Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Autor daqui em biblioteca de lá

05 de fevereiro de 2007 1

O gaúcho Caio Riter, autor que já começa a consolidar uma expressiva obra no campo da literatura infanto-juvenil, teve, em 2005, seu livro O Rapaz que Não Era de Liverpool premiado com o Barco a Vapor, um concurso nacional realizado pela portuguesa Editora SM para marcar sua estréia no mercado editorial brasileiro. Como conseqüência, o livro foi publicado pelo braço brasileiro da SM em 2006 e foi bem recebido pela crítica.

O Rapaz que Não Era de Liverpool conta a história de um jovem que descobre, numa inocente aula de biologia no colégio, que não pode ser filho do casal com quem sempre viveu. Pressiona os pais e eles lhe revelam a verdade: ele foi adotado. A descoberta dá um nó na cabeça do guria, que entra em conflito com os pais, já separados, e com os dois irmãos menores – uma garota e um garoto. Para digerir a informação e sua nova condição no mundo e na família que o adotou, ele se isola dos pais, dos irmãos e da namorada na casa de uma tia, no litoral, e daí por diante vai ler o livro, que eu já entreguei bastante.

O caso é que o livro foi indicado pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil para a Biblioteca Internacional da Juventude, uma instituição na Alemanha que reúne mais de meio milhão de livros publicados em todo o mundo, em 120 idiomas. Essa biblioteca, que tem mais de 50 anos, é fruto de pesquisa e coleta de exemplares da literatura infanto-juvenil de todas as culturas e no maior número possível de línguas do mundo. Todos os anos, algumas dezenas de livros publicados recentemente são postos no catálogo da biblioteca para divulgação internacional. É nesse catálogo que agora figura O Rapaz…, mostrando que a carreira do livro está apenas começando.

Comentários (1)

  • Mundo Livro » Arquivo » O que você está lendo, Caio Riter? diz: 13 de março de 2013

    [...] para adultos. Entre seus trabalhos, incluem-se: Debaixo de Mau Tempo (Artes e Ofícios, 2005), O Rapaz que não era de Liverpool (Edições SM, 2006), Viagem ao redor de Felipe (Projeto, 2009) e Eu e o silêncio de meu pai [...]

Envie seu Comentário