Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Catarinense Ricardo Tirloni tenta ir à semifinal do GP do Bellator nesta sexta-feira

27 de setembro de 2013 0
Tirloni vai ter uma pedreira pela frente. Foto: Jorge Jr./Ag. RBS

Tirloni vai ter uma pedreira pela frente. Foto: Jorge Jr./Ag. RBS

Após duas derrotas consecutivas, o catarinense Ricardo Tirloni quer deixar para trás a má fase e avançar hoje às semifinais do Bellator, segundo maior evento de MMA do mundo. E o atleta de Balneário Camboriú, que entrou no GP após Robin Sinclair se machucar, não vai ter moleza. Rich Clementi, 37 anos, tem 45 vitórias na carreira e vai pra dentro.

– Não vivo só de vitórias, tenho derrotas, e quero lutar bem porque na última eu fiquei muito aquém do que eu faço. Eu quero entrar no cage do Bellator e mostrar pelo menos 80% do que eu sou. O Rich Clementi vem pra porrada, ele vem pra cima, e tem tudo para ser a luta da noite – comentou Tirloni, que desde segunda-feira está Portland, nos Estados Unidos, local da luta.

Luta tem que fazer sentido

Foram três meses de treinos intensivos – um deles nos Estados Unidos. O lutador, eleito a maior promessa do MMA em 2011, não quer lutar por lutar.

– Eu já vinha querendo enfrentar um cara de nome e que já bateu em bastante gente. É um combate que faz sentido pra mim, venho de uma fase ruim, e quero mostrar que estou no mesmo nível deles – avisou.

Bellator 101
Hoje, a partir das 22h
Portland (EUA)
Transmissão do canal Esporte Interativo

Envie seu Comentário