Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de fevereiro 2009

Cuca no Vale dos Vinhedos

28 de fevereiro de 2009 1

Em um post recente, contei sobre a viagem ao Vale dos Vinhedos para a Festa da Vindima. Além do agradável passeio, foi possível experimentar muitas delícias. Uma delas é a cuca feita com as uvas do parreiral da Vinícola Valduga. Valem a pena o passeio, os pratos servidos na Vinícola e, claro, os espumantes, os vinhos e o suco.

 

Foto: Carlos Edler

 

Cuca de uva

500g de farinha de trigo especial

1 ovo

1/2 xícara de açúcar

30g de fermento biológico fresco

1/2 xícara de leite

1/2 xícara de água

1 colher (sopa) de manteiga

1 pitada de sal

erva-doce

noz-moscada

Recheio

200g de grãos de uva

açúcar

canela

Farofa

1/2 xícara de açúcar

2 colheres (sopa) de manteiga

3 colheres (sopa) de farinha de trigo

 

Modo de Fazer

1. Dissolva o fermento com o açúcar.

2. Junte o ovo, a manteiga e o sal.

3. Adicione a água e o leite mornos, alternando com a farinha de trigo peneirada.

4. Acrescente erva-doce e noz-moscada a gosto.

5. Sove a massa até que fique homogênea.

6. Cubra com um plástico e deixe crescer até dobrar de volume.

7. Abra a massa, recheie com as uvas polvilhadas com açúcar e canela e enrole como rocambole.

8. Corte em pedaços e coloque na fôrma, viradas para cima, de modo que apareçam os grãos de uva.

9. Misture a manteiga derretida, o açúcar e a farinha de trigo até formar uma farofa.

10. Distribua sobre a cuca.

11. Cubra e deixe crescer até dobrar de volume.

12. Leve ao forno pré-aquecido, a 180 graus, por 30min.

 

Postado por Bete Duarte

Surpresa de chocolate

27 de fevereiro de 2009 10

Tenho diferentes receitas desse bolo. Algumas com a massa branca, outras com chocolate. Uns o chamam de bolo-bomba, outros de bolo-surpresa. Gosto mais de chamá-lo de surpresa, porque ele surpreende quando cortado. O recheio escorre e inunda o prato de um aveludado creme de leite condensado e gemas.

 

Fotos: Genaro Joner

Bolo surpresa

 3 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de chocolate em pó
1 xícara de leite
3 gemas
100g de manteiga
2 xícaras de açúcar
3 claras em neve
1 colher (sopa) de fermento em pó
Recheio
1 lata de leite condensado
3 latas de leite
3 gemas
3 colheres (sopa) de maisena
1 caixinha de creme de leite
Cobertura
200g de chocolate meio amargo
1 caixinha de creme de leite

 

Modo de fazer

1. Prepare o creme, levando ao fogo as gemas, o leite condensado e a maisena dissolvida no leite.
2. Mexa até engrossar.
3. Deixe esfriar e junte o creme de leite, mexendo bem até que fique um creme liso. Reserve.
4. Bata as claras em neve firme. Reserve.
5. Bata o açúcar com a manteiga.
6. Junte as gemas e bata mais um pouco.
7. Adicione o leite, alternando com a farinha de trigo peneirada com o fermento em pó e o chocolate em pó e misture bem.
8. Acrescente as claras batidas em neve e misture delicadamente.
9. Unte uma forma de fundo removível e forre o fundo com papel-manteiga.
10. Coloque metade da massa.
11. Com uma colher, coloque delicadamente o recheio, sem chegar até as bordas.
12. Distribua por cima o restante da massa de chocolate.
13. Leve ao forno pré-aquecido, em temperatura média, por cerca de 40min.
14. Só desenforme quando estiver completamente frio.
15. Retire o papel-manteiga.
16. Aqueça o creme de leite.
17. Quando estiver bem quente, junte o chocolate picadinho e misture até que fique homogêneo.
18. Cubra o bolo e decore a gosto.

 

 

Dicas

* O recheio pode ser mais firme, evitando que escorra ao cortar. Para isso, basta acrescentar um pouco mais de maisena.

 

* Se quiser um bolo branco, substitua a xícara de chocolate em pó por uma de farinha de trigo.

 

Postado por Bete Duarte

Pãozinho de chocolate

21 de fevereiro de 2009 3

Como chocólatra assumidíssima e apaixonada por pães, não preciso dizer que adorei o pãozinho recheado com chocolate. A massa ficou muito macia, porque adicionei mandioquinha, como fiz na receita de nariz entupido já publicada aqui. Apesar de poder utilizar chocolate branco, ao leite ou amargo, acho que o amargo combina melhor e se destaca mais. 

 

Foto Adrina Franciosi

 

Pão de chocolate

700g de farinha de trigo especial

2 ovos

2 colheres (sopa) de fermento biológico seco

3/4 de copo de óleo de canola

1/2 xícara de açúcar

1 colher (sobremesa) de sal

300g de mandioquinha

1 xícara de leite morno

Recheio

chocolate meio amargo ou ao leite

 

Modo de fazer

1. Cozinhe a mandioquinha, amasse como para purê. Reserve.

2. Junte os ovos, o óleo, o açúcar, o sal e o fermento.

3. Acrescente a farinha de trigo peneirada e o purê de mandioquinha e alterne com o leite, adicionado aos poucos, amassando até que fique uma massa homogênea.

4. Cubra com um plástico e deixe crescer.

5. Modele os pães, recheando com pedaços de chocolate.

6. Pincele com gema e deixe crescer novamente até dobrar de volume.

7. Leve ao forno preaquecido, em temperatura média, até que estejam dourados.

 

 

Postado por Bete Duarte

Passeio nos vinhedos

20 de fevereiro de 2009 0

Estive no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, acompanhando a Festa da Vindima e fazer uma reportagem para o caderno Gastronomia, do jornal Zero Hora, que está circulando hoje. Quem vai à Serra apenas no inverno não sabe o que está perdendo. Esta época, os parreiras estão carregados, e a região comemora a boa safra. Confira alguns bons momentos, registrados pela competente lente de Carlos Edler.

 

Os turistas colhem uvas em um vinhedo orgânico

 

Cantores do grupo típico italiano anima o trabalho de colheita

 

Um brinde com espumantes

 

Nada melhor do que comer a uva recém-colhida

 

As antigas casas de madeira ainda podem ser admiradas

 

Uvas de mesa impressionam pelo tamanho dos cachos

Postado por Bete Duarte

O velho/novo nariz entupido

19 de fevereiro de 2009 7

Quando eu era criança (e bota tempo nisso!), adorava comer o que chamávamos de nariz entupido. Resumindo: uma massa de pastel, enrolada em forma de cone e recheada de creme de confeiteiro ou de doce de leite. Só um problema costuma de afastar dessa delícia: a massa é frita.

Mas tudo na vida tem solução. Por isso, resolvi colocar aqui uma versão mais leve, apesar de continuar calórica: o nariz entupido assado. A massa, que lembra um pãozinho, é delicada, e o segredo está na presença de mandioquinha cozida e amassada.

Para deixar no formato de nariz entupido, com espaço para o creme, a massa é enrolada em tubinhos de metal (vendidos em lojas de produtos de confeitaria). Depois de assados, os pãezinhos devem amornar, para que sejam retirados os tubinhos, que ficam muito quentes. Só resta, então, rechear a gosto e se deliciar.   

Fotos: Adriana Franciosi

 

NARIZ ENTUPIDO DE MANDIOQUINHA

 

700g de farinha de trigo especial

1 ovo

1 1/2 colher (sopa) de fermento biológico seco

3/4 de copo de óleo de canola

200g xícara de açúcar

1 colher (sobremesa) de sal

300g de mandioquinha cozida e amassada

1 1/2 xícara de leite

Recheio

 500ml de leite 

250g de açúcar

75g de farinha de trigo

4 gemas

essência de baunilha

 

1. Cozinhe a mandioquinha, amasse como para purê. Reserve.

2. Junte o ovo, o óleo, o açúcar, o sal e o fermento.

3. Acrescente a farinha de trigo peneirada e o purê de mandioquinha e alterne com o leite, adicionado aos poucos, amassando até que fique uma massa homogênea.

4. Cubra com um plástico e deixe crescer.

5. Prepare o creme, levando ao fogo o leite com metade do açúcar até que comece a ferver.

6. Junte a farinha de trigo misturada com o restante do açúcar e mexa para não embolotar até que esteja cozido.

7. Adicione as gemas e a baunilha e misture mais um pouco.

8. Com um rolo, abra a massa na espessura de 0,5cm.

9. Corte em tiras de 3cm x 20cm e enrole em tubinhos de alumínio.

10. Pincele com gema e leve os tubinhos ao forno, em fôrma untada, até que dourem.

11. Depois de assados, retire os tubinhos e recheie com o creme.

12. Polvilhe com açúcar de confeiteiro.

 

O recheio de creme pode ser substituído por doce de leite ou leite condensado cozido por 40min

Postado por Bete Duarte

Pavê salgado

15 de fevereiro de 2009 2

A combinação de alho-poró, cream cheese e pesto de rúcula resulta em uma entrada deliciosa, para ser servida com torradinhas douradas na manteiga. Mas variações são possíveis: o pesto pode servir de molho para massa e o pavê ser servido como acompanhamento de carne, ave ou peixe.

 

Foto: Adriana Franciosi

 

 

Pavê de alho-poró com pesto de rúcula

 

200g de alho-poró

200g de nata

70g de cream cheese

6 ovos

raspas de noz-moscada

Pesto

50ml de molho de alho pronto

2 molhos de rúcula (só folhas)

100ml de azeite de oliva extravirgem

sal

 

Modo de fazer

 

1. Pique o alho-poró e coloque no liquidificador com os demais ingredientes.

2. Bata até que fique um creme homogêneo.

3. Forre uma fôrma de pão com papel-filme.

4. Asse o pavê, em banho-maria, por 40min a 160 graus.

5. Para o pesto, bata no liquidificador a rúcula, o molho de alho, o azeite e o sal.

6. Sirva o pavê regado com o molho.

  

 

Postado por Bete Duarte

Sem muita pressa

14 de fevereiro de 2009 1

Adoro apetrechos de cozinha, ainda mais quando são diferentes e criativos. É o caso desses pegadores de massa com formato de tartaruga. Eles fazem parte do catálogo do viceversa.com

 

Fotos: divulgação

Postado por Bete Duarte

Empadas que se desmancham

13 de fevereiro de 2009 77

Lá em casa, as empadinhas de palmito terminam logo depois de sairem do forno. Sei que muita gente abomina o uso de banha, mas tenho que admitir que a consistência muda, se forem feitas com manteiga, óleo ou azeite de oliva. Por isso, deixe o preconceito um pouco de lado e experimente. Elas se desmancham na boca.

 

Foto: Arivaldo Chaves

 

Empadinha de massa podre

 

500g de farinha de trigo

200g de banha

50g de margarina

2 ovos

1 colher (chá) de sal

Recheio

3 colheres (sopa) de azeite de oliva

1 cebola

1 dente de alho

1 vidro de palmito picado

1 pote de requeijão cremoso

1 colher (sopa) de farinha de trigo

 

Modo de fazer

 

1. Em uma vasilha grande, coloque a farinha de trigo, a banha, a margarina e os ovos levemente batidos.

2. Misture com as mãos até que fique uma massa lisa e que não grude.

3. Sove sobre uma superfície lisa e enfarinhada.

4. Ponha a massa dentro de um saco plástico e deixe descansar por cerca de 15min.

5. Para o recheio, em uma panela, aqueça o azeite.

6. Junte a cebola e o alho e refogue.

7. Adicione o palmito picado, o requeijão cremoso e a farinha de trigo e mexa até formar um creme espesso. Deixe esfriar.

8. Abra a massa em forminhas de empada.

9. Coloque o recheio frio e cubra com um pouco de massa.

10. Pincele com gema.

11. Leve ao forno preaquecido, à temperatura de 200 graus, por cerca de 20min.

 

Postado por Bete Duarte

Sorvete bem brasileiro

12 de fevereiro de 2009 1


A receita do sorvete brasileiro combina dois ingredientes bem brasileiros: abóbora e coco. O resultado é fantástico e delicioso. Pode ser servido em bolas, dentro da casca do coco, ou montado em torta.

 

Foto: Fernando Gomes

Sorvete bem brasileiro

 

1,5kg de abóbora de pescoço para doce

700g de açúcar

cravo-da-índia

canela em pau

250g de coco ralado

2 latas de creme de leite

Merengue

10 claras em neve batidas

1 xícara de açúcar

 

Modo de fazer

 

1. Cozinhe a abóbora com o açúcar, o cravo, a canela e o coco ralado, até começar a desprender do fundo da panela.

2. Deve ficar em ponto de chimia seca.

3. Retire o cravo e a canela e coloque o doce no liquidificador, batendo com o creme de leite até virar um creme.

4. Bata as claras em neve com o açúcar até ficar um merengue bem firme.

5. Misture, levemente, o merengue com o creme de abóbora, sem bater.

6. Leve ao freezer por 12h.

7. Sirva com calda de caramelo ou outra de preferência.

8. Enfeite com coco em fitas.

Postado por Bete Duarte

Torta gelada de damasco

11 de fevereiro de 2009 3

Parece incrível, mas sorvete não é uma das sobremesas que fascina. Confesso, até, que gosto mais das tortas de sorvete caseiras, aquelas que ficam cremosas quando cortadas, mas que têm recheios e coberturas variadas. Vou postar aqui diferentes receitas, mas todas muito saborosas.

 

Foto: Paulo Franken

 

Torta gelada de damasco

1 lata de leite condensado

1 pote de iogurte natural

5 claras em neve

4 colheres (sopa) de açúcar

300g de nata batida em chantilly

300g de damascos

3 colheres (chá) de gelatina em pó

3 colheres (sopa) de água

Molho

100g de damasco

1/2 xícara de açúcar

1 xícara de suco de laranja

água

 

Modo de fazer

 

1. Ferva os damascos em água até amaciarem. Reserve.

2. Dilua a gelatina em 3 colheres (sopa) de água.

3. No liquidificador, bata o leite condensado, o iogurte, a gelatina diluída e o damasco.

4. Acrescente os ingredientes do liquidificador ao chantilly e misture bem.

5. Por último, acrescente a mistura às claras batidas com açúcar.

6. Coloque em fôrma forrada com papel-filme e leve ao freezer por, no mínimo, 4h.

7. Para o molho, leve todos os ingredientes ao fogo até que fiquem cozidos.

8. Ainda quente, bata no liquidificador.

9. Se ficar muito firme, acrescente água.

 

  

Postado por Bete Duarte