Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Resultados da pesquisa por "Padre Fábio de Melo"

Snapchat do Padre Fábio de Melo vira assunto entre os famosos

23 de fevereiro de 2016 0
Reprodução

Reprodução

fabiodemelo3, esse é o caminho… hahaha

* Por Janaína Laurindo

Quem aí já entrou na onda do Snapchat? Eu tô curtindo a rede social, tô lá – Jana_Laurindo – só fuçando a vida das celebridades. É bom pra saber que todo mundo é igual a todo mundo. Uns mais loucos e outros menos, é claro. Bom, toda essa introdução para falar do mais novo queridinho da rede: Padre Fábio de Melo.

Gente, sério, o cara é uma comédia. Um ator. Eu sei que ele já arrasava no Twitter, mas no Snap a pessoa se expõe muito mais, e o que tenho para dizer é que ele se presta.

Com tanta desenvoltura na rede, o perfil do padre virou assunto nos snaps de várias celebridades. Como consequência ele agora é ‘a celebridade’ da rede. E posso garantir, vale a pena seguir. Só risada.

Padre Fábio de Melo celebrará o casamento de Eri Johnson

23 de junho de 2015 0
Divulgação

Divulgação

* Por Janaína Laurindo
Eri Johnson demorou para juntar as escovas de dente, mas agora que decidiu casar com a estudante de Medicina Alice Souto. A festa promete ser de arrasar. Pois não é que até o padre é celebridade? Sim, Padre Fábio de Melo foi o escolhido para realizar a cerimônia de casamento dos pombinhos, em abril de 2016, no Rio de Janeiro.
A noiva, 29 anos mais jovem, já participou do concurso Garota Fantástica, do Fantástico, mas ficou em quarto lugar, apesar da beleza. Sim, é uma bela moça, eu diria que é até areia demais para o caminhãozinho cansado de Johnson, mas hoje em dia com tantas facilidades, dá até pra pagar um frente, né?

* Por Cris Cordioli
Esse casamento tá com “pinta” de que não passa do primeiro tempo.

Padre Marcelo Rossi critica o colega Fábio de Melo

27 de setembro de 2011 69


Reprodução


* Por Celina Keppeler
Padre Marcelo Rossi andou soltando o verbo para o Jornal da Tarde. O religioso criticou as atitudes do colega Padre Fábio de Melo, e revelou que tem umas fãs bem animadinhas.
“Outro dia, estava fazendo uma dedicatória quando chegou uma menina de uns 20 anos, me pedindo em casamento”, relembrou. “Era uma brincadeira, sem maldade. Mas, às vezes, eu vejo uma má intenção. Eu já vivi o outro lado, sei quando uma pessoa olha com outra intenção. Eu trato bem, mas me afasto”, completou.
Huuum, a moça tava te bulinando, padre?
Sobre o colega de profissões – padre e cantor -, o Fábio de Melo, Padre Marcelo diz não concordar com a postura de galã do sacerdote:
“Falei disso para ele uma vez. Como não tive uma resposta positiva, eu respeito, deixo que ele seja abençoado. Ele faz outro tipo de trabalho, cobra cachê. Eu não faço isso”.
Sobre a postura do colega, Padre Marcelo disse: “Não concordo com ele. Sempre falei isso. Quero que ele seja feliz, mas acho que ele se expõe demais, fala besteiras desnecessárias para algumas meninas nos shows”.

* Por Janaína Laurindo
Nossa, não esperava ouvir essas declarações do Padre Marcelo. Acho que é o tipo de comparação que não se faz. Cada um tem seu estilo de evangelizar. É por essas e outras que a Igreja Católica cada vez mais se afasta de sua essência. União, por favor!


Show especial de Natal do Padre Alessandro Campos na faixa

16 de dezembro de 2015 2
Foto Divulgação

Foto Divulgação

* Por Celina Keppeler
Olha, depois que o Padre Marcelo Rossi mandou erguer as mãos e dar glória a Deus, nunca maisa igreja foi a mesma. Os padres estão cada vez mais talentosos e pops. Fábio de Melo e Alessandro Campos estão aí pra não me deixarem mentir.
Falando nisso, o Padre Alessandro Campos estará no próximo sábado aqui pela redondeza, ali no Centro de Eventos Petry, fazendo um especial de Natal.
O show tá imperdível e claro que nesta época natalina, em que estamos com o coração mole, a gente não ia deixar de sortear ingressos pros fãs católicos do padre mais sertanejo do Brasil. Portanto, o primeiro que comentar este post dizendo qual a sua música preferida do padre Alessandro leva um par de ingressos.
Agora, quem deixar seu comentário, fique ligado porque nós vamos mandar as orientações por email e quem não responder em 24h perde o direito aos ingressos, gente!
E a promo tá valendo em 3, 2, 1…

Serviço:
O que: Show Pe Alessandro Campos – Especial de Natal
Data: 19/12/2015 – sábado
Onde: Centro de Eventos Petry
Quando: a partir das 20h30min

Casseta e Planeta e As aventuras do Didi estão fora da programação da Globo em 2013

30 de novembro de 2012 3

Didi com o convidado Padre Fábio de Melo

* Por Celina Keppeler
Desfalque bem sério na grade de programação da Globo em 2013. As Aventuras do Didi e o Casseta & Planeta estão fora! A decisão da emissora foi tomada depois que os “cabeças” chegaram à conclusão de que o horário deve ser ocupado com outros programas, em vez de uma atração fixa.   A pergunta que não quer calar é: onde será que Didi, os cassetas e toda a trupe irão se aventurar agora?   Que medo do que estar por vir!  

* Por Bárbara Nunes
Com certeza a Globo não vai deixar esses caras de fora da TV. Os programas estão defasados, mas eles são considerados – não sei porque – preciosidades da telinha. Logo logo virá uma nova atração que será mega ultra divulgada e (re)incluída na grade…

Viviany Beleboni, a transexual que desfilou "crucificada", desabafa: representei a dor de quem morre por homofobia

11 de junho de 2015 17
Foto Reprodução/Facebook

Foto Reprodução/Facebook

* Por Cris Cordioli
Pois se a intenção da modelo transexual Viviany Beleboni era chamar atenção para as causas da categoria, ela conseguiu. Depois de desfilar em um dos 18 trio elétricos da Parada Gay que aconteceu domingo em São Paulo, “crucificada” como Jesus Cristo – acima dela, uma placa pedia “Basta homofobia GLBT – virou assunto em uma semana onde qualquer notícia mais ou menos foi sufocada pela performance de Rodrigo Lombardi em Verdades Secretas. Viviany está pagando caro por sua coragem. Em um papo com o site Ego, ela conta que até de morte foi ameaçada:

“Dizem que vão me matar, outros desejam que eu tenha câncer e que morra crucificada. Outros disseram que eu tinha que ter caído do trio e quebrado o pescoço. Eu fico com medo, claro, já chorei muito. Mas também recebi apoio de muitas pessoas, como o padre Fábio de Melo, o Jean Wyllys e muitos católicos, que disseram que o preconceito precisa mudar e que Deus me ama igual. Isso me deixou feliz e mais tranquila. Nos primeiros dias era muito xingamento. Minha mensagem era de amor e transformaram em ódio. Eu não tenho medo de morrer. Se eu morrer, pelo menos vim para o mundo para passar uma mensagem de amor e igualdade. Foi por uma boa causa”, disse ela, que na noite de quarta, 10, postou um vídeo no Instagram dizendo que tinha ressuscitado depois de três dias.

Reprodução, arquivo pessoal

fotos Reprodução, arquivo pessoal

2
Na luta por direitos iguais:
“Desde criança sofro muitas agressões. Na semana passada uma amiga transexual foi morta no Sul com seis tiros e antes de morrer os assassinos disseram que estavam procurando outra trans, mas que a matariam também porque ‘não daria em nada’. As pessoas dizem que não existe homofobia, mas isso é ridículo. Minha performance foi para isso, para dizer que queremos que a lei valha também para nós e para que não sejamos assassinadas por sermos quem somos. Fui de coração aberto pedir igualdade de direitos e o fim da homofobia. Só Deus sabe o que a gente passa sendo vítima de preconceito todos os dias”

Intenção foi boa:
“Eu já vi muita morte de trans e gays e quis representar essas pessoas. Jamais eu representaria Jesus Cristo, estava representando as dores e a luta LGBT, tinha uma placa enorme para deixar isso claro. Os evangélicos disseram que eu representar Jesus Cristo é uma blasfêmia, mas no dia da Páscoa quando tem um ator representando Jesus Cristo eles acham bonito, né? É evidente que é porque eu sou trans que estou enfrentando esse preconceito.”

Perdão pra quem?
“A minha intenção foi a melhor, fui de coração aberto pedir igualdade de direitos e o fim da homofobia. Só Deus sabe o que a gente passa sendo vítima de preconceito todos os dias. Não pedi perdão porque não fiz nada de errado.”

Mas teve gente que aprovou:
“Eu entendo que tenha sido chocante, a maquiagem estava bastante realista. Na Parada Gay muita gente me olhou com carinho e compreensão. As pessoas aplaudiram, aceitaram, não teve deboche, não me vaiaram. Fiquei cinco horas na cruz, estou até manchada de sol. Eu não fui para brincar, não dancei. Eu representei a dor das pessoas que estão morrendo por causa da homofobia.”

Foi pela fama?
“Eu trabalho como modelo em eventos, revistas e feiras. Me formei como atriz há um ano, mas é difícil conseguir trabalhos. As pessoas que me conhecem sabem que nego trabalhos na TV porque o transexual é sempre motivo de chacota, é sempre para rir da nossa cara. Eu não preciso disso”.