Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Ivan Batman e Kevin Souza garantem vitórias para SC no UFC Belo Horizonte

04 de setembro de 2013 0

Ivan Batman e Kevin Souza estrearam no UFC com vitória, ontem, em Belo Horizonte. Os dois atletas da Team Tavares, de Florianópolis, confirmaram 66,6% de aproveitamento de Santa Catarina no evento, já que os outros 33,3% ficaram na derrota do manezinho João Zeferino para Elias Silvério.

Batman estreou com vitória na decisão unânime. Foto: Alexandre Loureiro/UFC

Batman estreou com vitória na decisão unânime. Foto: Alexandre Loureiro/UFC

Voo do Batman

Sem negar o nervosismo de participar do maior evento de MMA do mundo, Ivan Batman fez um duelo duro contra o norte-americano Keith Wisniewski. Sem conseguir impor o seu jogo, de derrubar e tentar finalizar no Jiu-Jitsu, o lutador da Team Tavares foi sendo obrigado a trocar golpes e conseguiu pontuar a ponto dos juízes considerarem a vitória por decisão unânime. Para quem chegou ao UFC com 32 anos e lutou uma categoria acima da sua, um começo e tanto.

—  Como já estou faz tempo lutando na categoria até 70kg, senti muito a força dele. Como ele estava mais pesado, estava também mais lento, e eu consegui imprimir um pouco de velocidade. Mas eu senti muito cansaço no fim da luta  contou Batman.

Sertanejo

Mão levantada e quebrada

Kevin Souza é especialista em Boxe, e foi com a Nobre Arte vinda da Bahia, aperfeiçoada por Kelson Pinto e Marcus Luz, que o baiano radicado em Floripa chegou com o punho direito no UFC. Em um duelo de três rounds contra Felipe Sertanejo, o lutador da Team Tavares venceu na decisão dividida dos juízes e ganhou, além da vitória, uma fratura na mão.
—  Só tenho agradecer a Team Tavares, a todos os meus companheiros de treino —  comentou Kevin, ainda no octógono.
O duelo com Sertanejo foi duro, mas um direto no terceiro round, que tonteou adversário, ajudou os juízes a decidirem quem seria o vencedor.

1097_04.10.2013_46701_ef_20130904

Segunda derrota

Na sua segunda luta no UFC, o catarinense João Zeferino não conseguiu sair com a vitória. Em um duelo entre o especialista de Jiu-Jitsu, o manezinho, e o Muay Thai de Elias Silvério, a arte do paulista foi mais eficiente, que venceu na decisão unânime dos juízes.

Zeferino começou o combate tentando levar o adversário ao chão, mas era constantemente bloqueado. Nesse jogo de gato e rato, Silvério conseguiu aplicar bons golpes e quase nocauteou o catarinense, que resistiu bem. No terceiro round, no tudo ou nada, o paulista mostrou mais força e dominou o combate, carimbando a terceira vitória de um catarinense no evento.

— Infelizmente lutei muito mal hoje. Parabéns ao Elias que foi melhor! Obrigado ao UFC por tudo, vcs são os melhores — escreveu Zeferino no Twitter.

Glover nocauteia

Lutando em casa, o mineiro Glover Teixeira contou com a força da torcida para se recuperar de um knockdown e nocauter o americano Ryan Bader no primeiro round. Na coletica, Marshall Zelaznik, diretor do UFC, confirmou que Glover será o próximo desafiante ao cinturão dos meio-pesados, que será decidido entre Jon Jones e Alexander Gustafsson, que acontece no UFC 165.

É o bicho

Na co-luta da noite, o manauara Ronaldo Jacaré não deu chances para o japonês Yushin Okami e venceu com um grande nocaute no primeiro round. Agora, Jacará está nas cabeças da categoria dos meio-médios e, se não for contra Anderson Silva, pode disputar o cinturão.

Resultados (by Tatame)

Glover Teixeira derrotou Ryan Bader por nocaute técnico no 1R
Ronaldo Jacaré derrotou Yushin Okami por nocaute técnico no 1R
Joseph Benavidez derrotou Jussier Formiga por nocaute técnico no 1R
Piotr Hallmann finalizou Francisco Massaranduba com uma kimura do 2R
Rafael Sapo derrotou Tor Troeng por decisão unânime dos jurados
Ali Bagautinov derrotou Marcos Vina por nocaute técnico no 3R

Card preliminar
Kevin Souza derrotou Felipe Sertanejo por decisão dividida dos jurados
Lucas Mineiro finaliza Junior Hernandez com um mata-leão no 1R
Elias Silvério derrotou João Zeferino por decisão unânime dos jurados
Ivan Batman derrotou Keith Wisniewski por decisão unânime dos jurados
Sean Spencer derrotou Yuri Villefort por decisão dividida dos jurados

Envie seu Comentário