Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Estudantes de ciências humanas transam mais do que estudantes de exatas!

07 de julho de 2014 17
The following two tabs change content below.
Luan Santos

Luan Santos

Dançarino, editor, produtor e âncora do Infosfera, da Rádio Atlântida. E agora, colaborador da Rádio Farroupilha <3

sexualidade-mulher-grande1

Você é da área de ciências humanas (sociologia, ciência política, antropologia, história, linguística, pedagogia, economia, administração, comunicação social, contabilidade, geografia, direito, arqueologia, psicologia, relações internacionais, entre outras)? Pois saiba que você transa mais do que seu amigo matemático, físico, engenheiro, estatístico, entre outros!

Pesquisa britânica mostra que os “nerds” fazem menos sexo. Um ranking feito entre faculdades inglesas aponta que quem cursa Filosofia, História ou Artes Cênicas arranja mais parceiros sexuais durante sua graduação do que os alunos de Engenharia, Matemática e Computação. A explicação é que os estudantes de humanas têm uma visão do mundo com menos pudores, um papo mais fluído e a facilidade maior de se relacionar.

O estudo foi promovido pelos especialistas do Student Beans, site popular entre os estudantes britânicos que, anualmente, promove uma série de entrevistas para identificar o perfil sexual dos alunos no país. E especialistas brasileiros afirmam que aqui no nosso país não muito diferente:

- Quem é da área de humanas, aqui no Brasil ou no Reino Unido, geralmente tem menos pudores, menos preconceitos e um olhar mais atento ao outro, e isso traz um relaxamento e uma harmonia na vida sexual — afirma a sexóloga Márcia Aragão.

Os resultados obtidos no Reino Unido foram que os cursos de Filosofia e Hotelaria têm uma média de 10,59 parceiros sexuais por aluno durante a graduação. Já os estudantes de exatas não podem comemorar tanto. Os alunos de Engenharia, Química, Computação e Matemática da Universidade de Sussex tiveram, por exemplo, uma média de 4,48.

Não quero insinuar nada, mas eu curso Comunicação Social, espero que meu amigos das exatas deem uma lida nessa matéria!

Comentários

comentários

Comentários (17)

  • Realista diz: 7 de julho de 2014

    Mas é claro que transam mais. Não precisam estudar tanto.

  • rodrigo diz: 7 de julho de 2014

    Quem é da área de humanas não tem menos pudores, tem é mais tempo livre.

  • Eduardo diz: 7 de julho de 2014

    Nunca vi mulher gata nas exatas, só baranga. Assim como nunca vi pegador nas exatas, só gordinho e mané. Dessa forma não precisa nem de pesquisa pra saber o óbvio. E se fosse aprofundar essa pesquisa veriam que essa média de 4,48 nas exatas é entre eles, ou seja, baranga com gordinho mané…kkkkkkk….

  • Rejane diz: 7 de julho de 2014

    Temos que ter cuidado para não cair na generalização, mas se observarmos os nossos amigos e pessoas próximas, veremos que faz muito sentido . Na minha opinião, isso tem a ver , e muito, com a predominante parte do cérebro que usamos.No lado esquerdo do teu cérebro se vc é das exatas, da lógica, do pensamento linear, do específico. No lado direito do teu cérebro, o que anda por lá é criatividade, expressão emocional, sensibilidade artistica, holistica, e tudo isso tem a ver com prazer . Bom lembrar que precisamos tanto o hemisfério esquerdo quanto o direito no nosso dia a dia. Eu simplesmente sou fascinada por essas coisas.
    obrigada pelo post.

  • Anderson diz: 7 de julho de 2014

    Porra. Eu sou físico e já transo pra caralho. Que tal o pessoal das humanas… hahahaha… meus parabéns

  • Maurício diz: 7 de julho de 2014

    Ah tá certo, o número de parceiros sexuais é o que define quem transa mais! Cada uma que aparece, que dá vergonha alheia. Sério, o cara passa a graduação toda namorando, transando muito com uma só parceira, aí a média cai e as santas espertezas desse estudo concluem que humanas têm mais sexo. Na boa, sem a quantidade de relações sexuais, o tempo de permanência com um mesmo parceiro e os desvios padrões, isso aí é só papo-furado.

  • Paula Simas diz: 7 de julho de 2014

    Qualquer estudante de Ciências Humanas vai ter mais tempo de transar pois não precisam virar a madrugada estudando para uma prova como nós engenheiros, por exemplo. Não tem nem comparação o nível de dificuldade entre Humanas e Exatas.

  • Gordinho Mané diz: 7 de julho de 2014

    Realmente faz sentido, assim como os outros amigos falaram, nós das ciências exatas, temos menos tempo livre. Temos que estudar muito mais, do que os pegadores, malandrões, vida loka, que curtem a vida estilo o nosso amigo Eduardo, que com certeza deve ser o maior pegador da faculdade dele! Deixo os meus parabéns para ele, com certeza terá um futuro brilhante e quando sair da faculdade vai levar com ele o título de pegador maioral ao invés de um título de Engenheiro!

  • MATEMÁTICA diz: 7 de julho de 2014

    Estudantes de Ciências Humanas não estudam, só enganam; chega a ser piada comparar o nível de dificuldade entre as duas “ciências”, estudantes de ciências humanas só servem para engrossar as fileiras dos black blocks.

  • Gerson Delgado Barros ( diz: 7 de julho de 2014

    Sou de Humanas e estudo Antropologia e Sociologia das práticas sexuais. E sim, o sexo é uma forma de conhecimento humano, constituinte do ser cultural e social. Interessados, contatem-me via FBook usando o nome que acima consta.

  • Armando diz: 7 de julho de 2014

    Isso não precisaria nem fazer pesquisas… Quem fez essa pesquisa provavelmente era alguem das exatas, enquanto que os das humanas transavam…

  • Kassio diz: 7 de julho de 2014

    Realmente, como o Maurício disse em outro comentário!

    Quantidade de parceiros significa quantas vezes transamos por ano…?

    A pessoa que tem namorado(a) pode transar muito mais do que outra que conseguiu 10,59 por ano!

    E o Eduardo, faz tempo que não aparece em uma faculdade de exatas!

  • Didi’ diz: 7 de julho de 2014

    Convivo com engenheiros e realmente o gente chata pra danar não existe maior nariz em pé na face da terra nem médicos são assim. Então quem vai querer ficar com gente assim, ainda mais pra uma transa casual??!! Nem precisa de pesquisa pra perceber isso ¬¬
    Alias é só olhar pros comentários do site e ver o quanto os engenheiros se acham mais do que os outros. Afinal ficar em casa calculando é muito mais importante que ficar no consultório testando e implementando uma técnica de transplante cardíaco ¬¬²

  • Fabrício Sauter diz: 7 de julho de 2014

    Que diga o Zuckerberg pobrezinho ahahaha

  • Cristian diz: 7 de julho de 2014

    Os estudantes das exatas estão estudando desculpas para o menor número de transas.

  • Adriano Fernandes diz: 7 de julho de 2014

    Perguntinha: E depois de formados, quem é que transa mais?

  • Gyh diz: 9 de julho de 2014

    Adriano, te informo que são os advogados.

Envie seu Comentário