Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Lojas usam PMs de papelão para combater o crime

23 de março de 2009 3

reprodução

Uma forma de combater o crime sem gastar com pagamento de seguranças. Lojas no Reino Unido têm usado policiais de papelão e plástico para evitar roubos. Os postos de gasolina também utilizam a artimanha para tentar “convencer” os motoristas a não irem embora sem pagar pelo abastecimento.

Um relatório publicado no ano passado mostra que o número de policiais reais na Inglaterra e no País de Gales caiu de 109.279 em 2006 para 107.819 em 2007. No mesmo período, o número de guardas de papelão e plástico duplicou.

Ainda prefiro aquelas versões de papelão das modelos da Playboy

Um caso curioso ocorreu na vila de Belper, no condado de Derbyshire. O policial de papelão, colocado para tentar evitar os roubos, foi roubado. Praticamente uma ocorrência “metalinguística”.

Por aqui, a coisa não funcionaria. Se escapassem de ser queimados, os PMs de papelão seriam catados pela reciclagem rapidinho.

Postado por André Crespani

Comentários

comentários

Comentários (3)

  • Paulo diz: 23 de março de 2009

    Aqui no Brasil já tivemos (ou ainda temos) uma situação semelhante, só que ao invés de papelão eram usados manequins. Se não me engano em São Paulo, eram usados em guaritas de vigilância e em cruzamentos de avenidas para “lograr”os motoristas imprudentes. A história da policia no mundo já nos deu exemplos de agressão a policiais e é por isso que eles nunca andam sozinhos, estão sempre em dupla. Creio que para evitar o vandalismo a destruição dos “cabeça de papel” ele tem que andar em dupla.

    Resposta: Hahaha!

  • Jean diz: 25 de março de 2009
  • Jean diz: 23 de março de 2009

    vou por dois desses na frente de casa

Envie seu Comentário