Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Cachorro que seria sacrificado por ser considerado gay pelo dono recebe novo lar

01 de fevereiro de 2013 61

Um cachorro escapou por pouco da morte em Tenessi, nos Estados Unidos. Um mestiço de buldogue americano seria sacrificado porque o antigo dono achava que ele era um cão gay.

A história repercutiu nas redes sociais, e uma técnica veterinária chamada Stephanie Fryns resolveu salvá-lo. A mulher – que já tem outros quatros cães – adotou o animal, que recebeu o nome de Elton.

Conforme o “Daily Mail“, a desconfiança do proprietário anterior quanto à sexualidade do bicho teve origem em um comportamento normal dos cachorros. Outro cão teria montado sobre o buldogue, simulando um ato sexual, o que, segundo os especialistas, é um indicativo de domínio, não tendo relação com homossexualidade.

E mesmo que o cão fosse gay, isso não justifica o sacrifício. Também deve ser crime a caninomofobia.

Comentários facilitados: para quem ainda não percebeu, o blog não está mais exigindo cadastro para comentar. Deixe sua opinião!

Twitter: receba as atualizações do blog. Sigam-nos os bons no @crespani

Comentários

comentários

Comentários (61)

  • LEONARDO diz: 1 de fevereiro de 2013

    PODEMOS COLOCAR O ANTIGO DONO DELE NO PRESIDIO CENTRAL DEIXAR ELE UMAS 2
    NOITES, QUANDO ELE SAIR PERGUNTAR SE ELE E GAY .

  • Fê diz: 1 de fevereiro de 2013

    Que gente nojenta. Matem o ex dono ignorante.

  • Ricardo diz: 1 de fevereiro de 2013

    Coitados dos cachorros, que estão sobre os cuidados do maldito ser humano.

  • Cristiane diz: 1 de fevereiro de 2013

    Pelamordedeus… esse ex-dono é nojento…
    Deve ser um mal amado!!
    O cachorrinho é lindo… só de olhar a gente já se apaixona.

  • Diego diz: 1 de fevereiro de 2013

    É isso ai…matando o dono a gente é muito melhor que ele…Fê…quem é o ignorante daí? Muito legal a ação da tecnica veterinária em adotar o cão.

  • Silvia Klipel Hoffmann diz: 1 de fevereiro de 2013

    Sacrificar um cachorro pq ele é gay????????? E o SER humano é considerado um ser racional??? Isso é um absurdo, é crueldade!

  • Mel diz: 1 de fevereiro de 2013

    O dono que deve ser sacrificado por pensar assim, IGNORANTE….

  • Milla TRICOLOR diz: 1 de fevereiro de 2013

    Hahahaahha. Boa, Leonardo!

  • Maira diz: 1 de fevereiro de 2013

    que ignorância…pobre bichinho…quando a “homofobia” é grande assim, é porque a pessoa não se garante…

  • Rodrigo do Grêmio diz: 1 de fevereiro de 2013

    esse cachorro só pode ser torcedor do internacional de Porto Alegre

    hehehehehehe

  • Carlos diz: 1 de fevereiro de 2013

    He he he he he….. tive uma idéia para salvar o mundo…. he he he he

  • leonardo p. diz: 1 de fevereiro de 2013

    e o cusco é tri bonito. um baita dum dog pra cuidar do pátio de casa não tem melhor. mistura de buldog com pitt bull (ta na cara). tomara que seja bem tratado.

  • Ricken diz: 1 de fevereiro de 2013

    Acredito sim que o cão é gay, ao menos a cara é de gay, teria que ser estudado o comportamento caninosexual, para saber os motivos de tal disturbio.
    Quanto ao dono do cão, tem que ser sacrificado por ser preconceituoso.
    Vida livre aos animais

  • claudete diz: 1 de fevereiro de 2013

    Quem é o irracional nessa história? Eu responde: É esse cretino, nojento e muito mais coisas de ruim.

  • HEINRISH diz: 1 de fevereiro de 2013

    Lá no tenessi tem muito cachorro gay…

  • Miah diz: 1 de fevereiro de 2013

    Credo como podem qrer fazer mal pra um cachorro tao fofo como esse!
    Ki ignorancia desse dono, acho q ele nunka tinha visto um cachorro antes, pq tds fazem isso pqp

  • leandro diz: 1 de fevereiro de 2013

    tenessi com (i) ?? bah mas o jornalismo está cada vez melhor.

    Resposta: Em português é com “i”, Leandro, dá uma pesquisada. Com “e” e dois “n” é em inglês. Abraço.

  • Rafa diz: 1 de fevereiro de 2013

    E tem gente ruim nesse mundão

  • WILLIAM diz: 1 de fevereiro de 2013

    Eu acho que Gay é o dono desse Cachorro

  • Neca diz: 1 de fevereiro de 2013

    Boa Leonardo…nem precisa duas noites uma só no presídio central tá bom da conta…rsrs

  • Nelson da Capitinga diz: 1 de fevereiro de 2013

    Que bando de bundão … querendo matar o dono do cachorro, depois falam de violencia … bando de hipocrita

  • Toninho diz: 1 de fevereiro de 2013

    Taí um bom mascote pra certas torcidas de futebol que se acham mais machos que os outros…

  • Thiago diz: 1 de fevereiro de 2013

    O cachorro é o reflexo do dono !!!!

  • Tomás diz: 1 de fevereiro de 2013

    Mas esse cachorro tem cara de viado mesmo.

  • Paulo Colorado diz: 1 de fevereiro de 2013

    É Rodrigo do Grêmio, até parece que a torcida do Inter é quem gosta de praticar a avalanche nos estádios. Uns se esfregando na traseira dos outros coletivamente e o frenesi foi tanto que nem a grade de proteção aguentou a pressão.
    Quanto ao cachorrinho, qual é o problema se ele for gay ou não ? Está prejudicando alguém ? O problema não está no cachorro, mas sim no dono.

  • Carmem diz: 1 de fevereiro de 2013

    Lendo essas coisas, me pergunto ? Qual a maldade que falta para o homem cometer ?
    Até quando inocentes vão sofrer pela ignorância do homem ? Amo animais, respeito todas as pessoas, não entendo o que faz alguns serem tão irracionais e medíocres ?

  • Bixinha do Humaitá diz: 1 de fevereiro de 2013

    Vou levar este cãozinho pra avalanche na Arena, se ele não é gay vai ficar, com certeza !!!!! UIIIIIIIII! Doi mas é bom !!!! To caindo….ai..ai…

  • Fabrício diz: 2 de fevereiro de 2013

    “que recebeu o nome de Elton.” John, Elton John. Nice to meet you…

  • Leandro diz: 2 de fevereiro de 2013

    Quanta ignorância!!! quem devia estar numa coleira era esse dono.

  • marcio diz: 2 de fevereiro de 2013

    Peor, mó cara de viado este cachorro, heheh…
    E a veterinária q adotou tb deve achar pq chamou de Elton (provavelmente em homenagem ao John.) .
    Quanta maldade, ehehe.

  • luis eduardo diz: 2 de fevereiro de 2013

    que ele tem uma cara de gay,nao justifica a atitude do seu dono.

  • Rory diz: 2 de fevereiro de 2013

    Esse cachorro é sócio do Grêmio e adora participar de analvalanches !

  • maira diz: 2 de fevereiro de 2013

    mas é um animal esse ex dono dele!!!!!!!!!!!!! fico muito de cara com essa gente louca! mas aqui se faz aqui se paga!! vamos ver o que a vida reserva pra um idiota como esse!!

  • Anonimo diz: 2 de fevereiro de 2013

    Seres humanos…estao cada vez piores,nao tem respeito entre eles mesmos, e muito menos com relacao aos animais!O que se esperar deles, cada vez pior, agora mais essa, gay muito provavelmente seja o ex dono dele,porco pq nao se mata de uma vez um imbecil a menos no mundo, viadoooo

  • claudete diz: 2 de fevereiro de 2013

    Quem é o irracional nessa história? Eu respondo. É esse desgraçado, mal amado.Acho que ele é o gay, isso sim.

  • marcia consuelo diz: 2 de fevereiro de 2013

    o mundo será um lugar melhor quando ” pessoas ” como este dono deixarem de existir…..

  • Leda diz: 2 de fevereiro de 2013

    Acho que o ex dono ficou com inveja do cachorro ser tão amado e ele ser um grosso e rejeitado,iguinorante,besta…..

  • Antonio diz: 2 de fevereiro de 2013

    O cachorro disse pro dono “Não te amo mais – tenho outro” e o dono, rejeitado pelo seu único amor, resolveu matá-lo. hehehe

  • Laura diz: 2 de fevereiro de 2013

    Que absurdo, mesmo que fosse gay tem o direito a vida e ser respeitado.

  • Fernando Silva diz: 2 de fevereiro de 2013

    Novo nome: Elton; Um bom nome para se dar a um “cão gay”, hehehehehehe.
    Os Eltons vão adorar o comentário.

  • orlando diz: 3 de fevereiro de 2013

    Ser humanos sempre demonstrando que a estupidez é infinita.

  • jorge diz: 3 de fevereiro de 2013

    um gaymista disse que o cachorro só pode ser colorado! eu acho que o antigo dono do cão é gaymista! é assim que eles procedem!

  • Aline diz: 3 de fevereiro de 2013

    Nossa que locura, este homem, deve ser investigado se está tratando bem dos outros animais, sacrifício éra do cão por aturar este monstro.

  • Lilica Colorado diz: 3 de fevereiro de 2013

    Ai, gente, ainda bem que tem gente que gosta de bichinha pra nos defender.

  • Paulo diz: 3 de fevereiro de 2013

    O dono deste cusco certamente está precisando de algo grande e duro em um local óbvio

  • Joca gotardo diz: 3 de fevereiro de 2013

    “rodrigo do grêmio”

    A sua ignorância só pode ser superada pela sua própria ignorância, com esta tipo de comentário.

  • Mauro diz: 3 de fevereiro de 2013

    Imagina se a moda pega entre os humanos, que matança.

  • vigo diz: 3 de fevereiro de 2013

    cachorro gremista….kkkkkkkkkkkk

  • theo helario diz: 3 de fevereiro de 2013

    sempre me falaram que o cachorro é a imagem do dono então si o cachorro é gay é porque si espelhou no dono… kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • neusinha diz: 3 de fevereiro de 2013

    Agora pergunto gente, isso é um ato de que, de humanidade> poxa um animalzinho indefeso> eu não aguento é como disseram em um outro comentário acima # malditos humanos #

  • Róger D’Oliveira diz: 4 de fevereiro de 2013

    Quando eu penso que já vi tudo, sempre aparece uma novidade. Muito mais que patético, isto é preocupante. Quantos otários iguais a este existem ao redor do mundo? Quantos? Alguém me responda, por favor.

  • Claudio Amador diz: 4 de fevereiro de 2013

    “ELTON” BEM SUGESTIVO O NOME DO BICHO.
    he he he

  • Luiz H. S. Valente diz: 4 de fevereiro de 2013

    Este cachorro tem uma carinha de bichona mesmo! E a nova dona ainda deu o nome de Elton! Deve ter notado alguma coisa! Agora, além de ter que aturar esta ditadura gay onde tudo é considerado homofobia, temos que aturar campanha pelo homossexualismo animal também! Tá lôco! Tomara que eu morra antes de ser obrigatório o homossexualismo! Em pouco tempo, ser hetero será considerado politicamente incorreto! Me acordem, que eu tô sonhando!

  • Róger D’Oliveira diz: 5 de fevereiro de 2013

    Pôxa vida Crespani, o cara manifesta uma opinião homofóbica e especista sem a tua moderação? Eu respeito teu blog e a opinião de cada um, porém, há coisas inaceitáveis. Se permites a divulgação de um pensamento retrógrado, não te assustes com uma ação futurista pior que a recomendada. Lamento pela falta de senso neste blog.

    Resposta: Róger, da mesma forma que não posso nem devo censurar um comentário que siga no mesmo pensamento que o meu, também não devo quando é contrário. O Luiz ataca diretamente meu texto ao criticar a “campanha pelo homossexualismo animal”, mas, no meu entendimento, não falou nada contra os homossexuais, querendo que eles mudem de opção, ou sugerindo violência. Manifestou opinião – de forma grosseira, é verdade, mas sem palavrões ou ofensas. Eu bloqueio muitos comentários aqui sim, modero todos, mas é preciso dar o direito de liberdade de opinião se queremos ter também esse direito. Ou vamos dar liberdade de opinião apenas para quem tem opiniões iguais as nossas? Para mim seria muito mais fácil bloquear tudo, qualquer crítica ao meu texto e evitar debates que fugissem da proposta de entretenimento do blog. Mas acho interessante abrir o espaço para a conversa e fazer o que estou fazendo agora, responder e trocar ideias. O Luiz também está convidado a esclarecer o que escreveu, se achar conveniente. Espero que me entenda ;) Um grande abraço!

  • Luiz H. S. Valente diz: 5 de fevereiro de 2013

    Êpa! Foi o meu comentário que provocou esta reação do Róger? Viram? É sobre isto que eu estava falando! “o cara manifesta uma opinião homofóbica e especista” e ele ainda queria que o Crespani censurasse! Isto aí é que é a ditadura gay onde tudo é considerado homofobia a que eu me referia! Vou repetir pela enésima vez: NÃO SOU HOMOFÓBICO! Não tenho nada contra gays, tenho amigos que são gays, tenho ídolos que são gays, tenho o maior respeito por quem quer que seja e respeito a opinião, a religião, a raça, o time, a opção sexual e qualquer característica de todo mundo! Mas eu sou heterossexual e não concordo nem com esta ditadura gay que considera tudo como ato de homofobia e nem com esta campanha de apologia ao homossexualismo, que coloca um gay em cada novela e fica clamando por um beijo gay em horário nobre! Mantenham a dignidade! Não precisam ficar esfregando a sua sexualidade na cara de todo o mundo e ainda quererem que todos aceitem! E este tipo de policiamento homofóbico só prejudica a vocês mesmos! Por exemplo, eu jamais daria emprego a uma pessoa notadamente gay em minha empresa, não por ser gay, mas porque, se esta pessoa tivesse que ser demitida por qualquer motivo que fosse, o risco de entrar na justiça alegando homofobia é muito grande! E certamente ganharia uma grande indenização injustamente! E o rapaz ainda alegou falta de bom senso de tua parte , Crespani! Isto não é ditadura? É proibido ter opinião? É proibido expressar opinião? E ele ainda ameaça com “uma ação futurista pior que a recomendada”! É isto que é bom senso? Pois bem, Crespani, eu acho que tu deverias ter censurado o comentário dele por heterofobia! Espero que este Róger não seja mais um daqueles que dão um tapa e saem correndo feito moleque, e não fuja ao diálogo! Acontece muito dos caras fazerem um comentário e desaparecerem quando é dada a resposta! Áh! E Elton John é um dos meus ídolos! Bem escolhido o nome do cusco!

  • Chicão diz: 5 de fevereiro de 2013

    Eis um assunto onde jamais homo e hétero irão se entender!
    Por quê?
    Porque o homo pensa que ele não pode ser criticado pela sua sexualidade e, o hétero, porque entende que a tal “opção” sexual envereda por um caminho antinatural.
    Ambos têm razão, no entanto, um dos lados quer ter MAIS razão do que o outro, então o conflito.
    Ora, o homo exacerba no seu sentimento em se defender, e desenvolveu, em consequência, várias outras fobias, inclusive uma certa paranóia com perseguição, rejeição, mania de que todos estão contra ele, então ataca por mais infantil que seja qualquer palavra empregada a respeito do homossexualismo!
    O hétero vê nessas manifestações exageros. E pressente um crescimento na população gay e sua organização uma ameaça à sociedade, não em se tratando de desestruturá-la, mas alterar profundamente o estabelecido em milhares de anos: homem, mulher, filhos, uma família.
    Para o homem hétero, a mulher é a síntese da vida, do prazer, da satisfação sexual, do carinho, afetividade, DA MATERNIDADE!
    O movimento gay e suas passeatas com seus estereótipos elaborados por eles mesmos (drag queen, roupas extravagantes, bandeiras multicoloridas, uma certa agressão aos costumes tradicionais, indumentárias sadomasoquistas) dão a entender que há um movimento para alterar princípios e valores mantidos há séculos, além da permissividade de gestos e carinhos em público que se não ofende, agride justamente esta tradição macho e fêmea, suas crias, seus modos e costumes.
    Homossexual e heterossexual precisam se conscientizar fundamentalmente de um detalhe:
    TODOS SÃO SERES HUMANOS!
    Foram gerados por humanos, a bem da verdade por um homem e uma mulher que deles nasceram homossexuais e heterossexuais.
    O dia que se derem conta que são iguais, a não ser o modo de se relacionarem sexualmente que não afasta nenhum e nem outro da composição humana, da sua psiquê, dos seus erros e defeitos, qualidades, virtudes, sociabilidade…, certamente será o primeiro passo a ser dado em direção à tolerância e à aceitação mútua, consubstanciada na condição única de que a humanidade é assim formada desde que surgiu!
    O gay não é de agora; não é modismo; não é um movimento.
    O gay é um ser humano que durante séculos foi perseguido de fato, e tenta neste momento bradar o seu grito de que tem direitos e que devem ser respeitados, os mesmos direitos daquele que não é gay, mas diante das agressões e ofensas sofridas ele quer se proteger, e seu primeiro berro é acusar a tudo e todos de homofobia.
    Ora, na razão direta que ele se diz gay, eu posso igualmente dizer que não gosto de gays, e daí?
    E o meu direito?
    Como bem disse o Valente, então o gay tem heterofobia, então ele pode também se queixar deste, lógico!
    Assim, agressões e ofensas, defesas e acusações, o drama irá continuar.
    Para o hétero, o homo é estranho e, para o homo seu oposto é um perseguidor implacável.
    O que não podemos esquecer é o oportunismo político, que tenta cooptar eleitores adicionando ao homossexualismo um manto protetor formado por novas leis que irão macular a Constituição quando for estabelecido que homossexuais têm mais direitos que os demais cidadãos, a começar no trabalho, na escola, no serviço público, na forma de processar um indivíduo que, ao invés de aplainá-los, mais arestas serão criadas desnecessariamente não fosse a mal intencionada política!
    Quanto às queixas do Róger, que ele deixe de frescuras e, ao Valente, que não precisa se explicar de quem gosta ou não, pois cada um de nós tem a liberdade de ser o que quer, principal e fundamentalmente, ninguém pode nos obrigar a aceitar o que não queremos, no entanto, DEVE-SE RESPEITO DE AMBAS AS PARTES, haja vista que somos HUMANOS, e existem os bons, ruins, inteligentes, outros nem tanto, feios, bonitos, altos, baixos, magros, gordos, simpáticos, antipáticos…
    Se o gay quer ser aceito, que não aja demonstrando não admitir outras pessoas que não sejam do “time”; se o hétero não quer se incomodar com o gay, siga o seu caminho e a sua vida como se eles não existissem e, se um dia, tiver de conviver com um homossexual profissionalmente ou porque tem um deles na família e que saiu do “armário”, lembre-se: trata-se de um ser humano, simples.
    E, SERES HUMANOS, BRIGAM, tanto faz homossexuais com heterossexuais, homo com homo e hétero com hétero, o pau pega, para gosto dos homossexuais e motivo de peleia para os heterossexuais!

  • Róger D’Oliveira diz: 6 de fevereiro de 2013

    Olá Crespani! Perdão pela maneira como me expressei. Sério cara, desculpa. Eu sou gay e sofri muito na escola por pessoas como o Luiz. Sim, eu tomei as dores do contexto. Se eu fosse o cachorro e tivesse sido rejeitado por ser homossexual, certamente, ficaria angustiado. Eu apanhava dos guris por não jogar futebol ou por não tocar uma punheta no vestuário e muitas vezes, meu nome era alvo de chacota em piadas homofóbicas.

    O caso do cão é semelhante a minha história de vida. E como desejo respeito, o primeiro passo deve ser o meu. Portanto, desculpa Luiz. Se eu fui preconceituoso, me perdoe.

    Quanto ao exemplo da entrevista de emprego, onde um gay não seria contratado, o Luiz, mesmo sem querer, acabou trazendo a tona uma realidade. Eu já fui boicotado em processos seletivos por ser gay, mas mesmo assim, eu jamais usaria a minha orientação sexual como escudo para fins trabalhistas.

    E mais uma coisa: “homossexualismo” é um termo referente a doença, descartado pela OMS (Organização Mundial da Sáude). Ou seja, o termo “homossexualidade” é o correto quando aludido a cultura homoafetiva.

    E quanto ao Chicão, coaduno parcialmente com o que disse, porém, tenho medo deste pensamento conformista. Pensar que é normal o ser humano brigar é desacreditar na paz e no futuro do nosso planeta.

    Paz e amor meus queridos. Parabéns por este blog. E Crespani, desculpa mais uma vez pela bagunça, tá? Qualquer dúvida me escreve: novomundosemovo@gmail.com. Um abraço.

    Resposta: Não há pelo que pedir desculpas, Róger. De verdade, fiquei até arrepiado aqui, eu fico muito feliz quando esse espaço que eu tenho serve, além de entreter, para permitir um diálogo que tem como resultado final um entendimento tão pacífico. Obrigado a todos vocês que comentaram!

  • Chicão diz: 6 de fevereiro de 2013

    Caro Róger,
    A tua sensibilidade e humildade captaram um admirador: EU!
    Que exemplo de vida que tu deste neste teu comentário, fiquei impressionado, te confesso.
    Lamentavelmente não gostaste do final do meu texto com relação às revoltas e guerras, entendo, no entanto, observa que a história do ser humano se mistura a elas, e jamais vivemos em paz (a própria animosidade entre héteros e homos serve como exemplo).
    Mas, tento me dar bem com todos e, se tu me desses a honra de ser teu amigo, um sujeito de 63 anos, avô de cinco netos e casado há 43 anos e pai de três filhos, seria uma honra!
    Um forte abraço.
    Que Deus te ilumine e guarde, meu caro cidadão brasileiro!

  • Róger D’Oliveira diz: 6 de fevereiro de 2013

    Chicão, obrigado pela compreensão.

    À propósito, eu gostei bastante do teu texto, embora não tenha coadunado com o desfecho. Pra veres, nos tornamos amigos, não é mesmo?

    Mantenha contato, por favor.
    Meu e-mail é novomundosemovo@gmail.com
    Um abraço e tudo de bom para todos nós!

  • Luiz H. S. Valente diz: 6 de fevereiro de 2013

    Prezado Róger, se sofreste na escola, não foi por causa de pessoas que nem eu! Vou repetir pela enésima primeira vez: EU NÃO SOU HOMOFÓBICO e respeito todo mundo independente de suas características! Na verdade entendo muito bem o teu problema pois eu também passei por isto! Não sei porque cargas d’água meus pais inventaram de me colocar na melhor escola da cidade, através de uma bolsa conseguida com políticos! Eu, miserável, morador de vila, misturado no meio da granfinada! Só que eu utilizei este drama para crescer! Aprendi a me defender! Recusei-me a me entocar em um canto e ficar sentindo autopiedade! Foi uma lição de vida! Quanto à entrevista de emprego, não foi sem querer! Isto é uma realidade! E os homossexuais estão contribuindo para que isto aconteça cada vez mais! Acredito que tu não usarias isto como escudo para fins trabalhistas, mas muita gente não vacilaria em fazê-lo, e isto cria uma apreensão por parte dos empregadores, como bem pudesse comprovar! E não é por serem homossexuais, mas por não terem caráter mesmo! Aliás, na verdade o que menos importa é a orientação sexual das pessoas, e sim, sua atitude! Conheço pessoas maravilhosas que são gays! Assim como têm heteros que são verdadeiros lixos! Esta discriminação, muitas vezes está na cabeça de vocês, que estão sempre na defensiva! Tenham atitude, tenham dignidade, tenham respeito e serão respeitados! Abraços!

  • Luiz H. S. Valente diz: 10 de fevereiro de 2013

    E aí, gente? Resolvi voltar ao assunto, pois acho que ainda não ficou bem claro! Querem ver um exemplo de ditadura gay? Eu adoro Freddie Mercury, foi um dos astros mais completos do mundo, sou fã incondicional e lamentei muito a sua partida prematura, adoro Elton John, simplesmente um gênio, e Ney Matogrosso, o maior intérprete da música brasileira! Todos homossexuais assumidos! Até aí, tudo bem! Mas nunca gostei do Cazuza, pois era muito escandaloso e polêmico, e detesto aquela Thammy, filha da Gretchen, pois só quer se promover à custa de sua homossexualidade! PRONTO! É o que basta para eu ser taxado de homofóbico! É contra este tipo de postura que eu me bato! Basta a pessoa manifestar qualquer opinião contrária a um homossexual que é, imediatamente, taxada de homofóbica! Não adianta os homossexuais quererem ser aceitos na sociedade desta forma! À força não vão conseguir nada! Só mostrando capacidade e talento, com dignidade, como os três primeiros que eu citei, é que vão conseguir aceitação! Dando tiros para todos os lados e alegando homofobia para se autopromoverem só vão conseguir repressão! Pensem nisso!

Envie seu Comentário