Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Não dá para esquecer um grande amor, né?

28 de fevereiro de 2013 3

É impossível não se emocionar muito com essa história. Nos anos 1970, Marina Abramovic viveu intensa história de amor com Ullay. Por cinco anos, eles viveram em um furgão, realizando performances. Quando sentiram que a relação já estava desgastada, decidiram percorrer a Grande Muralha da China, dar um último grande abraço e nunca mais se ver.

Eis que, 23 anos mais tarde, o MoMa de Nova York dedicou retrospectiva à obra de Marina. Entre tantas atrações na exposição, a artista compartilhava um minuto de silêncio com cada estranho que sentasse na frente dela. Aí vem a parte irresistível: Ullay chegou sem que ela soubesse… e a mágica voltou a acontecer!

Assistindo ao vídeo, tive certeza que, para estar junto a alguém, não é preciso estar perto. Basta estar dentro.

Seria tão bom se conseguíssmos cultivar todos os nossos amores, assim, sem mágoas e decepções, né?

Comentários (3)

Envie seu Comentário