Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Dez piadas e histórias engraçadas para contar no findi #73

30 de maio de 2014 1
The following two tabs change content below.

Seleção de piadas de sogra

É dia das 10 piadas e histórias engraçadas para contar no findi. Escolha as mais “tri” e conte no aniversário do seu afilhado que acontece nesse final de semana (parabéns Lucas!).

Colaboraram nesta edição: Gilmar Schafer; Dimi Hopikins; Gisele Bassani (x5); Luiz Carlos (x2); José Thomaz Pereira.

E se quiser ver sua piada no blog, envie com o assunto “Piadas do Findi” para naocliqueaqui@clicrbs.com.br.

—————————————————————————–

O menino e as moedas

Um pai entra num restaurante com seu pequeno filho, e lhe dá 3 moedas para ele se manter ocupado. De repente o menino começa a tossir violentamente, sua face ficando azul.

O pai achou que o garoto tinha engolido as moedas e deu uns tapas nas costas dele. O menino cuspiu duas das moedas, mas continuou a convulsão. O pai olhando o filho começou a ficar em pânico, gritando por ajuda.

Uma senhora, elegante, muito bem vestida, de olhar sério, estava sentada no balcão do bar lendo um jornal e sorvendo de sua taça de café. Com a comoção, ela olhou para ver o que estava acontecendo.

Calmamente ela colocou a xícara no pires, dobrou o jornal, e sem pressa cruzou o restaurante em direção do grupo agora bastante aflito. Ela pegou o garoto e cuidadosamente desceu suas calças. Com uma das mãos segurou os testículos do menino e começou a apertá-los e girando-os. De inicio suavemente e logo de maneira firme.

Em poucos segundos, o menino deu uma última convulsão e cuspiu o último níquel que caiu justo na mão livre da mulher. Soltando os testículos da criança, a dama dá a moeda para o pai e volta ao balcão do bar para terminar seu café e sem dar uma palavra sequer.

Assim que o pai ficou seguro que seu filho não tinha sofrido outras consequências, ele muito comovido e agradecido, se dirige a senhora e diz:

- Eu nunca vi alguém assim, tão eficiente. Foi fantástico! A senhora é médica?

- Não – respondeu a mulher – Eu trabalho na Receita Federal.

—————————————————————————–

Descida da serra do Tamaios

Um motoqueiro com sua mil e cem descia tranquilamente a 60 km/h. De repente veio uma mobilete velha com um tiozinho gritando “Qualéquié!!!!” a uns 80 por hora. O motoqueiro se sentiu ofendido e ultrapassou a jabiraca a 100km/h.

Estando novamente tranquilo, lá vem o velhinho: “Qualéquié!!!!”.

O cara da moto não deixa barato acelera e chega a 120 já nas curvas da Tamaios!

Quando pensa que estava livre, o velhinho ultrapassa o motoqueiro a 150KM/h e se perde na curva gritando!

- Qualéquié o freio dessa Poooooooooooooooooooorra??!!

—————————————————————————–

De olho

- Tenho a vista tão fraca, que sou obrigado a trabalhar o tempo todo.

- Esta não! Você está brincando!

- Não estou não! Acontece que, da minha mesa, não posso ver se o chefe está me vigiando ou não, e por via das dúvidas, trabalho sem parar.

—————————————————————————–

Festa da firma

O patrão deu uma festa para os funcionários. Durante a festa, o patrão começou a contar piadas, absolutamente sem graça, aos funcionários.

Todo mundo quase morria de rir, exceto um um rapaz, o qual ficava calado. Depois da décima quinta piada e sem que o rapaz modificasse seu semblante, o patrão resolveu falar com ele:

- Porque tu não ri das minhas piadas iguais os outros, por acaso não acha graça?

Então ele responde:

- É que eu não trabalho na empresa.

—————————————————————————–

Português vendedor

O gerente daquela famosa seguradora fica indignado ao receber o primeiro contrato de venda do seu mais recente funcionário:

- Pô, Manoel! Como você aceitou fazer seguro de vida para um homem de 96 anos de idade?

E o Manoel, com toda a tranqüilidade:

- Ora pois, não se preocupe, chefe! Antes de fechar o negócio eu consultei as estatísticas e constatei que morre pouquíssima gente com essa idade!

—————————————————————————–

Chefe matão

Eram três amigos: um italiano, um brasileiro e um português, que trabalhavam numa empresa juntos. Todo dia eles notavam que o chefe saía mais cedo. Uma vez eles resolveram sair logo depois do chefe, já que não ia ter ninguém para dar bronca. E assim fizeram.

O brasileiro aproveitou e foi ao boteco tomar uma cerveja. O italiano foi para casa e preparou um belo macarrão. O português foi para casa descansar. Chegando lá, ele abriu a porta do quarto devagarinho e viu sua mulher na cama com o chefe!

Ele fechou a porta sem fazer barulho e saiu.

No dia seguinte, o brasileiro e o italiano resolveram repetir a dose e chamaram o português. Mas ele respondeu:

- Não vou, não. Ontem quase fui pego!

—————————————————————————–

Voando no balão

Um homem voando num balão percebe que estava perdido. Ao ver alguém lá embaixo, resolve descer um pouco para perguntar. Quando está suficientemente baixo, grita:

- Hei! Você ai! Pode me dizer onde estou?

- Sim! Você está num balão, a cerca de 5 metros do solo! – responde o outro.

- Você é engenheiro, não é? – pergunta o balonista.

- Sim, sou! Como você sabe?

- Bem – diz o balonista – tudo o que você disse é tecnicamente correto, mas não me serviu para nada.

- E você é gerente, não é? – replica o engenheiro.

- Sim sou gerente! Mas como você adivinhou? – pergunta o balonista.

- Sei pelo fato de que você não sabe onde está, nem pra onde está indo, mas espera que eu te ajude. Você está na mesma situação em que estava antes de me encontrar, e agora quer colocar a culpa em mim!

—————————————————————————–

A Lojinha Milagrosa

O sujeito entra em uma loja no centro de São Paulo e olha com desprezo para o ambiente mal iluminado, o balcão empoeirado, as roupas penduradas em ganchos e o chão de tacos de madeira encardidos.

- Tá olhando o quê? – pergunta o dono da loja – Com esta lojinha, Salim fez a vida!

- É mesmo? – pergunta o sujeito, sem se alterar.

- Claro! – responde o turco – Com esta lojinha Salim tem casa no Morumbi, apartamento no Guarujá, fazenda em Uberaba, filho estudando nos Estados Unidos… Tudo com lojinha!

- Que interessante! – continua o sujeito – digo, porque meu nome é Heitor e sou fiscal do imposto de renda!

- Muito brazer, Heitor! Eu sou o Salim, o maior mentiroso de São Paulo!

—————————————————————————–

Bichinhas no céu

Quatro bichinhas morreram num acidente de carro. Quando chegaram no céu, já começou o preconceito.

São Pedro falou:

- Vamos lá façam uma fila. Bicha 1, Bicha 2, Bicha 3 e Bicha 4.

Depois de formada a fila, com as bichas na devida ordem, São Pedro começou a perguntar os pecados das bichas.

-Bicha 1, qual e o seu pecado?

-Eu coloquei a mão no pênis de um homem.

- Tudo bem, lava a mão naquela água ali e tá perdoada.

- Bicha 2, qual e o seu pecado?

- Eu coloquei as duas mãos no pênis de um homem.

- Tudo bem, lava a mão naquela água ali e tá perdoada.

De repente, as outras duas bichas começaram a brigar:

- Quem vai na frente sou eu.

- Não, sou eu quem vou.

- Não, quem vai sou eu…

e por ai vai…

São Pedro falou:

- Parem de brigar! O que esta havendo, Bicha 4, por que você quer passar a frente.

Aí a Bicha 4 responde:

- Eu não vou gargarejar de jeito nenhum a água que ela vai lavar a bunda.

—————————————————————————–

Cardápio em Manaus

Um sujeito entra num restaurante em Manaus, e ao olhar o cardápio, se espanta com o nome de um prato local.

Era um prato a base de peixe e chamava-se “HIPOGLÓS”.

Pergunta o sujeito ao garçom:

- HIPOGLÓS???? Que raio de prato é esse?

E o garçom responde na bucha:

- É PACU ASSADO!!!

—————————————————————————–

Enviadas pelos leitores

Faça o seu comentário!

Comentários (1)

  • Theodore Sawer diz: 20 de julho de 2014

    This is my first discussion board entry at this point.! I am pleased to be obtaining associated in this article and since I am new to discussion board neighborhood, I really feel occasionally, that I’ve to understand a whole lot, believe you fellas have patient on me.Thank you see you guys

Envie seu Comentário