Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Os vencedores do Prêmio Açorianos 2012

11 de dezembro de 2012 0

A Coordenação do Livro e Literatura da Secretaria Municipal de Porto Alegre divulgou ontem, na Noite do Livro, a lista dos vencedores do Prêmio Açorianos de Literatura.  O Livro do Ano eleito pelo júri foi a coletânea de ensaios Afrontar Fronteiras, de Donaldo Schüler, que retoma em artigos algumas das discussões trazidas a Porto Alegre pelos convidados do projeto Fronteiras do Pensamento – do qual Donaldo Schüler é curador cultural.

O vencedor na categoria Criação Literária, que todo ano premia um original de algum gênero não publicado com um montante em dinheiro e com a edição da obra em livro, protagonizou uma nota curiosa. O prêmio este ano contemplava livros de poesia. O vencedor, entrechos ou valas do silêncio, de Guto Leite, também já havia vencido o concurso do IEL para ser editado pela Coleção Originais do Instituto, a mesma que lançou nove títulos recentemente de nomes como Nei Duclós ou Lourenço Cazarré. Nos exemplares da coleção, inclusive, ainda consta o nome do livro de Guto Leite como uma das obras ainda por publicar na série. De acordo com a diretora do IEL, a escritora Laís Chaffe, não havia nada nos editais da Coleção Originais que exigisse que os livros inscritos não pudessem ser apresentados a outros concursos semelhantes. Agora, o livro de Leite será publicado como vencedor no Açorianos, e não sairá mais pela coleção do Instituto.

Veja abaixo a lista dos vencedores do Açorianos 2012, com um link para resenhas de alguns deles quando já abordamos o livro aqui no blog:

LIVRO DO ANO
Afrontar Fronteiras, de Donaldo Schüler (Movimento).

NARRATIVA LONGA
Neptuno, de Leticia Wierzchowski (Record)

CONTO
Enquanto Água, de Altair Martins (Record)

CRÔNICA
Borralheiro: Minha Viagem pela Casa, de Fabricio Carpinejar (Bertrand Brasil)

POESIA
A Chama Azul, de Maria Carpi (AGE)

INFANTIL
Maria Teresa e o Javali, de Gustavo Finkler (Projeto)

INFANTOJUVENIL
Decifrando Ângelo, de Luís Dill (Scipione)

CAPA
Juliana Dischke por A Primeira Vez que Vi Meu Pai (Artes e Ofícios), de Márcia Leite.

PROJETO GRÁFICO
Joãocaré e Juliana Dischke, por A Primeira Vez que Vi Meu Pai (Artes e Ofícios), de Márcia Leite.

ENSAIO DE LITERATURA E HUMANIDADES
Afrontar Fronteiras, de Donaldo Schüler (Movimento).

ESPECIAL
O Tempo e o Rio Grande nas Imagens do Arquivo Histórico do RS, organização de Rejane Penna (IEL)

CRIAÇÃO LITERÁRIA – POESIA
entrechos ou valas do silêncio, de Guto Leite.


Envie seu Comentário