Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Dez lugares pelo mundo para fazer um passeio de balão

22 de setembro de 2014 0

balao

Recebi um e-mail com dicas bem bacanas da Teresa Perez Tours com dicas bem bacanas para quem quer passear de balão pelo mundo. São dez sugestões com lindas paisagens:

1 – Capadócia, Turquia
Com dezenas de empresas especializadas em oferecer o passeio, a região vem atraindo milhões de turistas desde os anos 90 com voos que acontecem ao nascer do sol e que mostram sua paisagem única, resultado da ação de forças naturais ao longo de milhões de anos. A cordilheira e os vales ganham características ainda mais interessantes com suas casas esculpidas nas pedras e vilarejos antigos.

2 – Vale do Loire, França
Com direito a champanhe e vistas para o pôr do sol, os roteiros de balão pelo Vale do Loire proporcionam uma visão privilegiada dos enormes castelos da região e de todo seu charme e riqueza histórica. O trajeto ainda inclui o rio Loire, um dos maiores da França, longos campos verdes e alguns vilarejos.

3 – Sossusvlei, Namíbia
Localizada ao sul do deserto da Namíbia, Sossusvlei é uma região repleta de dunas vermelhas que estão entre as mais altas do mundo, com animais selvagens e paisagens únicas. Esse voo de balão mostra todos os destaques com a emoção de se estar a 600 metros de altura. Entre os trechos mais bonitos do percurso estão a antiga floresta de árvores petrificadas Dead Pan e a observação das manadas de animais como gazelas, avestruzes e zebras.

4 – Masai Mara, Quênia
No Quênia, a riqueza da fauna também fica ainda mais visível a bordo de um balão. Com 1,5 mil quilômetros quadrados, a área do Reserva Nacional de Masai Mara abriga gnus, leões e girafas e diversas outras espécies. A visão panorâmica da savana ainda revela o povo masai, com suas antigas tradições e inesquecíveis trajes coloridos. Ali, a visão mais incrível é sobre um dos mais impressionantes fenômenos da natureza: a grande migração de animais, em que 1,3 milhão de animais saídos da Tanzânia atravessam o Masai Mara em busca de água e pastagem fresca.

234726_439045_a__769_rtico__arctic_kingdom

5 – Ártico, Arctic Kingdom
As baleias migratórias são apenas alguns personagens da experiência surpreendente que é voar em pleno Ártico. A região polar é percorrida em todo seu silêncio e vastidão, revelando icebergs, focas e também os temidos ursos-polares.

234726_439044_canyon_point__eua__web_

6 – Canyon Point, EUA
Nos Estados Unidos, em Canyon Point, os voos proporcionam vistas inéditas das formações rochosas que fazem a fama da região. Localizado no sul de Utah perto da fronteira do Arizona, o destino é cercado pelo Grand Canyon, Monument Valley, Grand Staircase – Escalante e Bryce e Zion National Parks, que revelam cenários de tirar o fôlego.

7 – Kruger Park, África do Sul

O gigantesco Kruger Park pode ser observado mais amplamente nos passeios de balão. O parque que abriga os lendários big five – leão, leopardo, elefante, rinoceronte e búfalo – entre muitos outros, oferece voos que acontecem ao nascer do dia.

8 – Bagan, Myanmar
Bagan é uma a cidade sagrada de Myanmar e está localizada na região central do país asiático. A melhor forma de explorar sua vasta planície, onde cerca de 4 mil templos budistas dominam o horizonte, é de balão. Quem opta pelo passeio, contempla a harmônica combinação entre natureza e espiritualidade.

9 – Gstaad, Suíça
Os imponentes Alpes suíços podem ser explorados de perto em um voo deslumbrante. Os passeios são oferecidos durante os meses de primavera e verão, quando as temperaturas estão mais agradáveis. O visual panorâmico inclui florestas, lagos e picos cobertos por neves eternas.

10 – Teotihuacan, México
Localizada a aproximadamente 50 km da Cidade do México, Teotihuacan é uma antiga cidade pré-colombiana, fundada por volta de 100 a.C. Conhecida por suas pirâmides maias, ela oferece passeios de balão para que as construções sejam apreciadas de um ângulo privilegiado.

VOOS CANCELADOS: O que fazer se tenho uma passagem da Air France

16 de setembro de 2014 0

Uma greve de pilotos está fazendo com que  a Air France opere apenas 40% dos voos nesta terça-feira. Por isso, a companhia aérea recomenta que os passageiros com reservas até o dia 22 de setembro adiem a viagem ou mudem seus bilhetes e garante que não haverá custo extra.

Como adiar a viagem

Os clientes podem adiar a viagem entre os dias 23 e 30 de setembro de 2014, sem custo adicional, alterando a reserva, que está sujeita à disponibilidade. Para os clientes cujos voos foram cancelados, o bilhete será devolvido na íntegra, sem qualquer custo.

Os passageiros ainda podem receber um crédito válido por um ano na Air France ou KLM em caso de adiamento da viagem depois de 30 de setembro de 2014; mudança de destino ou ponto de partida; e cancelamento. Para solicitar:

• entre em contato com sua agência de viagens
• acesse www.airfrance.com.br em “Visualizar/alterar suas reservas”
• acesse os sites móveis da companhia (mobile.airfrance.com.br)
(aplicativo Air France disponível para iPhone, Android e Windows Phone BlackBerry)
• Twitter @Airfrance ou Facebook.com/airfrance
• Central de Reservas Air France:
Capitais e regiões metropolitanas: 4003-9955
Demais localidades: 0800 888 9955

Voos já cancelados:

Voos entre São Paulo e Paris:

• 15/09: AF 456 Paris-São Paulo que partiria hoje às 10h30 do Aeroporto Paris-Charles de Gaulle

• 15/09: AF 459 São Paulo- Paris que partiria hoje do Aeroporto de Guarulhos às 19h10

• 15/09: AF 454 Paris-São Paulo que partiria hoje às 23h30 do Aeroporto Paris-Charles de Gaulle

• 16/09: AF 457 São Paulo-Paris que partiria amanhã do Aeroporto de Guarulhos às 15h40

• 16/09: AF 456 Paris-São Paulo que partiria amanhã às 10h30 do Aeroporto Paris-Charles de Gaulle

• 16/09: AF 459 São Paulo- Paris que partiria amanhã do Aeroporto de Guarulhos às 19h10

• 16/09: AF 454 Paris-São Paulo que partiria amanhã às 23h30 do Aeroporto Paris-Charles de Gaulle

• 17/09: AF 457 São Paulo-Paris que partiria dia 17/9 do Aeroporto de Guarulhos às 15h40

Voos entre Rio de Janeiro e Paris:

• 16/09: AF 442 Paris-Rio de Janeiro que partiria amanhã às 23h25 do Aeroporto Paris-Charles de Gaulle

• 17/09: AF 443 Rio de Janeiro-Paris que partiria 17/09 do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro – Galeão às 16h20

Voos de Brasília a Paris:

• 15/09: AF 520 Paris-Brasília que partiria hoje do Aeroporto Paris-Charles de Gaulle às 13h30

• 15/09: AF515 Brasília-Paris que partiria hoje do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitscheck às 22h40

 

Confira dez trechos com trens baratos, por entre 9 e 50 euros

15 de setembro de 2014 0

Quem está planejando a próxima viagem para a Europa para outubro vai ganhar uma colher de chá da Rail Europe, que está com ótimas promoções. O trecho de Roma a Veneza, por exemplo, custa a partir de 9 euros. De Madri a Barcelona, o bilhete sai a partir de 32 euros. Já para o trajeto entre Paris e Amsterdã os tickets custam a partir de 50 euros.

Pelo site, totalmente em português, é possível encontrar os trechos que ligam as cidades que pretende visitar, fazer reservas de assentos e ainda receber os bilhetes com toda a comodidade na própria residência.

Confira abaixo 10 trechos bastante procurados pelos viajantes na Europa e com preços até € 50*:

Roma – Veneza: € 9

Lisboa – Porto: € 26,8

Madri – Sevilha: € 28,7

Genebra – Milão: € 32

Madri – Barcelona: € 32

Milão – Roma: € 39

Londres – Paris: € 48,5

Londres – Bruxelas:  € 48,5

Berlim – Praga: € 49

Paris – Amsterdã: € 50

*Passagens pesquisadas para o dia 15/10. Sujeitas à disponibilidade

Descubra a Barcelona escondida debaixo da terra

08 de julho de 2014 0


_SC08138

Já não bastasse toda a beleza e história das construções do bairro Gótico, em Barcelona, este cantinho mágico da cidade ainda esconde mais em seu subsolo. E foi em um passeio sem compromisso por lá que me deparei, quase que por achado, com uma das unidades do Museu D´História de Barcelona (Muhba), o Conjunto Monumental da Plaza del Rei. Ela fica bem próximo da catedral de Barcelona, em meio a uma série de edificações medievais, onde uma ruína romana da a dica do que você vai encontrar embaixo dos prédios.

Encontrado por acaso durante as obras de fundamento da Casa Padellàs, em 1931, que foram descobertos os restos de uma importante parte do povoado romano que deu origem a Barcelona, Barcino. Começou então um trabalho de escavação arqueológica que descobriu construções datadas do século I antes de Cristo.
Tem como não ficar curioso?

 

DE VOLTA AO PASSADO
Uma passarela suspensa de vidro e ferro é o caminho para quem quer dar uma volta pela antiga Barcino. Apesar dos séculos de história, ainda é possível ver vestígios de mosaicos e até se perder pela grande escavação. Seguindo os passos do audioguia e se deixando levar pela iluminação, que colore as ruínas, não tem como não se sentir uma criança prestes a descobrir um novo mundo.
A ambientação é tão bacana, que as pedras ganham cores no local onde funcionava uma tinturaria no século II depois de Cristo.

_SC08136

 

PEÇAS
Além do caminho subterrâneo – parte que mais gostei no local – o museu conta também com uma coleção de objetivos e pinturas bem impressionante.

PREÇOS
O Muhba contempla uns dez museus/espaços diferentes. E o preço da entrada é bem em conta: 7 euros o ingresso normal, que combina o acesso a todas as unidades, mas há opções para menores de 29 e idosos por 5 euros, por exemplo. Tem ainda gratuidade em alguns dias do mês e também para algumas categorias – é melhor conferir certinho no museuhistoria.bcn.cat antes de se aventurar. Ah! E inclui audioguia. Se o preço não é empecilho, o que pode atrapalhar a sua aventura é o tempo. Sem detalhar muito, fiquei quase duas horas apenas na cidade romana subterrânea.

VIZINHANÇA
Não deixe, é claro, de visitar a catedral de Barcelona. Em estilo gótico, e por isso recheada de detalhes, é impressionante por dentro e por fora. Mas mulheres, para poder admirar os painéis de ouro no interior da igreja é preciso ir com uma roupa que tampe os ombros e que cubra até os joelhos.

Joinvilense conta como foi a experiência de conhecer o Marrocos

07 de julho de 2014 0

camelo
Quando a corretora de imóveis Carla Markle Titz me escreveu oferecendo dicas sobre Marrocos, não pude conter o sorriso. É que é um destino que ainda não conheço, mas que pelo qual morro de curiosidade e vontade.
– Comprei uma passagem para Espanha/Madri. Quando comecei a planejar a viagem, descobri a proximidade com o Marrocos, pelo estreito de Gibraltar, o que me motivou a conhecer o lugar – conta.
– Organizei toda a viagem, indo de Madri a Marrakesh de avião, e depois retornando por terra de Marrakesh até Tanger. Por último, usando um ferry boat de Tanger/Marrocos para Algecira, no extremo Sul da Espanha, cruzamos o estreito de Gibraltar – acrescenta Carla, que viajou com o marido Anderson Titz.

CLIMA E HOSPEDAGEM
A viagem de Carla ocorreu entre o fi m de maio e o início de junho, época de clima agradável na região.
– Agora é verão, o clima varia entre 20°C a 30°C . Em Marrakesh, eu peguei um hostel localizado dentro da Medina. A quantidade de hotéis dentro da Medina é muito grande, e eles fi cam próximos de tudo. Principalmente do Jemaa el Fna, praça da cidade, cheia de comerciantes e restaurantes.

PREPARE-SE
Entre as diferenças com a cultura ocidental está a gastronomia.
– Prepare-se para comer bastante couscous! – alerta Carla em tom de brincadeira.
– E o suco de laranja deles é maravilhoso. Lá não se vende bebida alcoólica – diz.

 

marrocos

 

COMUNICAÇÃO
Apesar das diferenças culturais, a corretora de imóveis joinivilense garante que é facil se entender com os moradores locais.
– Língua? Eles falam quase tudo! Frances, inglês, espanhol, italiano… pois vivem do turismo. Além disso, é país
é muito seguro, não há com o que se preocupar.

NÃO DEIXE DE CONHECER
Confira os passeios imperdíveis sugeridos por Carla
• Deserto de Zagora – Andamos de dromedário, dormimos em um acampamento de luxo no deserto, imperdível.
• Visitar a cidade de Marrakesh e a praça Jernaa el Fna
• Conhecer a cidade de Ouarzazate, uma cidade cinema de Marrocos onde são filmados vários filmes. O trajeto até esta cidade é maravilhoso.

ALERTA
– Não esqueça de jeito nenhum a máquina fotográfi ca e protetor solar…e prepare-se para pechinchar!

Como fugir da fila e visitar a igreja Sagrada Família, em Barcelona

07 de maio de 2014 0

sagrada familia

Nas últimas férias, estava no alto do monumento ao descobridor Cristóvão Colombo, no fim das Ramblas, em Barcelona – que, por sinal, achei um ponto turístico bem “furado” –, quando um casal de turistas do Sul da Espanha me perguntou qual das igrejas que se via no horizonte era a famosa Sagrada Família. Quando apontei para a imponente silhueta em formato de castelo de areia, a mulher se assustou.
– É aquela em obras? Está sendo reformada?
Eu expliquei que a menina dos olhos do arquiteto Antonio Gaudí ainda não estava pronta – e que vai demorar a ficar, já que a previsão é de que a igreja seja finalizada lá por 2030. Ela voltou a se surpreender, sorriu, agradeceu e disse que não poderia deixar de conhecê-la.
Mesmo esta senhora, que não fazia idéia de qual igreja era a Sagrada Família, sabia da importância de visitar este monumento inigualável. E se você também está indo para a capital catalã, não deixe de ler dicas para garantir o melhor proveito da visita.

ELA PRIMEIRO
Se o plano é conhecer mais obras de Gaudí – como o Parc Güell e a Casa Batló – o conselho é ir primeiro na Sagrada Família. É que a igreja conta com um museu bem interessante sobre o trabalho do arquiteto. Na primeira galeria do local – cuja visitação é gratuita para quem entra no monumento – há imagens de vários detalhes da obra do arquiteto com comparações com elementos encontrado na natureza. O lugar também tem desenhos, fotos, maquetes, vários itens bacanas para você entender a ideia e o processo de construção da Sagrada Família.

:: Fuja das filas da Torre Eiffel

INGRESSOS ANTECIPADOS
Vale muito agendar o horário para subir em uma das torres da Sagrada Família. E o principal motivo é: conseguir escapar da fila, geralmente gigantesca, além de ter uma experiência que, para mim, foi uma quase aventura. Basta acessar o www.sagradafamilia.cat e comprar os tiquetes, que, pelo menos para esta visita, não são muito concorridos.

:: Dez curiosidades sobre a Igreja Sagrada Família

escadaria

PREPARE-SE PARA AS ESCADAS
Quando falei em quase aventura, estava me referindo às escadas. É que para chegar ao topo das torres, parte do trajeto é feito de elevador, mas a outra parte… é pela escada. E que escada! Gaudí não pensou em nada muito acessível – por mais que bem bonito. A escadinha estreita, em forma de caracol, deixa aflito até quem não tem muito medo de altura e
cansa um pouquinho.]

:: Dicas sobre os metrôs Londres, Paris, Roma e Barcelona

BELA CAPELINHA
Depois de olhar a beleza impressionante do interior da Sagrada Família, encante-se com a capela subterrânea onde está o corpo de Gaudí. A entrada é pelo lado externo da igreja e não é muito disputada. Fui num momento de celebração religiosa e acabei não fotografando, em sinal de respeito.

vista torre sargada família

Nos últimos minutos da Torre Eiffel

22 de abril de 2014 1

DSC06985
Com os horários apertados – tinha apenas três dias em Paris – e sem ingressos antecipados, já estava quase me conformando em não subir na torre na minha última viagem para a França, em agosto de 2013. Mas queria muito ir, pois era a primeira vez do meu amado na cidade. Só que as longas filas de agosto nos desanimava.

:: Confira as dicas de melhores horários e como escapar das filas

Foi quando, na segunda noite, encontramos um casal de amigos para fazer um piquenique aos pés da torre e admirar o acender das luzes (que no verão ocorre às 22 horas). Já havíamos tomado um vinho e o papo chegava ao fim quando, 15 minutos antes de a torre fechar, resolvemos correr até a bilheteria.

Apenas o primeiro andar recebia visitação e todas as lojinhas e lanchonetes já estavam fechadas. Ainda assim, garanto, valeu a pena. Nossa câmera não era das melhores, então as fotos ficaram muito longe do merecido num passeio como este. Mas estar na torre iluminada e ver Paris se preparando para dormir foi um dos momentos mais encantadores da viagem.

Conheça a Ilha de San Andrés, um lugar para cultuar o mar

08 de abril de 2014 0

philipps2

Rodrigo Philipps é fotógrafo do A Notícia. Acho que foi por isso que ele optou por passar as férias na ilha de San Andrés, na Colômbia. O lugar é paradisíaco demais e rende ótimas imagens. Ele foi com a amada, Patrícia. E de quebra o casal comemorou a chegada de um herdeiro. E não poderiam ter escolhido um cenário mais bonito para isso. O contato com a natureza é uma das principais características do local que fica a cerca de 2 horas e meia de voo de Bogotá.
– No avião, recomendo comprar passagens do lado direito, pois permite ver a chegada na ilha. Aí você entende por que todos conhecem o local como “mar das sete cores”.
Segundo Rodrigo, é fácil se virar por lá. Além de receptivos, os locais se revezam entre espanhol e inglês, além do crioulo, mas todo mundo entende o português.
Na hora de se hospedar, há opções para todos os bolsos, desde resorts 5 estrelas até pousadas. Mas se você quer explorar o paraíso, é bom pegar uma opção bem localizada. Até mesmo porque se arriscar no trânsito por lá pode ser complicado. O fotógrafo conta que os carros não têm placa, os motociclistas não usam capacete e você vai encontrar até carrinhos de golfe circulando por aí.
COMPRINHAS
San Andrés é livre de impostos, por isso, as coisas são geralmente mais baratas do que no Brasil (30% no máximo segundo Philipps). Assim que você chega na cidade, é recomendável comprar um snorkel e máscaras, além de um sapatinho que custa 10 mil pesos.
– O equipamento é essencial para andar nos corais e na praia, pois a costa inteira tem formações de pedras – aconselha Rodrigo.
NÃO VOLTE SEM PROVAR
– Em uma das noites jantamos no restaurante Casa Blanca, que é também um hotel. A comida é muito boa. Quem não come peixe, tem a opção de experimentar carnes. O preço médio dos pratos é de 35 mil pesos. Mas o grande charme do local é a famosa bebida limonada de coco. Custa 10 mil pesos e é maravilhosa.

philipps


LA PISCINITA
– La Piscinita é um local simples, com uma lanchonete que serve almoço, lanches e bebidas. Ao mergulhar, muitos peixes comem na sua mão. A profundidade do lugar varia entre 5 e 10 metros de água completamente transparente. Minha esposa e eu ficamos quatro horas dentro da água e a vontade era de não sair nunca mais.

HOYO
– O Hoyo soprador é uma gruta por onde a água do mar entra e forma uma espécie de vulcão ao expelir o líquido quando o mar está mais agitado e a maré está alta.

BELEZAS NATURAIS
Outro lugar que merece um passeio de barco é Manta Raias, que sai por 20 mil pesos por pessoa.
– O guia mostra detalhes da ilha e leva o pessoal para conhecer o mangue. Depois, segue para um aquário, passando por uma ilhota cercada de corais e de peixes. Antes de chegarmos à ilhota, o guia pulou na água e pegou uma estrela do mar alaranjada.

VOLTINHA
O casal alugou um dos famosos carrinhos de golfe para dar uma volta pela ilha. Para isso, conversaram com uma guia. Este tipo de profissional ajuda na hora de agendar passeios. Um dia inteiro de passeio (9h às 18h) saiu por 70 mil pesos, mas chega a custar 150 mil dependendo do local onde você aluga o veículo.

TAM faz promoção especial para voos de Joinville até a próxima segunda-feira

03 de abril de 2014 0

A TAM Linhas Aéreas lançou uma promoção especialmente para os seus passageiros de Joinville. Até 7 de abril, os clientes da companhia poderão encontrar tarifas (por trecho) a partir de R$ 89* para as principais cidades brasileiras e R$ 442* para destinos na América do Sul, México, Estados Unidos e Europa, voando de Classe Econômica. A promoção também permite que as passagens sejam adquiridas com pontos TAM Fidelidade. Os destinos nacionais saem a partir de 5 mil pontos e os internacionais a partir de 10 mil.

Conheça a Church Street, a rua do agito no Centro de Orlando

01 de abril de 2014 0

churchstreet orlando

Acho incrível quando um lugar antigo, com história, ganha um novo uso e volta a ter vida. É lamentável ver construções antigas e muito belas se deteriorando – aposto que você conhece pelo menos uns três exemplos do que eu estou falando perto de onde você mora. Talvez por isso eu tenha me apaixonado tanto pela região da Church Street, em Donwtonw Orlando. O centro da cidade mais conhecida pelos parques de diversão é um prato cheio para quem procura entretenimento e boa gastronomia. Muitas das construções são dos anos 30 quando a região era o centro comercial de Orlando. A vida nova começou a surgir nas últimas décadas. Atualmente, a pequena rua central é fechada para carros diariamente entre 18 horas e 2 da madrugada. Toda terceira quinta-feira do mês, o local também é palco de shows artísticos. Nas proximidades, um teatro e um centro esportivo – que costuma sediar partidas de basquete, disputas de artes marciais e até concertos – garantem o movimento. A região vai ganhar, em breve, uma nova estação de trem e, também, pelo menos um restaurante.

DEU VONTADE
Achei o centrinho tão charmoso que não resisti e perguntei quanto custaria morar por ali. A nossa guia, que representa uma entidade organizada dos mais de 20 estabelecimentos de entretenimento da região, respondeu que é um dos lugares mais valorizados de Orlando. O aluguel mensal para um apartamento pequeno sai por, em média, 1,3 mil dólares – uns R$ 3,5 mil – por mês.

HAPPY HOUR
O primeiro lugar que conheci na Church Street foi o Ceviche, um restaurante com cardápio, decoração e música espanholas. A apresentação de música flamenca me encantou. A comida, nem tanto. Ainda assim, era um dos bares mais cheios e rende um happy hour promissor, regado a sangria.

JANTAR
O restaurante KRES é aquele lugar delicioso para sentar e jantar. O forte do local são as carnes – e eu aconselho a costela de cordeiro – mas também boas opções com frutos do mar. O ambiente fino contrasta um pouco com boa parte das baladinhas da Church Street. As sobremesas também são de tirar o fôlego. O local, que tem cerca de dez anos, é um ambiente de negócios.

VISTA DE CIMA
Se você entrar pela portinha ao lado do bar Latitudes vai encontrar quatro andares de bar. A cada paradinha na escadaria, uma opção diferente de entretenimento. No topo do prédio, um lugarzinho aberto, mais estilo praia, dá uma visão geral da rua.

AGITO
Não entrei, mas deveria ter entrado no restaurante Mary´s. A hamburguería era o lugar mais animado, graças ao show de uma drag queen que cantava e dançava em companhia de alguns garçons do lugar.

* A jornalista viajou a convite do Visit Orlando.