Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Sex Bomb

29 de novembro de 2007 0

Ganhar um prêmio desses é f.../Kathy Willens / AP
Essa veio do serviço de notícias da AP. Mesmo falecido recentemente (eu ia escrever um texto específico sobre ele na época, trouxe uma sacola de livros para a redação, não tive tempo no dia, deixei aqui na minha mesa e me levaram a sacola, e portanto decidi que não faria o post), o escritor Norman Mailer (foto) continua ganhando prêmios – embora eu duvido que ele tivesse se candidatado a este se tivesse chance de opinar.

Mailer foi um dos ganhadores do troféu Bad Sex in Fiction Award (numa tradução livre, Prêmio do Sexo Ruim na Ficção), uma espécie de Framboesa de Ouro da literatura, concedido por um grupo de críticos ingleses da revista Literary Review a cada ano para o que consideram as cenas de sexo mais cruas, de mau gosto e constrangedoras dos romances e contos lançados ao longo do ano. O troféu, bem-humorado, representa uma mulher escondendo sua nudez com um livro aberto.

Mailer ganhou o prêmio principal pela cena em que narra a concepção de Adolf Hitler em seu último romance, O Castelo na Floresta, uma história familiar de Hitler contado pela voz de um demônio menor na hierarquia infernal – ainda preciso dar um jeito de ler esse livro, porque assim, o resumo, o assunto, contado dessa forma, sempre transforma o que provavelmente é uma tentativa de refletir sobre o mal em uma comédia de mau gosto. 

Mas voltando ao sexo ruim – bom, vocês me entenderam – o anúncio do prêmio foi feito esta segunda-feira em Londres, e foi precedido de uma homenagem dos juízes a Mailer, que, de acordo com eles, %22teria recebido o prêmio com bom humor%22 se estivesse vivo. Mailer não é um dos primeiros escritores respeitáveis da literatura em inglês a receber o prêmio, que já foi concedido a Tom Wolfe (em 2005) ou Christopher Hart (em 2001). Wolfe foi, a propósito, um dos poucos que não levaram a piada na boa e se recusaram a ir receber o troféu em pessoa.

Já estiveram indicados ao prêmio em anos anteriores Gabriel García Márquez, Ian McEwan (que também estava indicado este ano), John Updike, Thomas Pynchon. Os finalistas deste ano incluíam também Ali Smith, o ator da série Harry Potter David Thewlis (por um romance, claro, não por um filme) e Christopher Rush – com uma constrangedora descrição feita por Shakespeare de sua esposa Anne Hathaway, no romance Will. Vai só o inicinho do trecho escolhido, traduzido por mim mesmo:

Oh púbis glorioso! O triângulo definitivo, cujos ângulos escavam em direção ao inferno mas apontam para o paraíso. (daqui pra diante continua com uma enumeração de sinônimos e metáforas hilárias para o %22triângulo definitivo%22, mas que eu não traduzo para não ferir sucestibilidades).

Já do grande campeão, a cena de Norman Mailer em O Castelo na Floresta, vai também apenas uma palhinha:

Com sua boca ensaboada com a seiva dela, ele virou-se e abarcou o rosto dela com toda a paixão de seus próprios lábios e rosto, pronto para ao menos dar uma raspada dentro dela com o seu cão de caça, para levá-lo direto até a virtude dela.

Então tá…

Postado por Carlos André Moreira

Envie seu Comentário