Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Resultados da pesquisa por "Glória Menezes"

Fernanda Montenegro e Gloria Menezes se estranham por causa de beijo gay

26 de junho de 2015 1
Foto: Tadeu Vilani/Divulgação

Foto: Tadeu Vilani/Divulgação

* Por Celina Keppeler
Jezuis, aparta porque é briga… e de gente grande! Fernandona Montenegro se queimou com uma declaração de Glória Menezes e a guerra entre as duas foi anunciada.
Gloria Menezes foi dizer que o beijo gay de Fernanda e Natália em Babilônia deveria ter sido deixado pro último capítulo, não pro primeiro.
‘Para o público, foi um beijo entre Fernanda e Nathalia, e não entre as personagens”.
Pra que, né?
Fernanda queimou ruim e mandou a indireta:
“Acho estranho os nossos colegas libertários dizerem que tinha que beijar no ultimo capitulo. É pior que os fundamentalistas religiosos”.
Não, não quero ver onde esta história vai dar e espero que ela acabe por aqui, de preferência com um abraço de paz entre as duas senhoras, que não têm mais idade pra esse tipo de picuinha.

 

:: Atores fazem homenagem lembrando de Yoná Magalhães

21 de outubro de 2015 0
TV Globo, reprodução

TV Globo, reprodução

* Por Cris Cordioli
Como dedicamos um post magrinho comunicando a morte de Yoná Magalhães, eu eu acho que ela merece não só o nosso respeito, mas o reconhecimento geral pela carreria marcada por sucessos e brilhantes atuações, resolvi compartilhar com todos o apanhado que o G1 fez dos muitos depoimentos dados ao canal GloboNews sobre a profissional exemplar. Um punhado de saudade, lembranças e palavras de amor que só vem com a morte, mas que prestam uma bela homenagem à atriz. E eu faço a minha, lembrando de Matilde, de Roque Santeiro, com muito carinho. Adorava a Capivara do Sinhozinho Malta. Foi inclusive com esse papel que ela recebeu o convite para posar para a Playboy com, pasmem, 50 anos. Não era fraca!

Antonio Fagundes:
“A Yoná foi uma figura de imenso destaque na TV brasileira. Eu tive a honra e prazer de fazer meu primeiro trabalho como par romântico dela na novela ‘Saramandaia’, de 1976. Infelizmente, o único trabalho que a gente fez junto, mas tenho um grande carinho por ela. Sempre muito bonita e uma excelente atriz. Ela era uma pessoa realmente muito talentosa”.

Othon Bastos:
“A notícia é muito triste. Era uma colega maravilhosa. Ela vai deixar muita saudade, principalmente para os amigos que ficaram. Eu tinha um grande afeto, amizade por ela. Fomos colegas por mais de 50 anos. Que ela tenha bastante luz, que seja recebida com muita paz. Era uma excelente atriz e não tem quem fique no lugar”.

Juca de Oliveira:
“Ela foi uma pioneira. O espectador entrou em contato com a televisão logo com a Yoná. Além de ser uma mulher lindíssima, era um talento excepcional. Foi uma perda enorme. Era uma amiga leal, generosa, muito dedicada, sempre presente e disposta a ajudar mesmo as pessoas mais inexperientes estava disposta a ler o roteiro com elas”.

Eva Wilma:
“Tenho lembranças muito lindas da época da TV ao vivo, quando tinha um programa de muito sucesso, dirigido por Cassiano Gabus Mendes, ‘Alô doçura’. Ela era uma pessoa disciplinada, dedicada, até os últimos momentos, ela nunca parou de cuidar da dança, do ballet clássico, tínhamos isso em comum. Queria agradecer Yoná aquela vez que você me substituiu e outras vezes que mostrou seu amor pela profissão. Estaremos um dia juntas novamente”.

Arlete Salles:
“A morte choca, principalmente quando se trata de uma mulher que brilhou no cinema, teatro, televisão. Ela foi pioneira do universo da dramaturgia da Rede Globo. Ela foi uma estrela na melhor expressão da palavra. Uma colega maravilhosa. Lembro de dois trabalhos que fiz com ela no teatro e foi um prazer dividir o palco com ela. Uma colega impecável, linda. Eu estava acompanhando ela no hospital, com o filho dela, e tinha esperança de que voltasse pra casa, mas não aconteceu porque era a hora dela. Até qualquer dia e a gente se encontra por lá. Uma estrela que não vai mais brilhar pra gente”.

Amora Mautner:
“Estou muito triste. A Yoná faz parte da nossa formação. Desde criança vi a Yoná fazendo diversos papéis e quando tive a oportunidade de dirigi-la em três novelas, e ela era de uma sabedoria, uma paz, uma pessoa única. Além de tudo, eu brincava com ela que, aos 60 anos, ela botava a perna lá em cima igual bailarina de 15 anos. A Yoná era um exemplo de companheirismo, profissionalismo. A marca da Yoná era a alegria”.

Gloria Menezes:
“Eu estou abaladíssima. A gente começou juntas na TV Globo no Rio. Foi uma companheira não só de trabalho, mas uma amiga que tivemos na TV. Fiz com a Yoná novelas como ‘A próxima vítima’ e ‘O espelho mágico. Tive o prazer de trabalhar com ela no teatro em ‘Vagas para moças de fino trato’. Foi uma peça de grande sucesso e a gente, quando trabalha em TV e teatro, a gente vira uma família. Fica mais tempo fora ensaiando do que em casa. Ela fez parte de uma época de sucesso da minha vida. Era uma pessoa alegre, talentosa, com um sorriso cativante. A espontaneidade da Yoná, uma risada e uma gargalhada eram a marca dela. Pra mim bate fundo porque nós éramos da mesma idade e começamos na Globo juntas. Parece um pedaço da nossa vida que está indo”.

Isabelle Drummond e Humberto Carrão estão namorando

29 de outubro de 2013 6

Rede Globo, divulgação

* Por Janaína Laurindo
Mais um casal que fez a vida imitar a arte. A dupla Isabelle Drummond e Humberto Carrão, que interpretam o casal Giane e Fabinho em Sangue Bom, está namorando. Segundo uma fonte do site Purepeople, os dois começaram a se aproximar depois que seus personagens iniciaram um romance na novela. Para quem não lembra, Isabelle e Carrão já viveram outro par romântico em Cheias de Charme.

Humberto é o mesmo que namora Chandelly Braz, mas que foi visto aos beijos com Sophie Charlotte, a ex de Malvino Salvador, no Rock in Rio, e que agora é apontado como namorado de Isabelle, que é vista nos bastidores como uma boa moça reservada, mas que meses atrás foi apontada como namorada do jogador Pato, que havia recém terminado com Barbara Berlusconi, que por sua vez, pegou um garçom…, …, …, …, …, …. Aff, melhor parar por aqui. Cansei dessa brincadeira.

Globo, bora fazer um workshop para os seus atores com Glória Menezes e Tarcísio Meira? Algo do tipo: como permanecer casado depois de viver um relacionamento fictício.

* Por Cris Cordioli
Pra que, Jana? Deixa o povo ser feliz. Essa de entrar em um relacionamento para sempre é coisa para nós, meros mortais, que juntamos os trapinhos e nos conformamos em beijar sempre a mesma boca. Para os atores, que lascam os beiços e ganham pra isso, deve ser difícil encarar a fidelidade de frente. Agora eu pergunto? Quem se diverte mais? Tá, sei, melhor deixar quietinho.