Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Divorciados terão de compartilhar guarda de cachorro

21 de outubro de 2010 1

Um homem e uma mulher se conhecem, apaixonam-se, casam e vivem felizes para sempre. Nem sempre. E quando eventualmente o amor se vai, e vem o divórcio, é uma dor de cabeça ter que dividir os bens. Pior ainda se um dos bens for um cachorro. Foi o que ocorreu em Badajoz, na Espanha. Na dúvida, o juiz resolveu dar guarda compartilhada do canino ao ex-casal.

A história começou há nove anos, quando um cão abandonado foi adotado por Francisca Barrios e seu marido. O bicho recebeu o nome de Laude e viveu feliz com seus donos, até que veio a separação.

No começo, tudo correu bem, com o animal trocando periodicamente de mãos. Mas quando a mulher resolveu começar um novo relacionamento, as coisas mudaram. Francisca precisou recorrer a um advogado para conseguir acesso a seu cachorro.

O caso foi parar na Justiça. A decisão foi de que os ex-pombinhos deveriam compartilhar a guarda do cão, que permaneceria em períodos alternados de seis meses com um e outro, começando com a mulher (elas sempre vencem).

Conforme o “Hoy“, o juiz do caso reconhece que, em 20 anos de profissão, nunca havia enfrentado conflito similar. Ainda bem que ele escolheu essa solução, e não algo do tipo “Rei Salomão”: cortem o cão ao meio.

Envie INFOCEL para 46956 e receba as notícias mais estranhas do Mundoidão no seu celular. O custo por mensagem recebida é R$ 0,31 para todas as operadoras.

>>Confira piadas e humor em geral no blog Não clique aqui<<

Comentários

comentários

Comentários (1)

  • PAULO diz: 22 de outubro de 2010

    Ih..então não posso me separar da mulher…pois são 9 gatos e 4 cachorros…rsrsrsrs..vou gastar muito com os advogados….rsrsrsr
    Resposta: Ainda é capaz de ter que pagar pensão, ehhehe.

Envie seu Comentário