Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

José Aldo é o novo campeão interino do UFC

10 de julho de 2016 0

joséaldo

Não foi um passeio, mas foi com muita segurança que José Aldo conquistou o cinturão interino dos pesos-penas no UFC 200. O brasileiro, bastante contundente e com golpes bem colocados, não deu brecha para Frankie Edgar, que mais uma vez perdeu para Aldo.

Amanda Nunes conquista o cinturão do UFC
Joanna Jedrzejczyk mantém o cinturão e sul-coreano vence Thiago Tavares

A expectativa que fica agora é para a revanche com Conor McGregor, que em agosto irá encarar de novo Nate Diaz, no UFC 202, em um tira-teima. O irlandês assistiu ao combate de perto (veja mais abaixo) e, se depender de Aldo, vai perder o seu cinturão e parte da sua marra.

— Estou pronto. Se fosse agora lutaria. Não vejo problema nenhum. Não perdi nada, sou o campeão e nasci para isso. A gente vai lutar e vou vencer. Só não sei se ele vai manter a palavra de lutar, mas a gente pega ele por aí — disse.

Anderson Silva x Cormier

Uma luta marcou muito o UFC 200: Anderson Silva contra Daniel Cormier. Spider não venceu, mas mostrou experiência e brilho para, mesmo na derrota, ser aplaudido por ter aceito a luta faltando dois dias e sem treinar. Anderson foi amassado por Cormier, mas saiu do octógono como campeão e orgulhoso por ter se testado, já que não havia treinado para o combate.

— Quando soube que o Jon tinha saído da luta, eu liguei para o meu empresário e disse que queria me testar. Minha família me achou louco. Eu aceitei o desafio porque era importante me testar. Eu não quis aceitar os cinco rounds porque não treinei absolutamente nada, nem um dia, depois da cirurgia (na vesícula). Eu fiz isso outras vezes para ajudar o evento. Aqui é uma composição, que é uma coisa que eu gosto de fazer. Estou feliz com o UFC e com o que ele me proporciona, apesar de ter meus arranca-rabos com eles, que é normal. Mas seria um desrespeito com o campeão e com o Jon Jones eu aceitar lutar com ele pelo título não tendo treinado nada. E quero agradecer ao Cormier por aceitar lutar comigo, porque ele poderia não aceitar — disse Spider na coletiva.

Resultados do UFC 200

Amanda Nunes venceu Miesha Tate por finalização aos 3m16s do primeiro round
Brock Lesnar venceu Mark Hunt por decisão unânime (triplo 29-27)
Daniel Cormier venceu Anderson Silva por decisão unânime (triplo 30-26)
José Aldo venceu Frankie Edgar por decisão unânime (49-46, 49-46, 48-47)
Cain Velásquez venceu Travis Browne por nocaute técnico aos 4m57s do primeiro round

Card preliminar

Julianna Peña venceu Cat Zingano por decisão unânime (triplo 29-28)
Kelvin Gastelum venceu Johny Hendricks por decisão unânime (29-28, 30-27, 30-27)
TJ Dillashaw venceu Raphael Assunção por decisão unânime (triplo 30-27)
Sage Northcutt venceu Enrique Marin por decisão unânime (triplo 29-28)
Joe Lauzon venceu Diego Sanchez por nocaute técnico a 1m26s do primeiro round
Gegard Mousasi venceu Thiago Marreta por nocaute aos 4m32s do primeiro round
Jim Miller venceu Takanori Gomi por nocaute técnico aos 2m18s do primeiro round

Envie seu Comentário