Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Resultados da pesquisa por "Bianca Daimoni"

Simone Duarte vence Bianca Daimoni e fatura o cinturão do Jungle Fight

01 de agosto de 2016 0
Bianca (E) perdeu para Simone. Foto: Leonardo Fabri/JF

Bianca (E) perdeu para Simone. Foto: Leonardo Fabri/JF

A atleta Bianca Daimoni, de Imbituba, bem que tentou, quase encaixou uma finalização, mas acabou perdendo para Simone Duarte, por decisão dividida (28-29, 28-29, 29-28) o cinturão peso-mosca do Jungle Fight, sábado, em São Paulo. O Jungle Fight 89 também consagrou Paulinho Capoeira como campeão interino dos moscas, vencendo por decisão unânime Heberth Índio.

Já o outro catarinense no evento, Diego Barbosa, que voltava a lutar após um longo período, não conseguiu encaixar bem o seu jogo e acabou perdendo para Lucas Almeida por nocaute técnico no segundo round, dando um passo atrás na luta para se credenciar como desafiante ao cinturão peso-pena do Jungle.

Resultados Jungle Fight 89

Simone Duarte venceu Bianca Daimoni por decisão dividida 28-29 28-29 29-28
Paulinho Capoeira venceu Herbeth Índio por decisão unânime 29-28 30-28 29-28
Quemuel Ottoni venceu Sidnei de Souza com mata leão aos 4m32s do 2R
Augusto Sparta venceu Rafael Bak por nocaute técnico aos 57s do 1R
Heinrich Coorssen venceu Lucas Togun por nocaute técnico aos 56s do 1R
Anderson Buzika venceu Nathan Batista por nocaute técnica aos 50s do 1R
Rodrigo Praia venceu Denis Alagoas por decisão unânime 28-28 30-26 30-26
Leandro Soares venceu Paulo Henrique com mata leão aos 2m34s do 2R
Dennys a Máquina venceu Guilherme Soares com katagatame aos 3m23s do 3R
Lucas Almeida venceu Diego Barbosa por nocaute técnico aos 3m58s do 2R
Jackson Naco venceu Natalício Filho por decisão unânime 30-27 30-27 29-28
Carlos Soares venceu Carlos Henrique Sousa com katagatame aos 1m04s do 2R
Isaias Simões venceu Rhalber Bernardo por decisão dividida 28-29 30-28 29-28
Lucas Viana venceu Thiago Santos por nocaute aos 39s do 1R
Bruce Souto venceu Fernando Kioshi por decisão unânime 30-27 30-26 30-27
Edgar de Oliveira venceu Wesley dos Santos com armlock aos 2m14s do 2R
Marcos Vinicius venceu Welington Lemes por decisão unânime 28-29 29-28 30-27
José Filho venceu Paulo César índio por decisão unânime 28-26 29-27 28-26

Bianca Daimoni disputa inédito cinturão no Jungle Fight 89

30 de julho de 2016 0
Simone e Bianca Daimoni vão disputar o cinturão. Foto:

Simone e Bianca Daimoni vão disputar o cinturão

Com tudo certo na balança, a lutadora Bianca Daimoni, de Imbituba, disputa neste sábado, em São Paulo, o inédito cinturão peso-mosca feminino no Jungle Fight 89. Ela irá enfrentar Simone Duarte na luta principal do evento.

Para Bianca, vai ser preciso superação para um bom resultado, já que ela vê muita qualidade nas atletas que lutam pelo Jungle Fight.

— Todas as meninas que participam do Jungle são fortes e bem preparadas, então eu preciso me superar. Mas não treino para luta fácil, eu treino para as lutas difíceis e vou fazer o que precisar ser feito para ficar com esse cinturão — comentou Bianca, que estreia no evento.

Diego Barbosa de volta

Outro atleta de Santa Catarina que está escalado é Diego Barbosa, da Team Nogueira. O peso-pena, que busca a chance de disputar o cinturão do Jungle Fight, irá enfrentar Lucas Almeida em uma das lutas principais do evento.

Card do Jungle Fight 89
A Band e o Bandsports transmitem ao vivo a partir das 20h

18. Bianca Daimoni ‘Bibi’ (L.A.Sports/PR) x Simone Duarte ‘Mulher Gato’ (Boxe Mania/SP) Cinturão Peso Mosca 57kg
17. Paulo de Oliveira ‘Capoeira’ (Team Cardoso/AM) x Heberth Sousa Reis (Constrictor Team/Brasilia) Cinturão Interino Peso Mosca 57kg
16. Quemuel Ottoni (Komodô Fight/SP) x Sidnei Souza ‘Bizu’ (Herman Gutierrez Team/SP) 84kg
15. Carlos Augusto ‘Sparta’ (Corinthias MMA/SP) x Rafael Back (Inside/Team Tavares/SC) 66kg
14. Heinrich Caceres ‘Enrique Coorseen’ (AMT/Paraguai) x Lukas Campos ‘Togun’ (Kyokushinkaikan e Lotus Club/SP) 70kg
13. Nathan Batista (Team Nogueira/SP) x Anderson Santos ‘Buzika’ (Inside/SP) 66kg
12. Rodrigo Praia (Team Nogueira/AM) x Denis Silva ‘Alagoas’ (Peso Pesado Team/AL) 61kg
11. Paulo Henrique ‘Pitbull’ (Triple A – Azevedo Team/SP) x Leandro Soares ‘Foguinho’ (Sombra Team/RS) 57kg
10. Claudio Cezario ‘Dennys a Máquina’ (Team Nogueira/BA) x Guilherme Soares (Constrictor Team/DF) 77kg
9. Diego Barbosa (Team Nogueira) x Lucas Almeida (Herman Gutierrez Team/SP) 66kg
8. Jackson Naco (Trion Pro Fight e GFTeam/SE) x Natalicio Filho ‘Natal-Moto Taxista’ (NFT/PA) 93kg
7. Carlos Soares ‘Carlin’ (Gordin Fight Team/MG) x Henrique Sousa ‘Demolidor’ (Demolidor Fight/Team 4 Life) 61kg

CARD SOCIAL

6. Isaias Simões (TCT/SP) x Rhalber Bernardo ‘Cavalo’ (Peso Pesado Team/AL) 61kg
5. Thiago Santos (Família Furacão/SP) x Lucas Granola (Bronx’s Gold Team/MA) 77kg
4. Bruce Souto (Gordin Fight/MG) x Fernando Kioshi ‘Jaspion’ (Herman Gutierrez Team/SP) 77kg
3. Edgar de Oliveira ‘Pigmeu’ (Corinthias MMA/SP) x Wesley Cesar ‘Sete Vidas’ (Union Of Monster/RJ)
2. Marcos Vinicius ‘Detona Ralph’ (Corinthias MMA/SP) x Weington Lemes ‘Thererêh’ (Inside/SP) 93kg
1. José Filho (Marajó Brothers/PA) x Paulo Cesar ‘Índio’ (Union of Monster Fighters/RJ) 70kg

Marina "Nina" Loch e Bianca Daimoni vencem no Power Samurai

14 de junho de 2016 0

Um vídeo publicado por @gabrielsgigante em

Experiente no muay thai, Mariza “Nina” Loch fez a sua estreia no MMA no último sábado, no Power Samurai, em Curitiba, e conseguiu de cara um nocaute no primeiro roubd. A atleta da Chute Boxe Floripa superou Sidy Rocha com um direto na ponta do queixo, que fez a adversária cair na lona.

Nazareno Malegarie estreia com vitória no Pancrase

– Quero agradecer a todos que me apoiaram e torceram por mim, principalmente aos meus professores Gabriel Gigante e ao Paulo Stadler, por acreditar e incentivar, sempre fazendo buscar o meu melhor. Agradecer também ao meu pai, a minha família e ao meu filho que sempre estão do meu lado – escreveu Nina nas redes sociais.

Bianca comemora a vitória. Foto: Marcio Valle/Primeiroround.com.br

Bianca comemora a vitória. Foto: Marcio Valle/Primeiroround.com.br

Outra atleta catarinense que conseguiu vencer no Power Samurai foi Bianca Daimoni, de Imbituba, que derrotou Dayane Souza por decisão unânime dos juízes. E quem acompanhou as lutas de perto foi o lutador Wanderlei Silva.

Resultados do Power Samurai

Disputa de cinturão 77 Kg:
Luiz “Kado” Simon venceu Rodrigo Cavalheiro na decisão unânime dos juízes. (Árbitro: Roberto Piccinini)

Unificação dos cinturões Power Fight Extreme + Samurai Fight Combat – 70 Kg:
Carlos Leal nocauteou Cyderlan “Porco Loco” aos 3:46 do primeiro round. (Árbitro: Roberto Picinini)

Disputa de cinturão Samurai Fight Combat – 77 Kg:
Serginho de Fátima finalizou Francisco aos 4:44 do segundo round. (Árbitro: André Ricardo)

93 Kg: John Allan nocauteou Matheus Bufa aos 4:36 do primeiro round. (Árbitro: Alexandre Caldas)
61 Kg: Bianca Daimoni venceu Dayane Silva na decisão unânime dos juízes. (Árbitro: Roberto Picinini)
70 Kg: Alan Moziel venceu Rovílson Nelore por nocaute técnico aos 1:24 do primeiro round. (Árbitro: André Ricardo)
66 Kg: Gustavo Wurlitzer vs. Jorge Kanella – No Contest (Árbitro: Murilo Nnja)
52 Kg: Adriana Delvigna finalizou Sheila “Mortiça” aos 4:58 do segundo round. (Árbitro: Roberto Picinini)
77 Kg: Rogério Santos venceu Felipe Alves na decisão unânime dos juízes. (Árbitra: Charyana Gamballe)
66 Kg: Wanderson Santos finalizou (guilhotina) Junior Barbosa aos 0:52 do primeiro round. (Árbitro: André Ricardo)
61 Kg: Marisa “Nina” Loch nocauteou Sidy Rocha no primeiro round. (Árbitra: Charyana Gamballe)
83 Kg: Rafael Xavier “Kratos” finalizou Rodrigo Urso no primeiro round. (Árbitro: Wanderlei Silva)

Muay Thai

61 Kg: Jennifer Maia venceu Paula “Elétrica” por desistência no segundo round
66 Kg: Inglesson Lara venceu Fabrício Zacarias por interrupção médica no segundo round
70 Kg: Marcos Carvalho venceu Eduardo Pacheco na decisão unânime dos juízes
63 Kg: Emanoel “Mano” venceu Daniel Silva na decisão unânime dos juízes
75 Kg: Cristiano “Magrão” venceu Willian Rafael na decisão unânime dos juízes
57 Kg: Matheus Correa venceu Paulo Henrique na decisão unânime dos juízes
57 Kg: Leonardo Diniz venceu Wesley Hélio na decisão unânime dos juízes

Bianca Daimoni tem luta marcada na Espanha

29 de março de 2016 0
Bianca (D) indo pra cima da adversária. Foto: XFC/Divulgação

Bianca (D) indo pra cima da adversária. Foto: XFC/Divulgação

A imbitubense Bianca “Bibi” Daimoni, da equipe Siam MMA College, desafiou a espanhola Karla Benitez, em vídeo, e agora elas vão se enfrentar. O duelo, que será no peso mosca (57kg), irá acontecer no dia 7 de maio no Cassino Madrid MMA.

Leia mais notícias sobre Bianca Daimoni
Confira os preços dos 
ingressos para o UFC 198
Cris Cyborg é confirmada no UFC 198, em Curitiba

Esta será a primeira vez que Bianca Daimoni luta fora do Brasil, mas ela já lutou no XFC, que é um evento internacional realizado no país. Para este combate, Bibi espera, além da vitória, receber mais oportunidades.

— Essa é minha chance de projetar internacionalmente minha carreira e chegar ao tão sonhado Bellator — explica Bibi via assessoria.

A catarinense tem cinco lutas e uma derrota e está desde agosto de 2015 sem entrar no cage. Já Karla Benitez tem 13 vitórias, oito derrotas, um empate e uma luta sem resultado.

Mesmo sem apoio, Bianca Daimoni vai em busca da vitória no Circuito Talent de MMA

22 de agosto de 2014 0
Bianca luta neste sábado em Curitiba. Foto: Rodrigo Malinverni/Sulnocaute.com.br

Bianca luta neste sábado em Curitiba. Foto: Rodrigo Malinverni/Sulnocaute.com.br

A falta de patrocínio é uma realidade amarga para muitos atletas que precisam driblar as dificuldades para se manterem no esporte. Com Bianca Daimoni não tem sido diferente. A atleta imbitubense, que vem se destacando no cenário do MMA, tem como maior desafio arrumar incentivo e sobreviver do esporte, mas mesmo com isso ela está pronta para lutar neste sábado no Circuito Talent de MMA, em Curitiba, contra Marta Gladiadora.

— É difícil. E essa não é uma realidade só minha, outros atletas também passam por isso. Já entrei em contato com alguns empresários e organizações públicas. É muito difícil — desabafa a atleta.

Com a pesada rotina de treinos, passagens, hospedagem e alimentação, sem falar nos suplementos, a atleta precisa desembolsar dinheiro que não tem cada vez que vai competir. Com tanta dificuldade, ela precisa contar com o apoio dos poucos empresários que tem se disponibilizado a ajudar.

— Um patrocínio é muito importante para um atleta, ele faz com que a gente possa competir e também que possa treinar de forma decente. Peço que acreditem no meu trabalho, na minha entrega e dedicação — enfatiza.

Daiana Torquato e Bianca Daimoni representam o MMA feminino no evento XFC

08 de fevereiro de 2014 0
Daiana Torquato pega venezuelana. Foto: Arquivo Pessoal

Daiana Torquato pega venezuelana. Foto: Arquivo Pessoal

O XFC está chegando ao Brasil com força, com transmissão pela Rede TV e ESPN a partir das 0h30min deste sábado, terá a presença das lutadoras catarinenses Daiana Torquato e Bianca Daimoni.

Daiana, da Chute Boxe Balneário Camboriú, irá enfrentar Mayelin Rivas, da Venezuela, no GP dos pesos-mosca. E a lutadora está confiante para chegar à final.

— Espero agarrar essa chance com vitória. Fiquei muito feliz de estar podendo participar deste evento e espero fazer uma ótima luta. Me preparei bem, mas sem subestimar ninguém, estou indo pra vencer e pra ganhar esse GP e o Cinturao do XFC — disse Daiana.

Bianca (E) encarou a argentina. Foto: XFC/Divulgação

Bianca (E) encarou a argentina. Foto: XFC/Divulgação

Já Bianca Daimoni, de Imbituba, no outro lado da chave do GP, vai enfrentar Silvana Juarez, da Argentina, e também está preparada para ir à final. Ela também comemora o fato da luta ser em um evento internacional.

— Estou muito feliz em participar de um evento internacional, isso valoriza o nosso trabalho. Além do mais, o MMA feminino está crescendo — comentou.

CARD PRINCIPAL AO VIVO A PARTIR DA 0H3omin

Luta Principal: Peso Leve (70,3Kg)
Thiago “Minu” Meller (Brasil) X Clay French (Estados Unidos)
Co-luta principal: Peso Pena (65,7Kg)
Fernando Vieira (Brasil) X Marcelo Rojo (Argentina)
Peso Leve (70,3Kg)
Gilson Lomanto (Brasil) X Daniel Salas (México)
Peso Mosca Feminino (56,7Kg)
Bianca Daimoni (Brasil) X Silvana Juarez (Argentina)

CARD PRELIMINAR
Peso Leve (70,3Kg)
Glaucio Eliziario (Brasil) x Jonathan Ortega (Chile)
Peso Leve (70,3Kg)
Natan Schulte (Brasil) x Giovanni Arroyo (Equador)
Peso Leve (70,3Kg)
Alan dos Santos (Brasil) x Cristiano Estela (Peru)
Peso Mosca Feminino (56,7Kg)
Daiana Torquato (Brasil) x Mayelin Rivas (Venezuela)
Peso Leve (70,3Kg)
Alex Franco (Brasil) x Marcos Rosa Mariano (Brasil)

Marcel Adur perde em estreia no WSOF Global

01 de agosto de 2016 0

marcel_adur
Não foi do jeito que o lutador catarinense Marcel Adur imaginava a sua estreia no WSOF Global, no último sábado, realizado em Manila, nas Filipinas. Por decisão dividida, o atleta da CM System perdeu para o norte-americano Larry Digiulio (29-28, 28-29, 30-27).

Simone Duarte vence Bianca Daimoni e fatura o cinturão do Jungle Fight

Nas redes sociais Marcel, que já tem nova luta marcada para o final de agosto, lamentou o revés.

— Infelizmente não foi o resultado esperado galera. Perdi na decisão dividida no WSOF Global. Desculpa as pessoas que torcem por mim, principalmente aos meus professores e patrocinadores que fizeram com que eu chegasse até aqui. Desculpa mais uma vez. Obrigado pela energia e torcida de todos, mas não foi dessa vez.

João Zeferino disputa o cinturão do WSOF neste sábado

01 de abril de 2016 0
Zeferino (E) acertando bom golpe no GP. Foto: WSOF

Zeferino (E) acertando bom golpe no GP. Foto: WSOF

O catarinense João Zeferino pode conquistar o cinturão do World Series Of Fighting (WSOF 30), hoje o terceiro maior evento de MMA do mundo, neste sábado, em Las Vegas (EUA). Ele irá enfrentar Jon Fitch pelo título dos meio-médios (77kg), que está vago com a suspensão do brasileiro Rousimar Toquinho, que era o dono do cinturão.

::: Relembre
Toquinho perde o cinturão após segurar finalização e é suspenso pelo WSOF

Zeferino está morando e treinando em Nova York, na academia de Renzo Gracie, e fez sua estreia no WSOF em novembro, em um GP entre os pesos-leves (70kg) de três lutas na mesma noite: ele venceu duas e perdeu a final para Brian Foster. Agora, uma categoria acima, ele espera conquistar o cinturão.

— Lutar pelo cinturão agora é uma grande oportunidade. O Jon Fitch é um excelente adversário, de renome. A vitória sobre ele irá elevar meu nome ainda mais. Estou muito animado para esta luta. Estou me sentindo muito forte no meio-médio. Eu vou estar muito bem preparado. Sem dúvida, é uma oportunidade única para mim — comentou Zeferino ao site MMAJunkie.

Bianca Daimoni tem luta marcada na Espanha
Cris Cyborg é confirmada no UFC 198, em Curitiba

O adversário deste sábado, Jon Fitch, é conhecido por ter um estilo de luta amarrado, com poucos golpes e muitas tentativas de queda, ficando sempre colado. Faixa-preta de jiu-jitsu, Zeferino tem na finalização, seja por baixa ou por cima, uma das suas principais armas.

— Fitch não evoluiu, ele não mudou seu jogo, embora seja forte. Mas, ao mesmo tempo, estou em constante evolução — finalizou.

Card do WSOF 30

David Branch x Clifford Starks
Jon Fitch x João Zeferino
Vinny Magalhães x Jake Heun
Abu Azaitar x Danny Davis Jr.
Abubakar Nurmagomedov x Matthew Frincu
Rex Harris x Clinton Williams
Steve Kozola x Matt Church
Juan Carlos Garcia x Jason Pacheco
Adam Acquaviva x Andres Ponce
Jeff Roman x Zach Bunnell

João Zeferino encara Alexandre Sangue no Circuito Talent de MMA, em Curitiba

01 de agosto de 2014 0
Zeferino irá lutar de novo entre os leves. Foto: Fighten/Divulgação

Zeferino irá lutar de novo entre os leves. Foto: Fighten/Divulgação

O catarinense João Zeferino tem uma nova luta marcada para este mês de agosto. Após passar duas semanas treinando na academia de Renzo Gracie em Nova York, o lutador irá enfrentar Alexandre Sangue na co-luta do Circuito Talent de MMA 11, dia 23, em Curitiba.

Após a saída do UFC, Zeferino embalou duas grandes vitórias, um nocaute no São José Super Fight e uma finalização no Fighten, e vai fazer mais uma luta entre os pesos-leves (70kg).

Uma informação importante é que o evento terá transmissão ao vivo pela TV Esporte Interativo com o sinal será liberado para todo o mundo no canal do EI no Youtube.

Card do Circuito Talent de MMA 11

Disputa de cinturão 57kg: Jennifer Maia x Elaine Albuquerque
Até 70 kg: João Zeferino x Alexandre Sangue
Até 84 kg: Júlio César Gaúcho x Ariel Machado
Até 66 kg: David Valente x Washington Mamute
Até 77 kg: Marcos Pirata x Alan Francis
Até 66 kg: Thiago Misael x Guilherme Costa
Até 70 kg: Antonio Nego x Rafael Saddam

Card Preliminar

Kickboxing Até 65 kg: Jordan Kranio x Fabrício Zacarias
Kickboxing Até 85 kg: Fernando Almeida x Ricardo Pandora
Até 66 kg: Alessandro Espixa x Rovilson Nelore
Kickboxing Até 75 kg: Sidney Luciano x Maicon Ortiz
Até 61 kg: Bianca Daimoni x Marta Gladiadora
Até 57 kg: Onofre Felipe x Cristiano Pequeno

Alan dos Santos e Natan Schulte se garantem nas semifinais do XFC

10 de fevereiro de 2014 0

A estreia do evento XFC no Brasil foi um show para a dupla catarinense Alan dos Santos, de Balneário Camboriú, e Nathan Schulte, de Joinville. Os dois se garantiram na semifinal do GP dos pesos-leves (até 70kg) com vitórias convicentes no último sábado, em São Paulo.

Alan comemora a vitória com o mestre Brigadeiro. Foto: XFC/Reprodução

Alan comemora a vitória com o mestre Brigadeiro. Foto: Valmir Silva/MMASUL.com.br

Sono paraguaio

Alan dos Santos, da Astra Fight Team, encarou o paraguaio Marcos Alderete e não precisou de mais que um roundo para acabar com o combate. O lutador de Balneário Camboriú encaixou uma guilhotina e, literalmente, botou para dormir o adversário, avançando para a semifinal contra o carioca Glaucio Elizário.

Natan venceu por nocaute. Foto: Reprodução

Natan venceu por nocaute. Foto: Reprodução

Nocaute duro

Já Natan Schulte, da Team Nogueira Joinville, precisou de três rounds para superar o equatoriano Giovanni Arroyo por nocaute técnico. Assim, Natan passa para a semifinal e irá encarar Gilson Lomanto, dia 26 de abril.

Derrota das meninas

As catarinenses Daiana Torquato e Bianca Daimoni não venceram seus combates no GP peso-mosca (até 57). Daiana perdeu na decisão unânime para Mayerlin Rivas, da Venezuela, enquanto Bianca foi finalizada pela argentina Silvana Juarez no terceiro round.

Resultados do XFC (por MMASUL)

Luta reserva – GP de pesos-leves
Alex Franco (Brasil) finalizou Jack Wilson (Brasil) com um mata-leão

GP de pesos-leves (até 70,3 kg)
Natan Schulte (Brasil) venceu Giovanni Arroyo (Equador) por nocaute técnico no R3;
Alan dos Santos (Brasil) finalizou Marco Alderete (Paraguai) com uma guilhotina no R1;
Gilson Lomanto (Brasil) venceu Daniel Salas (México) por decisão unânime;
Glaucio Eliziario (Brasil) venceu Jonathan Ortega (Chile) por decisão unânime;

Semifinais GP de pesos-leves (26 de abril)
Natan Schulte x GIlson Lomanto
Alan dos Santos x Glaucio Elizario

GP femino de pesos-moscas (até 56,7 kg) 
Silvana Juarez (Argentina) finalizou Bianca Daimoni (Brasil) com um armlock no R3;
Mayerlin Rivas (Venezuela) venceu Daiana Torquato (Brasil) por decisão unânime;

Final GP feminino de pesos-moscas (26 de abril)
Mayerlin Rivas x Silvana Juarez

Co-luta principal – peso-pena
Fernando Vieira (Brasil) finalizou Marcelo Rojo (Argentina) com uma kimura no R2;

Luta Principal – peso-leve
Thiago “Minu” Meller (Brasil) X Clay French (Estados Unidos) – Vitória de Thiago Minu por nocaute técnico no 1º round.