Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Quer comprar? O cara teve uma perna amputada e está vendendo em um leilão!

17 de outubro de 2014 10
The following two tabs change content below.

 perna-amputada-vende (2)

A minha perna é MINHA, né? Então, eu posso vender? O holandês Leo Bonten entende que sim. Ele colocou a perna amputada para vender em um leilão na internet.

O sujeito usou o eBay para oferecer o membro, que fora transformado em abajur (bizarro pra c#cete), com a ajuda de um designer. Claro que a oferta foi tirada do ar, por infringir as normas do site.

perna-amputada-vende (3)

O homem, de 53 anos, defende que guardar a perna cortada é como guardar pedras retiradas dos rins, ou cinzas de cremação. Ele chegou a receber um lance, de US$ 80 mil. O dinheiro, segundo ele, seria para pagar dívidas médicas e comprar uma prótese.

perna-amputada-vende (1)

Faça o seu comentário!

Comentários (10)

  • aline MARIA diz: 17 de outubro de 2014

    acho que se tem gente que queira comprar… não há nada que o impeça de vender…. bobagem ate, a perna é dele… acho que é merecido…

  • Christian diz: 17 de outubro de 2014

    Tem que ser muito sequelado para comprar a perna dele.

  • Rodrigo diz: 17 de outubro de 2014

    Merecido, aline MARIA?
    hauahuhauahuahu

    Cara, ou o mundo está muito louco ou as pessoas perderam o senso do limite da zueira.

  • Gustavo Mendes diz: 17 de outubro de 2014

    concordo com a “Ana Maria”

  • Thomas diz: 17 de outubro de 2014

    Ah que que é isso, uma perna humana , tá certo que a perna era do cara e ele faz dela
    o que quiser, mas me poupe querendo vender uma parte de seu corpo, se já perdeu a
    mesma é porque algo de ruím tinha, e agora será que tem gente de raciocínio querendo comprar só porque é um abajur? coisa séria, sempre que olhar vai ver que é uma perna
    humana, fui que nojo, se fosse um trabalho artístico ainda vá lá, mas humanamente
    uma perna dentro da casa da pessoa, hui hu hui, que ridículo, assustador, macabro.
    Enterra isso cara deixa de ser maluco, credo.

  • Ismael diz: 17 de outubro de 2014

    Se a perna do cara vale USD 80 mil imagina a “perna” do Kid Bengala.

  • aline MARIA diz: 17 de outubro de 2014

    RODRIGO o raciocínio é bem simples, vou repetir, mas se vc não entender, me fala que eu desenho:

    A perna é dele. ok.
    Ofereceu para alguém comprar. ok
    alguém quis comprar. ok
    alguém quis pagar uma fortuna, ok
    E ELE NAO MERECE ESSA GRANA? merece.
    LOGO…. o valor à ele entregue, é merecido.

    QUAL O ABSURDO ONO QUE EU DISSE?
    absurdo ele querer vender a pena? ok… MAS É DELE, CARA… o que diabos vc tem com isso?

  • Jagunço diz: 17 de outubro de 2014

    A opinião da Aline Maria mostra o grau de alienação que impera nessa “geração instagram”: ele sacreditam piamente que para fazer alguma coisa, basta “querer”, “a perna é dele”, “ele faz o que quer”, “tem quem compre”, como se todas essas pessoas não devessem se submeter a um ordenamento jurídico que prevê questões sanitárias e de saúde mínimas para que a população não viva, daqui a pouco, em meio à pernas, braços, cabeças, pedaços de intestino, restos de humanos ou animais espalhados por aí só porque algum doente resolveu que era uma boa ideia comprar algo desse tipo pra poder tirar foto e postar do facebook pros amigos…desconsiderando o risco sanitário desse tipo de coisa sem fundamento.
    Geração perdida, lamentavelmente.

  • Jagunço2 diz: 17 de outubro de 2014

    A opinião da Aline Maria é o retrato da alienação da atual geração, que só pensa em facebook e video-game: “ele quis vender”, “a perna é dele”, “alguém quis comprar”, “que mal há nisso”, como se o relatado na notícia fosse alguma brincadeira ou como se as pessoas pudessem ser isentadas de obedecer a lei só porque acharam legal e isso vai dar assunto pra postarem no facebook…”se alguém quiser vender um intestino e eu tiver dinheiro, qual o problema, o dinheiro é meu!”…ora ora, como se isso não implicasse em questão de saúde pública, questão sanitária, etc.

  • aline MARIA diz: 20 de outubro de 2014

    jagunço, rs…. geração instagram????? heheheh eu nasci em 1973, obrigada por me achar da geração instagram, hehehehe falou bobagem.

Envie seu Comentário