Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Péricles conversa com o NPDL para contar as novidades do novo CD, Feito pra durar

30 de abril de 2015 0
Divulgação

Divulgação

* Por Janaína Laurindo
Péricles começou no Exaltasamba no ano em que nasci, 1986. Eu sei, não deveria ficar revelando a minha idade, mas, se para mim os anos trouxeram cabelos brancos e dores nas costas, para o sambista, a experiência é a maior bagagem. E é com todo esse histórico que ele lança na primeira semana de maio o terceiro CD solo, Feito pra durar.

Engana-se quem pensa que, com toda a sua história, ele não está aberto ao novo. Pelo contrário. Em conversa pelo telefone, Péricles me confidenciou que o álbum está recheado de composições de novos escritores. Entre eles, seu filho, Lucas Morato, que compôs a música É quente, uma mistura de forró com samba.

“A gente precisa se adequar ao mercado. Perceber o que o público quer ouvir. E tem uma nova geração que está atenta a isso, e é muito boa”, revelou.

Sobre a presença da composição do filho, ele garante que não teve “preferência”. “Eu fiz a seleção do repertório sem saber quem eram os autores. Pra mim o que importa é a música ser boa. Por acaso uma das canções escolhidas era dele. Fiquei muito feliz por isso”, contou o pai orgulhoso.

E falando em parceria, não podia deixar de perguntar sobre Thiaguinho, que também volta a dividir o microfone com Péricles nesse álbum.

“A gente contribui muito um com o outro. É uma troca muito bacana. Também estou fazendo uma participação no CD dele”.

Feito pra durar

cover170x170Samba, sempre o samba. Como novidade para esse trabalho, Péricles ressalta o romantismo e o retorno ao estúdio.

“Este disco tem um apelo mais romântico. As músicas são praticamente sambas-canção. Neste trabalho me mostro mais como cantor, alcançando tanto as notas mais graves quanto as mais agudas, explorando sempre a emoção no cantar”.

A volta aos estúdios contribuiu para esse resultado, garante ele. “Depois de nove anos voltei a gravar em estúdio. Estava fazendo vários ao vivo, que também é legal, mas no estúdio temos mais flexibilidade. Dá pra aprimorar mais o resultado”, salienta.

As gravações ocorreram entre os dias 26 de dezembro e 9 de janeiro. Sim, enquanto o povo estava de recesso, estava ele lá, trabalhando. Pois foi nesta lacuna em sua agenda que ele encontrou para produzir, porque a maratona de shows é grande o ano todo. E para manter o pique, muito cuidado com a saúde.

“Eu me alimento bem, faço caminhadas, jogo bola duas vezes por semana, o que ajuda bastante a manter o fôlego”.

Mais parcerias

Isaias Marcelo, que assina a produção e direção musical do novo álbum, já acompanha Péricles desde os tempos de Exaltasamba. De certos parceiros ele não abre mão. Do Thiaguinho eu já falei. Como novidade, Péricles faz o dueto com Hellen Caroline, conhecida como a princesa do pagode, na música Dois rivais.

E não precisa nem ficar curioso para ouvir essa e as outras 12 faixas do álbum. No itunes ele já está disponível e a partir da primeira semana de maio o CD já estará à venda exclusivamente nas bancas de jornal de todo Brasil. E Floripa já está na agenda de shows deste ano. Em setembro, ele aterrissa por aqui. Até lá, dá tempo de ficar com todas as músicas na ponta da língua.

Envie seu Comentário