Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Antes de disputar o cinturão do Pancrase, Nazareno Malegarie diz viver melhor momento da carreira

09 de março de 2017 0

17203077_1908033842765575_3243572617787066376_n
O grande título da carreira de Nazareno Malegarie está perto de ser conquistado. Na madrugada de domingo, no Japão, ele disputa o cinturão do Pancrase, um dos maiores eventos do mundo de MMA e dos mais antigos, contra o japonês Issei Tamura pela categoria dos pesos-pena, precisando ter 65,8kg na pesagem de sábado.

O argentino radicado em Florianópolis, que mora desde criança na Ilha, está confiante em trazer o cinturão para Ponta das Canas, bairro em que mora com os pais.

— É o melhor momento da minha carreira, o mais importante que cheguei até hoje. Já passei por muitos eventos bons, mas nunca perto de disputar o título tão importante. Tenho duas vitórias no Japão e agora a chance de disputar o cinturão é uma motivação enorme e vou voltar com o título do Pancrase — disse.

Esta é a terceira luta dele no evento – ganhou as outras duas. E enfrentar um lutador japonês, com o apoio da torcida, não intimida em nada Malegarie, que já está cascudo com isso.

— Pra mim é indiferente, nasci na Argentina e moro no Brasil, já tô acostumado com isso desde pequeno (risos). A única coisa que pode atrapalhar é num round parelho os juízes, por serem locais, podem dar pra ele. Mas depois que fechou a portinha é um contra o outro e não tem nada — contou.

Para a luta, Nazareno Malegarie está bem treinado e viajou com o pai, Roberto Malegarie, pasa ser seu córner — o evento garante a passagem do lutador e mais um técnico. E assim como da última vez, eles esperam voltar com a vitória, que nunca vem fácil.

— Sempre o mais difícil é bater o peso, nessa é 65,8kg, são 400g a menos que nas lutas que não valem o cinturão. Acho que nunca estive tão bem treinado, fazendo os sparrings tão bem, o Thiago (Tavares) e o meu pai cuidaram dos meus treinos, consegui planejar uma boa estratégia e tenho muito mais armas do que ele. É só fazer certinho o meu trabalho que tenho tudo pra bater nele.

Envie seu Comentário