Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

NLnB pelo Mundo: porque as portuguesas não gostam das brasileiras

27 de junho de 2011 112

 

Foto: Acervo pessoal



A jornalista Mariana Paniz, que trabalha na RBS TV Caxias, morou sete meses em Braga, norte de Portugal, para fazer Mestrado em Informação e Jornalismo na Universidade do Minho. Lá, observou as diferenças entre mulheres brasileiras e portuguesas e descobriu porque as brazucas atraem os lusos.

Mariana achou Portugal é um país encantador e, ao contrário do que muita gente pensa, diz que as terras lusitanas têm muito a oferecer: grandes histórias, belíssima arquitetura e gastronomia imperdível. Já o povo português apresenta características bem diferentes do afetuoso povo brasileiro: são mais fechados, secos, e por vezes, “chegam a passar por estúpidos” por causa desta postura. 

— As mulheres também são diferentes da gente, tanto na maneira de vestir quanto nas atitudes. Elas são modernas e estilosas na hora de se vestir mas pouco vaidosas — ressalta.

A pele das portuguesas está sempre limpa, elas não usam batom e o cabelo fica normalmente bagunçado, de acordo com o repique dos cortes. Já as brasileiras são mais acostumadas a usar maquiagem, brilho nos lábios e acessórios para compor o visual. 

— Claro que isso chama a atenção dos lusos e desperta um pouco de ira nas raparigas. Uma vez fui ao salão de beleza e a cabelereira me confessou: Olha, vou te falar uma coisa, porque tu não pareces brasileira (devido às influências italianas e alemãs, nosso físico aqui no sul é muito parecido com o deles) mas eu não gosto muito das mulheres do teu país. Elas têm a fama de vir pra cá e roubarem os nossos maridos!

A jornalista diz ter ficado um pouco chocada com a declaração, “afinal, grande parte das brasileiras está lá para estudar”.

— Mas é compreensível o zelo das portuguesas, afinal.. a beleza brasileira chama a atenção em todos os cantos do mundo — completa.

Comentários (112)

  • Eliana diz: 27 de junho de 2011

    Tenho que realmente rir disso, as moças vão pra Portugal pra estudar, 2% talvez, se aqui a coisa tá feia com tanta rapariga dando em cima dos casados, imagina lá onde as mulheres não são tudo isso. Se aqui elas se prostituem pra “estudar”, imagina lá o que deve ser a festa. Bando de mulher fácil, tudo rebocada, em plena segunda de manhã, parecendo que estão sempre prontas pro “trabalho”. E agora estão fazendo marcha pra ter o direito de ser vagabundas.

    Sei estudando…

  • Denise diz: 27 de junho de 2011

    Residi sete meses em Coimbra e estudei na Universidade de Coimbra, umas das mais antigas da Europa. Se ouve muitas coisas a respeito de nos brasileiros. Uma portuguesa que adora o Brasil contou-me que era para ter cuidado com o “Feitiço das Brasileiras”, pois é bem comum os portugueses se enfeitiçarem por nos brasileiras e se apaixonarem. Muitos portugueses dizem que quando falamos é como se fosse musica para os ouvidos e que a nossa voz é como se tivesse açucar, pois é doce e suave por isso eles de derretem. Além do mais foi em Portugal que descobri que não falo portugues, falo brasileiro como eles alegam por lá. Portugal é um país lindíssimo! Com muitas histórias, uma gastronomia fantástica e uma arquitetura de tirar o folego. Vale a pena conhecer!

  • Sarita diz: 27 de junho de 2011

    As monocelhas não se arrumam e a culpa é das brasileiras…

  • Jeruza diz: 29 de junho de 2011

    Nossa,,,essa semana comentávamos uma amiga e eu sobre esse assunto. Ela morou em Portugal e falou exatamente isso: as raparigas de lá são muito feias e fedorentas. Sentem ciumes de nós pq estamos sempre arrumadas e somos muito simpaticas.
    Irei comprovar isso no final do ano , quando irei pra Coimbra fzer uma pesquisa na Universidade de lá.

  • katia diz: 1 de julho de 2011

    eliana…. sou brasileira vivo em portugal e acho que voce deve saber o que diz antes de dizer merdas. sim que a muitas prostitutas, nisso voce ta certa e me envergonho por isso, mais nem todas somos iguais, levo casada com um portugues a tres anos ele era solteiro nao tirei de nenhuma mulher como voce diz e graças a deus a familia do meu marido nao pensa como voce, e tbem nunca me prostitui e enquanto eu tiver dois braços para trabalhar nunca farei nem que eu esteja passando fome . nao sou uma mulher facil ok querida.. e espero que voce nunca precise viver tão longe do teu pais e necessitar o respeito da populaçao . e que no teu caminho nao encontres com pessoas preconceituosas como voce

  • Denise diz: 1 de julho de 2011

    Normalmente as pessoas fazem um julgamento das coisas de acordo com seu comportamento as suas referencias e experiências. Por isso devemos respeitar a opinião da Eliana. Jerusa aproveita Coimbra pois ela é linda!!! Tem diversos programas culturais imperdíveis. Muitos lugares históricos para se visitar. Não deixa de conhecer a Biblioteca Joanina pois é linda! O clima é igual de Caxias um pouco mais quente.Tive a oportunidade de ir a Portugal estudar devido a parceria que a UCS tem com a UC. Não só com esta universidade como muitas outras. Um intercâmbio sempre é muito bom! Caso precisares de algumas informações estou a disposição. E tem muitas raparigas (meninas) portuguesas que são muito legais. Assim como tem muitas brasileiras rabugenstas e recalcadas.

  • Dina diz: 9 de julho de 2011

    Sou portuguesa, conheço o meu país de Norte a Sul, conheço também o Brasil, reconheço que em Portugal existe muito preconceito com brasileiras e que são generalizadas como prostitutas no entanto é um facto real que a grande maioria que se encontra em Portugal “trabalha” nesse ramo. Claro que também cá estão brasileiras e brasileiros de boa indole, trabalhadores e correctos mas esses são a minoria. Quanto ao facto de não andarmos carregadas de maquilhagem a isso, minhas queridas, chama-se classe!
    Aconselho sinceramente a todos os brasileiros que venham visitar o nosso país e conhecer a nossa realidade antes de fazerem comentários descabidos e ignorantes.

  • Claudia diz: 14 de julho de 2011

    Olá Queridas,
    Sou brasileira e acho que essa questão da maquiagem é algo cultural… nós aqui no Brasil gostamos, e as portuguesas não… Eu por exemplo uso uma maquiagem (leve) todos os dias. É uma questão de costume, de cultura de um povo… perdão, mas nada a ver com classe e tal…

  • Jon diz: 18 de julho de 2011

    Sou portugues, e a principal diferença que vejo é que as brasileiras são mais simpáticas, mais naturais, diria até mais confiantes em si próprias.
    As portuguesas além de mais reservadas, são mais fechadas, muitas vezes falta simpatia e cordialidade, chegando em casos a serem arrogantes.
    Ou seja, não são as brasileiras que se pintam, ou que “dão em cima” dos portugueses. Acho que são as próprias portuguesas que se afastam e se fecham e que nem sempre se cuidam. Depois querem o quê ??
    Mas claro que à tipica maneira portuguesa, é mais facil queixar primeiro dos outros do que olhar para nós próprios, não é ???

  • Lilian diz: 24 de agosto de 2011

    Olá a todos, moro em portugal a 10 anos, (sou casado com um portugues lindo e amoroso) e vejo cada coisa..Pra começar, sempre fui muito sorridente e simpática, o que as portuguesas odeiam, mais sou assim de natureza, elas quando percebem que sou brasileira, já logo tratam de maneira mais arrogante, a não ser em clínicas de estética que querem ganhar dinheiro e tratam melhor,(pelo menos na nossa frente)..
    Quando alguma mulher passa por mim com o marido ao lado, elas logo me encaram de frente e erguem a cabeça, como se eu fosse roubar o marrido dela, (isso geralmente nos centros comerciais)… é mesmo pra rir.. Claro que nem todas pessoas são assim, mais a grande maioria inveja sim as brasileiras, falam mal e odeiam elas por serem simpáticas e belas..
    É difícil fazer amizades com elas, ao contrário dos portugueses que são super amorosos…

  • camila diz: 29 de setembro de 2011

    Moro em Portugal a 5 anos e sou casada a 3 com um português. Nunca consegui arranjar nem uma amiga Portuguesa, elas são muito fechadas não falam sobre nada, parecem que tem medo. E sim se vestem muito mal, para não falar que as vezes parece que pegam nas calças e nos ténis dos marido e vestem, o cabelo é sempre com aquele corte repicado tipo chitãosinho e chororó, e do mesmo jeito que se levantam da cama vão trabalhar, no inverno poucas vezes tomam banho…principalmente as crianças…só se lavam(os pés e o pipi). Morrem todas de inveja das Brasileiras, mas não tentam imita-las. E mesmo aquela inveja má. São muito arrogantes com os marido e principalmente connosco Brasileiras. São frias, não dão carinhos nem falam coisas quentes para os maridos ou namorados. Muitas já ouvi falar que nem se quer Fazem barulho na hora do amor. Isso de se maquiar é uma questão de se sentir bonita ou mais bonita ainda, coisa que elas aqui não fazem questão. Em quanto as prostituas…iso tem mesmo muitas aqui…mais são muito mais Portuguesas! Só que como nem para sexo elas prestam…só se ouve falar das Brasileiras. Isso das estudantes aqui sinceramente nunca cheguei a conhecer nem uma Brasileira q veio para cá para estudar, as que conheço vieram todas com namorados ou já casadas ou para trabalhar. Trabalho quer dizer; qualquer tipo de prestação de serviço onde se ganha algo em troca, seja dinheiro ou sexo!

  • Valentina diz: 29 de novembro de 2011

    Oi para todos os brasileiros!

    Sou brasileira, do RJ e neta de portugueses por parte dos 4 avós (paternos e maternos). Por isso estou bem à vontade para escrever. Vistei Portugal 2 vezes e me apaixonei pelo país, tanto que na terceira vez resolvi ficar e viver uma experiência de vida diferente. Passei quase 2 anos morando em Lisboa e aprendi muito sobre a vida durante esse tempo. Aprendi que tudo que vemos quando estamos de férias é brilhante e sedutor mas que quando as férias se tornam um cotidiano a realidade passa a ser bastante diferente. Discordo totalmente de muitos comentários aqui tecidos.

    1° ponto: É um fato, os portugueses não gostam dos brasileiros e nós viveremos felizes e saltitantes da nossa vida pois estamos mesmo a c…gar para isso, nossa vida segue igual. A grande maioria dos imigrantes brasileiros que estão em Portugal são totalmente despreparados em níveis intelectuais, mal educados e matam-nos de vergonha; porém caríssimos portugueses não se esqueçam de dois fatores primordiais:

    Fator 1 – Qual é o perfil básico do imigrante??? Alguém que não tem condição e preparo para vencer em seu prórprio país. (Salvo alguma exeção que decidiu viajar e conhecer outras culturas ou foi transferido de emprego para outro país, ou recebeu uma bolsa qualquer e foi estudar. Infelizmente a vida não é um mar de rosas para todas as pessoas do planeta.) O imigrante brasileiro em portugal pertence exatamente a mesma classe do imigrante português no Brasil durante a era colonial. Portugal também mandou muita coisa ruím para o Brasil nos primórdios da história.

    Fator 2 – O número de brasileiros em Portugal corresponde a menos de 3 % da nossa população e como a generalização é burra, passamos a ser todos “farinhas do mesmo saco”. Ou será que os nossos irmãos portugueses pensam que os brasileiros que estão por aí a trabalharem em cafés, casas de família e construção civil são os médicos, dentistas, publicitários, economistas, engenheiros e etc que antes viviam no Brasil e decidiram ir limpar privadas em terras lusas?

    2° ponto: Durante minha temporada em Portugal a maioria das brasileiras que vi a circularem por Lisboa eram feias, cafonas e vulgares. Os homens portugueses gostam destas brasileiras pois a auto-estima deles é baixa e estas coitadas bem disponíveis. Elas nem de longe são as mesmas “gajas” que vejo circulando por Ipanema, Botafogo, centro do Rio e adjacências… São caipiras de algum lugar do sertão. Acredito que em polos universitários como Coimbra, por exemplo, as nossas conterrâneas possam oferecer muito “medo” às lusas, pois estas não foram a Portugal lavar copos e procurar maridos.

    3° ponto: Maquiagem! Nunca pensei que iria dissertar sobre isto alguma vez na minha vida quando tivesse que falar sobre Portugal mas… Vamos lá! Dina, o que você sabe sobre classe e maquiagem??? Já vi que nada mas muito bem, vou resolver teu problema. Não usar maquiagem nada tem à ver com classe e sim com desleixo e falta de feminilidade. Ou será que clinique, lancôme, shiseido, Mac, e até mesmo a L’Oreal do Spermercado nada tem a dizer sobre moda, glamour e etc e tal??? Só se for em Portugal que maquiagem é falta de classe e isso explica muita coisa… Maquiagens fazem parte do universo feminino e falta disto faz parte do desleixo de quem prefere colocar a culpa nas brasileiras do que olhar para o próprio umbigo.

    Enfim, arquitetura linda, paladar imperdível mas só mesmo para adimirar de longe como no turismo. Para um brasileiro viver em Portugal é extremamente difícil o que não acontece em outros países da Europa e América do Norte, onde as pessoas tem uma mentalidade mais aberta e também usam maquiagem hehehe (procure na internet e veja que discriminação contra brasileiros é um top topic em Portugal) Só para constar, vi certas “actos” de portuguesas que deixariam muitas brasileiras de cabelos em pé, se é que me faço entender. Ou seja, meninas do “ramo” há de todas as nacionalidades, nos jornais portugueses está tão cheio de portuguesas a venderem o corpinho tais como brasileiras, africanas e ucranianas… Países desfavorecidos costumam produzir este tipo de trash, o que é o caso de Portugal, o primo pobre da Península Ibérica e integrante por geografia da União Européia.

    O que torna as brasileiras especiais em Portugal é muito paradoxal. As brasileiras não gostam de serem chamadas de “meninas do Sexo” mas muitas se comportam como tal. O português, como não sabe discernir o jôio do trigo acha que no Brasil somos todas desta maneira. Ficam dois convites: Brasileiros visitem Portugal e parem de imigrar para este país pois vocês adoram fazer piadinhas com a burrice dos portugueses mas onde anda a inteligência de vocês quando decidem imigrar para um país onde a miséria anda batendo à porta com uma econômia mais ruída que a brasileira??? Eu fui a Portugal pois tenho dupla nacionalidade e gostei do que vi quando andei a passear e gastar uns eurinhos por lá mas quando isso se tornou insustentável bye bye Portugal. O segundo convite fica para os portugueses: Visitem o Brasil de verdade, se der para quebrar esse cofrinho e arrancar umas moedinhas a mais por favor viajem para o Rio, para São Paulo, Minas Gerais, Curitiba, Santa Catarina. Parem de ir pra Nordeste porque o Brasil não é um buraco qualquer no qual o pacote turístico estava mais barato, se é pra viajar que viajem com algum estilo e vejam o que interessa para ser visto ou fiquem pela Europa e aprendam um pouco mais sobre modernidade com os teus países vizinhos.

    King regards para todos e desculpem, mas todo o ponto de vista é a vista de um ponto, como dizia Galiano.

  • Aristoteles diz: 26 de dezembro de 2011

    SOU BRASILEIRO E MORO COM MINHA LINDA ESPOSA, QUE É BRASILEIRA TAMBÉM; E QUE POR SINAL É UMA LOIRA DE OLHOS VERDES DAQUELAS ( DELÍCIA, DELÍCIA . . . ASSIM VC ME MATA ). E VOU TE DIZER UMA COISA, NÃO TROCO MINHA ZUCA POR NENHUMA TUGA DESTE MUNDO. MAS VAMOS AO QUE INTERESSA! – REALMENTE A MAIORIA DAS BRASILEIRAS QUE AQUI VIVEM SÃO MESMO FEIAS, POIS NÃO DÃO SORTE NO BRASIL E VEM PRA CÁ ARRUMAR UM MARIDO, MESMO QUE SEJAM OBRIGADAS A TOMAR UM DE ALGUMA PORTUGUESA ( E ISSO É MOLEZA! ). AFINAL DAS CONTAS TODOS NÓS SABEMOS QUE NO BRASIL ” MULHER BONITA E INTELIGENTE TEM SEU EMPREGO GARANTIDO E MARIDO ATRAÍDO “. PORTANTO SABEMOS TAMBÉM QUE A BELEZA E INTELIGÊNCIA NÃO É TUDO, E AÍ É QUE ENTRA A VEZ DAS FEIAS ( TER SIMPATIA E EDUCAÇÃO É ALMA DE TODO NEGÓCIO ). NA VERDADE TODO HOMEM BRASILEIRO GOSTA DAS BRASILEIRAS E O PORTUGUÊS NÃO GOSTA DAS BRASILEIRAS, NA VERDADE ELES GOSTAM É DA FORMA COMO ELAS O TRATAM, CHEIOS DE PAPARICOS E COM OS CANTOS DA SEREIA INFALÍVEL. AS VEZES ELES ATÉ AS ACHAM FEIAS, MAS GOSTAM DE SENTIR A SUA PRESENÇA ASSIDUA NA VIDA DELES, AQUELE CALOR INTENSO E FERVOROSO NA HORA DA RELAÇÃO, AQUELE CARINHO ESPECIAL NA FORMA DE OS CHAMAREM, ” OS GAJOS FICAM LOGO COM AS CUECAS TODA MELADA “. OUTRO FATOR IMPORTANTE É QUE COM ISSO TUDO ACABA SOBRANDO É PARA OS BRASUCAS QUE ESTÃO AQUI, POIS AS TUGAS NÃO OS QUEREM POR MEDO DE LOGO MAIS TARDE SEREM TROCADASPOR POR UMA BRASILEIRAS DO CARAÇAS O PÁ.!
    ABRAÇOS . . . 2012 ATÉ BREVE!!!!

  • Va diz: 28 de dezembro de 2011

    Alguem desfaz umc asamento ja desfeito?
    As brazucas vão pra Portugal atras de um casamento europeu? Europeu onde?? Que Europa???
    Maquiagem e falta de classe…se esqueceram de avisar isto la em MIlão…

  • arroto diz: 29 de dezembro de 2011

    Os Portugueses adoram tudo que começam com a letra C ( camarão, caranguejo, caracol, caracoleta, chouriço, cigarro, café, cuecão de couro e chinês.

  • Sara diz: 16 de janeiro de 2012

    PORTUGAL x BRASIL

    Para incio de conversa deixa-me dizer bem claro, quem iniciou o Brasil foi Portugal. Nos brasileiros somos irmãos de portugal, temos o sangue quente por causa da mistura de raça. Portugal e maravailhoso as mulheres portugueses são sedutoras com o olhar, a maneira de falar, com os movimentos do corpo. A brasileira para seduzir coloca decote, roupas sex. Ai uma diferença. Como cada pais tem sua cultura diferente. Amo o povo português pelo seu comportamente não são obrigados a ser igual a ninguem, sua cultura ja veio de longos seculos com o imperio, e o grande poeta Fernando Pessoa. VIVA O POVO português. As mulheres brasileiras quando vão morar em portugal, não por que não teve sucesso aqui no Brasil, más estão atrás de um sonho uma realização. Existem muitas mulheres de sucesso aqui no Brasil que forão para Portugal e hoje vive humildimente, pois o clima os misterios europeus encanta e embeleza qualquer um. VEJO MUITAS BRASILEIRAS DE SUCESSO EM PORTUGAL. TRABALHAM E SUAS SIMPLES FUNÇÃO E SÃO FELIZES ISTO QUE IMPORTA. TEMOS QUE ACABAR COM ESTA IDEIA QUE BRASILEIRA EM PORTUGAL E PARA OUTROS FINS.

  • Argélida diz: 28 de janeiro de 2012

    O hábito da mulher portuguesa de não usar maquiagem, no dia a dia, ainda que levinha, é peculiar. Enfim, se prefere assim, que prossiga. Eu admito que quando não passo um batonzinho ou brilho labial, ainda que discretos, de tão branca e pálida que sou, fico parecendo uma alma penada que acabou de descobrir que ja não é gente, ahah! Por isto, não abro mão de jeito nenhum! E é o máximo que uso, exceto em festas, talvez, quando “abuso” um pouquinho mais. É que sou adepta de um visual mais natural, alternativo, sabe… pero, respeito e até admiro algumas mulheres que ousam ousar um pouco mais.

    Não concordo com as portuguesas que criticam acidamente as brasileiras pelo uso de maquiagem, assim como, não concordo com as brasileiras que associam sua falta, a desleixo. ALTO LÁ! É uma questão, primeiro, CULTURAL, e depois, de OPÇÃO PESSOAL.

    Quando visitei a Argentina, vi que as mulheres de lá têm um jeito exótico de se maquiar em relação ao das brasileiras. Então, adaptei para mim algumas técnicas argentinas que me agradaram. Muuuuito legal esse intercâmbio cultural!

    Acho que brasileiros, portugueses e todos os povos do mundo têm tesouros culturais para serem compartilhados uns com os outros, em todas as áreas. Ninguém detém a sabedoria do mundo inteiramente e, a sabedoria está em entender que somos complementares.

    Quanto a Portugal, quero muito conhecer. Um país ibérico que me parece tão interessante quanto belo.

  • Anónimo diz: 1 de fevereiro de 2012

    Sou português e sinceramente,eu prefiro a alegria e afeto do povo brasileiro do que a frieza do povo portugûes. Não gosto mesmo nada da mentalidade portuguesa.Para começar,se a mulher portuguesa tem algo contra a mulher brasileira,então digo uma coisa:inveja e baixa auto-estima.As portuguesas não cuidam do corpo.aos vinte e tal anos são bonitas mas quando chegam aos trinta e cinco,trinta e sete ou quarenta anos,estão barrigudas enquanto que as mulheres brasileiras se exercitam sempre e estão sempre bonitas a medida que vão ficando mais velhas.Considero a mulher portuguesa muito complexada e com problemas de auto-estima.E essa teoria de que as mulheres brasileiras veem roubar os maridos das portuguesas,é uma teoria muito estúpida e sem sentido.É apenas um estereótipo.Sugeria aos portugueses que estudassem mais a história do Brasil em vez de criarem esteótipos estúpidos.Os portugueses são invejosos,pretensiosos,secos,soberbos,são um povo que se agarra muito ás tradições,quando deviam ser mais espirituais . Este povo não gosta de evoluir,gosta de se agarrar muito ao passado.

  • cidadão do mundo diz: 22 de março de 2012

    E viva as brasileirassssssssssssssssssssss….lindas, inteligentes, sensuais e soberanas!!!!!
    Voces brasileiras são as mulheres mais lindas e doces do mundo!
    Muitos Parabéns!

  • VANDERLÉIA diz: 25 de abril de 2012

    AS BRASILEIRAS SÃO MELHORES DO QUE QAULQUER OUTRA MULHER ISSO É FATO! NÃO SÓ POR SEMOS QUENTE… NA HORA ”H” COMO NA EDUCAÇÃO, SIMPATIA , BELEZA NATURAL , ALEGRES , INTELIGÊNTES , COMPETENTES E SINGULAR!!!! SOMOS AS + BELAS E COMPLETAS MULHERES DO MUNDO!! TENHO ORGULHOR DE SER BRASILEIRA : ) E QUALQUER TIPO DE DESCRIMINAÇÃO É ELOGIO AS MEUS OUVIDOS POR QUER QUEM TEM INVEJA E INCOPETENCIA PARA AGARRAR OS MARIDOS SE SENTEM AMEAÇADAS QUANDO ENCRONTRAM COM UMA RAÇA DE MULHERS DE VERDADE.

  • Wilson diz: 21 de junho de 2012

    Tanto as portuguesas como os portugueses são pouco atraentes, cheiram a alho, são baixinhos, moreos, semi alfabetizados e quando tem dinheiro é herdado…
    mulher brasileira sempre considera o português como última opção sempre preferem europeus do norte, que são altos, brancos e de melhor nível economico e social, levando em conta que Portugal é um país de desempregados e velhos

  • Alessandra diz: 29 de julho de 2012

    Cada mulher tem a sua beleza… cada país a sua cultura… e cada pessoa merece respeito independente do lugar em que esteja… se estou em um país estou em um país visitando então que eu seja educada e trate as pessoas bem, se eu estou em meu país que eu receba bem as pessoas que aqui vem a passeio… tudo seria mais fácil com educação… beijos a todos e fiquem bem

  • Fernanda cunha diz: 4 de agosto de 2012

    Morei no Rio de Janeiro 8 anos. Não sou nem Europeia nem Sul Americana, mas neste momento vivo em Portugal, conheço os dois países. Já ouviram falar de Minas Gerais?
    Na caracteristica mulher mineira que é a nova imagem de marca da mulher brasileira em Portugal com sotaque e tudo e eu sei que elas falam bem pra caramba vocês querem saber aonde? Eu digo pra vocês: nas centenas de casas de luz vermelha que abriram em Portugal, reproduzindo na integra o celebre filme brasileiro ” Bonitinha mas Ordinária “. É isso aí minhas senhoras em Portugal e no resto da Europa vocês tão ficando mal faladas os homens Europeus já não tão acreditando na conversa fiada, e sabem porque? eles gostam demais de dinheiro. Se vocês quiserem eu vou dando novidades aqui da Europa.

  • eu eu diz: 9 de agosto de 2012

    mulheres lindas ha em todos os paises do mundo!!
    é verdade que ha muitas prostitutas brasileiras
    em portugal, mas tambem ha aquelas que trabalham.
    isso do que robam maridos nao sei acho que depende
    tambem dos homens. porque todos os homens portugueses
    que tem bom trabalho ou sao ricos casam com mulheres portuguesas
    ou europeias. maioria dos europeos que casam com extrangeiras sao pobres.
    maioria das brasileiras tem o sonho de casar com un branco(europeo) e isso
    é verdade! eu falei com algumas brasileiras, e a maioria sente admiracao por
    por brancos (europeos) é triste mas é certo e voces sabem que tenho razao.
    enfim adeus e viva europa!! :)

  • Andréia diz: 15 de agosto de 2012

    Para Fernanda Cunha:

    Pode ser que haja uma enorme quantidade de brasileiras trabalhando em Portugal e Europa como prostitutas, mas, a verdade, é que é um contingente insignificante perto do tamanho da população feminina do Brasil. Generalizar, portanto, para toda cidadã brasileira o título de prostituta, sinaliza baixa auto-estima, insegurança e despeito. Além de ignorância.
    Se o contexto europeu é esse que vc descreveu, em relação às brasileiras de modo geral, estamos muito melhores evoluídos aqui no Brasil, porque, de forma geral, sabemos observar as pessoas e tentar perceber como cada uma é, individualmente.
    Por fim, o que pensam de nós, em Portugal (principalmente, onde a sociedade é baseada em valores algo medievais) ou onde for, não nos define, de modo algum, ou seja, tamo nem aí…
    Eu sou mineira e genial…

  • Andréia diz: 15 de agosto de 2012

    Corrigindo: …melhor evoluídos.

  • Andréia diz: 16 de agosto de 2012

    Como eu disse, nós, mulheres brasileiras, não somos de forma alguma definidas pelas prostitutas que estão a trabalhar em Portugal ou Europa. Quem quiser continuar pensando assim, estará enganado e se enganando e, por consequência, terminará “dando com os burros n’água”. Já que estamos falando de preferência por europeus, esclareço que, particularmente, prefiro os morenos a loiros, ao contrário da maioria dos brasileiros, me parece. Porque num país de morenos, a preferência costuma ser o contrário e vice-versa. Por isso o tipo europeu faz sucesso aqui no Brasil. Por isso, a preferência de tantas brasileiras por homens “brancos”. Entenda-se loiros. É claro que, também, existem pessoas deslumbradas ou, ainda, as alpinistas sociais – não podemos ignorar a situação socio-econômica do Brasil nas últimas décadas. Mas, em maior ou menor grau, isto acontece em qualquer país.
    Bem,mas, como dizia, prefiro os morenos, assim, gosto de italianos, argentinos, peruanos, os latinos de modo geral, espanhóis, franceses de pele morena, árabes e por aí vai. Não me esquecendo dos portugueses gatíssimos que, a meu ver, estão entre os homens mais bonitos do mundo. Essa preferência por estrangeiros tem a ver, em muitos casos,com um certo tempero diferente, um modo mais sério de ser, em contraste com o brasileiros que, de modo geral, são extrovertidos, comunicativos e acessíveis.
    Como viram, não adianta colocar todas as pessoas no mesmo pacote, fechar e rotular, pois, a própria vida se encarrega de desmistificar.

  • Rebecca de Oliveira diz: 17 de agosto de 2012

    Sou Brasileira e mineira com muito orgulho.
    Eu vim pra Holanda com os meus pais em 2002 com apenas 12 anos.
    Conheci o meu marido Chris (lindo) que nasceu na Fraça mas com familia Portuguesa em 2006. Ao contrario que muitas portuguesas penssam, eu nao roubei marido de ninguem e oque nós temos é amor de verdade.A gente casou em 2010 e somos muito felizes juntos.
    Eu nao vou negar que tem sim brasileiras que nao tem valores morais e ficam dando em cima de homens casados, como tambem tem Portuguesas que ficam dando em cima dos ex namorados, especialmente se esse ex namorado esta hoje casado com uma Brasileira.
    Esse negocio de Brasileiras sere burras é papo furado, ignorantes em certos aspectos sim, mas burras nao. Eu falo 3 idiomas fluente e estudo turismo internacional aqui na Holanda.
    Na minha opnião oque mais atrai os estrangeiros é o charme da mulher Brasileira, como as Brasileiras dançam, andam e falam. A mulher Brasileira tambem é bem vaidosa, as vezes ate demais pro meu gosto.
    Mas cendo tambem que toda regra tem execao, existem Brasileiras desleixadas e Portugueses super vaidosas e charmosas também.

  • Fernanda Cunha diz: 17 de agosto de 2012

    Boa tarde! a todas as brasileiras e a todas as outras mulheres do mundo!

    Como eu já havia escrito antes no meu comentário eu vivi 8 anos no Rio de Janeiro e passei muitas vezes férias em São Paulo (cidade), conheci e estudei com muitas mulheres brasileiras, lindas cultas e com uma simpatia e educação de fazer inveja!
    Eu estou a falar das brasileiras que vem para Portugal passar férias e acabam por ficar ilegalmente, e uma mulher sem instrução e com pouca formação e sem dinheiro fica desesperada e acaba por topar fazer qualquer coisa nem que seja prostituir-se num bordel qualquer. A maior parte dessas mulheres vem de Minas Gerais gente pobre e com dificuldades. a sedução é o método de conquista mais utilizado. Os homens mais visados são aqueles que tem familia, quer dizer com a sua situação resolvida. O roubar o marido é no sentido prático da palavra, porque o roubo é feito na conta bancária, que assim que tem acesso a primeira coisa a fazer é retirar tudo o que puder e comprar a passagem de volta algumas até conseguem enviar mobiliário e eletrodomésticos. Isso é mais grave muitas vezes que o próprio divórcio do casal. Já tivemos em Portugal casos de suicidio pelo facto de terem ficado sem família e sem a sua segurança futura! É este tipo de situações que realmente perturba os portuguesas.
    fui Técnica de recursos humanos num callcenter e como eram contratados através de prestação de serviço haviam só numa das salas 80 brasileiros e 70 eram mulheres de Minas com pouca instrução, o meu conselho para elas era que voltassem para o Brasil que aqui só iriam sofrer e deseperar. É triste ver essas mulheres a sofrer e compreendo o seu desespero. Mas o que mais lamento é que infelizmente é essa a imagem que as mulheres brasileiras tem na Europa não só em Portugal.

  • Fernanda Cunha diz: 17 de agosto de 2012

    Para Adréia
    Para você Adréia só com uma curta estadia em Portugal da para avaliar todo um povo, todas as classes e todas as pessoas e seus comportamentos e inclusive a forma como esse povo age, neste caso a população portuguesa num resumo e não tem capacidade de suportar uma avaliação contraria, os factos estão cá só somos 10.000.000, e muitos casos semelhantes. Aqui as pessoas falam daquilo que veem. Você ficaria ilegalmente em Portugal? Como é que você acha que seria tratada se vivesse ilegalmente num País dsposta a contrariar tudo e todos para sobreviver? A ignorancia muitas vezes vem da falta de compreessão.

  • Andréia diz: 20 de agosto de 2012

    Eu não teria coragem de ficar ilegalmente em um país algum. Não julgo quem fez ou faça isso, porque ignoro suas razões, mas, eu, certamente, jamais teria coragem. O Brasil, assim como sua população, são gigantescos, nele co-existem várias culturas. Mudar de Estado significa, geralmente, mudar para outro país, com a mesma língua.
    Várias pessoas saíram daqui para tentar uma vida melhor na Europa, um número insignificante para nós, em função das dimensões do Brasil, porém, relevante para países como Portugal e Espanha. Muitas delas se prostituíram ou ainda se prostituem, muitas por vontade própria, outras não (tráfico de pessoas). Atividades como prostituição, por sua natureza, não trazem construção, ou seja, se servem a algumas pessoas, a outras irão prejudicar e amargurar. Mas, apesar de pensar assim, não sou Deus para julgar e condenar pessoas sobre as quais eu não sei.
    À propósito, uma coisa eu não entendo: há muito tempo que os portugueses convivem com os brasileiros em seu país, pessoas que trabalham, estudam, que nada têm a ver com prostituição, assim, porque então continuar generalizando toda a população de um país?
    Levei um grande susto quando vc disse que a maioria das prostitutas em Portugal são mineiras (Minas Gerais é conhecido por seu conservadorismo). Se é verdade, eu, realmente, lamento muito por isto. Mas, penso que, como o meu Estado é grande e muito populoso, essas pessoas não nos representam.
    Se for possível, não sei se vc já fez isto, venha um dia visitar o Brasil, e ficará mais fácil entender.

    Abraços…

  • Andréia diz: 20 de agosto de 2012

    Como vc disse, Fernanda Cunha, em um país de 10.000.000 de pessoas, é possível ter uma idéia razoável de aspectos comportamentais, para um estrangeiro. Mesmo assim, estou certa que a sociedade portuguesa não é consensual em vários aspectos, assim como a brasileira, que é muitas vezes maior. Não tenho a intenção de ficar defendendo as pessoas que, como vc diz, estão afrontando a sociedade portuguesa. Afinal, elas têm que assumir a responsabilidade por suas atitudes. Só acho que, vcs não deveriam cometer o mesmo equívoco que já ocorreu em outras situações e tornar a generalizar esse mau comportamento para toda a população feminina brasileira, ou mineira.

  • Fernanda Cunha diz: 20 de agosto de 2012

    Para Andréia:

    Olá, Andréia!
    Como eu já havia escrito, eu não nasci em Portugal, mas sim em Angola. O meu pai era Português e a minha mãe é Angolana de Luanda. Concordo em muitos aspectos, no que você escreve, eu tenho muito respeito por todos os cidadãos e cidadãs e toda a sua cultura de Mina Gerais e para todos eles aqui vão os meus mais sinceros respeitos. Por ter vivido no Rio, pessoalmente sei que a grande maioria vem do Estado de Minas Gerais mas os portugueses para eles são todas brasileiras. Quase todos os dias tento explicar que as brasileiras não são todas assim. O meu marido também diz isso aos amigos dele. Não sei explicar-lhe em números concretos, mas constantemente se fala, ou foi com o vizinho, ou com o primo ou com o avó etc…Entendeu agora? Eu sei que muitas vezes as mulheres não teem outra saída por questões de desespero, e sinto uma grande tristeza quando isso acontesse. O povo português é um povo frio, sem regras nem posturas, na sua maioria! Quando cheguei a Portugal para mim foi como ir viver no Interior após ter vivido numa cidade tão linda e maravilhosa como o Rio de Janeiro que graças ao que aprendi lá fez de mim uma pessoa muito melhor, mais preocupada com aquilo que acontesse á minha volta e que tenta ser sempre cordial e cumprir as regras seja em que país for como boa cidadã cumpridora! Mas também tenho o meu lado portugues que realmente é a minha nacionalidade. Há um grande fosso cultural entre o Brasil e Portugal quase 40 anos de evolução. Foi o que senti aqui, regressei ao passado, e também eu nunca me consegui adaptar, foram as origens portuguesas que me mantiveram por cá, creio eu. A boa disposição do povo brasileiro incomoda o povo portugues, talves sejam sérios demais. Por exemplo num desfile de carnaval, ( não tem nada haver com os desfiles daí), quem esta a assistir nem sequer dança, é muito tristre. Mas a cultura deste povo é assim, ainda tem um longo caminho a percorrer, e acredito que o povo brasileiro tenha muito pre ensinar através da sua mentalidade. Primeiro temos que entender a cultura de um povo e depois tentar conviver com ela, e melhora-la através de gestos e até mesmo por palavras nem que sejam atrapalhadas. desejo a você muitas felicidades e para todos os seus mais queridos!

  • Helena diz: 21 de agosto de 2012

    Tanta estupidez junta. Tanto no pequeno texto como na maioria das opiniões. Estupidez. ignorância e preconceito. Meu Deus! Livrem-me desta bicharada.

  • Rebecca de Oliveira diz: 22 de agosto de 2012

    Voçes sabiam que a imagem dos portugueses no norte da Europa é de um povo simples e pobre e a maioria dos Portugueses que imigram para o norte da Europa trabalham em hoteis ou com limpeza ou na construçao, o mesmo trabalho que a maioria dos Brasileiros fazem também.
    Portugal e Brasil deveriam unir as forças e pararem com essa bobagem de descriminaçao e preconceito um com o outro.
    Ninguém é melhor que ninguem neste mundo, hoje a gente pode estar em alta mas amanha podemos estar precisando de ajuda. Não é atoa que a humildade é uma virtude.

  • Helena diz: 22 de agosto de 2012

    50 anos de ditadura cinzentona e castradora não acabam am 38 anos de democracia. Possivelmente serão necessários mais 50 anos para nos reabilitar.
    O que me choca nestas opiniões avulsas é que são baseadas em impressões, não num estudo real da sociedade que nós somos. Vindo duma estudante universitária o nível deverá ser ainda mais exigente. Ela olhou não viu com olhos de ver (entendo, dá trabalho…) Depois persiste de forma subtil nos conceitos e preconceitos de 500 anos entre colonizadores e colonizados denunciando uma posição redutora.
    As mulheres portuguesas não têm liberdade. São amordaçadas por uma série de códigos de conduta que têm de observar porque senão são conotadas com os adjectivos menos simpaticos que conheço. É natural que o norte de Portugal onde a taxa de alfebetização é mto baixa e a Igreja (tacanha como sempre) tem mta influência, corte a raíz ao pensamento… e pessoas vindas de outros continentes, provavel/ citadinas, entram em conflito com este modo de estar.
    Também não devemos confundir liberdade com libertinagem, tendência essa que os portugueses (e outros…)costumam misturar. Liberdade não é andar na rua decotada e com saias curtas (m quem o quiser fazer que o faça), liberdade é ter acesso ao ensino, ao mesmo posto de trabalho a salário igual e saber qual o seu valor como indivíduo e saber usufruir disso, independentemente do sexo, raça ou religião.
    Mulheres portuguesas em determinadas regiões que tenham uma atitude mto liberal tanto na forma de estar como pensar são vítimas fáceis dos homens básicos porque estes têm a tendência de confundir essa postura como uma via clara para ter sexo. As mentalidades não se mudam de 1 dia para o outro.
    Qto aos países nórdicos…dão-me vontade de rir. Sabia que há um século os suecos morriam de fome? E que Portugal ajudou a Suécia economicamente? É. Mtos factos históricos são esquecidos rapidamente por quem não deveriam. O cinismo, o racismo que estão adjacentes a essas declarações só poderiam vir de povos bárbaros, onde as correntes civilizacionais infelizmente não passaram para os ter banhado com outras cores e sabores. Se o mundo fosse apenas preto e branco…erro crasso. Pagarão históricamente por esse comportamento, tal como disse Hegell tudo é movimento e transformação.

    L

  • Andréia diz: 22 de agosto de 2012

    Helena,

    há coisas que foram escritas aqui, que são preconceituosas e até rancorosas. Isto significa que há um problema entre portugueses e brasileiros que, se não for tocado ou conversado, vai ficar infeccionando até apodrecer. Acho que, talvez, seja melhor expôr estas questões aqui neste blog e em outros similares, para tentar resolver ou minimizar esses problemas, já que todos falamos portugues e temos traços em comum.
    Eu proponho uma união cada vez maior entre Brasil, Portugal, Angola e outras de colonização e língua portuguesa.

  • Andréia diz: 22 de agosto de 2012

    Então, Fernanda, me desculpe por não te-la compreendido corretamente. Quarenta anos de atraso em relação ao Brasil? Nossa! Estou começando a entender essa situação!
    Se vc quiser voltar aqui para nos dar mais notícias de Portugal,Angola, a situação com as brasileiras e mineiras, vai ser muito bom e útil. Eu agradeceria.

    Também desejo a você e aos seus, muitas felicidades!

    Abraços..

  • Mônica diz: 22 de agosto de 2012

    Eu tinha a impressão de que certas características da sociedade portuguesa, como o conservadorismo aparentemente acentuado (pelo menos é o que nos parece), teria, mesmo, a ver com a ditadura pela qual Portugal passou.
    Nós, brasileiros, tivemos, também, uma ditadura militar tremendamente repressiva, mas, do ponto de vista político, não passou pelo social, ou seja, relacionamento homem-mulher. Neste aspecto, creio que fomos poupados. Aqui no Brasil também temos redutos conservadores, alguns menos, outros mais pesados, onde as mulheres também sofrem ataques de homens básicos, como vc disse, dependendo do seu comportamento ou idéias. E nem precisa exagerar muito nestes itens para sofrer esse tipo de discriminação. Por outro lado, a sociedade brasileira, a meu ver, tem uma facilidade muito grande em absorver influências externas, de outros povos, sendo que, nas últimas décadas recebemos muita influência norte- americana, o feminismo, o movimento hippie, as suas idéias, enfim… Mas, apesar de não termos passado por uma ditadura socialmente repressiva, viemos de um contexto social contido e reprimido, como muitas outras culturas latinas e, inclusive, até os EUA. Resultado: absorvemos um mar de liberalismos e relativismos. Assim, por cá tem-se todas as escalas de conservadorismo, até o máximo liberalismo. Neste aspecto, cada um pode escolher o seu caminho, embora, em alguns casos, é claro, as coisas devam ser escondidos, para não chocar os mais conservadores. Achei a sua explicação sobre o contexto social da mulher portuguesa muito pertinente e esclarecedora.

  • Helena diz: 23 de agosto de 2012

    Desculpe, mas é a Andréia que gere este Blog? Gabo-lhe a paciência e a assertividade das suas respostas. Sinceramente não sei como vim parar aqui. Mais uma das muitas deambulações que habitualmente faço pela net. Geralmente qdo o assunto é sobre o relacionamento entre Portugal e o Brasil surgem sempre participantes muito reativos. De forma negativa, competitiva e idiota e de ambos os lados. Existe muita incompreensão, então ignorância…tb há muita mágoa e é triste. Nasci em Angola mas fui educada em Portugal. Tudo o que tenho devo a este país com os seus defeitos e virtudes. Nunca fui ao Brasil portanto não falo do que não conheço mas existe muita literatura e estudos sociológicos sobre este conflito de nações muito interessantes. Um deles é de um autor brasileiro, duro de se ler mas autêntico. Contudo e para terminar tenho dois amigos brasileiros. Curiosamente ainda não se conhecem embora frequentem a minha casa. Na nossa casa só entra quem vale a pena não é? Mas há uma coisa que gostaria de deixar aqui expresso, antes de tudo eles são MEUS AMIGOS. A nacionalidade é secundária, nem sequer é importante qdo a amizade é verdadeira. Ah sim brincámos mto! Dizemos umas larachas (piadas)uns aos outros de vez em qdo. Sobretudo falamos sobre o q nos aflige. A crise econômica, a política mundial etc. Aprendemos muito uns com os outros e é excelente! :)

  • Helena diz: 23 de agosto de 2012

    Mónica, mto obrigada pelo seu comentário. É saúdavel conversar.

  • Andréia diz: 24 de agosto de 2012

    Oi, Helena, tudo bem com vc?

    Não, eu sou apenas mais uma participante. Te agradeço pelo elogio… eu tenho ficado realmente chateada, com os insultos que vejo entre brasileiros e portugueses, quando percorro a internet. Duas nações, uma sulamericana, outra, incrustada na Europa, falando a mesma língua, se entendendo quase perfeitamente. E a história em comum.
    Pode ser utópico da minha parte, mas, tenho muitas esperanças que Brasil, Portugal, Angola, Moçambique, etc, possam fortalecer os laços, superar as mágoas e avançar juntas e prósperas pelos próximos tempos.
    Um grande abraço para vc..

  • Andréia diz: 24 de agosto de 2012

    À propósito, pode ter a ver, também, com o fato de que eu descendo de portugueses por parte de pai. Então, acho que me pareço um tanto com eles.

    Até breve!

  • Jailton diz: 25 de agosto de 2012

    para Fernanda Cunha:

    mulheres desclassificadas existem em qualquer lugar, mas deve haver uma razão para que as prostitutas brasileiras e outras, deem preferência para Portugal.
    Não seria uma susceptibilidade do homem portugues?
    Porque depois de tanto tempo continuam caindo nos golpes?
    Será que não é porque os portugueses andam preferindo colocar a responsabilidade de tudo nas brasileiras?

  • Andréia diz: 27 de agosto de 2012

    Pelos comentários que eu vejo na internet sobre as brasileiras, postados por portugueses, acho que não deve ser fácil viver em Portugal. Algumas portuguesas têm mesmo, ódio das brasileiras, indistintamente.

  • Fernanda Cunha diz: 27 de agosto de 2012

    Para Jailton:
    Que você me desculpe a ousadia, mas homens safados e sem vergonha existem em qualquer parte do mundo! talvez você tenha razão e alguns homens se aproveitem da situação e coloquem sim as culpas nas moças! Para um homem português é um privilégio andar namoriscando com uma moça brasileira, são mais dengosas e até um simples oi destroça um bigode português. Todos os homens gostam de exibir as suas conquistas aqui em Portugal é a mesma coisa. Acho que é por puro ego masculino.
    Nos últimos tempos tem vindo muita gente do Brasil, do interior como já referi, os Brasileiros que conseguem ficar cá a trabalhar até gostam e acabam se acostumando ganhando com isso seu estatuto de cidadão e em sua maioria até tem uma melhor noção de cidadania do que alguns outros estrangeiros que vem da própia Europa(Leste), Croácia, Sérvia e Bulgaria. Mas todos acabam por encontrar o seu caminho.

  • Helena diz: 28 de agosto de 2012

    Para a Andreia deixo esta resposta duma Senhora chamada Vera Xavier. Bjs.

    Maldade, maledicência e a inveja. As três inseparáveis irmãs.
    Por detrás destas “tristes raparigas” há sempre um sofrimento bem marcado, uma amargura de dar dó. Elas culpam a vida, elas culpam a circunstâncias e refugiam-se nas desgraças que enfrentaram…

    Mas nós conhecemos muita gente que teve vivências e experiências dificílimas e que estão de bem com a vida, não é verdade? A questão é que há sempre vias alternativas; a da Luz e a da sombra.
    E não me venham dizer que isto tem só a ver com formação moral de base, porque conheço irmãos que tiveram a mesma educação e são diferentes como a água e o vinho.

    Um dia destes alguém me disse que cada vez gostava mais de gente imperfeita. Fiquei espantadíssima. Bem, eu não conheço gente perfeita… há pessoas que de facto adoram gente mesquinha, que estranho, não é? Dás-lhe pica dizer e ouvir mal dos outros? Alguém disse que criticar os outros é uma maneira desleal de nos elogiarmos a nós próprios. Faz sentido…

    Há uma ideia generalizada de que as boas pessoas são totós. É claro que quem acha isso nunca deambulou por esferas intelectuais interessantes, senão nunca diria uma barbaridade destas. Ser contestatário, ser irreverente não quer dizer que se seja maldoso ou invejoso. Os primeiros sindicalistas, a quem tanto devemos, não eram nada disso, bem pelo contrário, eram audazes defensores da justiça, gente desfavorecida mas muito inteligente e bem formada.

    Quando ouço comentários mordazes ou provocações vazias e sem o intuito de gerar uma discussão inteligente e lúcida, ainda me espanto… ainda toca no meu peito… Não consigo entender aquele gozo que as pessoas sentem ao magoar as outras. Porque têm necessidade de ferir, de amesquinhar, de tentar humilhar, às vezes, até quem nunca lhes fez mal?! Só pode ser uma questão de falta de auto-estima. Será que foram mal-tratadas em crianças? Mas lá está, há crianças que foram desprezadas, etc., etc,. e hoje são seres de bem com a vida.

    Há uns tempos atrás recebi um email de uma mulher que me perguntava se conhecia alguém que fizesse… amarrações! É evidente que essa pessoa nunca leu nada do que escrevi, porque se tivesse lido, nunca me perguntaria tal coisa! Será que ela nunca ouviu falar da Lei da Causa e Efeito? Será que acha que fazendo mal lhe virá o bem? Será que não sabe que tudo se paga? Será que ela conseguiria viver ao lado de alguém obrigado??? Parece que sim… Que falta de dignidade, meus deuses!

    Adoro conversas irreverentes, adoro confrontos inteligentes, aceito provocações bem-dispostas, mas a inveja – que é a base desta conversa toda – deixa-me triste; agora imagine-se o desgosto dos anjos da guarda destes seres! Mas Eles mantém-se lá, sempre na esperança que o grande dia chegue! E há-de chegar, indubitavelmente, seja amanhã, seja daqui a milhares de anos. E o Paraíso ali à espera…

    Que a Luz se faça sentir nessas mentes infelizes e que acham que não têm alternativa. Têm sim, e um dia verão isso.

  • Fernanda Cunha diz: 31 de agosto de 2012

    Para Andréia:

    Portugal quarto país com mais migrantes no Brasil
    Maioria são brasileiros que regressam ao país
    Este texto é retirado de um jornal “TVI24 on line Português públicado em 28-04-2012:

    Portugal foi o quarto país de onde saíram mais brasileiros de regresso ao país de origem. De acordo com dados da Fundação Instituto de Geografia e Estatística (IBGE), entre 2005 e 2010, 21.376 pessoas saíram de Portugal para o Brasil.

    Segundo os dados do Censo, o número de imigrantes cresceu 86,7 por cento no Brasil nos últimos dez anos, considerando os brasileiros retornados.

    Os 21.376 brasileiros que regressaram ao Brasil depois de alguns anos em Portugal são quatro vezes mais em relação ao Censo do ano 2000. E representam, na maioria (77 por cento), brasileiros retornados, que somam 16.460 pessoas.

    No ano 2000, os retornados representavam uma parcela menor e somavam 53 por cento dos 3.975 migrantes que partiam de Portugal rumo ao Brasil.

    Entre os nascidos em Portugal, entretanto, também houve aumento na quota de migração: passaram de 1.840 para 4.916 em dez anos.

    Nos três países de onde mais pessoas mais migraram para o Brasil, Estados Unidos, Japão e Paraguai, os retornados também são maioria.

    O técnico do IBGE Marden Campos, porta-voz para a área de migrações, afirma que os retornados ganharam destaque nos dados do Censo divulgados hoje porque são a principal causa do crescimento das migrações para o Brasil, inclusive da rota saída de Portugal.

    Marden aponta a crise económica, o aumento do controle contra imigrantes ilegais e o envelhecimento como as principais causas do aumento dos retornados brasileiros.

    «A migração entre Brasil e Portugal é histórica, e muitos dos portugueses que emigram são parentes de brasileiros», afirma o porta-voz.

    Em 2010, foram registados 268.201 pessoas que chegaram de outros países nos cinco anos anteriores, 65 por cento delas brasileiras.

    Dez anos antes, havia 143.644 migrantes com a mesma característica, 61,2 por cento brasileiros.

    Os estados brasileiros que receberam mais pessoas que desembarcaram de outros países foram São Paulo, Paraná e Minas Gerais.

  • Fernanda Cunha diz: 31 de agosto de 2012

    Para Andréia:

    Este texto é do Jornal Sol foi públicada em 11-02-2012:

    A Organização Internacional para as Migrações (OIM) recebeu, no ano passado, 2114 pedidos de imigrantes em Portugal para regressarem aos seus países de origem, dos quais 594 embarcaram.
    Segundo os dados globais fornecidos à agência Lusa pelo escritório da OIM em Portugal, os brasileiros lideram a lista de inscrições e de regresso efectivo, ao abrigo do Programa de Retorno Voluntário (PRV). Em 2011, 84,2 por cento dos pedidos de retorno foram feitos por imigrantes brasileiros, que lideram também o retorno a nível mundial.

    Na lista de retornados, seguem-se os angolanos, que representam 4,2 por cento dos embarcados ao abrigo do programa da OIM. Mas, segundo sublinharam à Lusa várias pessoas ligadas à comunidade de Angola em Portugal, este valor está aquém da realidade, porque muito mais angolanos estão a regressar, recorrendo a outros apoios, por exemplo das representações diplomáticas.

    Em menores proporções, regressaram ao abrigo do PRV imigrantes cabo-verdianos (2,5%), são-tomenses (2,5%), guineenses (1,3%), ucranianos (1,3%), moçambicanos (1,2%) e de outras nacionalidades (abaixo de 1%).

    Gerido pela OIM, em colaboração com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), e financiado pelo Fundo Europeu de Regresso (em 75 por cento) e pelo Estado português (em 25 por cento), o PRV apoia financeiramente o retorno voluntário aos países de origem de cidadãos estrangeiros que revelem vontade de o fazer, no valor da viagem de regresso (o preço médio ronda os 900 euros) e de 50 euros de dinheiro de bolso para despesas.

    O programa impõe um período de interdição de três anos, que obriga os imigrantes que dele beneficiaram a, se voltarem a Portugal, ressarcirem o Estado no valor que lhes foi pago.

    Os pedidos contabilizados em 2011 pela OIM em Portugal revelam um «grande crescimento» face a anos anteriores, disse à Lusa, em final de Novembro do ano passado, Luís Carrasquinho, responsável pela gestão do PRV e das operações da instituição em Portugal.

    Em 2010, 562 imigrantes (de 1791 pedidos) regressaram às suas origens. A tendência tem sido sempre de crescimento: 381 (em 1011 pedidos) regressaram em 2009, 347 (em 634) em 2008, e 278 (em 320) em 2007.

    Entre os imigrantes em Portugal verificam-se «situações cada vez mais complicadas e de grande carência socioeconómica», sublinhou, em Novembro, Luís Carrasquinho.

    O responsável da OIM assinalou também a tendência de aumento para o regresso de famílias inteiras, embora a candidatura individual continue a ser regra. O número de famílias que se inscrevem no PRV «tem aumentado», situando-se agora «nos 30 a 40 por cento», indicou.

    Dos imigrantes que regressam aos países de origem, dez por cento recebem ainda um apoio suplementar à reintegração nas respectivas sociedades, no valor máximo de 1100 euros. «Dez por cento é pouco face aos pedidos que temos, que rondam o dobro», reconheceu Luís Carrasquinho.

    Porém, entre 2010 e 2011, este foi o único número que desceu – de 63 para 37 beneficiários (trinta brasileiros, três são-tomenses, um angolano, um moçambicano, um ganês e um nigeriano).

    Entre a entrevista e o embarque, a vontade de regressar dos imigrantes esbarra num «tempo de espera de quatro a cinco meses», situou Luís Carrasquinho, referindo ainda que «cerca de 70 por cento» dos imigrantes que pedem ajuda à OIM estão «em situação irregular».

    Lusa/SOL

    Achei que seria interessante saber que já há ajudas e apoios, embora demorados para o regresso das pessoas necessitadas e uma preocupação extra em reintegrar essas pessoas na sociedade novamente. Este é um assunto muito delicado e que por mais sinceros que estejamos a ser pode sempre ferir alguem mais sensivel. Um Abraço.

  • Andréia diz: 4 de setembro de 2012

    Para Helena:

    Vc não tem idéia de como essa informação (e outras) estão sendo importantes, eu sei que para muitos brasileiros e, particularmente, para mim. Porque, às vezes, torna-se necessário um entendimento profundo das razões que geraram determinados comportamentos agressivos. Aqui no Brasil e para quem não conhece Portugal ainda, fica impossível entender essas situações sem esclarecimentos de quem esteja por perto delas. Agora, ficou mais fácil não se perturbar, quando ocorrer algo assim. Valeu, de verdade, Helena! Obrigada! Abraços…

  • Andréia diz: 10 de setembro de 2012

    Oi, Fernanda, tudo bem?

    Peço desculpas a vc e a Helena pela demora em responder, mas, é que tive uns alguns problemas.
    Eu não sei se compreendí a sua mensagem. Me parece que, não só os brasileiros, estão recebendo apoio e benefícios de Portugal, para retornarem aos seus países.
    Admirável, principalmente a iniciativa de uma verba extra para reintegrá-los à antiga sociedade, ainda que, Portugal não esteja conseguindo ajudar em todos os casos.
    Eu me referí à situação das pessoas que continuam morando em portugal, como emigrantes legalizados ou não, ou vão morar, brasileiros. Não sei, me parece que terão de lidar com certo grau de preconceitos, como eu tenho visto muitas vezes, pela internet. A mulher brasileira, particularmente. A convivência com o povo portugues, em alguns casos, poderá ser muito complicada.
    Um grande abraço..

  • sandra diz: 12 de setembro de 2012

    sou portuguesa. gosto muito de me maquiar… me maquiu tudos os dias….. e se as mulheres portuguesas nao gosto de se maquiar e u directo elas… e eu axo sim que as mulher portugues sou bonitas nem tudas claro. mas em tudos os pais tem mulheres feias( franca, espagnha, brasil,italia, e ect…..) ja foi o brasil em janeiro 2012 meu namorado e brasileiro … as brasileiras sou simpaticas e eu gostei logo disso quando chegei la mas e é verdade elas sou lindas mas nem tudas!!!!! no fin do ano vou ir viver no brasil. mas uma coisa tbm e verdade elas se atiro muito pra os hommen….. quando eu foi la de ferias 1 mes tive porblemas como uma mulher brasileira que se atirava muito pra o meu namorado e eu nao gostei muito disso…. mas nao sou so as brasileiras!!!!!! moru em franca a 9 anos e meio. mas nao tenho muito esse porblema

  • Andréia diz: 13 de setembro de 2012

    Infelizmente, às vezes isso acontece, mas, muitíssimas outras brasileiras, jamais fariam isto. Pode ter certeza. Como vc disse, poderia acontecer em qualquer outro país.

    Um grande abraço e muitas felicidades!

  • Débora cistina.. 15 anos diz: 4 de dezembro de 2012

    Puts! to impessionada com vcs viu? Adoreiii tds os comentarios, ateh msm as criticas, botaram pra qbrar! BOM, VIM NA NET PRA SABER MAIS DE MULHERES PORTUGUESAS, AFINAL PRETENDO DAKI UM TRES ANOS, QUANDO EU ACABAR MEUS ESTUDOS IR PRA LAH, SOW BRAZILEIRA COM MUITO ORGULHO, UMA ADOLESENTE CHEIA DE SONHOS E TALS, FAZ UMA SEMANA QE CONHECI UM BRAZILEIO QE MORA LAH, ACABAMOS FIKANDO E EM MARÇO ELE SE VAI, ELE ME FALOW MUITO BEM DO PAIZ E TALVEZ NEIN ESTAVA EM MEUS PLANOS IR PRA LAH, ME ACHO UMA PESSOA SUPER VAIDOSA E TALS E KAH PRA NOIX TO ATEH MEIO COM MEDOO DIISSO, MAS VOW LEVAR EM CONSIDERAAÇAO QE VOW IR PRA ESUDAR E VENCER NA VIDAAH, NAO QE EU NAO SEJA CAPAZ DISSO AKI NO BRAZIL, MAS SIM PQEE ACHO QE POSSA SER MAIS GRATIFIKANT QE SEJA LAH. DESDE JAH AGRADEÇO A TDS OS COMENTARIOS, ME AJUDARAM A DESCIDIR O QE EU REALMENT QERO!!! MENINAS E MENINOS ADOREII TDS VCS E SE PUDEREM ME LIGUEM! BJUSS.. 02899457556, VITÓRIA-ES

  • vanessa diz: 7 de dezembro de 2012

    porque nós brasileiras somos mais bonitas e mais gostosas

  • Any diz: 12 de dezembro de 2012

    adolooooo essa alta estima do povo brasileiro rsrsrsrs brasileira e a mais bonita a mais gostosa a mais boa de cama a + educada e ate a mais inteligente??? rararara mulheres perfeitas opss rsrsrsrsrsrsrs !!!! sera

  • Andréia diz: 13 de dezembro de 2012

    Com certeza mais bonitas e gostosas. O restante está distribuído entre a população feminina do Brasil.

  • tinaaa diz: 29 de dezembro de 2012

    RESUMINDO GAROTAAS; Todas as mulheres em geral, sendo brasileiras, portuguesas etc, somos todas lindas gostosas maravilhosas, soh qe porem umas sabem mais aproveitar a sua beleza do q as outras, nos brasileiras somos um exemplo disso!!! bjus lindaaaaas

  • Andréia diz: 29 de dezembro de 2012

    Não, Tina, eu disse que as mulheres brasileiras são as mais bonitas, gostosas e maravilhosas do mundo. Atributos como inteligência, educação, etc, variam de brasileira para brasileira. Quanto às brasileirs saberem aproveitar melhor a sua beleza do que as outras mulheres, é parcialmente verdade. Mesmo assim, somos as preferidas…

  • Mayra Gonçalves diz: 18 de janeiro de 2013

    No interior do Brasil, terra pobre e miserável, as Mulheres adoram tudo que vem de fora, quando escutam o sotaque de um belo Português, elas se derretem, do mesmo jeito que se derretem os Portugueses do interior de Portugal quando escutam o sotaque Brasileiro, pois isso cheira a sexo fácil, é só por isso, pois os Portugueses falam de um jeito bem mais lindo que nós, já os Portugas de Lisboa, que na minha opinião são os Homens mais lindos que vi até hoje, esses ignoram por completo o sotaque Brasileiro e muito raramente olham para uma Mulher Brasileira, só mesmo para transa e nada mais, quanto ao fato de as Portuguesas não se maquiarem, vc deve ter ido em Braga e deve tar generalizando 30 ou 40 mulheres que viu na rua, se vc for em Lisboa, 9 em cada 10 Mulheres são lindas…
    Quanto a vc falar que nós Brasileiros falamos Brasileiro, então os Americanos devem falar Americano né?
    Nossa moça, como vc é pobre de espírito…
    Não confunda Mulher fácil com Mulher bonita, pois os Portugueses gostam mais das Brasileiras, pois quando conhecem uma, em menos de 1h já estão na cama com ela, já com as Portuguesas isso leva meses e anos…
    Não compare Braga com Portugal, seria o mesmo que comparar João Pessoa com São Paulo, imagina um Português ir passar férias em João Pessoa e voltar para Portugal, já pensou se ele generalizasse os Paraíbas como sendo assim toda a população Brasileira?
    você mesmA, vc generalizou uma Cidadezinha minúscula(Braga) com a enorme Lisboa, onde estão os Homens mais sexys do mundo…
    Sou BRASILEIRA, mas não sou burra para chegar no ponto de mentir como vc fez…

    Grata

    Mayra

  • Jacy diz: 18 de janeiro de 2013

    Bem, Maíra, o fato é que as portuguesas deveriam se decidir mais rápido, porque, enquanto fazem seus pobres pretendentes esperarem anos (rs), se fazendo de difíceis, se achando as últimsa bolachas do pacote de biscoito”, eles estão se casando com as brasucas. Estranho é que, apesar de vc dizer que é brasileira, o tom do comentário é semelhante ao tom invejoso de certas portuguesas.

  • Lucia diz: 18 de janeiro de 2013

    A Mayra tem razão. A beleza dos homens de Lisboa é conhecida no mundo todo. Não é segredo. No entanto, o mesmo não acontece com as mulheres de Lisboa.
    Na verdade, a mulher de Lisboa é vista dentro do contexto da portuguesa de modo geral, que não é atraente. Claro que há as excessões.

  • sandra diz: 19 de janeiro de 2013

    Mayra Gonçalves eu pensou como vc!!!!!!!!!!! gostei do que vc falo!!!!

  • Andréia diz: 20 de janeiro de 2013

    Mayra, discordo que o sotaque portugues seja admirado no Brasil. Na verdade é detestado. A grande maioria dos brasucas, sente aflição, sensação de falta de ar, quando escuta um portugues falar, homem ou mulher. Angustia. Desculpe aos portugueses, mas é a mais pura verdade. Naturalmente, há as excessões. O sotaque brasileiro é amado no restante do mundo e preferido, a outras línguas como italiano e frances, por exemplo. Claro, é tudo uma questão pessoal. Mas, isso não tem nada a ver com a beleza dos homens de Lisboa que, é inquestionável, nisso concordamos. Se valer a pena se relacionar com um homem de Lisboa, pode-se superar qualquer barreira de língua. Os homens de Portugal se sobressaem pela beleza, não só em Lisboa, fato. Se juntarmos a isto, uma personalidade interessante e um caráter bom, tem-se a receita para o sucesso. Quanto à sua generalização, de que todos os homens de Lisboa ignoram as brasileiras, assim como, de que toda brasileira é vista e acessada por ser fácil, repito o que a minha amiga láem cima falou, que toda generalização é burra. Além disso, se existem pessoas em Portugal que pensam assim, certamente não é por culpa das brasileiras, mas, de suas próprias limitações e preconceitos. Sendo assim, essas pessoas não podem ser levadas a sério. A vida e o mundo são muito mais do que isso, não acha?

  • Any diz: 24 de janeiro de 2013

    Affffffffff aonde esta essas Brasileiras tao bonitas e gostosas certamente estara em portugal ne? por aqui no brasil nao vejo isso tudo nao viu! a mulherada esta precisando malhar mais!! 70% estao barrigudas 10 malha tanto que parece travesti 20 bonitas de verdade mais nao estao a cada esquina ne gente! por favor alto estima sim mais o resto do mundo nao e cego

  • maria diz: 29 de janeiro de 2013

    Moro aqui em Portugal há 6 anos, posso falar de algumas coisas, bom aqui as mulheres não se maquiam muito mesmo, mas acho que é uma questão cultural delas, as roupas são impecáveis, os cabelos também não tem o costume de arrumar como as brasileiras, os salões aqui em plena sexta- feira alguns são vazios, diferente do Brasil que é tão lotado, mas nem por isso são feias, algumas até são bem bonitas, acho as mulheres mais bonitas que os homens, até porque pelo costume europeu, aqui não são chegados a escovar os dentes, mas os homens são piores nesse sentido, aqui é comum vermos um rapaz de 18 anos com dentes cariados, e faltando dentes, ( trabalho nessa área, falo com conhecimento de causa) e detalhe, moro numa cidade grande aqui, não é no meio do mato não, isso me causou bastante espanto quando aqui cheguei, quanto ao preconceito ele existe sim e muito, sou brasileira , meu marido é brasileiro, meus filhos também, minha filha está em tratamento psicólogo por causa de uma colega que chamava ela de prostituta todo santo dia , dentro e fora da sala de aula, isso ficou por anos desde que chegamos aqui, na verdade mudei minha maneira de ser aqui, hoje sou uma pessoa antipática, fechada, quase nãos mostro os dentes, e mudei até minha maneira de se vestir, por causa do preconceito, se é simpática logo é confundida com assanhada, eu prefiro muito mais o nosso jeito de ser ,alegre, mas vivo aqui e para evitar problemas prefiro assim, sonho em voltar para o Brasil, mas por enquanto a criminalidade não deixa…..

  • Mírian Gomes diz: 29 de janeiro de 2013

    Acredito que ambos os países tem suas belezas em se tratando de mulheres. Mas a um ponto em que vou ter que concordar quem o mencionou. Eu fiz mestrado em Lisboa, e no período que fiquei, realmente esta fama das brasileiras me atrapalhou um pouco para não dizer bastante. A toda hora tinha que estar me justificando, que eu não era prostituta, e as minhas colegas de curso, ficavam meio assim em me apresentar namorados ou maridos. Realmente à um stigma!

  • Eliana diz: 30 de janeiro de 2013

    Homem bonito português! é piada de português! este povo é mesmo muito feio e sem graça, passeei pela Europa e o páis mais sem graça principalmente de povo é este, homens na maioria baixinhos e morenos, mulheres mal vestidas, feias e sim, banguelas!
    (odeiam os brasileiros por inveja!)

  • sandra diz: 31 de janeiro de 2013

    inveija de que menina??????? Eliana
    eu teve no brasil chegei a 2 dias. e so vou te dizer uma coisa as brasileiras nao sou bonitas de rosto(cara) so tem bumbum
    e em portugal tem mulher feia como tem mulher bonita!!!!! como no mundo tudo!!!!
    no brasil axei as brasileiras muito simpaticas isso e verdade mas as novinhas sou safadas muito mesmo.( e feia) ainda se acho boas kkkkkkkkk
    faz 2 anos que vou o brasil de ferias e sei do que falo!!!!!!!! meu namorado e brasileiro e ele mesmo diz que as brasileiras so sou boas de corpo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • sandra diz: 31 de janeiro de 2013

    e em portugal tem mulher feia como tem mulher bonita!!!!! como no mundo todo!!!!

  • Andréia diz: 1 de fevereiro de 2013

    Só sei de uma coisa: homens portugueses dão um excelente canja!

  • Andréia diz: 1 de fevereiro de 2013

    Eliana: esse é que é o problema: respeitadas as excesssões, percebo que não gostam dos brasileiros, mesmo. Que pena, para eles…

  • Heanes Medeiros diz: 5 de fevereiro de 2013

    Vou dar minha opinião. Estive em Portugal duas vezes.
    Como aqui no Brasil há mulheres belas e mulheres feias. As portuguesas, assim como a população em geral, são bem antipáticas, isso é fato.
    Entre as belas portuguesas observa-se desleixo no trato pessoal. São mal vestidas, mal penteadas, pouco asseio pessoal.
    As mulheres portuguesas não dão muita atenção à beleza do corpo, em geral, estão fora de forma física, que por serem excessivamente magras, quer por serem gordinhas.
    No geral, as brasileiras são mais atraentes, sexualmente falando, e mais simpáticas, o que provoca inveja, medo e despeito das portuguesas.
    Bem, essa é minha análise.

  • Gabriel diz: 15 de fevereiro de 2013

    Eu moro em Paris, portugues aqui trabalha com construçao, e mulher portuguesa trabalha com limpeza….e eu trabalho com informatica. O tempo todo sou assediado por portuguesas…elas atacam iguais homens…nao tenho nada contra o povo portugues, mas nao entendo porque reclamam das brasileiras se elas fazem pior….varias vezes me convidaram para jantar e ter uma noite a dois na casa delas…pra nao ser injusto, nao foram todas que fizeram isso…mas tambem nao foi uma.

  • Sandra diz: 16 de março de 2013

    Poor tugues bonito?
    ha ha ha!
    até arrisco que são os mais feios da Europa, estive um ano na Europa, povo recalcado, invejoso e ignorante

  • Joel Fernandes diz: 21 de março de 2013

    Sou português, este artigo é uma mentira fabricada, sim os homens Portugueses gostam bastante de Brasileiras, é o meu caso, mas a História de as mulheres portuguesas terem inveja das brasileiras não é totalmente mentira mas não é como essa senhora jornalista conta, eu conheço muitas mulheres portuguesas que usam maquilhagem mulheres e modernas existem montes delas, o português é amistoso e amigável, os portugueses não pensam que as brasileiras são putas, eles apenas falam no que vem, caso não saibas existem muitas mulheres brasileiras nesse estilo de vida, houve ai uma burra que disse que o homem português é feio para tua informação o homem português é considerado um dos mais elegantes do mundo, e caso não saibas muitos deles são casados com mulheres brasileiras :D

  • Andréia diz: 22 de março de 2013

    Joel Fernandes, as brasileiras de modo geral, acham os homens portugueses muito bonitos. Acontece que, muitos brasileiros, inclusive turistas, relatam passar por maus tratos por parte de portugueses, nos hotéis onde se hospedam, nos táxis, nos cafés, restaurantes, etc. A mulher brasileira é genericamente rotulada de prostituta, ainda que seja freira, estudante ou uma profissional séria. As pessoas devem refletir antes de magoar as outras, ainda que sob o pretexto de que hajam muitos bandidos e prostitutas brasileiros em Portugal, pois, é insensato julgar uma população de quase 200 milhões de pessoas. Sinceramente, hoje, depois de tudo o que fiquei sabendo sobre o comportamento dos portugueses em relação aos brasileiros de modo geral
    ( ainda que hajam excessões entre os portugueses ), não me importaria se o Brasil e Portugal cortassem as relações de “amizade”.

  • Edmilson diz: 24 de março de 2013

    Reforçando o que a Sandra disse, realmente as brasileiras são muito bonitas de corpo(quadril e bumbum insuperáveisl !!!), e, o rosto ainda carece de beleza, os unicos lugares, onde as mulheres brasileiras sao bonitas de corpo e rosto, são goiania e os estados do sul do brasil. Sou brasileiro e sei do que estou falando, ja viajei quase o brasil inteiro. E digo mais !!! as brasileiras são interesseiras desde crianças, infelismente é a nossa criação em que nossos pais orientam as mulheres a se casarem com homens ricos, independentes de serem bonitos ou feios, burros ou inteligentes, etc.

  • Brother diz: 10 de maio de 2013

    He he he he essa carapinhas aí de cima he he he he o homem poortuguês é dos mais feios da europa?Há-de me dizer quais os países que foi retida erm…quero dizer visitou (que lolada,zuca turista?Hah!) porque nós homens portugueses somos considerados dos mais belos no mundo por qualquer site que lide com tal assunto!Só digo Cristiano Ronaldo (embora eu ache que ele têm boca de batráquio).Os brownzileiros (hum curtiram o meu portuglish) é que são uma raça bastante grotesca a meu ver,a não ser quem raramente tenha mistura com alemães não yiddish o resto são pra mim dos hispânicos mais sujimundos da américa amerindia.Concordo que a mulher portuguesa arme-se em pseudo puritana e é muito seca e calculista ou submissa e sem carácter,por outro lado isto faz com que mais ou menos seja leal ou complanescente.Lealdade é mesmo algo que as zucas não têm noção,por isso só quem é de baixo nível social ou económico é que se junta com uma brasileira ou brasileiro ou estrangeiro já agora.Fiquem bem!

  • Mx diz: 10 de maio de 2013

    ahh não é sempre assim, mulher bonita na boca das mocreias sempre são taxadas de putas?? é mentira? a vão se catar ninguem estraga casamento de ninguem, nem “rouba” marido de ninguem se eles preferem trocar de mulher é problema deles e não culpa das brasileiras, e outra as “santas portuguesas” não são flor que se cheire não, tenho uma vizinha portuguesa que só não da p/ os cães pq eles não querem, agora é justo eu generalizar e achar que todas as outras são assim tambem???

  • Clarita diz: 10 de maio de 2013

    Ah, ah,… ser “brownzileiro” é muuuito bom mesmo, porque, inúmeros portugueses (homens) e gringos de modo geral, homens e mulheres, se amarram em nós. Será que está faltando algo nas européias ou europeus? Cor ou tempero?

  • Braziliano diz: 16 de maio de 2013

    Dizem aqui no Brasil que os portugueses usam bigode para que fiquem parecidos com as mães deles!Aiiiiiiiiiiii….. que saudade de “Purtugaaaallllll”!!!!! Vamos parar com essa babaquice de preconceito e ofensa mútuas! Aqui é cheio de portugueses que adoram e respeitam o Brasil como ele é. Com seus branquinhos, mulatinhos, neguinhos, indiozinhos. Ô raça pura que conhece seus ancestrais desde o surgimento da raça humana,quando vc morrer, o cheiro que vc vai exalar é o mesmo de um mestiço filho de índia da tribo saterê-maué com o Lord White da Escócia.

  • Inês diz: 18 de maio de 2013

    A sério, isto não faz sentido nenhum… 1º, o nome desta publicação, é completamente errado: “porque as portuguesas não gostam das brasileiras”. Wtf?! É verdade que aqui existem algumas mulheres portuguesas que fazem certos comentários menos corretos e tem uma certa xenofobia em relação às brasileiras. Seja por ciúme, pouca maturidade … enfim, falta de cérebro! Mas gente … não generalizem ! Lá porque meia dúzia de mulheres com falta de auto-estima, dizem que as brasileiras são umas vacas e que lhes querem roubar os maridos, já ficam a achar que TODAS as portuguesas não gostam das brasileiras ?! Por amor de deus …

    Outra coisa. Todas essas senhoras que viajaram para portugal, umas semanitas e não sei quê, já acham que conhecem portugal e a sua população? lol. Não é assim dum momento para o outro. Requer muito tempo e, além disso, muita deslocação. Sim, porque portugal apesar de ser um pais pequeno, tem uma grande diversidade populacional. As pessoas do norte de portugal são muito diferentes das do sul, por exemplo.

    Agora outro tópico: as portuguesas e a sua imagem. É verdade que na maioria, as brasileiras arranjam-se se mais e preocupam-se mais com a imagem que as portuguesas, mas também não somos nenhuns bichos do mato ! Existem muitas mulheres que são bastante vaidosas e aperaltadas.

    Um tópico que também veio ao de cima, nesta publicação: Os homens. Sim muitos homens daqui são bonitos. Muitas revistas e afins, os elegem como uns dos mais bonitos. A revista Travelers Digest publicou isso à pouco tempo: http://visao.sapo.pt/homens-lisboetas-estao-entre-os-mais-bonitos-do-mundo=f654553

    Pronto, basicamente o que eu quero dizer é que parem com estas discussões idiotas, do género “brasileiros VS portugueses”. Não estou a falar somente neste blog, tou a falar em todo o mundo cibernético, porque parece que só vejo 3ªs guerras mundiais entre portugueses e brasileiros na internet. Já enjoa.
    Portugal e o Brasil são dois países DIFERENTES, mas EXCELENTES.

    E pronto, minhas senhoras e meus senhores, acabaram de ouvir um “raspanete” de uma pita de 15 anos. Tenham um bom dia :)

  • Joel Fernandes diz: 21 de maio de 2013

    para Andreia
    cara Andreia peço imensa desculpa não ter respondido mais cedo, nós os portugueses somos o povo menos racista da Europa e não invejamos os outros países como muitos dizem para ai, muitos deles não passam de putos de 12 anos que nem conhecem Portugal, você devia saber que países como Inglaterra, França e Alemanha são profundamente racistas, e quanto ao brasileiro ser maltratado em Portugal devia saber que um recepcionista e um taxista não podem tratar mal ninguém por isso se esses o fizerem as pessoas insultadas devem pedir o livro de reclamações, só mais uma coisa eu sou de Coimbra não conheço muitos Brasileiros mas dos que conheço nunca ouvi um único a queixar-se de descriminação, e quanto a esta guerra estúpida entre brasileiros e portugueses sugiro que tirem um tempo e se conheçam vão descobrir que são mais parecidos que aquilo que imaginam e tratem-se bem e deixem-se criancices, conheçam-se e depois falem uns dos outros pelas vossas experiências não por aquilo que os outros vos dizem.
    P:S se algum Brasileiro ou português vier comentar e falar do que não sabe leia o meu comentário e pensa antes de escrever asneiras. Peace

  • Andréia diz: 22 de maio de 2013

    Caro Joel Fernandes: eu, realmente, gostaria que essa animosidade não existisse de fato. Porém, são muitas situações de brasileiros destratados em Portugal, que acabamos tomando conhecimento. Sabemos que houve manifestações, passeatas e até um baixo-assinado em Portugal, dos quais participaram várias entidades brasileiras e portuguesas de defesa dos direitos humanos, em Novembro/2011, contra a discriminação generalizada à mulher brasileira.

    Hoje, após vários meses, visitei novamente, as páginas de um diário virtual português, o Diário de Notícias – DN ( http://www.dn.pt/inicio/tv/interior.aspx?content_id=3230359&seccao=Televis%C3%A3o ), e percebí que os comentários feitos por portugueses a brasileiros, quadruplicaram em número e material ofensivo.
    A reportagem se tratou de um processo que está sendo movido por portugueses, contra um programa de humor brasileiro, o CQC, por terem entendido, os portugueses, que houve conteúdo discriminatório.

  • Andréia diz: 22 de maio de 2013

    Esses comentários que citei estão entre os mais suaves da tal reportagem, ao mesmo tempo que inúmeras ofensas aberrações foram retiradas pelo jornal. Vá, também, ao Correio da Manhã, quando surgir uma reportagem que envolva brasileiros e vai constataro o mesmo preconceito generalizado contra brasileiros.
    Bem, por essas e outras é que deixei de me importar ou preocupar com Portugal há algum tempo e desmarquei um viagem de turismo para lá o ano passado. Com todo respeito aos portugueses bons e civilizados, não preciso de certo tipo de lixo na minha vida.

  • Sulam diz: 6 de junho de 2013

    Da mesma forma, em Angola, existe racismo e preconceito agressivo contra portugueses

  • Joel Fernandes diz: 7 de junho de 2013

    Para Andreia
    Cara Andreia você não deve ter visto a reportagem. Viu? primeiro foi logo o gozo do repórter ao fazer perguntas estúpidas como por exemplo vou citar o Jornalista CQC Perguntou ao adepto de Portugal se ele sabia quem era a tia do nel amestrong o 1º homem a ir a lua, qual era o objectivo dessa pergunta? Fazer piada ou ridicularizar os Portugueses, e depois foi dizer a um stuart que os portugueses eram burros, tipo ele fez perguntas bastante inteligentes aos portugueses perguntas com respostas que ninguém sabe nem interessa saber, e depois começou com a conversa de que todas mulheres portuguesas tem bigode e para vocês nós somos burros, queria sinceramente ver o que a senhora diria se fizessem o mesmo em Portugal queria ver quantos Brasileiros se riam da brincadeira só vejo putos e pitas a comentar acerca da Europa que provavelmente nem conhecem. Não somos só os portugueses que somos racistas vocês os brasileiros também não são uns santos com Aurélia na cabeça, deixem-se de conversas e amem-se e volto a dizer chega desta discussão da treta sobre se as brasileiras são mais bonitas ou feias ou se as portuguesas são bonitas ou feias não podemos comparar existem mulheres portuguesas que encostam muitas brasileiras a um canto e muita brasileira que encosta muita portuguesa a um canto, conclusão as portuguesas mais venhas não usam maquilhagem, as mais novas sim, eu um dia vou visitar o Brasil, não conheço os brasileiros mas um dia vou conhecer os do Brasil já conheço os de Portugal não os do Brasil, depois tiro as minhas conclusões, deixem-se de se por adivinhar merdas acerca de Portugal visitem e depois falem no que virem e ouvirem assim como um português não inventem merdas acerca do Brasil visitem primeiro :D Paz e amor cuidem-se e deixem-se de discussões estúpidas sobre quem é melhor.

  • Tarso diz: 9 de junho de 2013

    Sulam não fala atoa ok porque em angola não existe racismo entendeste muito menos com os portugueses

  • Rose Christensen diz: 6 de julho de 2013

    Gostei muito do texto da Valentina, ate chegar a parte de falar mal do Nordeste, vc tem razao, cada um tem sua propria opiniao e eu tenho a minha, continue ai no Sul , pois o Nordeste esta muito bem e bonito, sem pessoas de tal preconceito, tenho cidadania americana, brasileira e portuguesa, nao tive o prazer de estudar em Portugal, pois decidi estudar nos E.U.A, sou casada com um portugues maravilhoso e vivemos nos E.U.A, mais ADORAMOS visitar o Nordeste, que ainda nao tem a violencia das grandes cidades como o Rio e Sao Paulo. Os Portugues em geral sao pessoas muito gentis e amigaveis, nunca fui mal tratada por ninguem, ao contrario, a familia do meu marido me adora e eu a eles. Tenho 3 nacionalidades e me orgulho de todas elas e espero que um dia as pessoas sejam mais respeitosas umas com as outras.

  • Andréia diz: 8 de julho de 2013

    Sulam, sinto muito que vc não tenha gostado do meu comentário, mas, realmente, não é necessário ir a Portugal para saber o que se passa por aí, em relação aos brasileiros, até porque, muitos de nós, vão, sim, a Portugal e à Europa a passeio, a trabalho ou estudo. Eles voltam com grandes informações sobre o assunto. Quanto à reportagem, o que chamou a atenção, foi a baixaria e o preconceito gritante por parte de muitíssimos portugueses que fizeram comentários, em relação ao povo brasileiro DE MODO GERAL, como se o CQC falasse por todo, quando, na verdade, é considerado, no Brasil, um humorismo de mal gosto e agressivo. Ficou óbvio o pensamento e o sentimento de muitos portugueses em relação aos brasileiros.
    Os portugueses ficaram furiosos com o CQC e, imagino que tenham as suas razões. Porém, nós, aqui no Brasil, ficamos HORRORIZADOS quando a SIC lançou um comercial, no qual CRIANÇAS CHAMAVAM TODAS AS BRASILEIRAS DE PROSTITUTAS! Nós, brasileiros, certamente, não temos nada de santos, mas, certos portugueses são muito piores, ao que parece… “Putos e pitas” , o que seria isto em português de Portugal?!! Você diz para nos amarmos…
    Mas, olhando a situação de uma maneira mais fria, acho bem possível que os portugueses que se manifestaram de forma tão venenosa naquela reportagem, estivessem muitíssimo estressados, com a situação vivida pelo seu país nos últimos anos.
    Quanto á sua colocação sobre as brasileiras e as portuguesas, nesse ponto, concordamos.

  • Angela diz: 10 de julho de 2013

    Nunca vi tanto preconceito e ignorância na vida!
    Gringo faz sucesso em qualquer país, desde que não seja o seu!
    Brasileiras, se acalmem, taxadas de prostitutas nós somos em todos os lugares do mundo, é melhor relaxar e cada uma se comportar da maneira que melhor lhe convir! Vai estudar, trabalhar numa multinacional ou fazer programa? E os portugueses agora viraram fiscais por um acaso? Tem prostituta portuguesa no Brasil também, viu! Aliás, aqui deve ser o único lugar do mundo que existe prostituta portuguesa, espanhola, italiana, francesa, alemã, africana… Será que essa profissão é exclusiva de brasileiras?
    Portuguesas, relaxem, o defeito não seria do “marido” que se interessa por qualquer mulher que não seja a esposa? Se as portuguesas são grosseiras e não se empetecam como as brasileiras e daí? Tem muitos homens no mundo que não gostam de mulheres maquiadas, “super” simpáticas ou “super” arrumadas!
    Ah, pelo amor, é recalque demais!!!!
    Portuguesas, não se incomodem com a gente! E podem ficar tranquilas, por aqui no Brasil tem muita gente, não só homens, pasmem, mulheres também, mais fechadas, secas, mal educadas e estúpidas!! E aos montes!!
    Sou mulher, brasileira, e vou para Lisboa estudar sim em outubro e se a receptividade for desse nível, cruzes!!! Isso é comportamento de povo ignorante, isso sim!!! Roubar marido…aff!

  • Marco Silva diz: 11 de julho de 2013

    É muito engraçado isso…..é só andar 100 metros e logo encontro um português!
    Sou português, vivo em terras brasileiras e digo com orgulho que aqui vivi e vivo os melhores dias da minha vida!
    Existe aqui sim alguns pontos consideravelmente negativos, mas, nós Europeus somos definitivamente atraídos pelo encanto destas terras e desse povo. Povo carismático, sincero, simples e solidário. Pessoas batalhadoras e honestas assim como tbm há em minha terra natal (Porto). Esse negócio de que as brasileiras lá são vistas como prostitutas existe mesmo, mas existem para as mulheres que por sua vez se sentem inferiorizada e ameaçada pela graciosidade e pela beleza da mulher brasileira.
    Sou suspeito em falar, pois, sou casado com uma brasileira de tirar o fôlego, linda, vaidosa, elegante, inteligente, batalhadora, prendada, tem um sorriso contagiante e acima de tudo, tem um caráter lindo que muitas portuguesas dariam tudo para ter.
    Gente não tem como não se apaixonar!! Fui com a minha esposa e o nosso filho num evento em Lisboa onde tinha muitos casais e a minha esposa linda e muito elegante com um sorriso lindo,chamou a atenção de todos. As mulheres olhavam para minha esposa com olhar que dava medo, se pudessem, elas furavam os olhos dos seus maridos.
    O meu país tbm é lindo e tem suas riquezas, mas, me perdoe em dizer que eu não troco este Brasil por nada em quanto eu viver!! A minha família aos poucos estão todos cá, e sempre que possa nos reunimos e matamos a saudade de Portugal com músicas e os nossos pratos que tbm são deliciosos. Com isto digo as mulheres portuguesas que, se inspirem nas mulheres brasileiras e se soltem mais, sorria mais, demonstre mais carinho pelo vosso esposo e sejam felizes, respeitando a forma de viver das outras raças com as suas culturas. Em Portugal, assim como em vários lugares da Europa tem prostitutas brasileiras, mas, vejo aqui muitas mulheres do nosso continente que me envergonham. Aqui tem prostitutas de toda a Europa, tem as que cobram pelos serviços prestados e as que saem distribuindo pelo simples prazer de distribuir e tem tbm aquelas que traem seus esposos. Então meus caros, não vamos colocar a culpa no Brasil!! Abraço

  • Sulam diz: 20 de julho de 2013

    PORTUGAL TAMBÉM EXPORTA MUUUITAS PROSTITUTAS,(ALEMÃES E SUIÇOS QUE O DIGAM) E INFELIZEMNTE ESTA ONDA DE DESEMPREGO ESTÁ DISSEMINANDO PORTUGUESES PELO MUNDO…NÃO ACRESCENTAM NADA, TEM UMA DIVÍDA PÚBLICA DE 130% RECESSÃO ETERNA, E RECALQUE COM TUDO QUE LHÉ É SUPERIOR…QUASE TODOS OS POVOS EUROPEUS…

  • Geane diz: 20 de julho de 2013

    Em PortugaL quase qualquer mulher é maravilhosa… população mais horrenda do velho mundo

  • Silvana diz: 20 de julho de 2013

    Sou portuguesa e vou dizer a verdade, a imagem da mulher brasileira para o portugues(ou europeu em geral) é de uma mulher fácil, rampeira, tipo ultimo recurso para não ficar só, e certeza de transa fácil…muitos tem vergonha de assumir que namoram ou casam com brasileira, seria o mesmo que casar com uma mulher resgatada de um prostíbulo, mulher brasileira é mulher certa para diversão, nada mais

  • Any diz: 22 de julho de 2013

    Haa meu povo cheguei conclusão cada um com seu cada qual !!se querem dar por dinheiro que DE !!si se sentir as mais bonitas o feias que se sinta !!se quer dar por amor que DE vamos cada um cuidar da sua própria vida e fazer tudo que que deseja respeitando uns aos outros e restoliving the life……………………………

  • Lulu Marimbondo diz: 23 de julho de 2013

    Silvana: seu comentário é tendencioso, mas, fazer o que? Eu questiono a inteligência, ou a boa vontade de quem julga que cem milhões de mulheres sejam rampeiras e certeza de transa certa. Anyway, nós, brasileiros, não estamos preocupados, pelo menos, muitos de nós, prá certas opiniões. Como disse uma comentarista aqui, os portugueses não têm poder e conhecimento suficiente para proferir julgamentos sobre o resto da humanidade. Quanto aos comentários sobre a falta de beleza das portugas, para mim não passam de pura implicância. Não concordo, gente bonita e feia tem em qualquer país e há, realmente, muitas lusas bonitas, pelo menos, em acho.
    O que concordo é que, de modo geral, as tugas são tão ríspidas que até pedras saem correndo de medo delas.

  • Manuel diz: 19 de agosto de 2013

    Há uma certa lei (não escrita) de como uma pessoa Portuguêsa se pode comportar entre os Português. . Se uma mulher foje a regra toda a gentinha fala male. exemplo: uma rapariga nao pode meter conversa com um rapaz desconhecido. primeiro ela tem que ser introduzido por um amigo, depois ela tem que mostrar que e’ uma mulher de boms prencipios…… Agora uma mulher que fala Português, mas não respeitam as leis e uma puta. malandra, mal criada ….. robadora e maridos. nem que seja uma santa.
    Algo parecido aconteseu com os portugueses vindos das colonias Africanas nos anos 70. As raparigs nacidas em africa tinham mais liberdade. e isso traduzia-se em mais liberade sexual.
    Como mulher portuguesa da tanto trabalho qualquer outra mulher e facil. por outro lado Homem portugues tem a obrigacao coltural de f… Mulher. Se ele encontra uma situacao que considere mais facil, ele vai tentar. specialmente se essa situacao nao vai bater nas orelhas da sogra.

  • Fernando diz: 27 de setembro de 2013

    O meu caso pessoal dá para escrever um livro.
    Antes de mais quero referir que tenho amigos brasileiros a quem muito prezo e que cada um é um.
    Comigo está a acontecer um caso de extrema gravidade pelos contornos que incluem até crime de extorsão. Vou contar:
    Em 1991, uma conhecida apresentou-me à distância, pois ela estava na cidade de Campos, uma outra moça brasileira. Enfim, ao fim de uns meses ela convenceu-me a que lhe “patrocinasse” a viagem até Portugal, porque o dinheiro que tinha não chegava e que mais tarde me ressarciria do empréstimo.
    Veio. Ainda a Rita de Cássia (nome dela) não tinha saído do Aeroporto de Lisboa, já estava detida pelo Serviço de Estrangeiros que me chamaram dizendo que tinham detido alguém que dizia conhecer-me e que só permitiriam a entrada no país se eu me responsabilizasse pela estadia atá ao limite de 90 dias concedidos a turistas.
    Bem.. Nesta altura dos acontecimentos,e presumindo que ela estaria bem aflita com o risco de deportação, assumi a coisa.
    Espanto: Deparei-me com uma pessoa bem diferente das fotos (acho que 2) que ela me tinha enviado! Um mulherão de cerca de 30 anos e com a elegância de uns 75 a 80kG, voz cavernosa. Oposta ao que eu tinha visto e escutado.
    Após ver o logro que eu tinha caído, tendo em conta o que ele me tinha dito sobre umas amigas que já aqui teria, para evitar que ela se colasse a mim, eu disse que tinha reatado com uma ex-namorada…
    Bom. Eu julgo que ela tenha residido no Entroncamento, mas por ter a minha morada, veio ter comigo várias vezes.
    Acabei por descobrir que era pessoa muito simpática e com aquela alegria descontraída que o pessoal gordinho costuma ter.
    Um dia ela veio, no fim do dia, convidar para tomar algo e para falarmos (pensei: vai pagar o que pediu emprestado, pois parecia estar bem de vida, e até já tinha trocado um velho casaco tipo jeans por outro de pele.
    No percurso curto que fizemos, pediu para parar. Tirou 2 garafinhas de martini da bolsa (que disse lhe ofereceram) e eu comecei a tomar uma. Não sou utilizador habitual de bebidas alcoolicas. Em breve tive uma sensação de descontração incomum.
    A moça começou a afagar determinadas partes do meu corpo e a levar uma das minhas mãos ás partes íntimas dela.
    Bom ( que me perdoem por ter de falar o que se segue). Ela tira uma camisinha da bolsa e faz comigo um sexo oral bem gostoso. Penso que até escapou um pouco de sémen para a mão dela.
    Entretanto ela sai dizendo que vai jogar a camisinha fora…
    Sei que não mais a vi ( que eu tivesse dado conta ), mas o torpor continuou e acho que adormeci, só mais tarde meio desorientado e com frio num carro com vidros embaciados naquela noite de inverno (abril 1992).
    A coisa que tomei provocou-me indisposição e num dia seguinte questionei sobre o que ela tinha posto na bebida. Nunca me disse.
    Mas, pessoas com quem falei, disseram que tinha sido uma vítima da droga “boa noite cinderela”.
    Bem, o pior estava para vir.
    Ela, passados 75 dias foi embora para Campos dos Goytacazes, no estado do Rio.
    Passado um mês, ou assim, disse-me que estaria grávida de mim…
    Pensei que ela estivesse a brincar, mas enviou uma carta.
    Perguntei: Mas nunca transámos, foi só aquele fugaz encontro de sexo oral com o sexo dela a um metro do meu, cada um no seu banco, como pode se isso? Ela disse que não sabia. Que talvez algum sémen da mão dela tenha inadvertidamente passado para o sexo quando ela ajeitou as calcinhas.
    Bem. Atendendo à distância e mesmo às atitudes ludibriantes que ela teve comigo, nem dei grande valor ao assunto, por pensar ser mentira.
    Sei que ela foi apresentar queixa no Tribunal de Campos e enviei para lá documentos de prova suficientes para provar que eu não morava naquele endereço, nâo esra electrotécnico, não tinha a actividade comercial que ela afirmava, e que pelas minhas declarações de Imposto de renda eu nunca (nem de perto. Quem dera!!!) auferia os $3000 dollars mensais que ela estava a tomar como base para me obrigar a conceder 20% ($600USD) para pensão de alimentos.
    Bem. Por tanta insistência, fui em busca de informações e descobri muitas coisas interessantes. Basta fazer uma busca na internet:
    Há sites vários a ensinar como fazer a droga “boa noite cinderela”;
    - Como fazer a inseminação caseira muito fácil a partir do fluido deixado na – camisinha;
    - Como funciona o “golpe da barriga” e “o golpe do baú”;
    - Como funciona a “gravidez proposital”, termo jurídico;
    - Como está disseminada no Brasil a INDÚSTRIA da PENSÃO ALIMENTÍCIA (boa designação)
    - Como a lei brasileira, mesmo sem alguma prova, atribui a paternidade por pouco mais que a mãe dizer: Foi aquele.

    Essa tal Rita de Cássia, mentiu ao Tribunal com quantos dentes tinha, dizemdo que alguém a tinha seduzido para casa em Portugal, nem se deu a trabalho mínimo de investigar que não é possível um brasileiro casar fora do país sem antes ter pedido no Brasil um Visto consular para residência; A sair do Brasil com uma passagem que tem um intervalo de estadia para 75 dias. E que também não faz sentido que uma moça com a mão dependente, paralítica em cadeira de rodas, se disponha a abandonar a mãe com quem vivia, sem mais pessoas, para uma aventura de um eventual casamento com quem nunca tinha visto, a mais de 10.000kms da sua cidade.

    Sem dúvida para qualquer pessoa com um pouquinho (mesmo pouquinho…) de inteligência e bom-senso:
    - Quem está nestas condições não estará a dizer a verdade…
    - Será que não está antes a querer extorquir dinheiro e até usar uma criança para tal?

    Deixo à vossa consideração o assunto e ,
    Ficarei muito feliz se os cidadãos brasileiros de bem, que são a esmagadora maioria lutem contra esta imoralidade que a ninguém honesto pode ser vir ou envaidecer.

  • Loli diz: 28 de setembro de 2013

    É, Fernando, no Brasil tem muita gente excelente, assim como nociva e perigosa.

  • Sulam diz: 13 de outubro de 2013

    A prostituição está a aumentar em Portugal e tem cada vez mais mulheres portuguesas da chamada classe média. Muitas dizem que ficaram sem alternativa por causa da crise e da falta de emprego. É uma realidade portuguesas prostituindo-se em troca de 5 ou 10 euros.
    http://youtu.be/HcCgMb-E9VU

  • Cristina diz: 5 de novembro de 2013

    Sou do Rio de Janeiro e estou adorando todos esses comentários! Eles estão me dando a ideia do que posso ver e vivenciar em terras lusas. Pretendo conhecer Portugal, mais especificamente Lisboa, em julho do ano que vem! Já aviso de antemão que são FÉRIAS! Que Deus me ajude, ora pois!!! Hahahaha….

  • tierry diz: 4 de janeiro de 2014

    oi,sou brasileiro e estou vivendo em portugal faz 3 anos e minha opiniao e ke as portuguesas sao mais fechadas e distantes ao inicio mas quando fazemos amizade e conhecemos melhor elas sao simpaticas e doces.ja namorei duas portuguesas lindas e posso dizer que elas sao bem safadas,em portugal voce vai na rua e ve garotas se pegando na rua com seus namorados e beijando na boca, principalmente as adloscentes. a unica diferenca entre brazucas e portugas e que as portuguesas sao menos liberais ,ta ligado? mas aqui tambem ha puta,mas em menos quantidade que no brasil.brasileiras sao lindas assim como portuguesas , ha muita mulher em portugal linda,principlmente adloscente, mas eu ja peguei duas e me dei mal pk elas sao muito ciumentas cara…
    portuguesa usa menos maquiagem mas sempre que e para ir em algum casamento ou assim elas se arrumam muito e no dia a dia algumas passam uma maquiagem leve.elas se vestem na moda e gostam de chamar puta a brasileira mas usam shorts que deixam a bunda de fora as sem vergonha

  • dayMendes diz: 17 de fevereiro de 2014

    Essa Valentina realmente mostra que não entende nada do próprio país, e ainda quer dar lição de moral nos portugueses…. Minha querida, pra começar você deveria ter mais respeito com as mulheres nordestinas, e com os nordestinos em geral, pois aqui foi onde o Brasil começou a surgir e com toda a certeza em suas veias correm sangue nordestino.Você acha que um Europeu veio especialmente para te colocar no Sul do Brasil? Não teve aula de História não? Vixe Maria! Mulher inteligente, trabalhadora e linda aqui tem e muito!,,,,,, muitas são modelos internacionais…Adriana Lima é um exemplo!,,,,, vai cuidar dessa inveja logo, pois isso mata!,, fui!,,,

  • Leticia Petraglia diz: 27 de fevereiro de 2014

    Boa tarde a todos! Farei uma viagem a Portugal na proxima semana e na busca de informações me deparei com este blog. Gostaria de saudar aos responsáveis pela discussão. Sonho em viajar para Portugal há exatos 14 anos, que foi quando me deparei com os livros de Eça de Queirós e por suas histórias “viajei” pelas paisagens Portuguesas. Sou formada, pós graduada, falo duas linguas e já tive a oprtunidade de viajar por alguns paises a trabalho, incluindo o Japão. Tenho orgulho de ser brasileira, não pelo esterótipo cansativo e as vezes um tantinho chato de bom futebol, carnaval, mulher bonita, mas pelo nosso jeito amável, sorridente, sempre bem disposto e sermos considerados pela maioria dos estrangeiros um povo “pacifico e alegre” apesar da violencia civil que nos assola e com a situação política cretina fruto da incopentencia dos governos. Em minhas ultimas viagens, ouvi com pesar um lamento chato e meio modista agora: “tinha que ser brasileiro mesmo”. Não gostei nem um pouco de ver a minha nacionalidade ser tratada pejorativamente dessa forma, nunca me referi a nehuma outra nacionalidade desta forma, que desrespeito nos generalizarem assim por causa de alguns infelizes cidadãos (ou não) pq é muito fácil ter passaporte Brasileiro, aliás um dos mais visados para roubo fora de terras brasileiras, afinal qualquer um se passa por brasileiro não é mesmo? Essa miscigenação tem seu lado positivo, mas também nos desfavorece em algumas coisa.s Trabalho duro desde os 14 anos com carteira assinada, já que perdi meu pai muita nova e minha mãe lutou muito para criar duas filhas com muita dignidade, enfim, digo isto, porque nem sempre uma situação ruim na vida pode ser motivo para servir de base a procurar uma situação de protituição em algum lugar do mundo, mas quem sou eu para saber o que se passou na vida daqueles que entraram nessa, muitas podem ser as razões e nao cabe a ninguém dizer se é certo ou errado e muito menos achar que só um povo é que faz isso, quando no no muito, caberia entender que é uma situação infeliz e deixar isso de lado. Fiquei chocada ao ler alguns comentários, quanta hostilidade gratuita num espaço destinado a reflexões para ambos os lados!Andei lendo na internet sobre um movimento em Coimbra em relação a discriminação contra Brasileiros, negros, mulheres e outras coisas, fiquei incrédula, pois para mim, uma universidade ainda mais em Coimbra, um dos berços mais conhecidos de cultura e conhecimento português, estivesse ainda, disseminando idéias tão medievais! Também não observo no Brasil, complacência com Bolivianos, Haitianos, Chineses, Angolanos e etc que aqui buscam uma vida melhor, vejo uma xenofobia incompativel com os Brasieliros que sempre fomos, porque sim, temos uma terra boa, com muita gente honesta e trabalhora e muita gente inteligente por sinal. Porque não começamos a exaltar o que temos de melhor em ambos os lados e colocamos nossos infortunios numa discussão sadia? Sem ofender ninguém, respeitando os modos e tradições de cada qual. Já pensou que chato se no mundo todos fossemos iguais? Seria um tédio! São as diferenças que nos fazem tão únicos. Que importa usar ou não maquiagem? Protituição não é uma qualidade para nenhum País e existem em todos os lugares do mundo, não é uma exclusividade de brasileiros nem uma prefência portuguesa, é uma situação indesejável e infeliz. Pelo menos aqui eu notei algo em comum: todos que postaram comentários não estão contentes com isto, entao creio que podemos tentar diminuir de alguma forma esta diferença começando pelo respeito ao outro. Desesenvolver tolerância é uma coisa muito dificil, árdua e requer paciência,mas somos paises que sairam de ditaduras não há muito tempo e nossa liberade de expressão foi conquistada duramente, mas ela é uma realidade na nossa vida (ainda bem!) então façamos bom uso dela. Todos estão ainda em processo de mudança, educação e espiritualidade e isso requer coragem e discernimento para separar as coisas. Eu sei que há muito na historia entre Portugal e Brasil, um passado com conquistas, política, sangue, reinos, lágrimas e por aí vai.. Já há algo que nos une de alguma forma. Conheço familia de Portugueses a qual tenho a honra de chamar de amigos, sempre foram muito amáveis e sempre alegres e com uma tradição inegável, que despertou ainda mais a minha curiosidade sobre sua terra. E adoram brasileiros. Muitos podem ler e pensar: claro uma coisa é passar uns dias outra coisa é a convivência, sei bem, não expus meu comentário com intenção de diminuir ou mesnoprezar a infelicidade de pessoas que foram discriminadas e nem desrespeitar ninguém aqui, pelo contrário, gostaria que ninguém se deixasse abater por mais dificil que pareça, e que continuassem tentando minimizar essa diferença ingrata inclusive entre nós mesmos, naõ importa se do norte, do sul, sudeste, centro-oeste, tem gente boa nas duas terras, existem laços entre os dois povos, é um começo. Reflitam! Bom final de semana a todos.
    Um grande Abraço

  • Leticia Petraglia diz: 27 de fevereiro de 2014

    Desculpem os erros de grafia e concordância, a velocidade das mãos e do teclado não é párea para o velocidade de pensamento, especialmente no intervalo da hora do almoço! rs…

  • ar diz: 30 de março de 2014

    eu tou me bem cagando para as brasileiras
    tenho um namorado ciumento ele acha me linda e odeia qnd olham para mim na rua …e muitos dos q olham sao brazileiros…se ha coisa no meu corpo elogiam e o meu rabo..no entanto n sou oferecida uso calcas de ganga justas tenis ou botas e camisolas perfeitamente normais…faco ginasio tenho cabelo preto liso e longo e pele morena…acho me bastante bonita …uma vez no secundario vieram ca uns alunos estrangeiros e os suiços quiseram conhecer me pk como disseram aos meus colegas: she’s pretty!
    ah e o meu namorado odeia brazileiras diz que sao todas umas oferecidas e deviam ir para a terra delas…ja eu nc tive nd contra voces …so as q abrem a boca pa dizer asneira
    eu n sei como e ai no brasil mas aqui as brasileiras sao gordinhas e escuras…e tem muitas marcas de acne:s

  • Anuska diz: 29 de maio de 2014

    Nunca vi tanto preconceito junto, mas pronto vamos ao que interessa… Há algo que independentemente de sermos brasileiros e portugueses haviamos de respeitar que são os valores culturais. Ninguém deixa de ser feio ou bonito. são VALORES. Há pessoas que gostam de andar maquilhadas, outras não gostam. Eu gosto de ser natural, eu sinto que não preciso usar maquilhagem, pois eu tenho minha própria beleza. Mas isso são os MEUS Valores. Não julgo quem usa maquilhagem, ou quem gosta. Respeito valores diferentes dos meus. O que eu acho errado nesta história toda, e isso seja com brasileiras, portuguesas, americanas,… é o não respeito pelas relações e espaço dos outros. Acho que relações de casamento devem ser respeitadas. Homem casado que se envolve com mulher solteira erra, mas também mulher solteira que se envolve com homem casado erra na mesma maneira. Isto porque toda a vida é feita de escolhas, e nós devemos ser responsáveis por nossas escolhas. Se homem casado resolveu se envolver com mulher solteira ele tomou uma opção certo, ele poderia simplesmente ter concertado o casamento com a esposa mas escolheu o caminho mais fácil. Não foi? Para a mulher solteira que se envolve com homem casado a situação é idêntica. Ela tem a opção de continuar se envolver com o homem casado mesmo após sabendo que ele é casado ou então tem a opção de deixar esse homem e procurar um solteiro e disponível. Mas muitas optam por continuar com o homem casado mesmo sendo errado, e porquê? porque é mais fácil?! porque seguir o certo e desistir do que não deve ser nosso é difícil?? As acções são nossas assim como as consequências dessas mesmas acções. Agora eu cá acredito que tomando os caminhos errados, as consequências desses actos teremos de ser nos a pagar, mais ninguém.
    Outra coisa que me intrigou: e como resposta aquelas que dizem e redizem que as Brasileiras são as mais bonitas do mundo, para essas eu tenho uma questão!! O que é beleza para vocês?? Sim, é mesmo isso que leram. Será beleza ter um bom par de mam.s e uma grande bun.da, será beleza a simpatia, será beleza anda toda maquilhada, será beleza um corpo sexy?? O que é beleza para vocês? repito. Beleza minha gente, é subjectivo. Beleza pode ser inteligência, sabedoria, humildade, honestidade. Que adianta, ter um corpo bonito se o nosso cérebro é oco, as nossas atitudes não são humildes, e as nossas palavras não são honestas. Pois é, honestidade e humildade também são beleza. Há aí um comentário de quem não vou dizer o nome, quem quiser que enfie o barrete, dizendo que as portuguesas demoravam tempo a conquistar um homem e que as brasileiras os conseguiriam levar para a cama em 1h. Desculpem-me a expressão pois tenho o maior respeito por todas as mulheres desde portuguesas a brasileiras, mas mulher que em menos de 1 hora leva o homem para cama dá a ideia que essa mulher não tem mais nada a oferecer a não ser sexo. Essa mulher não tem a capacidade de conquistar o homem pela conversa, pelo convívio ou amizade. Ela precisa do sexo, pois é só a única qualidade que ela possui. Desculpe se foi demasiado directa, mas é a minha interpretação face a afirmação que li. Para mim o mais belo numa conquista é aquela mulher que conquista pela sua personalidade, pela sua inteligência, maturidade, beleza interior, da alma, do coração, pelo conteúdo das palavras que fala. Um corpo bonito, com o tempo envelhece, a pessoa perde a vitalidade física, a beleza física por vezes. Mas a personalidade, a inteligência, a humildade, a amizade esses são valores que permanecem e não morrem com o tempo. Por isso, não tenho inveja de brasileira, porque de acordo com os MEUS VALORES, uma boa personalidade, atitudes humildes, honestidade e amizade verdadeira valem 1000000000x mais que um corpo bonito e maquilhado….

  • nadia diz: 4 de junho de 2014

    Só quero saber porque os portugueses reclamam tanto das portuguesas…todo amigo portugues me diz isso…que nao gostam de sexo..pode ser a mulher ate mais bonita do mundo..mas nao sao sensuais…morei ai em portugal e que senti foi uma reclamacao só…mas eu olhava e nao via elas feias…mas eles reclamam da propria mulher do pais deles..beleza nao tem nada a haver com sensualidade..nao sou bonita..sou morena 162a uma tipica amazonense..mas consegui uma legiao de pretendentes com minha pele morena e olhos puxados..

  • Natalina diz: 19 de agosto de 2014

    Quero me casar com um portugues!! Eles são bonitões e gentis diferentes de alguns ogros daqui do Brasil kkk
    Só não acho legal essa “rixa” entre as portuguesas e brasileiras com esses papinhos de que elas não se cuidam e que toda brasileira é puta. Não é bem assim, tem muitas que são safadinhas assim como as portuguesas que nem todas deve ser santas acredito eu o.O
    Putinhas tem em todo lugar meu bem, de todas nacionalidades, pra todos os gostos kkk
    E essa conversa de maquiagem, gente!! pelo amor!! Cada uma anda do jeito que lhe convém.
    Eu mesmo adoro andar de tênis, regatinha, e maquiagem pra mim é um batomzinho, um rímel e tô pronto até pra balada kkkk
    Sou brasileira sim! Com vergonha da nossa política corrupta, mas ainda assim com muito orgulho da minha terra!
    Terra de gente honesta, trabalhadora e feliz apesar dos apesares…
    E chega desse mimi todo ai kkk
    Ah! Olha um recadinho pro portugueses verdadeiros ébanos da beleza rsrs
    Eu tô afim viu!! Kkkk
    Beijinho no ombro!!

  • Lucy diz: 11 de outubro de 2014

    O que fazer, fechar todas as fronteiras e impedir as pessoas de estudar, de trabalhar em outros países? Não vai mais comprar café ou uma fruta ou andar de avião para Paris, porque até o avião da Air France foi produzido no Brasil por mãos de brasileiras e “as brasileiras, aquelas desavergonhadas…” E aí, vem uma oferta de trabalho no Brasil que paga mais e você não vai aceitar. E tem aquele curso de Mestrado que tem até em Portugal, mas a gente não vai mais, afinal “é Portugal”, preferimos o Chile, que é melhor. Percebem o absurdo? Ou ainda acham que isso é normal? Dizem que esta problemática começou com a novela “Gabriela”. Como conhecemos os livros de Jorge Amado e como a brasileira realmente é, não foi um problema no Brasil. O problema foi fora. Falando sério, o que me interessa tanto assim do ponto de vista humano ver uma mulher quase semi-nua, isto é interessante para os homens heterossexuais que vivem oprimidos, sem viver direito a própria sexualidade, problemáticos. Caiu no gosto destes homens. A mulher brasileira não é assim. É preciso ver essas cenas do ponto de vista da Arte, abrir a cabeça e parar de taxar as pessoas. O problema é que as pessoas acreditaram que ficção exemplifica uma Nação. E as pessoas não compreenderam, quiseram tanto acreditar numa mística rasteira em torno da figura da mulher do Brasil que acabaram até abrindo um mercado em Portugal, agindo e fomentando de forma a atrair funcionárias para esse mercado. Afinal, se tem procura, tem oferta e vice-versa. Este mercado, se existe, só se mantem se tem homens que pagam. E depois houve o carnaval, com cenas mais livres depois da Ditadura e mais novelas vulgarizadas. Acreditem, não há nada que o brasileiro possa fazer para evitar que este tipo de cena ou de novela seja produzida, é como mandar parar de fazerem filmes em Holywood. Na luta pela audiência o que mais se faz é chocar para prender a atenção. Mas isso é completamente diferente de dizer que todas as pessoas nascidas no Brasil, assim como todas as argentinas, ou todas a uruguaias ou americanas sejam um conjunto humano com comportamentos iguais. Isto é impossível. Imagine que hoje temos 101 milhões de mulheres em todo o Brasil, nas mais variadas regiões, inclusive as milhões no campo que produziram parte da comida que você comeu hoje, acreditar que todas são iguais e putas e ainda se dar o direito de sentir ódio é pura arrogância e Eurocentrismo, falta de tato social, humanidade, cultura, e inteligência.

Envie seu Comentário