Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Também quero bunda grande

30 de julho de 2008 16

Jorge Bispo, Revista Playboy

A Mulher Melancia vai estar em Caxias no sábado para cantar e dançar. E o show dela deve lotar. E é óbvio que o motivo não será o talento musical da moça. Mas eu quero dizer que entendo por que ela é a nova paixão nacional masculina. Ela pode ser gorda e não ser nenhuma Afrodite. Mas tem uma bunda enorme!

Não vai adiantar a gente dizer que é muito grande, desproporcional e com celulite. Isso não é defeito para uma mente masculina – e machista. Muitos homens já se renderam a uma bunda grande. Inclusive os intelectuais, que, pela lógica, deveriam estar mais preocupados com a nossa inteligência.

Em seu site, Millôr Fernandes reproduz um texto sobre a bunda feito pelo escritor espanhol Camilo José Cela (prêmio Nobel de literatura em l990) no Diccionario del Erotismo (Grijalbo/ Dois volumes/ 1.792 págs.). Cela e Millôr não são exatamente aqueles homens que a gente imagina buzinando quando enxergam uma mulher. Mas as observações deles sobre a bunda…

“Cada uma das duas porções carnosas e redondas que constituem o traseiro (1). Cabe frisar que, privilegiadamente demarcadas pelas cadeiras, são talvez o elemento mais expressivo de que dispõe a mulher para seu ondulante caminhar. É fenômeno observável nas ruas o giro compulsivo do varão ás costas da mulher, com o incontido propósito de render homenagem à sua polpa gloriosa. O interesse pela bunda tem sido fielmente trasladado para as artes, como se vê nas Venus Calipígeas (2), em Rubens e nos pintores da Escola de Fontainebleau, que sempre exageravam as proporções de modo belíssimo e desmesurado. Nunca se deve esquecer o papel preponderante que essas polpas têm nas relações sado-masoquistas (3), nas práticas de flagelação.

Notas do tradutor:

1) Entre nós, brasileiros, a bunda é a soma das duas partes. Por essa descrição de José Cela, sabemos que as mulheres hispânicas têm duas bundas. Sortudos os espanhóis, no, mamita?

2) As Venus de bundas bonitas. Mas não devemos botar de lado, seja por comiseração ou por urgência, as esteatopígias, de bunda feia.

3) A classificação sado-masoquista é antiga. Nos dias de hoje, dado o uso e o costume, sabe como é, né.“

E nós, vamos pensar o que depois disso?

a) bunda também é cultura

b) até os homens com cultura perdem a cabeça para uma bunda

c) socorro, quero ter a bunda grande também

Postado por Graziela Andreatta, Caxias do Sul

Comentários (16)

  • JUAREZ BONAMIGO diz: 22 de novembro de 2008

    AS DESRAIMUNDADAS QUE ME DESCULPEM, MAS A BUNDA É FUNDAMENTAL.

  • Diva Amaral diz: 2 de janeiro de 2009

    Bom mais que sou privilegiada frente, verso e bonita. Melhor que ter tudo isso é ter o que o que só os homens sábios vêem… conteúdo, valores ser humano, inteligência e sabedoria para saber viver a vida de uma forma plena. Não há peito e nem bunda que supere uma mulher independente, inteligente e classuda. Beijinhos. Diva

  • Marcello diz: 27 de agosto de 2008

    Ahh,convenhamos!Nao ha nada mais excitante do que uma bela bunda feminina (grande,redonda,carnuda),escamoteada sob um vestido e andando despretenciosamente pelas ruas deste pais. Eu perco o rumo qdo me deparo c/uma cena desta…E como eh bom “perder o rumo” nestas horas!…rsrs…

  • João Mello diz: 10 de setembro de 2008

    Queira não. O importante é a forma, com curvas elegantes. Bundas grandes são curiosidades que no fim das contas nada acrescentam à diversão ou ao prazer.

  • PEDRO diz: 7 de outubro de 2008

    Já lí muita coisa aqui contra a Mulher Melancia, puro despeito, ela tem uma bunda linda, a propósito, a pior coisa que tem, em matéria de bunda, é a bunda “cesta básica”, tem tudo, só não tem carne!

  • Michele diz: 2 de outubro de 2008

    Voglio rispondere solo a questo:
    “c) socorro, quero ter a bunda grande também”

    Per me ogni donna e` bellissima col suo fisico. Personalmente non trovo eccitante o elegante la bunda grande.
    Come uomo mi piacciono le belle donne ovvio, ma la piu bella donna per me e` quella che porto nel cuore.

  • clóvis diz: 30 de julho de 2008

    gurias, que isto! a celulite dá sim uma medida mais real à bunda nestes tempos de photoshop e de sofrimento em academias.
    beijos

  • Rogério diz: 30 de julho de 2008

    nada melhor que uma mulher bem bunduda, com cintura fina, usando um jeans super apertado, empinado e balançando as nádegas ao andar nas ruas q nem duas melancias repartidas…um pra mim, outro pra vc, um pra mim, outro pra vc..kkkkkkkkkk :P
    aki em POA, na Rua da Praia principalmente é uma loucura..praticamente todas mulheres (novas e coroas) são assim…dificil é encontrar uma estilo “tábua de passar roupa” (sem bunda e reta)…:P
    os homens vão à loucura…rrsrs :D

  • Nádia diz: 30 de julho de 2008

    Aí Grazi..te inspirou na minha crônica do blog de omi? hahaha. Não adianta negar, homens adoram bundas…E nós duas estamos desfavorecidas nesse quesito..hahahha

  • Cenair Meira diz: 30 de julho de 2008

    qto ciumes hein!!;;;

  • Stéffano diz: 30 de julho de 2008

    isso serve pra cala a boca da metade das pessoas desse blog q metem o pau nessas mulheres frutas. ignorantes, exibidas, ou o que forem elas, recolham-se as suas respectivas insignificancias e nao critiquem o que elas fazem, se fazem, fazem porque querem, e voces nao fazem só porque nao tem condiçoes iguais as delas, desprovidas de bundas e seios tao maravilhosos. suas mau resolvidas de cama HAHAHAHAAHAHA

  • Cláudio diz: 30 de julho de 2008

    O brasileiro gosta de bunda de mulher. É verdade, ora!
    O ditado “é,é clarimunda, feia de cara mas boa de bunda!” é antigo mas segue valendo.
    Quem gosta de “teta” é americano e terneiro desmamado…
    Salve as popozudas!!!!!

  • Ana diz: 30 de julho de 2008

    Não adianta as mulheres criticarem as BUNDUDAS, elas serão sempre preferência nacional, VIVA AS BUNDA!!!

  • Marisa Pereira diz: 30 de julho de 2008

    A cada dia eu, que tenho na bunda um trauma de infância (não pq a minhas esteja entre as maiores da categoria, mas, trauma é trauma), tenho mais certeza que estou perdendo tempo. Bunda já é patrimônio. É cultuada! Não vou estranhar se inventarem o Dia Internacional das Bundas Poupudas! Valha-me…

  • Matheus diz: 30 de julho de 2008

    Agora sim esse blog voltou a falar sobre mulheres, tava cansado e quase desistindo de acessar, parecia blog di omi. Continuem assim que tá showwwwwww
    amanha cedo espio novamente!

  • Lú diz: 31 de julho de 2008

    Nossa!!É só falar em bunda que os homens aparecem nos comentários!
    hahaha
    Nada que uma calça 40 não resolva!
    haha

Envie seu Comentário