Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Aluna cega utiliza pônei-guia para ir à universidade

25 de novembro de 2010 11

Em lugar do tradicional cachorro, a estudante cega Mona Ramouni utiliza um pônei-guia para ir às aulas na Universidade de Michigan, nos Estados Unidos. Filha de muçulmanos, a moça precisou adotar o exótico animal porque seus pais não aceitavam um cão dentro de casa.

O cavalinho, chamado Cali, pode ser o primeiro pônei-guia a frequentar aulas no ensino superior. A aluna, de 30 anos, comprou o equino em 2008, e enviou o animal a um treinamento especial para servir como ajudante nas atividades diárias de uma pessoa com deficiência visual.

Dentre as vantagens do pônei estão a força e a expectativa de vida muito maiores que a de um cachorro – o pequeno cavalo pode viver e trabalhar por mais de 30 anos, contra apenas cerca de seis a oito do cão. No entanto, o cascudo necessita de mais cuidados, conforme o “Telegraph“.

A ideia é boa. Afinal, por que não usar pônei como cachorro se tem muita criança que usa os caninos como cavalos?

Envie INFOCEL para 46956 e receba as notícias mais estranhas do Mundoidão no seu celular. O custo por mensagem recebida é R$ 0,31 para todas as operadoras.

>>Confira piadas e humor em geral no blog Não clique aqui<<

Comentários

comentários

Comentários (11)

  • mr.question diz: 25 de novembro de 2010

    È AMIGO TÁ RUIM PRÁ TODO MUNDO, CADA UM SE VIRA COMO PODE!
    HEHEHE

    :D

  • Leandro diz: 25 de novembro de 2010

    Acho que vcs estão colocando esta reportagem no lugar errado. Não deveria ser tachada como humor e sim como força de vontade de alguem que quer alcançar o que é direito de todos, EDUCAÇÃO. Revejam aonde postaram isso, pois não soa bem, classificar isso como mundoidão e na categoria HUMOR. Humor é ler este post com estas classificações sendo uma lição para topdos nós.
    Resposta: Leandro, o blog é de humor E curiosidades.

  • Mariane diz: 25 de novembro de 2010

    Concordo com o comentário acima, chega a ser uma falta de respeito este tipo de reportagem terminar com ” por que não usar pônei como cachorro se tem muita criança que usa os caninos como cavalos? ” e ainda mais na sessão de humor. Deveria estar na sessão SUPERAÇÃO, EXEMPLO DE VIDA!

    Resposta: Gente, está muito difícil postar no Mundoidão ultimamente! Em todos os posts há alguma ressalva. Se lessem o perfil, veriam que a página é de humor E curiosidades. Acho muito CURIOSO o uso de um pônei-guia, embora seja mesmo um exemplo de vida. Mas isso não exclui, nesse, caso, que seja também engraçado sim. A ideia do blog é olhar as coisas da vida, sempre que possível, sob uma perspectiva bem humorada, como é o tipo de pessoa que eu sou. Não há nenhuma “falta de respeito” no comentário, a moça da história não está sofrendo, está feliz com seu pônei. Para mim, preconceito e discriminação é querer tratar as pessoas como pobres coitados que não podem ser alvo de um gracejo. Assim como brinco com meus amigos, meus colegas, sempre que posso brinco também com as histórias que posto aqui, essa é a proposta. Quem não tiver interesse nessa perspectiva, por favor, não leia o blog.

  • KRIKA diz: 25 de novembro de 2010

    Só não entendi uma coisa: os pais não aceitam cachorros mas aceitam um PÔNEI????? Alguém sabe porquê?

    Resposta: É em função da religião, Krika. Eles consideram o cachorro um animal sujo.

  • Rosi diz: 25 de novembro de 2010

    Gostei muito da matéria,isso é um exemplo de vida e ao mesmo tempo muito curioso.
    Valeuu!!

  • Marcos Lopes diz: 25 de novembro de 2010

    Poxa vida o nosso reporter hoje começou bem o dia ao levar “pedradas” de alguns leitores.
    Não vi nenhuma falta de respeito para com a deficiente na reportagem acima, muito pelo contrário, mostra a superação de uma estudante diante suas dificuldades físicas e religosas.
    Não lí nada de engraçado e tanto menos nada de debochado. Mas sim muito curioso.

  • Zaira diz: 25 de novembro de 2010

    Esta difícil postar no mundo doidão e por isso você coloca algo que não tem graça nenhuma como “algo engraçado” curioso sim, mas não tem nada de engraçado. Por favor, procure realmente algo engraçado para postar, senão procura outra coisa para fazer. E na verdade quando vi a chamada da matéria, não achei que ela estivesse no seu blog.
    Percebo que o clicrbs esta escolhendo muito mal os seus “blogueiros”.

    Resposta: Mais uma vez, repito para quem não entendeu: o Mundoidão é para coisas engraçadas e para coisas curiosas, não precisa necessariamente ser os dois. Lembrando, o nome antigo do blog era “Mundo Insólito”, isso resume tudo. Leiam o perfil antes de criticar, por favor, ali está muito claro – tentativas de humor “sempre que possível”. Ainda bem que, pelo retorno que recebo, a maioria não concorda com tua opinião sobre a escolha dos blogueiros, fiz bons amigos escrevendo nos meus blogs. Abraço.

  • bruno diz: 25 de novembro de 2010

    cocordo com o lenadro..sem noçao esses desdentados da ZH

  • Debora diz: 25 de novembro de 2010

    Como tem gente chata aqui ultimamente,cruzes. Gostei da matéria,não vi nada de desrespeitoso nela.

  • Al Bundy diz: 26 de novembro de 2010

    Não podemos chamá-lo de pônei. Não é “politicamente correto”. O certo é cavalo “verticalmente prejudicado”. A aluna não é cega, é “portadora de necessidade especial em relação à visão”. Logo vão proibir piadas de português, argentino, papagaio e gays entre outras. Se isso é ser politicamente correto, não quero viver num mundo assim. Ser politicamente correto é deprimente.
    Abraço

    Resposta: Huauauahua. Cavalo verticalmente prejudicado foi demais!

  • Marco diz: 30 de novembro de 2010

    @ Al Bundy

    Fazer piada dos outros é barbada, agora ter uma visão depreciativa de si próprio é que é raro…

Envie seu Comentário