Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Resultados da pesquisa por "Carminha"

Sucesso de Avenida Brasil, com sua Carminha, se espalha pelo mundo

29 de junho de 2013 0

* Por Cris Cordioli
E alguém tinha dúvidas de que Carminha conquistaria o mundo? Eu é que não! Pois o “óvio”, como diz minha filha de cinco anos, aconteceu.

A deliciosa Avenida Brasil já é a novela da TV Globo recordista de vendas no exterior. Para se ter uma ideia, o folhetim se encerrou no Brasil em outubro de 2012 e até junho de 2013 já foi comercializado para 106 países e dublado em 14 línguas diferentes como espanhol, inglês, russo, grego, polonês e francês.
O novelão está sendo exibido na Rússia, Croácia, Grécia, Uruguai, Panamá e Equador, e vem garantindo bons índices de audiência. Quem me contou? A Folha de S. Paulo, oras!

Papel de Carminha seria de Eliane Giardini

19 de outubro de 2012 0

* Por Celina Keppeler
Dá pra imaginar outra Carminha que não a Adriana Esteves? Difícil, né? Dá pra imaginar a Muricy no lugar da Carminha? Mais difícil ainda. Pois é, mas era assim que deveria ter sido. Quando João Emanuel Carneiro escreveu o personagem, ele pensou em Eliane Giardini como a vilã mor. E para interpretá-la, na primeira fase da trama, o autor convidou Fabíula Nascimento, devido à semelhança com Eliane.
Porém, como pudemos constatar, tudo mudou e fomos presenteados com o talento de Adriana Esteves no papel central. Melhor, impossível!   Mas para não deixar o “parentesco” entre Eliane e Fabíula passar batido, João Emanuel criou a cena em que Olenka se veste de Muricy pra conquistar Adauto.

* Por Bárbara Nunes
Agora fiquei imaginando quem teria sido o Max. Marcos Caruso? Nem pensar, né? E o Tufão? Talvez o Fagundes? Eu gosto quando os protagonistas são mais maduros. Lembram da Nazaré e da Maria do Carmo em Senhora do Destino? Nossa, deram show. Mas é claro que não posso deixar de parabenizar Adriana Esteves. Eu já sabia que ela é uma ótima atriz e, agora, como Carminha, mostrou que tira dez em qualquer desafio. Amei a vilã. Aliás, é possível a gente gostar mais da mocinha do que da vilã? Nunca consegui…

Final de Avenida Brasil: Carminha atira no pai para salvar Tufão e Nina

18 de outubro de 2012 2


* Por Celina Keppeler

A cena vai ser emocionante. Quando li, quase chorei. Carminha vai salvar Tufão e Nina, se entregar à polícia e se redimir de seus pecados. Arrependida! É assim que a maior vilã dos últimos tempos vai estar no final da novela.

Depois que Nina tentar salvar Tufão e também acabar sendo refém de Santiago, os três, Carminha, Nina e Tufão, seguirão de carro até o aeroporto, onde um avião já está esperando pelo vilão Santiago. Mas depois que Carminha descobre que o plano do pai é matar Tufão e Nina, ela se revolta, acaba apontando uma arma para Santiago e o comparsa dele.

Santiago exige que a filhe lhe entregue a arma, mas ela não obedece.

“Mais um passo e eu atiro!”, diz ela.

“Atira! Quero só ver! Que é que você pretende? Fugir sozinha com a grana? Como, sua estúpida? Quem sabe pilotar é o Nicolau. Você não tem plano de fuga, Carminha. Eu tenho. Eu sou seu plano de fuga! Você só tem a mim nesse mundo agora, o seu pai… Eu vou cuidar de você, filha. Vai ficar tudo bem… Confia em mim! Me dá essa arma… Eu cuido desses dois, eu cuido de tudo… Dá…”, diz o vilão.

Tufão e Nina imploram para que Carminha não escute o pai.

“Não me decepciona, filha. Deixa de ser burra! Vê se entende: você não tem como fugir sem mim!”, insiste Santiago.

“Eu não vou fugir!”, responde Carmen Lucia.

“Como? Endoidou de vez, é isso, Carmen Lúcia? Vai fazer o quê? Ficar esperando a polícia chegar, te prender?”, pergunta o pai, que ao ouvir a resposta positiva da filha, tenta persuadi-la:

“O que você tá falando, Carminha? Que é que te deu? A gente não chegou tão longe pra morrer na praia!”, reclama.

” Gente como a gente precisa pagar pelo que fez!”, diz Carminha.

“Carminha, não surta! Tem vinte milhões naquele avião à nossa espera… Vinte milhões! A gente vai recomeçar a vida em outro lugar, filha…”

“Não, não vai! A nossa vida acabou há muito tempo!”, diz ela.

“Para de falar bobagem, Carmen Lúcia! Nós estamos acima da média! Deixa de ser moralista, pequena! Essa não é a minha filha! Não existe culpa pra pessoas como nós…”

” A gente não tá acima de nada, velho maldito! A gente tá abaixo de tudo. A gente é verme! Somos a pior das raças, seu assassino degenerado! Só eu sei o que passei na sua mão..”.

“Não é hora pra isso, Carminha. A polícia vai chegar… Me dá essa arma. Eu perdoo esse teu comportamento, filha… Vai ficar tudo bem… Eu garanto…”, diz Santiago já indo pra cima de Carminha.

Nina e Tufão imploram para que ela não se renda ao pai e ela atira na perna boa do velho, que esbraveja.

O ex-marido e a cozinheira ficam sem entender nada quando Carminha os desamarra.

” Por que é que você tá fazendo isso, Carminha?”

“Não me pergunta nada, Tufão! É melhor… Vai por mim…”, diz ela.

” Que é que você vai fazer com a gente agora?”, pergunta Nina.

” Não tá vendo? Eu entreguei os pontos, Rita. Satisfeita? Não era isso que você tanto queria? Você venceu. Toma!”, diz Carminha, colocando a arma na mão de Nina e pedindo que a cozinheira atire nela.

Nessa hora, Santiago grita: “Louca! Estúpida! Você é um lixo de gente, Carminha! Eu errei em ter te jogado no lixo quando você era pequena. Devia ter acabado com a sua raça, do mesmo jeito que acabei com a raça da sua mãe! Duas fracas, fracassadas!!!”.

Carminha parte para cima do pai e começa a bater nela. Ela só para quando Tufão intervém, mas antes ele entrega o celular para que Nina chame Jorginho.

“Não vai tentar fugir? Você sabe que nem eu nem a Nina vamos ter coragem de atirar…”, diz Tufão pra Carminha.

” Não tem fuga pra mim, Tufão. Fim da linha! Eu disse que vou me entregar pra polícia e vou. Você me conhece, quando resolvo uma coisa, não volto atrás! Eu só vou em frente!”

“Eu acho que vou morrer sem te entender…”, diz Tufão.

Em seguida, Carminha se declara para o ex:

” Eu queria aproveitar essa ocasião pra te dizer que eu sempre soube que não merecia a sorte de ter casado com um homem maravilhoso como você. Sempre soube que não era digna de ser sua mulher… Talvez por isso eu tenha feito tanta besteira esses anos todos! Eu não tô mentindo, não tô apelando pra sua misericórdia, não espero ajuda nenhuma sua. Eu só queria te dizer isso, que da minha maneira louca, eu te amei. Muito. Eu gostava de ser a esposa perfeita, gostava de ter uma família, gostava de te fazer feliz… Porque você me fazia feliz, como eu nunca eu nunca tinha sido antes, como nunca mais eu vou ser! Obrigada, viu? Eu só tenho mais um pedido a te fazer: cuida da Ághata por mim.”

“A Ághata, o Jorginho… Eu amo meus filhos! Os filhos que você me deu, Carminha… Eu te agradeço muito por eles.”, responde o craque.

“E você, traste… Quero dizer que eu te admiro. Desde que você era aquela garotinha insuportável! Você é forte, obstinada…”

“Como você, Carminha?”, pergunta Nina.

” É, como eu! Cuida direito do meu filho, hein? Trata de fazer o Jorginho feliz. Promete?”

“Prometo!”, diz Nina.

Na sequência, todos são presos e levados pela polícia.

Se emocionaram? Pois eu, sim!

Final de Avenida Brasil: Carminha e Nina ficam amigas

16 de outubro de 2012 0

* Por Celina Keppeler
Final feliz para Nina e Carminha em Avenida Brasil. Depois que a vilã pagar por seus crimes e voltar a viver no lixão, ao lado de Mãe Lucinda, cuidando das crianças, finalmente Nina conseguirá aquilo que passou a novela inteira querendo: se entender com Jorginho, seu filho. De lambuja, Carminha ainda vai perdoar e pedir perdão à Nina.
Sim, as duas vão virar amiguinhas depois que a cozinheira e Jorginho forem até o lixão apresentar Jorge Tufão Neto, o Tufãozinho, pra vovó Carmen Lúcia.
Quando o casal chega ao lixão, Nina vai avisando pra Carminha:
“Já tava na hora de você conhecer seu neto, Carminha”.
A loira fica morta de feliz e pergunta a Nina se ela a perdoou mesmo depois de tudo que ela fez. Nina aproveita pra pedir perdão também por tudo que causou à sogra:
“Eu tô vivendo uma vida de verdade agora, graças a você. Quero saber se você me perdoa… E adianta não perdoar? Ódio, vingança, nada disso tem mais sentido pra nós duas”, responde Carminha.
E não é que depois de tudo a duas ainda selam a amizade com um abraço?
Bem final de novela, né?


Final de Avenida Brasil: Carminha salva Tufão e Nina

16 de outubro de 2012 0

* Por Celina Keppeler
Assim como já afirmamos um milhão de vezes aqui no blog, Carminha não é tão má quanto parece. Agora que a vilã está comendo o pão que o diabo amassou nas mãos do pai, vai começar a pensar na vida. Tanto que, quando Santiago propõe que os dois sequestrem Tufão, roubem os R$ 20 milhões que ele usaria para dar início à construção do shopping do Divino, e se mudem pra Itália, Carminha é contra. Mas como o pai não lhe dá ouvidos, a loira é forçada a participar do plano.

Depois de ter o sogro sequestrado, Nina descobre, como sempre, o cativeiro do ex-jogador. Ela avisa Jorginho que vai tentar resgatar o sogro. Só que a cozinheira, esperta que só ela, acaba sendo feita refém junto com Tufão.
Quando pai e filha estão prontos para a fuga, já dentro do avião e com o dinheiro na mão, Carminha resolve tentar limpar sua barra e atira na perna do pai, pra que ele não tente fugir.
Em seguida, ela entrega a arma para Nina e pede que ela a mate. Mas a cozinheira não o faz e Tufão estranha a atitude da ex-mulher.
“Não tem fuga pra mim, Tufão. Fim da linha! Eu disse que vou me entregar pra polícia e vou”, diz Carminha, que ainda aproveita o momento de arrependimento e pede perdão ao craque por tudo que ela fez.

A vilã ainda confessa que Tufão sempre foi um marido maravilhoso:
“Eu gostava de ser a esposa perfeita, gostava de ter uma família, gostava de te fazer feliz… Porque você me fazia feliz, como eu nunca eu nunca tinha sido antes, como nunca mais eu vou ser! Obrigada, viu? Eu só tenho mais um pedido a te fazer: cuida da Ághata por mim”, completa.

Jura que o Tufão não vai se comover, né? Coração mole do jeito que é, depois dessa, capaz até de aceitar a Carminha de volta.

Final de Avenida Brasil: Passado de Carminha vem à tona

15 de outubro de 2012 0

* Por Celina Keppeler
Grandes revelações no capítulo desta segunda. E cada vez mais chego a conclusão de que estávamos certas: Carminha não é tão má assim. E com um pai daqueles… E o Leleco, que daqui há pouco toma o cargo do Zenon na novela? Tira uma confissão dali, flagra alguém acolá, e o malandro anda desenrolando esse novelo. Logo se vê que o Tufão não puxou o pai.

Tá, confesso que fiquei morrendo de pena da Carminha na hora do flashback da morte da mãe dela. O problema é que pra limpar a barra dela vai precisar de, pelo menos, umas três faxineiras das boas.


* Por Don Rodrigo
O papaizinho da Carminha, Santiago, mata é a mamãe, e se bobear quem mais estiver a sua frente. O cara é 110% do mau. E tem uma raiva da filha, que também terá que ser explicada. A família do Tufão é trouxa, né? Bá, qualquer historinha eles já ficam todos de coração mole. Joginho e Nina, mais “safos” perceberam que tem algo errado. Tem tanta vingança e tragédia, que de repente, até a versão da Carminha não é 100% confiável. Quando vamos saber? Só na sexta-feira…

Final de Avenida Brasil: Mansão pega fogo com Carminha dentro

14 de outubro de 2012 0

* Por Celina Keppeler
Carminha não vai atender ao pedido de Tufão de não volta à mansão. Em breve, ela irá com o pai, Santiago, até a casa onde morava pra tentar pegar suas joias que ficaram no cofre. A ideia genial veio da cabeça de Santiago, já que ele trabalha com contrabando de joias em bonecas.
E quando eles pensarem que a casa estava vazia, entram sorrateiramente. Mas eles não contavam com a astúcia de Janaína, que verá ali a oportunidade de se vingar de Carminha, já que ela pôs seu filho no mundo do crime.
A empregada vai abrir o gás da cozinha pra matar a dupla intoxicada. Porém, uma fagulha, que não estava nos seus planos, faz com que a mansão pegue fogo.Será que Carminha morre assada com o pai?

Carminha: Protagonista de sua própria história

10 de outubro de 2012 0


* Por Adrienne Lago – psicóloga

A grande batalha travada entre aquilo que nasce com o indivíduo e o que é adquirido durante nossa existência acaba abrindo um abismo que dificulta a compreensão do que somos.
Atualmente temos a personagem Carminha trazendo essa discussão para rodas de conversa. Ela age de maneira egocêntrica em suas relações, ignorando qualquer regra social, e prioriza sempre os seus próprios desejos e ganhos. 

Mesmo tendo vivido no lixão, com uma história cheia de exemplos ruins, justificar as atitudes da personagem, analisando a infância sofrida, é engessar as possibilidades que o sujeito tem de ser o protagonista de sua própria história.

É possível fazer escolhas diferentes daquelas feitas por Carminha. Já dizia o filósofo Jean-Paul Sartre: “Não importa o que fizeram de mim, mas, sim, o que farei daquilo que fizeram de mim”.
Contudo, Carminha deu valor às situações vividas na sua infância de tal maneira que encontrou dificuldades de se experimentar de outras formas no mundo.

Mas, será que ela tem cura? Bem, primeiramente isso tem que partir dela. Sempre há tempo para nos reinventarmos! E com Carminha não seria diferente. O que ela precisa é repensar a sua história e abrir o leque de possibilidades para dar um outro destino às suas escolhas.