Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Médium escreve livro psicografado pelo espírito de Chorão

28 de abril de 2014 23

Médium psicografa Chorão

O músico Chorão deixou a vida, mas ainda tem coisas a dizer. Pelo menos é o que garante a obra do médium Carlos Neher. O autor escreveu um livro, segundo ele, psicografado pelo espírito de Chorão.

Alexandre Magno Abrão, líder da banda Charlie Brow Jr., morreu em março do ano passado. No texto, o artista supostamente fala sobre seus últimos momentos no apartamento no qual seu corpo foi encontrado. A obra também faz um alerta sobre o perigo das drogas. O livro, vendido online, custa R$ 36 (R$ 10 na versão digital).

Não ouso julgar se o caso é verdade ou não. Mas a psicografia ganhará credibilidade comigo se tiver sido feita à beira-mar; afinal, o Chorão avisou em vida: “meu escritório é na praia”.

Médium psicografa Chorão

Comentários

comentários

Comentários (23)

  • Fabio diz: 28 de abril de 2014

    Dificil acreditar que alguem que se matou, mesmo q indiretamente, em poucos meses já tenha condições de ensinar alguém, via psicografia. Seria bom se houvesse aval de algum medium famoso, como Divaldo Pereira Franco, ou de alguma federação espirita. E independente disso, se ajudar aos jovens… q venda muito.

  • Jacson diz: 28 de abril de 2014

    Libertação das drogas em Jesus. Este mesmo disse que só está ordenado aos homens morrer uma só vez vindo depois disso o juízo. Também ensinou que os mortos não tem comunicação com os vivos, mas para ensinar o bom caminho existem os profetas de Deus na terra. Drogas matam, Jesus liberta

  • Rootera diz: 28 de abril de 2014

    Em um ano um espírito “suicida” se comunicar com alguém? Até o mais leigo espirita sabe que isso é bem dificil, se não impossível..Luz pro mano chorão!

  • adriano diz: 28 de abril de 2014

    eu acho que o livro é quente sim.

  • João Luiz Luft diz: 28 de abril de 2014

    Mais um picareta tentando ganhar algum encima da morte de um famoso “cheirão”.
    Como é que esta mídia perde tempo com estas imbecbilidades ?

  • JOBERSON TRESPACH diz: 28 de abril de 2014

    Amigos
    Imaginem quantos espíritos encarnados, de todas as idades perdem a oportunidade de uma existência deixando o mundo pela porta das drogas. Claro que um suicida é credor da lei divida, mas pensemos no caso do Chorão, que foi tão adorado e conhecido no meio dos jovens, com certeza se a espiritualidade visse uma oportunidade de resgatar muitos irmãos, se utilizaria do resgate prematuro dele para salvar muitos irmãos aqui na luta terrena.
    Não devemos olvidar que todo esforço no sentido de salvar irmãos do labirinto sem volta das drogas é totalmente válido. Mesmo que não seja na maioria das vezes caridade pura (sem visar lucro).

  • Al Bundy diz: 28 de abril de 2014

    Chorão mandando sinais de fumaça….

  • Fabrício diz: 28 de abril de 2014

    Daqui uns dias vai aparecer um “menor” dizendo ser o champignon.

  • Mateus diz: 28 de abril de 2014

    Se sao palavras que tragam bem a sociedade teem mais é que vender bastante. Mesmo que o medium esteja se beneficiando disso. Igual Jesus. Existindo ou nao, as palavras atribuidas a ele sao geniais.

    Mas uma coisa é certa. EspiritismoKardecista é umma farsa e psicografia nao existe.

  • Paty diz: 28 de abril de 2014

    Isso mesmo Fábio, quem conhece um pouco da doutrina espirita sabe que suicidas demoram mais tempo para se recuperar.

  • luiz eloy rodrigues da silva diz: 29 de abril de 2014

    Qual a intenção de escrever o livro usando o nome conhecido do CHORÃO? À luz do espiritismo, os processos de comunicação atravez da psicografia, da-se depois de muito tempo, entre a morte e a aceitação do fato pelo espirito desencarnado. O fato fica mais complicado por morte provocada, suicidio por escolha ou acidental como foi este caso, segundo fontes oficiais. Gente, cuidado com as falsas ilusões. Espero que a intensão do autor, tenha sido de alertar uma juventude sem rumo e despreparada para o momento em que estamos vivendo. Muitos estão sem rumo, apenas aproveitando o material. Parabéns a todos por expressarem suas opiniões, sinal de que estão atentos para a VIDA.

  • luiz eloy rodrigues da silva diz: 29 de abril de 2014

    Qual a intenção de escrever o livro usando o nome conhecido do CHORÃO? À luz do espiritismo, os processos de comunicação atravez da psicografia, da-se depois de muito tempo, entre a morte e a aceitação do fato pelo espirito desencarnado. O fato fica mais complicado por morte provocada, suicidio por escolha ou acidental como foi este caso, segundo fontes oficiais. Gente, cuidado com as falsas ilusões. Espero que a intensão do autor, tenha sido de alertar uma juventude sem rumo e despreparada para o momento em que estamos vivendo. Muitos estão sem rumo, apenas aproveitando o material. Parabéns a todos por expressarem suas opiniões, sinal de que estão atentos para a VIDA.

  • saulo diz: 29 de abril de 2014

    deve estar queimando no marmore do inferno

  • jose oneide diz: 29 de abril de 2014

    gostaria de saber porque minha mãe, meu tio e padrinho, meus avós (os quatro) minha madrinha e tantos outros, nunca fizeram contato…talvez porque não foram “celebridades”…

  • Diego Duarte de Oliveira diz: 29 de abril de 2014

    Tenho uma duvida, a morte do chorão foi suicídio? Até porque ele teve uma overdose. Ele não se matou como no caso do Champignon. Como o espiritismo enxerga isso?

  • Marcelo diz: 29 de abril de 2014

    Gostaria que alguém psicografasse Machado de Assis. Na capa do livro do “Chorão”, tá faltando a vírgula do vocativo. Isso é enganação, certamente.

  • Clodomiro diz: 29 de abril de 2014

    Espero que ele doe a grana do livro e ajude a curar a sociedade.

  • VINI diz: 29 de abril de 2014

    Ilha eu sendo espírita digo que isso é quase impossível de ser verdade, pois suicídio é algo complicado para o espírito poder se comunicar rápido assim, 95% dessas psicografias logo pós morte é mentira são raras as excesões.

  • Longinus diz: 30 de abril de 2014

    “Nasce um otário a cada minuto”.
    Sem mais.

  • Carlos Neher diz: 6 de maio de 2014

    AFF…Perguntem ao autor dessa “notícia” se por acaso eu mandei a ele algum release pedindo para divulgar a obra!
    Quando recebi o pedido de assinar esse livro e assumir todas as consequências de se publicar uma obra espírita com essas características eu também ao concordar fiz umas imposições:
    1- Eu não iria divulgá-la! ia simplesmente postar o livro no Clube de Autores e fosse o que Deus quisesse!
    2- Eu mesmo fiquei com milhões de dúvidas pois realmente era muito cedo para haver uma obra psicografada pelo Chorão no meu modesto entender, devido as minhas dúvidas fiz o que senti que deveria fazer mas depois disso larguei de mão. Não sou um médium tipo Chico Xavier que tinha Espíritos de grande Sabedoria lhe intuindo e que se identificavam. Sempre tive uma estreita relação mediúnica com espíritos sofredores e sempre me deixei usar a fim de ajudar nos processos de desobsessão e encaminhamento de ajuda a esses espíritos.
    3- Entendi implicitamente que ajudar na publicação dessa obra era minha obrigação devido a minha história de vida…Já tentei o suicídio cortando os pulsos, eu mesmo tive duas overdoses e 25 internações em clínicas psiquiátricas devido ao abuso de drogas, ou seja, na minha cabeça entendi o porquê de eu ter que interpretar e traduzir sentimentos de total desespero e horror como foram as últimas horas de Chorão…Entendi que eu tinha bagagem necessária para trazer ao público o que ele sentiu. Mas ao concordar em escrever o livro decidi nunca me envolver em divulgá-lo!!!

    E realmente, se quisesse fama e dinheiro escreveria uma obra psicografada pelo Ayrton Senna que teria muito mais chance de vender…Se me dedicasse a enganar as pessoas eu faria isso. Mas não é o meu caso. Me dedico totalmente aos meus shows palestras antidrogas e a livros voltados a prevenção às drogas por isso que nessa obra há tantas informações sobre a dependência química e suas consequências. Enfim, é isso. Só descobri essa matéria sobre o livro porque tem pessoas me enviando e-mails me ofendendo, outras me contaram que viram notícias na internet então saí a pesquisar e encontrei esse blog que nem sabia que existia…é isso. e fica a velha frase: “Há mais mistérios entre o céu e a terra, do que toda a nossa vã filosofia.” William Shakespeare

  • Carlos Neher diz: 6 de maio de 2014

    claro que eu o respeito…Essa é sua profissão!
    Com certeza está acontecendo como Deus quer…não como eu quero!
    E eu só me expliquei…Abração!
    Carlos Neher

  • Marina diz: 6 de maio de 2014

    Alguém conseguiu ler o livro sem comprar? Onde posso encontrar?

Envie seu Comentário