Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Copa do Mundoidão #24/#25: os técnicos mais velhos e mais jovens da história dos mundiais

04 de julho de 2014 0

Técnicos mais velhos e mais jovens das copas

Nem só jogadores batem recordes em mundiais, os treinadores também têm suas marcas. Aqui mesmo nessa série já comentei sobre o atleta mais velho a disputar uma Copa do Mundo. Mas e no universo dos técnicos?

Em termos de juventude, na Copa do Mundo desse ano o título vai para o francês Sabri Lamouchi (esquerda, acima). Nunca tendo trabalhado antes como treinador até assumir o selecionado da Costa do Marfim, Lamouchi chegou à competição com 42 anos e 7 meses. Parece que a experiência fez falta, já que o time foi eliminado na primeira fase – e o técnico já pediu demissão. Em termos históricos, o argentino Juan Jose Tramutola (abaixo) comandou seu país com 27 anos e 267 dias no mundial de 1930, sendo o treinador mais jovem das copas.

JJTramutola

>> Veja todas as curiosidades da série Copa do Mundoidão

O outro extremo da Copa de 2014 tem o italiano Fabio Capello (fazendo um gesto bonito abaixo), técnico da Rússia, como o mais velho, com 68 anos (a idade também não ajudou, Capello já foi eliminado). Todavia, o recorde vai para a seleção da Grécia. Não foi um grego, mas o alemão Otto Rehhagel (direita, imagem que abre o post) quem comandou o time na Copa de 2010. O vovô das copas tinha 71 anos e 317 dias.

88

Já que estamos falando em técnicos, vale lembrar que a dupla que atualmente comanda o Brasil também tem seus recordes. Felipão é o treinador que venceu mais partidas consecutivas (11) e que ficou mais jogos seguidos sem perder (12). Já Parreira é o técnico que mais trabalhou em mundiais – seis, ao todo. No entanto, também foi o primeiro técnico a ser demitido durante uma Copa (em 1998, pela Arábia Saudita, após levar 4 a 0 da França).

E o Zagallo merece uma menção honrosa como o técnico mais chato.

zagalo

Comentários

comentários

Envie seu Comentário