Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Remanescente da época do Vale-Tudo, Johnny Eduardo diz que vai longe no UFC: "Quero sair na mão mesmo"

02 de junho de 2017 0

johnny_eduardo_ufc
O boa praça Johnny Eduardo, 36 anos, está no mundo da luta há 20 anos. Lutou na época das poucas regras do Vale-Tudo e continua ativo e querendo mais. Neste sábado ele encara Matthew Lopez no UFC 212, no Rio, com o mesmo objetivo de antes: sair na mão.

Esta será a 40ª luta da carreira de Johnny,  da velha guarda da Nova União, e o desafio contra Matthew Lopez, que tem apenas 10 lutas na carreira, mas 30 anos. Confira a entrevista com Johnny, que diz ter muita lenha para queimar ainda.

Na Guarda – O tempo das lesões ficou pra trás, agora espera ser mais escalado para lutar pelo UFC?
Johnny - Sem dúvidas. Estou empolgado pelo pequeno intervalo desde minha última luta, me sinto saudável e pronto para dar aos fãs uma grande luta no sábado. Serei papai de novo, em agosto chega mais uma menina em minha vida, e isso me motiva muito também. O bicho vai pegar!

Na Guarda – Você é um lutador da velha guarda, experiente, ter crescido junto com a evolução do MMA, e continuando competitivo, é motivo do orgulho?
Johnny - Muito. Sou um dos poucos da atualidade que pegou a época do vale-tudo, de lutas sem luvas e com poucas regras. Era sinistro (risos)! Vou para minha 39ª luta na carreira, são 20 anos de carreira, tenho uma experiência que poucos têm na atualidade. Isso me orgulha e me motiva.

Na Guarda – Numa linha do tempo dá para dizer que a carreira está mais perto do fim do que do começo. Até onde pretende chegar dentro do UFC?
Johnny - Eu quero sempre me desafiar, encarar os melhores, sair na mão mesmo. É isso que eu gosto de fazer, é a minha profissão. E quero subir mais no ranking, claro. Hoje estou na 10ª colocação, mas pretendo chegar ao top 5 ainda neste ano. Vou dar minha vida para isso acontecer. Ah, e estou longe de parar, hein? O Pretinho aqui está em forma para proporcionar grandes lutas para os fãs (risos).

Card do UFC 212
Dia 3 de junho, no Rio de Janeiro

Peso-pena: José Aldo x Max Holloway
Peso-palha: Cláudia Gadelha x Karolina Kowalkiewicz
Peso-médio: Vitor Belfort x Nate Marquardt
Peso-médio: Paulo Borrachinha x Oluwale Bamgbose
Peso-meio-médio: Erick Silva x Yancy Medeiros

Card preliminar
Peso-galo: Raphael Assunção x Marlon Moraes
Peso-médio: Antônio Cara de Sapato x Eric Spicely
Peso-galo: Johnny Eduardo x Matthew Lopez
Peso-galo: Iuri Marajó x Brian Kelleher
Peso-palha: Viviane Sucuri x Jamie Moyle
Peso-meio-médio: Luan Chagas x Jim Wallhead
Peso-galo: Marco Beltrán x Deiveson Alcântara

Leia outras notícias sobre o UFC 212

Envie seu Comentário