Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Casal leva sobre rodas mansão ganha de presente

27 de abril de 2009 9

reprodução

Nada mal ganhar uma mansão de presente; e o casal Ray e Lynne Simon ganhou a sua. Mas com uma condição: precisavam transportar o casarão do local no qual estava.

Uma empresa comprou o terreno na Pensilvânia, Estados Unidos, e pretendia demolir a moradia – de quatro dormitórios – para fazer um estacionamento. O casal entrou em contato com os novos donos e pediram a casa de presente.

- Entramos em contato com a companhia e eles nos disseram que poderíamos ficar com a casa sem pagar nada por ela, desde conseguíssemos tirá-la do local – disse Lynne.

O processo de locomoção da mansão, com 480 toneladas, levou alguns meses. Segundo o G1, o imóvel foi removido sobre rodas do terreno original em julho do ano passado e acabou ficando a apenas 1km de distância, na mesma rua.

Pode ter dado um trabalho, mas certo que valeu o esforço. Cavalo dado não se olha os dentes.

Postado por André Crespani

Comentários

comentários

Comentários (9)

  • Carolina diz: 27 de abril de 2009

    Olha, eu sei que hoje em dia a engenharia evoluiu muito em termos tecnológicos, mas é praticamente impossivel esse processo ter acontecido, pois nenhuma casa “sairia” do local sem ter algum tipo de dano físico. Pois todos materiais sofrem dilatações, e imagino que essa retirada do local onde estava deve, com certeza, ter danificado sua estrutura. Gostaria que fosse mostrado a forma como esse processo foi executado.

    Resposta: Na verdade, Carolina, esse tipo de transporte não é muito incomum nos Estados Unidos. E a foto mostra a casa sendo levada, com rodas e tudo.

  • Paulo diz: 27 de abril de 2009

    Só o custo para levantar e transpotar ja deve ter saido o preço da casa..
    e foi para bem pertinho neh, imagina se tivesse que sibir um Morro da Cruz ou uma Correia Lima

    A minha uma combi carrega sem fazer muita força

  • alexandre diz: 27 de abril de 2009

    realmente esse processo de transferencia érelativamente comum em países da europa e EUA, com relação a danos na estrutura raramente isso acontece , pois a qualidade do serviço prestado é de 1ª linha. acompanhei a transferencia de silo constriodo no ´século 15 a uma distancia de 35 km, com algumas inclinações, o maquinário , a mão de obra e a paciência dos envolvidos é muito rara de se ver na sociedade nossa, mas chegaremnos lá.

  • Rafael diz: 27 de abril de 2009

    Vale lembrar que em geral, as casas nos Estados Unidos não são de alvenaria, e sim de uma espécie de compensado. Isto certamente facilitou o processo de transportar a casa sem rachá-la.

  • Cesar Rafael diz: 27 de abril de 2009

    Mto bacana, a reportagem, lá nos EUA, o pessoal faz isso mesmo, existem empresas especializadas na remoção de casas, tudo é feito sob mto cuidado. A casa de minha familia aqui em pf, tambem foi removida a um tempo atras, sem mta tecnologia claro, teve danos, mas mto poucos, Gostaria de assistir a essa remoção, imagino q passar pela rua deve ter sido tarefa ardua.

  • Wellington Ribeiro diz: 27 de abril de 2009

    He he…é tão comum este tipo de deslocamento de grandes edifícios que existe um programa semanal em canal por assinatura chamado “Mega Mudanças: Grandes Edificações”. A informação existe. É só procurar !!!

  • CLAUDIA diz: 27 de abril de 2009

    Boa tarde! Se a casa é de madeira,eu acredito que tenha sido + fácil; mas se a casa é de tijolos realmente fica bem difícil de acreditar pois como a Carolina, em outro comentário falou abalou a estrutura da casa,sem duvida devem ter ocasionado varias rachaduras,mais de qualquer modo,vcs ganharão uma mansão de presente,que depois de tudo resolvido,vcs terão um bem,para o resto de suas vidas.parabens,que Deus os abençoem.

  • Joe diz: 27 de abril de 2009

    Isso de transporte de pequenas edificações não é novidade. Existe um caso de um edifício com mais de 8 andares que foi cortado uma faixa e depois juntadas as duas partes restantes.

  • ANDER diz: 27 de abril de 2009

    segue o link http://www.dailymail.co.uk/news/worldnews/article-1173166/Couple-given-free-house–long-towed-1-000-yards-road.html creio que é LEI colocar a fonte…

    Resposta: No texto a fonte está citada, Ander – “conforme o G1″.

Envie seu Comentário