Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Cain Velásquez repete a dose e vence Júnior Cigano por nocaute no UFC

20 de outubro de 2013 0
Velásquez impôs mais uma derrota para Cigano. Foto: UFC/Divulgação

Velásquez impôs mais uma derrota para Cigano. Foto: UFC/Divulgação

A história se repetiu. Mais uma vez o norte-americano Cain Velásquez não deu chances para o catarinense Júnior Cigano e venceu por nocaute no quinto round, mantendo o cinturão dos pesos pesados no UFC 166, em Houston.

Foi um combate duro, onde Cigano não conseguiu desgrudar as costas da grade, se tornando alvo constante dos potentes socos de Velásquez. O americano, por sinal, aplicou boas quedas e dominou toda a luta, mesmo levando sustos com coteveladas curtas.

Mas a luta deixou claro que Cain Velásquez está em um patamar mais avançado que o catarinense, seja fisicamente ou tecnicamente. Até o Boxe, carro-chefe de Cigano, ficou abaixo do esperado por conta do jogo de pressão imposto por Velásquez. E após cair no quinto round de cabeça, depois do castigo dos golpes, o árbitro Herb Dean deu a vitória ao norte-americano por nocaute técnico.

Garra e coração

Júnior Cigano nãoconseguiu colocar seu jogo, até acertou alguns golpes, mas foi muito castigado, pela segunda vez. Um dos seus olhos estava praticamente fechado, enquanto o outro jorrava sangue por conta de um corte profundo no supercílio.

Após a luta, ainda no octógono, o catarinense comentou sobre o combate.

- Eu estava muito bem para essa luta. Ele (Cain Velásquez) é muito, muito… Ele me derrotou (risos). Vou treinar para ficar melhor e poder enfrentá-lo de novo.

Fabrício Werdum na fila

Se Dana White cumprir com a palavra, Fabrício Werdum será o próximo desafiante ao cinturão dos pesos pesados. Depois de ter sido técnico do TUF Brasil 2 e finalizado Minotauro, Werdum está esperando pela chance de disputar o cinturão. E no Twitter ele já deu mostrar de que quer muito encarar Cain Velásquez.

- Muito boa luta! Agora vou focar muito para ser o novo campeão! O jogo do Cain é perfeito pra mim!

Luta do ano

Gilber Melendez e Diego Sanchez protagonizaram uma batalha sangrente, mas de muita entrega e trocação pura. Foi um combate de fazer o cara levantar do sofá pela quantidade de golpes trocados, um exemplo de como não fazer uma luta chata.

O UFC 166 foi um belíssimo evento, recheado com nocautes e, salvo engano, sem nenhuma luta morna. Foi pura adrenalina e entretenimento.

Gabriel Napão

Vindo bem entre os pesados, o brasileiro Gabriel Napão conseguiu mais um nocaute. Ele derrotou o favorito Shawn Jordan no primeiro round, com um cruzado certeiro.

Aos poucos, Napão, especialista no Jiu-Jitsu, vai subindo para o topo da categoria. Já mostrou que tem muito poder no jogo de pé e no chão.

Resultados do UFC 166

::: Cain Velásquez venceu Junior Cigano por nocaute técnico aos 3m09s do round 5
::: Daniel Cormier venceu Roy Nelson por decisão unânime (30 a 27, 30 a 27 e 30 a 27)
::: Gilbert Melendez venceu Diego Sanchez por decisão unânimes (29 a 28, 30 a 27 e 29 a 28)
::: Gabriel Napão venceu Shawn Jordan por nocaute técnico a 1m33s do round 1
::: John Dodson venceu Darrell Montague por nocaute aos 4m13s do round 1

Card Preliminar

::: Tim Boetsch venceu CB Dollaway por decisão dividida (30 a 26, 27 a 29 e 30 a 26)
::: Hector Lombard venceu Nate Marquardt por nocaute a 1m48s do round 1
::: Jessica Eye venceu Sarah Kaufman por decisão dividida (29 a 28, 28 a 29 e 29 a 28)
::: KJ Noons venceu George Sotiropoulos por decisão unânime (29 a 28, 28 a 29 e 30 a 27)
::: Adlan Amagov venceu TJ Waldburger por nocaute aos 3m45s do round 1
::: Tony Ferguson venceu Mike Rio por finalização (triângulo de mão invertido) a 1m52s do round 1
::: Andre Fili venceu Jeremy Larsen por nocaute técnico aos 53s do round 2
::: Kyoji Horiguchi venceu Dustin Pague por nocaute técnico aos 3m51s do round 2

Envie seu Comentário