Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Dá para comemorar o fim do amor junto com o ex?

17 de setembro de 2012 3

Foto: Stock.xchng, divulgação

O texto que segue é assinado pela jornalista (e querida) Siliane Vieira, redigido especialmente para o blog.

Dia desses ouvi uma história sobre festa de divórcio. Seria uma espécie de festa para celebrar o fim de um casamento. Achei estranho, porque, particularmente, acho que todos os finais têm um quê de tristeza, ainda mais os finais de relacionamento. Mas parece que esta minha percepção já está sendo superada por alguns. Tem gente substituindo aquela fossa básica por nada menos que festa,  e junto com o ex (há também os que prefiram comemorar somente com os amigos, mas daí é mais comum).

Pensando melhor, acho que entendi a proposta. A tal festa só deve acontecer quando o relacionamento termina numa boa, tipo, os dois se dando conta de que a separação é a melhor escolha. Então, se o casal (ou melhor, ex-casal) está feliz com a decisão, bora chamar a turma e anunciar a novidade. Acaba sendo legal para os amigos também, pois muitos são cultivados em parceria pelo marido e pela mulher. Assim, os mais próximos não ficam com aquela dúvida, poxa, se eu convidar fulano para uma festa, não posso convidar a fulana, porque eles se separaram e tal. Se os dois estão bem, e até deram festa para mostrar a todos que “bola para frente, é vida nova”, não há porque se preocupar.

Mas ainda assim minha cabecinha – que às vezes cheira um pouco a naftalina – permanece considerando estranha essa ideia de festa de divórcio. Acho tão difícil um relacionamento acabar bem para as duas partes, me parece que sempre tem alguém que sofre mais. Tá certo que é bem comum celebrarmos as etapas concluídas da vida, como o diploma em um curso, a aquisição da casa própria ou coisa assim. Mas comemorar um amor que se acaba, acho um pouquinho demais.

O mundo moderno parece nos cobrar uma maturidade que é quase irreal. Nem sempre é possível encarar com olhos festivos uma situação de rompimento. Não dá para ser alegre o tempo inteiro, já dizia Wander Wildner. Sou mais tradicional, acho que o sol de uma nova vida fica sempre mais intenso depois de uma fossinha, de um período necessário de reflexão e por aí vai.

E vocês, fariam festa de divórcio com o ex?  

Comentários (3)

  • Jairo diz: 17 de setembro de 2012

    Uma festa de divórcio como esta do texto, passou neste fim de semana no seriado Royal Pains do canal Sony da tv paga.
    Na minha opinião a festa é dada em homenagem ao parceiro ou parceira, por ele ou ela, não criar dificuldades para a separação. Tudo o que eles economizaram com advogados em uma briga que levaria anos, puderam gastar o dinheiro na tal festa.
    Acho uma atitude madura e inteligente.

  • Débora diz: 17 de setembro de 2012

    Achei bem interessante a matéria, mas cá pra nós acho totalmente desnessário fazer uma comemoração. Parece uma necessidade de ambos mostrar que se esta bém.

  • Sarita diz: 25 de setembro de 2012

    Dado o meu histórico, faria uma festa só se o ex estivesse num pau de arara pra eu açoitar um bocado hahahahahahahahaha

Envie seu Comentário