Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de abril 2011

Uma delícia italiana

28 de abril de 2011 0

Estive visitando a escola de gastronomia da Universidade de Caxias do Sul, que tem a parceria do Instituto de Culinária Italiana para Estrangeiros (ICIF), em Flores da Cunha. Fiquei encantada com a qualidade da escola, que atrai estudantes não só do Rio Grande do Sul. Tem alunos de Minas Gerais, Espírito Santo, São paulo, Rio de janeiro, Foz do Iguaçu e muitos de Manaus.

O encerramento da visita foi com um delicioso almoço preparado por professores e alunos. O talharim com filé recheado, harmonizado com um vinho tinto nacional,  foi uma das iguarias servida naquele dia tão chuvoso.


Talharim com filé recheado



TALHARIM COM FILÉ RECHEADO

500g de farinha de trigo massa fresca
150g de farinha de trigo especial para panificação
4 ovos
2 gemas
Molho
1kg de tomate maduro
200ml de azeite de oliva extravirgem
30g de manjericão
100g de manteiga sem sal
200g de shitake em lâminas
100g de shimeji
100g de cogumelo paris em cubos
100g cogumelo porto belo
200g de vagem em tiras
10g de alho
10g de sal refinado
5g de pimenta-do-reino
Filé
1kg de filé mignon
200g de miolo de pão picado
100g de queijo grana padano
10g de alecrim
100g de pancetta
100ml de azeite de oliva extravirgem
50g de manteiga sem sal
15g de sal
5g de pimenta-do-reino

Modo de fazer
1. Para a massa, junte todos os ingredientes até formar uma massa bem macia e descansar por 20min.
2. Estique a massa na espessura de 2mm e deixe secar um pouco.
3. Corte bem fino com uma faca.
4. Para o molho, salteie em 100ml de azeite de oliva os tomate, metade do alho e metade do manjericão.
5. Acrescente uma parte do sal e a pimenta.Reserve.
6. Ferva em água salgada a vagem até ficar al dente.
7. Esfrie e acrescente ao tomate.
8. Salteie com o restante do azeite de oliva os cogumelos, o alho, sal e pimenta.
9. Junte ao tomate e coloque a manteiga derretida. Reserve.
10. Para o filé, salteie em 10g de azeite
de oliva a pancetta e junte todos os ingredientes exceto o azeite, misturando bem com uma colher até que dissolva a manteiga.
11. Abra o filé, recheie, feche com barbante e leve ao forno preaquecido, a 230 graus, com 40g de azeite de oliva até ficar no cozimento desejado.
12. Cozinhe a massa em água salgada fervente por 1min.
13. Escorra e salteie com o molho.
14. Corte o filé em fatias.
15. Sirva a massa com o filé e regue com o azeite de oliva e decore com o restante das folhas de manjericão.

Com feijão

27 de abril de 2011 0

Você não leu errado. O ingrediente principal desta receita é mesmo o feijão. E aquele preto, o mais consumido na mesa dos gaúchos. O pão de feijão foi apresentado durante a Fejão 2011, festa realizada em Sobradinho.

Pão de feijão


PÃO DE FEIJÃO

1kg de farinha de trigo
1 xícara de feijão cozido batido no liquidificador
1 colher (sopa) de sal
3 colheres (sopa) de açúcar
5 colheres (sopa) de óleo
2 colheres (sopa) de fermento biológico seco
750ml de água levemente morna

1. Ponha todos os ingredientes numa bacia e vá juntando a água.
2. Amasse bem, juntando mais farinha, se necessário até o ponto de ficar uma massa macia.
3. Cubra e deixe a massa crescer até dobrar de volume.
4. Amasse novamente e modele os pães, colocando em formas untadas e deixe crescer novamente.
5. Leve ao forno preaquecido, a 190 graus.

Com aipim

12 de abril de 2011 0

Nem só de bolos e bolinhos vive o aipim. Ingrediente versátil pode estar presente em receitas doces e salgadas, pães, bolos e tortas. Apesar de toda essa versatilidade, ainda existem muitas possibilidades inexploradas com o aipim (mandioca) e seus derivados. Para incentivar a pesquisa e o desenvolvimento de receitas com o aipim e seus derivados, o caderno Gastronomia criou um concurso para alunos das escolas e faculdades de gastronomia do Rio Grande do Sul, que vai escolher a melhor receita doce e a melhor receita salgada com esse ingrediente.
O concurso lançado há 15 dias já recebeu a adesão do Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia da Universidade de Santa Cruz, do Curso de Gastronomia da Unisinos, do Senac Bento Gonçalves, da Faculdade de Tecnologia do Senac de Porto Alegre e da Escola de Gastronomia UCS/ICIF, de Flores da Cunha.
Do concurso, que tem como parceria a Tramontina, podem participar os alunos dos cursos de gastronomia (cozinha, panificação e confeitaria), sob orientação de professores, que vão representar suas escolas, apresentando estudos e receitas que permitam a melhor valorização do aipim.   

Como participar

1. As escolas e as faculdades deverão manifestar seu interesse em participar pelo e-mail gastronomia@zerohora.com.br até o dia 30 de abril.

2. Os alunos só poderão participar sob a supervisão de um professor da escola inscrita.

3. Só podem participar escolas regulares de gastronomia e faculdades.

4. As escolas indicarão, até o dia 30 de junho, duas receitas (uma doce e uma salgada) para representá-las.

5. Em julho, serão selecionadas seis receitas finalistas.

6. Um júri, coordenado pela editora do caderno Gastronomia, Bete Duarte, vai escolher as duas vencedoras, uma em cada categoria.

7. Os critérios de seleção considerarão criatividade, inovação, aproveitamento do ingrediente, apresentação, e claro, sabor.

8. Os vencedores e suas escolas receberão um certificado do caderno Gastronomia.


Tradição pernambucana

08 de abril de 2011 1

O bolo de rolo é uma tradição pernambucana, reconhecido como patrimônio imaterial do Estado. A massa é delicada e com poucos ingredientes. Assada muito fina e enrolada com recheio de goiabada é servida em fatias igualmente finas. Confira a receita e um passo a passo elaborado pela culinarista Noemea Munaretti.

Foto Tadeu Vilani


Bolo de rolo

250g de açúcar

250g de manteiga

6 ovos

250g de farinha de trigo

raspas de limão

Recheio

350g de goiabada derretida

1/2 xícara de vinho Moscatel (opcional)


1. Bata a manteiga com o açúcar até ficar um creme fofo e esbranquiçado.

2. Junte os ovos inteiros, um a um, e continue batendo.

3. Desligue a batedeira e junte a farinha de trigo,  misturando com uma espátula.

4. Bata ligeiramente para dar ponto de creme.

5. Unte 4 formas retangulares baixas com manteiga e farinha.

6. Espalhe a mistura da forma, deixando uma camada muito fina.

7. Leve uma forma de cada vez ao forno pré-aquecido, a 180 graus, por 5min.

8. Vire a massa com cuidado sobre um pano de prato limpo e polvilhado com açúcar.

9. Espalhe sobre ela a goiabada derretida com o vinho.

10. Com a ajuda de um pano de prato polvilhado com açúcar, enrole cuidadosamente a massa, formando um rocambole.

11. Retire a outra massa do forno e coloque junto á borda onde terminou a massa anterior.

12. Espalhe a goiabada e enrole novamente.

13. Repita até o final de quatro camadas.

14. Sirva em fatias bem finas.

Confira a receita em vídeo:

Bolinhos recheados

07 de abril de 2011 0

O aipim é um ingrediente muito versátil e muito utilizado na cozinha brasileira. Na Serra, pode ser apresentado como bolinho. E fica ainda mais saboroso que a massa puder ter algum recheio como queijo da colônia e linguiça. Ideal para acompanhar uma cerveja gelada.



Bolinho de aipim com linguiça e queijo


1kg de aipim cozido

4 ovos

2 xícaras de farinha de trigo

200g de queijo colonial picado

200g de linguiça picada

tempero verde

sal

Modo de fazer

1. Cozinhe o aipim até que fique macio.

2. Com ele ainda quente, amasse bem até formar um purê.

3. Acrescente os ovos, a farinha de trigo, a linguiça picada, o queijo e o tempero verde.

4. Tempere com sal e, se quiser, pimenta-do-reino.

5. Faça bolinhos do tamanho de almôndegas.

6. Polvilhe com farinha de trigo.

7. Frite em óleo quente até dourar.