido a partir de um cartaz de ‘Procurado’ na parede da central, e foi enjaulado.

Postado por Guilherme Neves

Comentários

comentários

Envie seu Comentário