Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Cachorro recebe diploma de direito nos EUA

04 de dezembro de 2008 18

Divulgação, Baylor University

Tem muita gente que compartilha a opinião de que advogado é tudo cachorro. Eu não penso assim; para mim, nem todo advogado é cachorro. Mas esse com certeza é. O cão-guia Skeeter, um labrador de seis anos, se tornou bacharel em direito na Universidade de Baylor, no Texas (Estados Unidos).

O cachorro, obviamente, recebeu um diploma honorário. Durante dois anos e meio, ele acompanhou sua dona – a estudante tetraplégica Amy Jones – em todas as aulas exigidas para se graduar.

Skeeter, segundo seus colegas de curso, era um participante ativo das aulas. Ele ficava quieto pelo menos durante a maior parte das preleções dos professores, mas rosnava ou latia quando alguém falava por muito tempo.

Em lugar do título de doutor (doctor em inglês) ele será um dogtor (cachorro em inglês é dog). Ao contrário de sua dona, o cão não deve prestar exame da ordem dos advogados do Texas.

– Ele está satisfeito com o diploma – brinca Amy.

Como advogado, ele poderia ser um bom profissional. Difícil de enganar, atento, farejando as falcatruas e sempre com a pulga atrás da orelha.

Postado por André Crespani

Comentários

comentários

Comentários (18)

  • RONALDO diz: 4 de dezembro de 2008

    Um “cachorro-advogado” é muito mais honesto e confiável do que um “advogado-cachorro”. Destes, o Brasil tá cheio… e cada vez formam mais.

  • Sueli Gehlen Frosi diz: 5 de dezembro de 2008

    Existem advogados corruptos, aproveitadores, ladrões, assim como em qualquer outra profissão. Não acho correto alimentar um sentimento preconceituoso contra pessoas cuja formação está voltada para a salvaguarda da liberdade. Advocacia é uma linda profissão.

  • alexandre diz: 4 de dezembro de 2008

    Mais advogados deveriam receber o titulo de cachorro, ou serio o contrario, tanto faz.

  • flavio cunha diz: 4 de dezembro de 2008

    Do jeito que anda o nosso judiciário, esse bacharel poderia transferir-se pra cá, certamente chegaria a presidente do STF.

  • Rosaura diz: 4 de dezembro de 2008

    Vamos contratá-los para serem promotores , delegados e sem ofender os bichinhos pois chamar os advogados de cachorros e ofensa grave aos animais.

  • JC diz: 4 de dezembro de 2008

    Pessoal.

    Vamos respeitar!!!!! Os caes. Ele so nao prestara o exame no “Bar” equivalente a ordem dos advogados do Brasil porque ha um quisito que o desqualifica. E extremamente LEAL!!!!!!! Isto nao pode haver em um advogado. Risos

  • aristides diz: 4 de dezembro de 2008

    acredito que a informação correta seria de que a formanda é paraplégica, e não tetraplégica; coitado do dog, ter que aguentar aqueles conversas modorrentas das aulas de direito. Esse realmente merece ser agraciado.

  • Jose Roque diz: 4 de dezembro de 2008

    Por favor, nao comparem o canino a um advogado. O cachorro deveria processar por difamacao quem compara-lo a advogados.Realmente nao sao todos, mas a classe ta` tao manchada quanto a dos politicos. Aqui nos “estates” os advogados sao comparados a tubaroes, mas falando serio, a melhor comparacao seria com vermes, e isso que tenho um cunhado e irma que sao advogados. Mas como disse nao sao todos, entre 10 milhoes se salva uns 2 ou 3. Ate`mais. Otimo texto,hilariante.

  • Henrique diz: 4 de dezembro de 2008

    Como ela pode ser tetraplégica se está segurando o cachorro?

  • Rosaura diz: 4 de dezembro de 2008

    Certamente com um DR cão os prazos seriam rigorosamente cumpridos e não teríamos tantos problemas de enrolação no judiciário nacional.Vamos fazer uma manifest~ção apoiando o profissionalismo dos cachorros , pois aprenderíamos muito com eles.

  • Aline S. COLORAAADA! diz: 10 de dezembro de 2008

    realmente, advogacia é uma linda profissão, mas infelizmente é uma área podre! dificil achar um q seja honesto… e se for… ganhar uma causa é quase impossível

  • Fernando Guevara diz: 4 de dezembro de 2008

    O que as universidades americanas não fazem pra aparecer na mídia! E tinha que ser no Texas mesmo.
    Mas, é isso aí… propaganda gratuita usando um pouco de criatividade.

  • Joaquim diz: 4 de dezembro de 2008

    Tenho certeza de que, fosse ele presidente do nosso supremo (assim mesmo, com letra minúscula, não teria soltado o Daniel Dantas. Calígula nomeu senador seu cavalo, porque não o presidente Lula nomear seu cachorro ministro do supremo?

  • Fernando diz: 4 de dezembro de 2008

    Quanto mais em conheço as pessoas, mais eu gosto dos cachorros …

  • Advogado diz: 4 de dezembro de 2008

    Neste ponto, nossas Faculdades de Direito levam vantagem, pois formam “antas”, “gatos”,”burros” e alguns “veados”. Mais parecem faculdades de Veterinária.

  • cleber ricardo santana diz: 4 de dezembro de 2008

    Brilhante texto. Muito criativo. Parabéns.

  • LAURO RAPHAEL DUTRA diz: 25 de dezembro de 2008

    INFELIZMENTE É VERDADE, O CÃO É FIEL E MELHOR QUE MUITOS ADVOGADOS. ISSO ACONTECE PORQUE O TRIBUNAL DE ÉTICA E DISCIPLINA DA OAB NÃO PUNE OS ADVOGADOS INFRATORES COMO DEVERIA.
    POR ISSO, A CLASSE ESTA TÃO DESMORALIZADA.
    PIOR AINDA, ADVOGADOS SE UNEM PARA PREJUDICAR SEUS CLIENTES. CORPORATIVISMO EM FAVOR DA TRAIÇÃO NO EXERCÍCIO PROFISSIONAL.

    LAURO RAPHAEL DUTRA
    ADVOGADO

  • João Felpudo diz: 17 de dezembro de 2008

    Sugiro a nomeação de um Chihuahua para as pequenas causas.

Envie seu Comentário