Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Dez piadas e histórias engraçadas para contar no findi #14

02 de março de 2012 6

Hoje é sexta-feira. Traga mais cerveja. E piadas! É dia das 10 piadas e história engraçadas para contrar no findi. Escolha suas preferidas e arranque risos no almoço de domingo. Os leitores que enviaram os textos estão indicados abaixo.

Colaboraram nesta edição, respectivamente: Hélio Amaral; Geziane Diosti; Gisele Bassani; Malu Ferreira; Thiago Guedes; Ivo Altacheres Godoi; Eugênio Ribes Wahast (x2); Elitonia Poletti; Fabiano Brisola.

——————————————————————————————————

Festa na casa do vizinho

Cansado da agitação da vida urbana, Celso larga o emprego, compra um pedaço de terra no Amazonas e se muda para lá. Ele vê o carteiro uma vez por semana e vai à mercearia uma vez por mês. No mais, é paz e tranqüilidade.

Seis meses depois, em dezembro, alguém bate na porta. Celso abre e vê um enorme homem negro barbudo de 1,90, mal encarado, com um facão na mão e um 3-oitão na cinta que lhe diz:

- Meu nome é Chicão, seu vizinho, 7 léguas daqui. Festa de Natal lá em casa, sexta-feira. Começa às cinco.

Celso se entusiasma:

- Ótimo, amigo… depois de seis meses por aqui, na solidão, nada melhor que isso. Muito obrigado, vou sim.

Chicão começa a ir embora, pára e diz:

- Seguinte: vai rolar bebida.

- Sem problema. Eu topo.

Novamente Chicão começa a ir embora, mas pára e diz:

- Olha, também pode ter briga.

- Nenhum problema também… eu me dou bem nesses lugares e sei me virar…. Mais uma vez obrigado.

Chicão continua:

- Ah….. e também pode ter sexo meio selvagem…

Celso, cada vez mais empolgado, retruca:

- Também não é empecilho algum…. Eu estou aqui faz 6 meses, sozinho…. Mais um motivo para eu ir. E, aproveitando, me diz uma coisa: qual é o traje?

Chicão:

- Cê que sabe. É só nós dois…

——————————————————————————————————

Bilhetinho do filho

O pai entra no quarto do filho e vê um bilhete em cima da cama. Ele lê o bilhete temendo o pior:

“Caro Papai, é com grande pesar que lhe informo que eu estou fugindo com meu novo namorado, Juan, um Argentino muito lindo que conheci. Estou apaixonado por ele. Ele é muito gato, com todos aqueles ‘piercings’, tatuagens e aquela super moto BMW que tem. Mas não é só por isso, descobri que não gosto de jeito nenhum de mulheres e, como sei que o senhor não vai consentir com isso, decidimos fugir e ser muito felizes no seu ‘trailer’.

Ele quer adotar filhos comigo, e isso foi tudo que eu sempre quis para mim. Aprendi com ele que maconha é ótima, uma coisa natural, que não faz mal a ninguém, e ele garante que no nosso pequeno lar não vai faltar marijuana. Juan acha que eu, nossos filhos adotivos e os seus colegas ‘gays’ vamos viver em perfeita harmonia.

Não se preocupe papai, eu já sei me cuidar, apesar dos meus 15 anos já tive várias experiências com outros caras e tenho certeza que Juan é o homem da minha vida.

Um dia eu volto, para que o senhor e a mamãe conheçam os nossos filhos. Um grande abraço e até algum dia.

De seu filho, com amor.”

O pai quase desmaiando continua lendo.

“PS: Pai, não se assuste, é tudo mentira!!!

Estou na casa da Priscila, nossa vizinha gostosa. Só queria mostrar pro senhor que existem coisas muito piores do que as notas vermelhas do meu boletim, que está na primeira gaveta.

Abraços,

Seu filho, burro, mas macho.”

——————————————————————————————————

No tribunal

Juiza pergunta para a prostituta:

- Quando você percebeu que havia sido estuprada?

A prostituta, secando as lágrimas diz:

- Quando o cheque voltou!!!

——————————————————————————————————

Um devogado dus bão

Dizem que aconteceu em Minas Gerais , em Ubá, cidade onde nasceu o genial compositor Ary Barroso.

Na cidade havia um senhor, cujo apelido era Cabeçudo. Nascera com uma cabeça grande, dessas cuja boina dá pra botar dentro, fácil, fácil, uma dúzia de laranjas. Mas fora isso, era um cara pacato, bonachão e paciente. Não gostava, é claro, de ser chamado de Cabeçudo, mas desde os tempos do grupo escolar, tinha um chato que não perdoava. Onde quer que o encontrasse, lhe dava um tapa na cabeça e perguntava:

“Tudo bom Cabeçudo?”

O Cabeçudo, já com seus quarenta e poucos anos, e o cara sempre zombando dele. Um dia, depois do milésimo tapão na sua cabeça, o Cabeçudo meteu a faca no zombeteiro e matou-o na hora.

A família da vítima era rica; a do Cabeçudo, pobre. Não houve jeito de encontrar um advogado pra defendê-lo, pois o crime tinha muitas testemunhas.

Depois de apelarem pra advogados de Minas e do Rio, sem sucesso algum, resolveram procurar um tal de “Zé Caneado”, advogado que há muito  tempo deixara a profissão, pois, como o próprio apelido indicava, vivia de porre. Pois não é que o Zé Caneado aceitou o caso? Passou a semana anterior ao julgamento sem botar uma gota de cachaça na boca! Na hora de defender o Cabeçudo, ele começou a sua defesa assim:

- Meritíssimo juiz, honrado promotor, dignos membros do júri.

Quando todo mundo pensou que ele ia continuar a defesa, ele repetiu:

- Meritíssimo juiz, honrado promotor, dignos membros do júri.

Repetiu a frase mais uma vez e foi advertido pelo juiz:

- Peço ao advogado que, por favor, inicie a defesa.

Zé Caneado, porém, fingiu que não ouviu e:

- Meritíssimo juiz, honrado promotor, dignos membros do júri.

E o promotor:

- A defesa está tentando ridicularizar esta corte!

O juiz:

- Advirto ao advogado de defesa que, se não apresentar imediatamente os seus argumentos…

Foi cortado por Zé Caneado, que repetiu:

- Meritíssimo juiz, honrado promotor, dignos membros do júri.

O juiz não agüentou:

- Seu moleque safado, seu bêbado irresponsável, está pensando que a justiça é motivo de zombaria? Ponha-se daqui pra fora, antes que eu mande prendê-lo.

Foi então que o Zé Caneado disse:

-Senhoras e Senhores jurados, esta Côrte chegou ao ponto em que eu queria chegar… Vejam que, se apenas por repetir algumas vezes que o juiz é meritíssimo, que o promotor é honrado e que os membros do júri são dignos, todos perdem a paciência, consideram-se ofendidos e me ameaçam de prisão…, pensem então na situação deste pobre homem, que durante quarenta anos, todos os dias da sua vida, foi chamado de Cabeçudo!

Cabeçudo foi absolvido e o Zé voltou a tomar suas cachaças em paz.

——————————————————————————————————

Por que não gritou antes?

De madrugada, um grito alto vem do quarto escuro. O marido que estava na sala assistindo filme na TV entra correndo, acende a luz e vê um cara pelado pulando pra fora pela janela.

A mulher grita:

- Aquele cara me comeu duas vezes!

O marido pergunta:

- Duas? Por que você não gritou logo na primeira vez?

A mulher responde:

- Tava tudo escuro… Eu pensei que fosse você… até que ele começou a dar a segunda… Aí eu achei estranho…

——————————————————————————————————

A Loira e o Ventríloquo

Um jovem ventríloquo estava fazendo um espetáculo num bar duma cidade do interior.

Estava exibindo o seu repertório habitual sobre a burrice das loiras, quando uma loiraça sentada na quarta mesa levantou-se e disse:

- Já ouvi o suficiente das suas piadas denegrindo a imagem das loiras, seu idiota. O que é que o faz pensar que pode gozar as mulheres desta maneira? O que é que tem a ver os atributos físicos de uma pessoa com o seu valor como ser humano? São homens como o senhor que impedem que mulheres como eu sejam respeitadas no trabalho e na comunidade, que nos impedem de alcançar o pleno potencial como pessoa. Por sua causa e por causa das pessoas da sua laia perpetua-se a discriminação não só contra as loiras, mas contra as mulheres em geral… tudo em nome do humor!!!

Confuso, o ventríloquo começa a desculpar-se, e a loira, em tom esganiçado, diz:

-O senhor não se meta! Estou falando com esse rapazinho que está sentado ao seu colo!!!

——————————————————————————————————

Veneno pra ratos

Maria diz pro Joaquim comprar veneno pra ratos pois sua casa tinha um rato incomodando demais. Horas depois chega o joaquim com uma caixa de chá. Maria diz:

- Ué, Joaquim, eu mando você comprar veneno pra ratos e você me chega com uma caixa de chá?

Joaquim responde:

- Ué, mas tá escrito aqui Mate Leão. Se serve pra matar leão, rato então será bem mais fácil!

——————————————————————————————————

Arca de Noé brasileira

Um dia, o Senhor chamou Noé que morava no Brasil e ordenou-lhe:

- Dentro de 6 meses, farei chover ininterruptamente durante 40 dias e 40 noites, até que o Brasil seja coberto pelas águas. Os maus serão destruídos, mas quero salvar os justos e um casal de cada espécie animal. Vai e constrói uma arca de madeira.

No tempo certo, os trovões deram o aviso e os relâmpagos cruzaram o céu. Noé chorava, ajoelhado no quintal de sua casa, quando ouviu a voz do Senhor soar furiosa, entre as nuvens:

- Onde está a arca, Noé?

- Perdoe-me, Senhor suplicou o homem. Fiz o que pude, mas encontrei dificuldades imensas. Primeiro tentei obter uma licença da Prefeitura, mas para isto, além das altas taxas para obter o alvará, me pediram ainda uma contribuição. Precisando de dinheiro, fui aos bancos e não consegui empréstimo, mesmo aceitando aquelas taxas de juros… O Corpo de Bombeiros exigiu um sistema de prevenção de incêndio, mas consegui contornar, subornando um funcionário. Começaram então os problemas com o IBAMA e a FEPAM para a extração da madeira. Eu disse que eram ordens SUAS, mas eles só queriam saber se eu tinha um “Projeto de Reflorestamento ” e um tal de ”Plano de Manejo”. Neste meio tempo ELES descobriram também uns casais de animais guardados em meu quintal… Além da pesada multa, o fiscal falou em “Prisão Inafiançável” e eu acabei tendo que matar o fiscal, porque, para este crime, a lei é mais branda. Quando resolvi começar a obra, na raça, apareceu o CREA e me multou porque eu não tinha um Engenheiro Naval responsável pela construção. Depois apareceu o Sindicato exigindo que eu contratasse seus marceneiros com garantia de emprego por um ano. Veio em seguida a Receita Federal , falando em “sinais exteriores de riqueza” e também me multou… Finalmente, quando a Secretaria  Municipal do Meio Ambiente pediu o “Relatório de Impacto Ambiental” sobre a zona a ser inundada, mostrei o mapa do Brasil. Aí, quiseram me internar num Hospital Psiquiátrico! Sorte que o INSS estava de greve…

Noé terminou o relato chorando, mas notou que o céu clareava perguntou:

- Senhor, então não irás mais destruir o Brasil?

- Não! – respondeu a Voz entre as nuvens - Pelo que ouvi de ti, Noé, cheguei tarde! O governo já se encarregou de fazer isso!

——————————————————————————————————

Correndo na estrada

O sujeito  finalmente conseguiu realizar o seu sonho de comprar um Audi A4  1.8T, automático e conversível.

Então, numa  bela tarde, se mandou para uma auto-estrada para testar toda a  capacidade da ‘belezura’. Capota  abaixada, o vento na cara, o cabelo voando, resolveu ir  fundo!

Quando o  ponteiro estava chegando nos 120, ele viu que um carro da  Polícia Rodoviária o perseguia com a sirene a mil e as luzes  piscando.

- Ah, mas não  vão alcançar este Audi de jeito nenhum! – pensou ele e  atolou o pé no acelerador.

O ponteiro marcou 140, 160, 200… e  a patrulha atrás.

- Que loucura!  - ele pensou e, então, resolveu encostar.

O guarda veio,  pediu os documentos, examinou o carro e disse:

- Eu tive um dia  muito duro e já passou do horário do meu turno. Se me der uma  boa desculpa, que eu nunca tenha ouvido, para dirigir desta  maneira, deixo você ir embora.

E o sujeito  emendou:

- Na semana  passada, minha mulher fugiu com um policial rodoviário e eu tive  medo de que fosse ele querendo  devolvê-la.

- Boa noite! –  disse o guarda.

——————————————————————————————————

Gonçalves é o cara!

O casal estava assistindo televisão, à noite. O marido diz:

- Posso saber por que você está emburrada desde que eu cheguei?

E, irada, a mulher responde:

- Hoje completamos 25 anos de casados e estamos aqui, parados em frente a esta televisão…

- MEU DEUS! Eu estava tão atarefado que me esqueci completamente! Perdoe-me, minha querida. Vá pôr seu melhor vestido de noite, que vamos sair! Você terá uma noite inesquecível!

- Ah, querido, eu sabia que você não era um monstro insensível.

À entrada do restaurante, o maitre, todo solícito:

- Prepare a mesa do senhor Gonçalves.

A mulher:

- Parece que eles te conhecem bem por aqui, querido.

- Ah é!… Acho que eu vim aqui para almoçar com alguns clientes.

Eles acabam de jantar e o marido propõe a ida a uma boate. Na entrada tem uma fila enorme. O marido diz à mulher que vai arranjar tudo e se dirige ao porteiro:

- Diga aí, Chicão!!! Como vai essa força?

E o Chicão, responde:

- Tá muito bem, Sr. Gonçalves. Pode ir entrando!

Dentro da boate, o dono vem falar com eles:

- Boa noite, Sr. Gonçalves!

E diz, logo em seguida:

- Liberem a mesa do senhor Gonçalves!!

A mulher, desconfiada:

- Você vem sempre aqui?

- Ah, não! O dono é um cliente da firma…

Uma vez na mesa, a garçonete vem e diz:

- O de sempre, Sr. Gonçalves?

Enquanto isso, uma mulher que terminava um strip-tease em cima do palco grita:

- E A CALCINHA, VAI PRÁ QUEM, GALERA?!!!

A boate, em peso, exclama:

-GONÇALVES!!! GONÇALVES!!! GONÇALVES!!!

A esposa, furiosa, sai da boate, o marido vai atrás e eles entram juntos num táxi. O marido tentando apaziguar as coisas:

- Querida, não vamos estragar esta noite maravilhosa, com certeza eles me confundiram com outro Gonçalves…

- Você está pensando que eu sou alguma idiota? Canalha! Não me toque mais!!! Blá, blá, blá… Eu sou mesmo uma otária, blá blá blá…. Seu grande filho-da-p#ta, blá, blá, blá…

Nisso, o motorista de táxi se vira e diz:

-  Gonça, quer que coloque a p#ta pra fora do carro?

——————————————————————————————————

Enviadas pelos leitores

>>Confira as histórias mais malucas no blog Mundoidão<<

Comentários facilitados: para quem ainda não percebeu, o blog não está mais exigindo cadastro para comentar. Deixe sua opinião!

Twitter: recebe as atualizações dos blogs. Sigam-nos os bons!
@crespani
@naocliqueaqui

Faça o seu comentário!

Comentários (6)

  • Dizinha diz: 2 de março de 2012

    Andre Adorei a do mete leão muito boua bjinhusss e bom fDs!!!!!!!!!!!

  • Dizinha diz: 2 de março de 2012

    *mate

  • joao diz: 3 de março de 2012

    Andre, o causo do advogado aconteceu no interior do RS e o adv. era o saudoso Dr. Lia Pires em inicio de carreira

  • Anderson diz: 8 de março de 2012

    tá fraco heim quase uma semana sem atualização

    Resposta: Estive um pouco afastado, agora tô de volta ; )

  • marilene diz: 8 de março de 2012

    Adoro as piadas, e poderiam postar mais vezes. Entretanto, quando acesso diariamente, não estou visualizando outras postagens. Cadê o André???

    Resposta: Oi, Marilene. Passei uma semana meio afastado, mas agora tô de volta ; )

  • andressa diz: 8 de março de 2012

    legal

Envie seu Comentário