Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Como você lerá o seu jornal?

25 de agosto de 2011 2

Enquanto uns aprenderam a ler folheando jornal, a nova geração cresce na era da internet. Resistir ou se entregar? A transição entre o impresso e o digital não permite escolher. Inseridos no universo virtual, os veículos de comunicação repensam formatos e se reinventam na busca da melhor forma de comunicar.

Às 20h desta quinta-feira, a conferência A comunicação do impresso ao digital, conduzida por especialistas que atuam nos principais meios de comunicação do país, levará o dilema a debate no Circo da Cultura. Estarão no palco da Jornada Roberto Dias (Editor de Novas Plataformas da Folha de São Paulo), Rinaldo Gama (Editor de O Estado de S. Paulo e Doutor em Comunicação e Semiótica), Eduardo Diniz (Editor de O Globo online) e Pedro Dias Lopes (Editor-chefe de notícias online do Grupo RBS no RS). Em discussão, o futuro dos jornais diante do desafio contrastante entre a perda de envergadura física e a necessidade de encorpar conteúdos.

Com um leque de jornais embaixo do braço, o professor de história Paulo da Silva Monteiro, 66 anos, distribuía ontem, na entrada do Circo da Cultura, a história da legalidade impressa em 16 páginas. Para ele, por mais que o virtual seja ágil e prático, a possibilidade de tatear o jornal o torna um companheiro insubstituível.

— A internet é uma livraria sem fundo, mas prefiro o papel. Os dois vão conviver bem no futuro – arrisca.

Enquanto isso, na praça de alimentação, a professora Márcia Silva dos Santos, 32 anos, usava o jornal impresso para calçar o notebook sobre a mesa. Na tela, as notícias se amontoavam em tempo real. Para a educadora, a interatividade e a rapidez fazem o mundo virtual se sobrepor ao impresso.

— Até leio o jornal de papel, mas na internet posso compartilhar e debater os conteúdos — revela.

Diante do paradigma que se atreve a reinventar a comunicação, o cenário de transição divide opiniões. Da desconfiança à adaptação, o coordenador de debates nas Jornadas Literárias, Alcione Araújo, conta que passou a ler mais ao trocar o impresso pelo digital e prevê um amadurecimento social diante das tecnologias.

— O impresso tende a desaparecer diante da praticidade, agilidade e interação da internet — pondera.

Principal destaque da 14ª Jornada, o franco-tunisiano Pierre Lévy ressalta a eficiência das novas tecnologias para proliferar a informação. Ele diz passar até duas horas diárias conectado ao Twitter e confessa não ler mais jornais nem ver TV. Uma mudança na rotina sem perder o principal: o conteúdo.

— Obtenho as informações de forma tão eficiente quanto na época em que era mais novo e, de fato, lia jornais — destaca.

A busca por maneiras de sobreviver e dialogar com as tecnologias regenera a ideia de comunidade imaginada proposta por Benedict Anderson. A diferença é que não há mais fronteiras para se comunicar. Diante do dilema entre a vanguarda do impresso e o futuro digital, prevalesce a tendência de uma transição de contrastes.

— Prefiro o papel, mas o futuro é a internet. O mais importante, porém, é circular a informação — resume a professora Caroline Rebelato Piccoli Carbonari, 29 anos, participante da Jornada.

Texto de Leandro Becker / Casa Zero Hora – Passo Fundo

Comentários (2)

  • Suze Elias diz: 25 de agosto de 2011

    Sou bibliotecária em uma biblioteca pública, meu setor é o de periódicos. Vivo em ambiente híbrido, temos usuários com seus notes e nets, também temos um espaço que permite acesso à internet. Meu setor é o que sempre tem público:jovens, senhores, crianças, mulheres, aqui se vê gente dividindo os cadernos dos jornais, conversam. Os que trazem seus equipamentos ficam voltados cada um para a sua janela. Imagino que teremos tablets nas mesas, que ficarão limpas, sem as marcas dos dedos dos que leem os jornais, sem cadernos para dividir, aquele silênnncio… Muito chato, apesar de ampliadas as fronteiras da comunicação.

  • Letícia Magalhães diz: 30 de agosto de 2011

    Olá! Adorei seu blog, muito criativo! Também tenho um blog e gostaria que vc desse uma olhada. O endereço é: http://www.criticaretro.blogspot.com/ Passe por lá! Lê ^_^

Envie seu Comentário