Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Mãe alimenta trigêmeos de oito meses com fast food

29 de abril de 2009 18

reprodução

Leanne Salt, 24 anos – e 190,5kg – admitiu que a “dieta” de seus bebês trigêmeos, de oito meses, inclui fast food (lanches do McDonald`s, batata e peixe fritos). A inglesa diz que não tem tempo para preparar refeições adequadas para os filhos ou fazer o trabalho de casa.

- Eles tinham seis meses quando comeram no McDonald’s pela primeira vez. Eles comeram nuggets, batatas e adoraram - conta mulher.

Segundo o Ministério da Saúde, até essa idade (os seis meses) a criança pode deixar de tomar somente leite materno, para consumir também alimentos complementares, como frutas, legumes, tubérculos e carne. Os bebês de Leanne consomem em média 1.250 calorias por dia, ou quase o dobro do recomendado para sua idade. Ainda assim, estão dentro do peso considerado ideal para sua idade.

- As crianças estão sempre com fome. Às vezes é mais fácil dar comida pronta para eles - explica a mamãe, conforme o G1.

A mãe gorda já fez história ao se tornar a progenitora mais pesada de trigêmeos. No final da gravidez, ela estava com 254kg. Por conta do peso da mãe, foi necessária uma equipe com 68 pessoas e despesas de 200 mil libras (cerca de R$ 650 mil) pagas pelo Serviço Nacional de Saúde para realizar o parto – o valor incluiu uma mesa especial para a mulher ficar durante a cesárea.

Os bebês – Deanna, Daisy e Finlee – nasceram prematuros. Atualmente, Leanne mora em Coventry e recebe benefícios do governo (227 libras, ou cerca de R$ 740 por semana).

- Meus bebês são saudáveis - garante.

Geralmente, os bebês tomam uma mamadeira de leite às 5h30min e outra às 8h, quando também comem um bolinho com manteiga de café da manhã. O cardápio do almoço é torrada com ovo, purê de batata pronto com espaguete ou papinha de bebê, seguido por um pacote de salgadinho de queijo no início da tarde. Por volta das 16h, as crianças comem lasanha ou torta de microondas e tomam uma mamadeira de leite antes de dormir.

Tirando a parte das mamadeiras, alguém tem que me convidar pra comer nessa casa!

Postado por André Crespani

Comentários

comentários

Comentários (18)

  • pliplo diz: 29 de abril de 2009

    É graças a esse tipo de mães que o ser humano dá os saltos genéticos. Devemos parabenizá-la. Essas crianças serão aberrações e passarão isso adiante pelo resto dos tempos, ajudando com a evolução genética da humanidade para amebas gigantes com meia tonelada de peso daqui alguns milhões de anos. Vamos festejar!!!

  • Luiz H. S. Valente diz: 30 de abril de 2009

    Progenitora? Não entendi! Ela é a avó das crianças? Se fosse a mão seria genitora! Que salada!

    Resposta: Luiz, a mulher é mão das crianças, não avó. Conforme o dicionário, um dos sentidos da palavra progenitor é pai – no caso, mãe. Ainda assim, genitora seria mesmo o mais correto. Valeu, um abraço.

  • francieli diz: 29 de abril de 2009

    que mulher horrenda…ela é uma porca de tão gorda

  • zilda maria diz: 29 de abril de 2009

    O PROBLEMA DESSA GORDA IRRESPONSAVEL É O SEGUINTE: ELA NAO TEM AUTO-ESTIMA POR SER UMA OBESA HORROROSA E IRRESPONSAVEL, POR ISSO ELA FAZ A MESMA COISA AOS FILHOS QUE NADA TEM A VER COM A IRRESPONSABILIDADE DELA, PARECE QUE ELA FAZ ISSO DE PROPOSITO, DE RAIVA….É O QUE EU PENSO….ELA PRECISA DE UM MEDICO E URGENTE

  • Sonia Clarice ferreira Campos diz: 29 de abril de 2009

    Ki ridicula!!!! Sua Gorda ,vais continuar gorda pois assim nao faz nada so da porcaria para os filhos comerem..Realmente Deus da nozes a quem não tem Dente ……

  • Pablo diz: 29 de abril de 2009

    E o pai??? Pelo visto ele não faz parte da campanha “Salvem as baleias”…

  • Carolina diz: 29 de abril de 2009

    Meu Deus, é um absurdo o que ela esta fazendo com essas crianças, fora os problemas de saúde, já comentados, imagina os problemas com obsidade que não irão enfrentar também. Imagino que toda mãe quera um filho saudável, e não é o que ela esta tornando essas crianças, às alimentando dessa forma.

  • Rosângela diz: 29 de abril de 2009

    Sou mãe de duas meninas, sempre procurei o melhor a elas e cuido muito a alimentação!
    Agora essa “Mãe” tem que procurar um tratamento para ela urgente..deve ser completamente LOUCA VARIDA!!!

  • Vanessa diz: 29 de abril de 2009

    Gente, alguém teria que tomar uma providência pra salvar essas crianças!! Elas até podem estar dentro do peso normal, mas as taxas de glicose e colesterol… como estão?? Coitadas!! E a família da doida? Acha isso normal??

  • Nhonho diz: 29 de abril de 2009

    Que linda mamãe!

  • Carine diz: 29 de abril de 2009

    Que absurdo!
    Não dá p/ acreditar q isso acontece.
    Imaginem o que vai ser dessas crianças no futuro…

  • Clauss diz: 29 de abril de 2009

    Tem mulheres que deveriam nascer sem útero. Assim como alguns homens deveriam nascer sem testículos. Ser pai (e mãe) não é apenas colocar filhos no mundo. Definitivamente não é.

  • Daniela gonçalves diz: 29 de abril de 2009

    vc deve pensar mais na saude dessas crianças pois mais tardes teram problema serios de saudes….

  • Eduardo diz: 29 de abril de 2009

    Uma idiota destas tem filhos,e não tem o mínimo de condições psiquicas para cria-los…pobre crianças..futuros adultos com vários problemas de saúde.

  • Antônio Carvalhal diz: 29 de abril de 2009

    Isso é mãe? Progenitora sim, mãe…nem pensar.

  • Vinicius diz: 29 de abril de 2009

    É a coisa mais ridícula que eu já vi. Alimentar recém-nascidos com fast-food. Credo! Substiutuir leite materno por porcarias desse tipo é demais. Quero ver a reportagem qdo essas crianças ficarem obesas como a mãe.

    Irresponsabilidade. Para escrever o mínimo.

  • eudes diz: 29 de abril de 2009

    Que pessoa absolutamente irresponsável. E ainda acha bem lindo. Sou mãe de duas crianças, estudo e trabalho fora e sempre tive tempo de preparar uma comida saudável para os meus filhos, nem que para isso tivesse que fazê-lo de madrugada! Achei o cúmulo da falta de respeito para com seres humanos que não tem como decidir ainda o melhor para si.

  • Dut diz: 19 de junho de 2009

    Fora toda a discussão sobre as comidinhas, queria saber quem foi o herói que encarou essa doente.

Envie seu Comentário