Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Dono abandona cão que tem medo de gatos e rói unhas por ser muito covarde

08 de dezembro de 2011 30

O cachorro Bentley é um verdadeiro “cãovarde“. O bicho é tão medroso que se apavora no escuro, tem medo de gatos e rói unhas. O resultado da covardia foi que ele acabou sendo abandonado pelo dono, que não conseguia lidar com a insegurança do cão.

O canino, de seis anos, da raça border collie, começou a apresentar problemas desde a morte de seu primeiro proprietário, em 2009. Colocado para adoção no Reino Unido, ele arranjou um dono, mas ficou apenas sete meses na nova casa e voltou para o canil.

Segundo o “Daily Mail“, Bentley sofre de monophobia, ou seja, tem medo de ficar sozinho. Quando deixado solitário, se esconde atrás do móveis, chora e rói os dedos. O caso é tão sério que ele é obrigado a usar sapatos especiais para evitar machucar as próprias patas.

No entanto, os tratadores garantem que o cão muda o comportamento quando está perto de pessoas. Deixa a insegurança e o nervosismo de lado e se torna um animal de estimação carinhoso.

Tadinho do bicho, é apenas um cão carente.

>>Confira piadas e humor em geral no blog Não clique aqui<<

Comentários facilitados: para quem ainda não percebeu, o blog não está mais exigindo cadastro para comentar. Deixe sua opinião!

Twitter: receba as atualizações do blog. Sigam-nos os bons!
@crespani
@mundoidao

Comentários

comentários

Comentários (30)

  • Diego diz: 8 de dezembro de 2011

    Esta notícia prova como existem humanos cruéis. Onde se viu se livrar de um cão por ele ter um problema desses? Imaginem se fôssemos abandonar um amigo, familiar ou colega de trabalho toda a vez que surgisse um problema de saúde?
    A velha frase sempre vem a tona: QTO. MAIS CONHEÇO OS HOMENS, MAIS ADORO OS ANIMAIS

  • Carlos diz: 8 de dezembro de 2011

    Solução simples, coloquem outro cão pra viver com ele.

  • Juliana diz: 8 de dezembro de 2011

    Que pecado!!! eu queria ele pra mim!!!!

  • Régis diz: 8 de dezembro de 2011

    Porque não doam ele para um lar de idosos, não ficará mais solitário e dará carinho!

  • Sueli Solovy diz: 8 de dezembro de 2011

    Que pena, mas infelismente tem muitos desses animais que quando o dono verdadeiro falta eles se sentem desestroturados, como uma pessoa quando perde um ente querido.
    Por isso que ele é o AMIGO do hemem.

  • GIOVANNA diz: 8 de dezembro de 2011

    Tadinho…sabe, eu sei bem o cachorro passa, eu tenho a mesma fobia dele, às vezes, bom…se eu contar ninguém acredita mesmo, mas sei exatamente como ele se sente, eu gostaria muito de cuidar dele, pois não peço ajuda e nem a companhia de ninguém, mas um cachorrinho, tão dependente de companhia, mesmo sem medo…nossa, me da até uma dor no coração só de imaginar, eu cuidaria bem de voce amiguinho, e se tiver como eu cuido, se ninguém no mundo quiser manda pra mim, eu amo animais, ainda mais aqueles que ninguém quer, porque na hora do bem bom é muito legal ter um cachorrinho, agora quando eles tem problemas sérios, assim como pode acontecer conosco, ai nos livramos, eu tenho nojo do ser humano, mas amo os animais com todo meu coração!

  • Eduado menezes diz: 8 de dezembro de 2011

    A convivencia é algo sério, que boiolagem.

  • Edson diz: 8 de dezembro de 2011

    Realmente o correto é “cão carente” e não covarde. O Border Collie é um cão muito inteligente (acima da média da grande maioria das demais raças) e sensível. Provavelmente o medo da solidão foi a perda do primeiro dono e o abandono do segundo.
    Com certeza a solução é uma nova família que o aceite como ele é. Após isto ele mudará e voltará a ser um cão “normal”.

  • Renan diz: 8 de dezembro de 2011

    -Eu Não Acredito!Não Achei Esta Notícia Bizarra.Como Pode Fazer Isso?O Cachorro Não Intende ! Quem Fez Isso Não É Humano!Cachorro Não Fala Seus Medos.Quem Fez Isso Não Pensa?!

  • Ramos diz: 8 de dezembro de 2011

    Pobre cão.

    Eu tenho uma Border Collie. Acho que esse negócio de medo pode ser uma característica da raça. Minha Border Collie tem medo de tudo, inclusive entra em surto quando assisto jogos de futebol na televisão (ela não gosta da narração).

    Porém, não chega a roer as unhas.

    Ainda assim, é uma cachorra fantástica, extremamente mansa e carinhosa.

  • ISMAEL JABES diz: 8 de dezembro de 2011

    BOA TARDE PESSOAL A AMINHA BELINHA(CACHORRA) TEVE CRIA DE SETE LINDOS FILHOTES E EU NÃO SEI PARA QUEM DO AR EU PEDIRIA AJUDA PARA DOAR ESSE FILHOTES FAVOR DE ENTRAR ENCONTATO COMIGO PELO MEU EMAIL QUEM FICA ENTERESADO ME AVISA PELO MEU EMAIL( i_JABES@HOTMAIL.COM).ABRAÇOS.

  • Sergio Dornelles diz: 8 de dezembro de 2011

    Acho que boiola é esse engraçadinho aí de cima que fez esse comentário idiota.
    O cachorro é mais do que ele!

  • Karen diz: 8 de dezembro de 2011

    Óinn pobrezinho!! Tão fofinho … Espero que alguém possa cuidar dele de verdade agora, já que seu 1° dono se foi e o 2° não o quis mais……. Como tem gente ruim nesse mundo, abandoná-lo só pq tem medo!! Que Deus cuide de vc, anjinho de 4 patas!!

  • Adelaide Souza diz: 8 de dezembro de 2011

    Tenho uma fêmea muito parecida com ele, formariam um belo casal, tá faltando companhia para ele.

  • Inês Vitali diz: 8 de dezembro de 2011

    Faço minhas as palavras do Diego.
    Tenho quatro cães, um adotado de rua e nem por isso
    vou trat-lo com indiferença amo todos da mesma forma.

  • chaplin diz: 8 de dezembro de 2011

    Quanta idiotice!! Quer dizer que o cão “informou” que o roer de unhas é por covardia…q beleza!!

  • golda diz: 8 de dezembro de 2011

    Diego, as pessoas fazem isso com seus pais, amigos, irmãos, filhos. Dê uma voltinha pelos asilos, que hoje chamam de diversos nomes, mas continuam sendo asilos, pelos orfanatos, hospitais e tu vais ver coisas horríveis, deprimentes e vergonhosas.

  • Adriana Leal diz: 8 de dezembro de 2011

    Esta é para o Cesar Milan – o Encantador de Cães! Ele resolve!

  • Luís Abrianos diz: 8 de dezembro de 2011

    Crepani a Adriana Leal tem razão, o Cesar Milan resolve.
    Se me dessem o cachorro eu cuidava.

  • Tosco diz: 8 de dezembro de 2011

    Impressionante, chegamos ao ponto em que se preocupam mais com cachorros do que com nossa própria espécie.

    Gente gastando fortunas em rações e mimos pra viralatas enquanto crianças passam fome nas esquinas.

    Sou contra maltratar animais, o que não dá é chegar nesse ponto em que se preocupam mais com cachorros que crianças pobres.

    Vergonhoso.

  • Carlos diz: 8 de dezembro de 2011

    Para o Tosco. Quem sabe você não sugere uma nova pauta sobre crianças pobres?
    A propósito, você já fez alguma coisa de útil para ajudar alguma criança pobre? (moedinha nas esquinas não vale…).

  • Andressa diz: 8 de dezembro de 2011

    Pobrezinho, que pecado, que dó… quem “devolve” bichinhos que tem algum problema como se fossem mercadorias com defeito, esses sim tem problemas. Desumanos. Que coisinha mais amada, ele é muito lindo, que encontre uma verdadeira FAMÍLIA que lhe dê muito amor e que jamais o devolva, pois isso é traumatizante para qualquer um, ainda mais para um cãozinho tão especial como esse.

  • Claudio Vitelli diz: 8 de dezembro de 2011

    Quando se é capaz de lutar por animais,também se é capaz de lutar por crianças ou idosos. Não há maus combates, apenas o horror ao sofrimento aplicado aos mais fracos que não podem se defender.

  • Sah diz: 8 de dezembro de 2011

    Bom, primeiro lugar: o que leva um ser humano “racional” à fazer isso? será que ele não pensa que pode acontecer isso com ele?? Segundo lugar: Para “Tosco”, ninguém está dizendo que não nos preocupamos com as crianças que estão passando fome, só estamos indignados com um ser humano que faz isso com um animal, que com certeza ficaria ao lado dele, se a história fosse ao contrário!

  • Marco Dantas diz: 8 de dezembro de 2011

    ow ai eu to iqual e esse cao ai sem dono.
    alguem ai dasmeninas querem me adotar naum

  • Sandra diz: 8 de dezembro de 2011

    Para esse tipo de problema existem florais de Bach que resolvem com muita precisão.
    Ele merece todo o apoio das pessoas que o cercam.

  • Regina diz: 9 de dezembro de 2011

    O nome já diz tudo …TOSCO!
    Quem tem que se preocupar com as criãnças são os pais ,se não tem condições de cuidar ,não faz filho contando com a ajuda dos outros.E essa bobagem que tu falou que tão se preocupando mais com bicho do que com gente é desculpa de quem não ajuda nimguem ,porque eu aposto que tu não ajuda essas criãnças pobres que falaste , então não vem criticar quem ajuda animais porque os bichinhos não tem noção do que fazem enquanto o ser inteligente ,racional ,humano ,faz filho e joga na rua .

  • MISS SINTÉTICA ® diz: 9 de dezembro de 2011

    No meu caso, acontece o contrário … eu fui abandonada e rejeitada pelos meus 2 cães!!

    Eles não podem me ver que saem correndo, ou se escondem na casinha.
    Eu gosto tanto, mas tanto de animais que tenho o costume de apertar, expremer, brincar com o focinho e eles odeiam isso. Não sei mais o que fazer.

    Acredito que o Bentley me entenderia, e me seria um bom animal de estimação rsrsr

  • Marco Dantas diz: 9 de dezembro de 2011

    AFF MOÇA VC TORTURAS OS POBRES BICHIM
    E AINDA QUE QUE ELES NAUM TENHAM MEDO…

    AFF VC E SADICA E

  • ivy diz: 17 de novembro de 2012

    Tenho um cao da mesma raça que adotei qndo tinha dois mesinhos e nunca foi maltratado e tbm tem muitos temores medo de sons altos, trovoadas, fogos de artificio e pavor de dormir sozinho. Achava que ele era assim pq o trato como um bebe. Todos dizem que ele é assim pq eu mimava demais.

Envie seu Comentário