Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Cientistas criam gatos que brilham para combater a Aids

13 de setembro de 2011 24

Cientistas de Minnesota, nos Estados Unidos, criaram gatos que brilham. Os felinos fluorescentes são produzidos pela introdução de uma proteína de água-viva em óvulos de gatas, e podem ser importantes na descoberta da cura para o vírus da Aids.

Os bichanos geneticamente modificados “acendem” com uma cor esverdeada sob efeito de uma luz azul. Segundo o “Mirror“, os bichos têm se mostrado resistentes à versão do HIV que atinge felinos e, no futuro, a pesquisa pode ajudar também a combater a doença em humanos.

O único problema é que, brilhando desse jeito, esses gatos são vistos de longe e nunca na vida vão conseguir pegar um rato – desde que o roedor tenha um sabre de luz azul, claro.

>>Confira piadas e humor em geral no blog Não clique aqui<<

Comentários facilitados: para quem ainda não percebeu, o blog não está mais exigindo cadastro para comentar. Deixe sua opinião!

Twitter: receba as atualizações do blog. Sigam-nos os bons!
@crespani
@mundoidao

Comentários

comentários

Comentários (24)

  • Luís Abrianos diz: 13 de setembro de 2011

    Crepani bom dia!
    Vou ver se consigo uma ninhada de gatos fluorescentes, vou pôr um em cada cômodo da casa, assim vou economizar energia…
    Tens alguns a disposição?

    Resposta: Hahaha. Excelente ideia. E acho que nem precisa botar pilha nos bichanos.

  • Cristiani Salgado diz: 13 de setembro de 2011

    Não prejudicando a vida desses animais… porque ja estou cansada de ver animais sendo torturados e usados pra experiências. Será que já não chega do homem destruir o planeta e os seres vivos?

  • Guilherme diz: 13 de setembro de 2011

    Só assim pra eu ver os gatos nas fotos do “não clique aqui”…

  • Julia diz: 13 de setembro de 2011

    heaiehaiehaieh muito legal. imagina um gato fluorescente??? ehaeiaheiahe
    mass, o tem tem a ver com AIDS?????

  • Jeh diz: 13 de setembro de 2011

    Quero ver conseguir camuflar este gato.

    kkkk

  • Fausto diz: 13 de setembro de 2011

    Meus caros, não confundam fluorescencia com fosforescencia… gatos fluorescentes só emitem luz quando irradiados com uma fonte de luz de comprimento de onda específico. Portanto, sem economia de energia… rsrs
    Abcs

  • Fausto diz: 13 de setembro de 2011

    Meus caros, não confundam fluorescencia com fosforescencia… gatos fluorescentes só emitem luz quando irradiados com uma fonte de luz de comprimento de onda específico. Portanto, sem economia de energia… rsrs
    Abcs

  • Marcos diz: 13 de setembro de 2011

    Oh Julia, pelo menos você leu o artigo?

  • diego diz: 13 de setembro de 2011

    o Crespani, da essa ideia pra Mulher Gato…quem sabe assim o Batman se interesse por ela…
    (ou vai tentar copiar o look)
    kkkkk

    Resposta: O Batman já dá uns beijos na Mulher-Gato, eu leio o gibi ; )

  • Paulo diz: 13 de setembro de 2011

    Crespani, tu escreve e não lê???
    Os gatos SÓ BRILHAM SOB EFEITO DE UMA LUZ AZUL, PORTANTO SÓ NÃO VÃO PEGAR OS RATOS SE ESTES USAREM LANTERNAS COM A REFERIDA LUZ.

    Resposta: Sabe que tu tem toda razão? Então, ratos, todos tratando de comprar lanternas. Até vou atualizar no post ; )

  • Al Bundy diz: 13 de setembro de 2011

    Resolvido, é só fazer humanos fluorescentes. Se brilhar no escuro procure um médico…

  • Janaina Perotti diz: 13 de setembro de 2011

    Gatos do Avatar ^^

  • cabeça de ovelha diz: 13 de setembro de 2011

    Enfim, a ciencia pode andar no ritmo da tecnologia, que agilize de uma vez o remédio da AIDS!!

  • Paulo diz: 13 de setembro de 2011

    Julia, que tal ler o artigo antes de comentar?
    “…Segundo o “Mirror“, os bichos têm se mostrado resistentes à versão do HIV que atinge felinos e, no futuro, a pesquisa pode ajudar também a combater a doença em humanos.”

  • Paulo diz: 13 de setembro de 2011

    Julia, que tal ler o artigo antes de comentar?
    “…Segundo o “Mirror“, os bichos têm se mostrado resistentes à versão do HIV que atinge felinos e, no futuro, a pesquisa pode ajudar também a combater a doença em humanos.”

  • Vinicius diz: 13 de setembro de 2011

    Acho inusitado e criativo mais é difícil que seja possível a criação de uma nova vacina eu acho que a cura da SiDA pode estar na vegetação de goiás pois lá existem muitas coisas que não sabemos e que de repente descobrimos ser algo novo para a ciência.

  • Vitor diz: 13 de setembro de 2011

    É o gato do lanterna verde!

  • victor diz: 13 de setembro de 2011

    Detalhe que o gene introduzido, que faz o gato brilhar nao tem nada a ver com a proteína que combate a AIDS…

  • Paulo diz: 13 de setembro de 2011

    É cada uma! Tem gente que não lê o texto e fica perguntando o que tem a ver com AIDS……É só ler, filha! Parece aqueles que só leem livros “que tem figura”. Tá só olhando as fotos? Se liga…….(que nem os gatos)… heheheheheh

  • Paulo diz: 13 de setembro de 2011

    É cada uma! Tem gente que não lê o texto e fica perguntando o que tem a ver com AIDS……É só ler, filha! Parece aqueles que só leem livros “que tem figura”. Tá só olhando as fotos? Se liga…….(que nem os gatos)… heheheheheh

  • Fernando diz: 13 de setembro de 2011

    Julia, vou te explicar: É que, como os gatos pertencem ao mundo mineral, e não ao mundo animal, como se diz erroneamente, e a luz verde é um vegetal (com parentesco longinquo com a alface crespa), então somados (mineral + vegetal) criam um novo mundo o MUNDO MINETAL e acabam enganando os vírus da Aids. Entendeu agora? Aprendi isso assistindo Malhação!

  • Ederson Bastos diz: 13 de setembro de 2011

    É… eu fico pensando em quantos “monstrinhos” esses cientistas não criaram até chegar no “fofinho gatinho que brilha”. Claro, tudo pelo bem da humanidade… é mais fácil sacrificar animais do que colocar uma camisinha, ou não compartilhar siringas…

  • Ederson Bastos diz: 13 de setembro de 2011

    É… eu fico pensando em quantos “monstrinhos” esses cientistas não criaram até chegar no “fofinho gatinho que brilha”. Claro, tudo pelo bem da humanidade… é mais fácil sacrificar animais do que colocar uma camisinha, ou não compartilhar siringas…

  • simone diz: 13 de setembro de 2011

    Não acho certos sempre os bixos que pagam para nos livrarem das doençaas ,e eles vão fazendo e as bacterias ,e viros vão aparecendo cada vez mais e motificados …..ou seja nunca acaba pois os probios seres humanos os trazem e os animais só ………

Envie seu Comentário