Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Acusado vai ao tribunal dirigindo carro roubado

03 de novembro de 2008 0

Como assim?/reprodução

Esse cara queria mesmo ir para a cadeia. Não tem outra explicação. Ou então, por que um sujeito acusado de roubo iria comparecer ao próprio julgamento dirigindo um carro roubado?

O caso ocorreu em São Francisco (Califórnia, EUA). O homem, um cabeleireiro de 37 anos, seria julgado por roubo de carros em um tribunal local. Ao invés de pegar uma carona, um táxis, ônibus, bicicleta ou seja lá o que fosse, ele chegou ao tribunal dirigindo um veículo roubado. Foi preso, lógico!

Mas o insólito dessa história ainda não acabou. Segundo a AP, o homem foi “denunciado” por um bando de cachorrinhos da raça yorkshire. Como assim?

Eles estavam dentro do carro roubado – foram roubados junto com o veículo – e latiam feito doidos. Vai ver o cabeleireiro queria utilizar os cães para fazer um penteado nos vastos pêlos.

Quem conhece, sabe como os yorkshire sabem ser escandalosos quando querem. A barulheira chamou a atenção dos pedestres e o cabeleireiro foi preso em flagrante. Além do roubo, ele também foi acusado de maus tratos contra animais.

Um título completo para esse caso seria: cabeleireiro acusado de roubo de veículo comparece ao próprio julgamento dirigindo carro roubado e é preso em flagrante denunciado por latidos alucinados de bando de cães yorkshire no interior do veículo.

É muito fato insólito pra um caso só!

Postado por André Crespani

Comentários

comentários

Envie seu Comentário