Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Encontrada maconha mais velha do mundo

02 de dezembro de 2008 5

reprodução, Journal of Experimental Botany

Essa era da boa. Ou melhor, ainda é! Pesquisadores encontraram na China uma amostra de maconha que após quase três milênios não perdeu o princípio ativo. O grupo de cientistas garante que a maconha achada em uma tumba é a mais velha do mundo.

A erva foi enterrada ao lado do corpo de um homem caucasiano, possivelmente um sacerdote da chamada cultura Gushi, que habitou a região noroeste da China. O tijolo tem 789g (usava pouco o sujeito, né?). Graças ao clima árido e solo alcalino, a maconha foi preservada.

A Cannabis sativa desidratada tem cerca de 2,7 mil anos e foi cultivado para uso psicoativo. Conforme o G1, os cientistas, no entanto, não conseguiram determinar se, à época, a droga era fumada ou ingerida, já que não foram encontrados cachimbos ou outras evidências no túmulo do xamã.

Os pesquisadores fizeram uma análise cuidadosa do material para chegar a suas conclusões. Mas acho que não chegaram a “experimentar”.

Postado por André Crespani

Comentários

comentários

Comentários (5)

  • Marcus diz: 2 de dezembro de 2008

    Caramba!!!! Será que guardaram as sementes???

  • Eduardo diz: 2 de dezembro de 2008

    Eu queria dar umas baforadas só pra ver se dava a paulada!!!!!!!

  • Ricardo Machado diz: 2 de dezembro de 2008

    Gostaria de aproveitar o espaço e dizer o seguinte. Tem que haver um jeito de liberar a maconha em bares, o que já acontece em alguns países do mundo, visto que estes malditos traficantes estão tirando toda a pureza da erva, misturando com MERLA e outras porcarias toxicas de resto de pedra de crack.

  • Larissa diz: 2 de dezembro de 2008

    Depois eles comemoraram a descoberta!! Todo mundo doidão!!
    hahahaha

  • Rubiane Lima diz: 11 de fevereiro de 2009

    Eu queria experimentar dessa erva….

Envie seu Comentário