Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Vilões

28 de junho de 2006 0

Ainda da série brincadeiras inúteis: apesar da alta literatura refletir o mundo – ou ao menos tentar – respeitando a complexidade do real, grandes livros, antigos e modernos, ainda se assentam no carisma de um grande vilão, perverso, insidioso e por vezes maniqueísta. Principalmente no que aqui se costuma chamar de literatura infantil – uma distinção que não existe tão claramente nos países de língua inglesa, onde livros para crianças ainda são livros antes de qualquer coisa.

Pensando nisso, a livraria Bloomsbury colocou no ar um site com uma enquete sobre qual o maior vilão da literatura infantil em língua inglesa. Veja aqui.

A lista de indicações já foi previamente definida pelo pessoal que pôs o site no ar, por critérios que eu desconheço, são quarenta nomes que englobam de clássicos a autores contemporâneos e até – aqui alguns puristas vão chiar – quadrinhos.

A página está em inglês, mas a maioria dos vilões indicados são nomes conhecidos nossos. Estão lá Artemis Fowl, o menino gênio do crime, curiosamente um vilão que é protagonista de sua série de livros; o Lobo Mau da história de Chapeuzinho Vermelho; Blofeld, chefe da S.P.E.C.T.R.E das aventuras de James Bond; o Capitão Gancho da peça Peter Pan; o Conde Olaf das Desventuras em Série dos irmãos Baudelaire; o Fagin de Oliver Twist e o inevitável Lord Voldemort dos livros de Harry Potter. Além da Cruella De Vil dos 101 Dálmatas – que toda minha vida eu chamei de Malvina Cruela antes de essa nova versão cinematográfica com a Glenn Close resolver usar o nome original em inglês, lá no fim dos anos 90.

Batem ponto também Magneto, dos X-Men, Lex Luthor, das histórias do Superman, e o insano Coringa, do Batman.

Quem se achar em condições de dar pitaco nesta eleição, confira a lista completa aqui.

Envie seu Comentário