Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Veja 13 curiosidades sobre camisinhas que provavelmente você não conhece

27 de maio de 2014 0
The following two tabs change content below.
Dudu Weber

Dudu Weber

Blogueiro e Comediante de Stand Up Comedy. Colaborador online dos blogs Não Clique Aqui, Mundoidão, Atlpop e Infosfera.

camisinhas

Conheça algumas curiosidades muito interessantes sobre a camisinha.

1 –Estima-se que aproximadamente 5 bilhões de camisinhas sejam usadas todos os anos no mundo;

2 – Durante a Segunda Guerra Mundial, os soldados encontraram uma utilidade inusitada para as camisinhas: eles usavam os preservativos para cobrir os canos dos rifles para evitar a entrada de água salgada no interior da arma;

3 – Aproximadamente 40% de todas as camisinhas vendidas no mundo são compradas por mulheres;

4 – A evidência mais antiga sobre o uso de preservativos — ou alguma forma deles — na Europa foi descoberta por arqueólogos em uma caverna em Combarelles, na França, na forma de pinturas rupestres datadas de 11 a 13 mil anos atrás. De acordo com registros históricos, os antigos egípcios já usavam camisinha em 1.350 a.C. e, além disso, usavam cocô seco de crocodilo como “reforço” graças à sua ação espermicida;

5 – No passado, os preservativos eram feitos com as bexigas e os intestinos de ovelhas, cabras e carneiros, e muitos deles eram reutilizáveis. Também costumavam ser feitas de linho, couro, seda, pele de peixe e até metal;

6 – Os japoneses dispunham de dois tipos de preservativos: um era feito de pele de animal e o outro, provavelmente bem incômodo, de chifres ou casco de tartaruga;

7 – As camisinhas de “borracha” só foram inventadas mesmo no século 19 por Charles Goodyear, o famoso fabricante de pneus;

8 – Para produzi-las, os fabricantes mergulham moldes de vidro — com os mais variados formatos e tamanhos — no látex, esperam que o material seja curado. Depois, as camisinhas são retiradas das formas, lavadas e levemente empoadas para que não fiquem grudentas. Então, elas são testadas eletronicamente para comprovar que não tenham furos, enroladas, lubrificadas e, por último, embaladas.

9 – A preferência mundial varia um pouquinho: nos EUA parece que houve um aumento pela procura de modelos contendo materiais orgânicos e lubrificantes; já os europeus são chegados em texturas e designs diferentes, enquanto os brasileiros gostam de versões com sabores de menta e hortelã;

10 – Uma camisinha comum pode acomodar mais de 3 litros de líquido em seu interior;

11 – Na Nigéria, a palavra okpuamu significa preservativo, mas, literalmente, a tradução do termo seria algo como “chapéu para o pênis”;

12 – Um total de 100 mil preservativos foram distribuídos aos atletas que participaram dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi, o que significa que cada um recebeu em média 35 unidades;

13 – Na língua dinamarquesa a palavra preservativo é svangerskabsforebyggendemiddel.  Aceita um desafio? Tente falar a palavra svangerskabsforebyggendemiddel sem gaguejar!

 

Comentários

comentários

Envie seu Comentário