Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Mulheres brasileiras são mais instruídas do que os homens

13 de setembro de 2010 3

As mulheres brasileiras estudam mais do que os homens. A revelação aparece nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2009, divulgada recentemente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Assim, a distância de instrução entre os sexos segue a tendência de aumento em relação aos anos anteriores. Na última pesquisa, a diferença aumentou de 0,3% para 0,4%.

Comentários (3)

  • Cesar diz: 13 de setembro de 2010

    Sim é verdade que as mulheres estudam mais que os homens e inclusive tiram notas mais altas.
    O que a notícia não diz, e até tenta esconder, é que os homens não estudam por mais tempo, porque eles são obrigados a trabalhar desde cedo.

    Se uma mulher não trabalha dizem que ela é só estudante.
    Se um homem não trabalha já dizem que ele é folgado e até vagabundo.

    Até a pouco tempo atrás, se a polícia parasse um homem à pé na rua para pedir documentos e ele não pudesse provar que trabalha, ele ia direto para a delegacia sob suspeita de ser bandido. Quem já passou dos 40 sabe como era. Isso não acontecia com as mulheres.

    Essa pesquisa não fala se as mulheres pesquisadas estudam e trabalham ao mesmo tempo, ou se elas só estudam. Provavelmente só estudam e são sustentadas pelos pais. Depois entrarão nas melhores universidades do país.
    Claro que as pessoas que estudam e trabalham não vão poder estudar direito e terão notas mais baixas nas provas.

    É preciso analizar o todo e não apenas uma pequena parte de uma pesquisa isolada. Assim corremos o risco de distorcer a verdade.

  • Zenézio, menos instruido q ELA diz: 13 de setembro de 2010

    Querida Trissia….
    isso lá é novidade????
    Desde os tempos das cavernas as mulheres sao mais instruidas que os homens, mas tem umas que outras que apesar da sapiencia mais aprimorada, ainda se mantem umas inacessiveis para uma prosa de bom gosto
    bjs

  • Grazi diz: 17 de setembro de 2010

    Caros leitores,

    Que isso não é novidade, eu concordo com vocês. A questão que não apareceu aí, e que acho que a Trissia podia ter comentado é o porque de ainda ganhamos menos que eles embora exerçamos as mesmas funções? Sem contar que como já foi publicado aqui depois do expediente de trabalho continuamos em nosso segundo emprego fazendo afazeres domésticos.
    E não concordo com o Cesar aí em cima, o tempo em que os homens não estudavam por que tinham que trabalhar já passou a muito tempo. Eu começei a trabalhar a os 16 anos e nunca deixei de estudar por isso.
    Abraços a todos
    GSO

Envie seu Comentário