Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Polêmico aluguel de cachorros é alternativa para quem não pode ter um animal de estimação

22 de maio de 2013 11

Boa alternativa para quem gosta de cachorros, mas não tem tempo para cuidar de um em tempo integral, ou forma de crueldade contra os bichos? Essa é a polêmica envolvendo uma nova modalidade de negócio na Coreia do Sul: aluguel de animais de estimação.

A ideia foi elaborada por um grupo de pet shops, segundo a Info. O locatário escolhe se quer ficar com o cão durante semanas, dias ou até poucas horas. Depois o cachorro volta para a empresa e é enviado para outro “dono”.

O público-alvo são os trabalhadores sul-coreanos, quem em média, labutam 42 horas por semana e têm apenas 14 dias de férias. Assim, poderiam curtir um cachorrinho sem ter de se preocupar com o tempo que ele estaria sozinho em casa.

No entanto, defensores dos animais consideram a prática cruel. Os cães são fiéis por natureza, e a constante mudança de ambiente prejudica o desenvolvimento psicológico, a capacidade de adaptação e mesmo o controle de funções fisiológicas, segundo eles.

O dono de um dos pet shops lembra, por outro lado, que é melhor estar trocando de casa do que virar comida. Isso porque restaurantes da Coreia do Sul vendem carne de cachorro, e esse poderia ser o destino dos caninos.

Ou exploração ou prato; esses cachorros estão em um mato sem cachorro.

Comentários facilitados: para quem ainda não percebeu, o blog não está mais exigindo cadastro para comentar. Deixe sua opinião!

Twitter: receba as atualizações do blog. Sigam-nos os bons no @crespani

Comentários

comentários

Comentários (11)

  • highlander diz: 22 de maio de 2013

    Cada vez mais os animais estao virandos seres descartaveis , sem palavras !!!! até quando isso vai durar ? eles tambem sao seres vivos !!!! e merecem nosso respeito.

  • marlon diz: 22 de maio de 2013

    Essas merdas de pet shops deviam ser proibidas , só maltratam e vendem animais para pessoas que nunca poderia ter um.

  • Prica diz: 22 de maio de 2013

    Eu tenho um cachorrinho que trato como se fosse meu filho…Ele dorme comigo, toma café da manhã comigo, vai em quase todos os lugares junto…Acho um absurdo o que estão fazendo…Eles devem ser respeitados…Não tem que ter opções, ou prato ou exploração..Onde já se viu…Deixa o bichinho viver..Por isso é que o mundo não vai pra frente…Existem pessoas sem cérebro e, que se acham “demais”. Essas sim deveriam ser exploradas ou virar uma refeição.

  • Andrea diz: 22 de maio de 2013

    Concordo com o Marlon !

  • Priscila diz: 22 de maio de 2013

    No Japão, está ficando popular uma prática aperfeiçoada dessa ideia: casas que “alugam” gatos. Mas ao invés de ficar trocando o bichinho de casa (o que certamente é cruel, pois a percepção que eles têm é de que estão sendo continuamente abandonados), a empresa em questão possui um espaço amplo e confortável onde os felinos são alimentados e cuidados, e as pessoas que quiserem, pagam para entrar e interagir à vontade com os “anfitriões”. Os bichos não ficam traumatizados, não vão para a panela e a casa que os mantém lucra com isso…

  • Priscila diz: 22 de maio de 2013

    No meu comentário anterior, dei como exemplo as casas de “aluguel de gato” japonesas, mas em todo o Brasil existem entidades não-lucrativas, e mesmo pessoas, que cuidam de animais abandonados até que consigam-lhes um lar definitivo, os chamados Protetores. Essas pessoas, longe de terem algum lucro, gastam até o que não têm para garantir alimento, tratamento médico e um mínimo de conforto aos seus protegidos. Uma ótima iniciativa para quem ama animais mas não tem tem condições de ter o seu próprio bichinho seria procurar um protetor ou ONG e apadrinhar algum, ajudando (dentro de suas possibilidades) a manter o afilhado, e combinando com o protetor ocasiões para visitar e interagir com o bichinho. Conheço pessoalmente três ONGs sérias e que fazem um trabalho realmente nobre pelos animais. Fica a dica!

  • cyntia lempfert diz: 22 de maio de 2013

    Absurdo…coitado dos animais sempre a mercê dos humanos, na maldade ou na bondade…tbm concordo com o Marlon!!!

  • Raquel diz: 22 de maio de 2013

    Absurdo total. Eu adorooooo cachorro, mas não tenho tempo para cuidar, e por esse motivo não tenho um, porque seria maldade deixá-lo sozinho o dia todo sem os cudiados e carinho necessários. Isso de aluguel de cachorros, é o fim!

  • Fabiana diz: 22 de maio de 2013

    Penso que quem não pode ter um animal….que não o faça.Outra coisa, quer ajudar?Faça uma doação para uma ONG, na forma de ração, cobertas,potes,vassouras, medicamentos….ajuda e não atrapalha!!!

  • Adri diz: 22 de maio de 2013

    Concordo com os outros internautas em gênero, número e grau. Não tem nem que ficar explorando os bichos nessa de alugar como se fosse objetos inanimados (e vai se saber pela mão de quem podem passar…) muito menos utilizar como alimento, onde já se viu uma barbárie dessas ? E nós, como bons brasileiros em respeito aos animais, devíamos de organizar uma campanha séria, para não comprar mais nenhum produto coreano, nada mesmo, até que cessarem por completo e definitivo essas práticas !!!

  • A Loba diz: 24 de maio de 2013

    Adri, os indianos acham barbárie e pecado todo e qualquer bife bovino que tu almoças.

    O povo realmente exagera, aff.

    Não comam nem aluguem lobos, tá? Acho isso bárbaro, de uma animalidade sem fim.

    Dã.

Envie seu Comentário